2

Wellington quer discutir limites territoriais na Grande São Luís…

Wellington quer solução para limites de São Luís

Wellington quer solução para limites de São Luís

O deputado estadual Wellington do Curso(PP) propôs na manhã desta quarta-feira, 13, audiência pública para discutir os limites territoriais dos municípios que compõem a Grande Ilha (São Luís, São José de Ribamar, Paço do Lumiar e Raposa).

O parlamentar fez referência ao bairro Parque Vitória que, segundo ele, é um dos que mais sofrem com a situação de abandono por parte do poder público devido à questão de limite territorial.

– Ao ouvir a população de Ribamar, percebemos o desrespeito dos gestores com os moradores das adjacências que compõem o Parque Vitória e outros bairros próximos. Devido a essa indefinição de limite territorial, acaba que nenhum prefeito assume a responsabilidade por essas regiões. Enquanto deputado estadual, não temos o poder de executar, mas continuarei somando a minha voz à população e cobrando melhorias para o povo maranhense – declarou.

A solicitação do deputado Wellington atende a um encaminhamento da última Audiência Pública realizada por ele no dia 16 de março, que discutiu sobre a falta de infraestrutura e segurança nos bairros Parque Vitória, Jardim Turu, Alto do Turu e adjacências.

Marco Aurélio D'Eça

2 Comments

  1. Governo Flávio Dino de um mandato só? Enquanto alardeia popularidade ainda nas alturas em pesquisas contratadas pelo seu grupo, o governador Flávio Dino (PCdoB) segue amargando índices abaixo da crítica na capital, segundo o institutos.

    A queda na popularidade de Flávio Dino atribui-se principalmente a 3 fatores, à seu apoio à permanência do Governo Dilma, as situações estradas MA, à seu estigma de desrespeitador e perseguidor iniciado no embrólio Flávio Dino×MauraJorge .
    Atualmente a gestão dinista e sua articulação política é responsável diretamente por essa queda.

    De acordo com pesquisas, o grosso do eleitor de São luís – nada menos que 40,1% – entende que Flávio Dino faz um governo apenas “Regular”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *