4

Chuva destrói pela terceira vez obra feita às pressas pela prefeitura….

Onde deveria ter sido construído uma ponte, na Vila Conceição, no Calhau, foram colocados apenas tubos, sem nenhum acabamento do terreno, o que resultou em esbarreramentos sucessivos; prefeitura responde apenas com paliativos

 

Serviços feitos pela prefeitura não conseguem resistir ao nível de chuva por falta de acabamento

A gestão do prefeito Edivaldo Júnior (PDT) decidiu fazer, às pressas, durante a campanha eleitoral de 2016, um aterramento no local onde deveria ser um ponte, ligando a Vila Conceição ao bairro do Calhau.

Feito a toque de caixa, em meio á caça ao voto do prefeito, a obra não teve qualquer tipo de acabamento. Logo nas primeiras chuvas, ainda em dezembro, o aterro começou a esfarelar, junto com o asfalto colocado também a toque de caixa.

Em janeiro, as fortes chuvas levaram quase que por completo a obra.

Empresas chamadas pela prefeitura foram novamente ao local, mas continuaram a fazer paliativos – com sacos de areia e aterro, mas sem fazer as guarnições necessárias.

Resultado: as constantes chuvas desta segunda-feira, 13, voltaram a destruir o local, que agora sofre ameaça de partir, impedindo o acesso ao bairro.

Detalhe: os fiscais da prefeitura já foram diversas vezes ao local, prometendo o serviço completo.

O que nunca foi realizado…

Marco Aurélio D'Eça

4 Comments

  1. essa obra nunca foi eleitoreira. eleitoreira é esse tipo de materia sem fundamento. Vá na comunidade e se informe se esse fato é verdadeiro… esta obra tem muitos beneficios, mas com a natureza nao se pode evitar transtornos.

  2. As chuvas tão derrubando até casas e árvores, imagine obra! São as chuvas mais fortes que o Maranhão já teve.

  3. não é serviço feito as pressas! Esse nivel de chuva sempre tras muitos estragos independente de qualquer coisa!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *