4

Enquanto bancos explodem, Dino passeia no helicóptero da segurança…

Helicóptero chega em Coroatá com Flávio Dino, que visitou fazenda de aliado do PCdoB...

Helicóptero chega em Coroatá com Flávio Dino, que visitou fazenda de aliado do PCdoB…

Chega ser impressionante a demagogia do governador Flávio Dino, que vem evitando a necessidade de fazer a licitação para o uso de helicópteros. O fato é que ele não faz, mas acaba usando o da polícia que deveria servir para perseguir bandidos.

Nesta sexta-feira, por exemplo, quando criminosos explodiram mais uma agência bancária, o helicóptero do GTA cumpria a agenda do governador, conforme relatou a deputada Andrea Murad nas redes sociais.

– O governo devia nos poupar de tanta demagogia. O governador que se nega a fazer licitação para aquisição de helicóptero, usa o da polícia, como por exemplo hoje ao chegar na fazenda do capitão Alexandre para participar de evento em Coroatá. Devia fazer essa licitação logo e parar de usar o da polícia que hoje deveria estar perseguindo os bandidos que explodiram 2 agências bancárias no interior do estado, só que não estava disponível pq o helicóptero da segurança pública cumpria agenda do governador. Não faz licitação para Casa Civil mas usa o da polícia. Do quê adianta? – escreveu Andrea Murad.

...E o aparelho da segurança anda ficou esperando o chefe, enquanto bandidos agiam no interior do estado

…E o aparelho da segurança anda ficou esperando o chefe, enquanto bandidos agiam no interior do estado

Flávio Dino usou o helicóptero da segurança pública (foto) para participar de um evento em Coroatá, na fazenda do capitão Alexandre Araújo, correligionário e membro do PCdoB, que doou parte do seu terreno na MA 020 para a construção de Instituto Tecnológico.

– Mas como discursei ontem na Assembleia, a Prefeitura de Coroatá ofereceu, inclusive com documentos protocolados, um terreno dentro da cidade para construção do IEMA, aí sim em área urbana e facilitando o acesso aos jovens e não em uma fazenda fora da cidade que nem casas perto tem, quanto mais praças, bibliotecas e escolas como recomenda as próprias regras do programa. Colocar o IEMA fora da cidade tem o único objetivo de valorizar as terras de um aliado que quer construir loteamento para vender – disse Andrea que criticou o secretário de articulação política, Márcio Jerry, por não conseguir responder aos questionamentos da parlamentar.

– Ao invés de responder a minha denúncia sobre o governo receber a doação do terreno de um filiado do PCdoB para construção de um Instituto de Educação Tecnológica no meio do nada, o secretário Márcio Jerry vai pelo caminho fácil da mentira, da acusação, na vã tentativa de me jogar contra a juventude que me conhece e sabe que jamais seria contra qualquer projeto que a beneficie. Portanto, como não tem respostas a dar, o governo parte para a mentira se aproveitando da inocência das pessoas, achando que conseguirão enganá-las. Com essa defesa fora de propósito, vou começar a achar que o secretário deve ter ‘sociedade’ no projeto de loteamento do Capitão Alexandre – escreveu.

Marco Aurélio D'Eça

4 Comments

  1. (…)

    Obs.: Comentário moderado por conter ofensas ou não se adequar ao tema do post.

  2. Cansei de ver Flavio e a oposicao criticarem o governo passado quando usavam os helicopteros da policia em viagens ao interior, agora o que estamos vendo e a repeticao dessa pratica, e a desculpa e “missao oficial”. Antes, no governo passado nao era ??? O que mudou ???? Sera que apenas o discurso ???? Coisa feia Flavio, acho que todos fomos enganados, essa e a mudanca ????

  3. Pingback: Atual7

Deixe uma resposta para claudio Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *