1

Só metade da população cumpria isolamento antes do lockdown, revela Dino

Em São Luís índice foi de 56%; no Maranhão, foi de apenas 43% até segunda-feira, 4, segundo o próprio governador. Apesar do excesso de pessoas no João Paulo, na Kennedy e em outros pontos bancários, comunista classificou de “grande êxito” primeiro dia do bloqueio total

 

As agências bancárias, como esta na Kennedy, continuam a ser o principal problema para o isolamento social na pandemia, mesmo após o lockdown

O governador Flávio Dino (PCdoB) apresentou nesta terça-feira, 4, em entrevista à TV Mirante, um dado pela primeira vez revelado pelo Governo do Maranhão: a taxa de circulação de pessoas nas ruas, antes do bloqueio geral, era de 46% no Maranhão e de 53% em São Luís, o que significa dizer que metade da população nunca respeitou as medidas de isolamento social.

A partir dos dados a que o governo tem acesso, o governador anunciou que divulgará o antes e o depois do lockdown, no que diz respeito à circulação de pessoas.

Durante a entrevista à TV Mirante, Flávio Dino classificou como exitoso, o primeiro dia do lockdown na região da Grande São Luís, apesar da grande movimentação no João Paulo e na Kennedy, como comprovam imagens que ilustram este post.

– Os primeiros levantamentos ainda serão feitos para comparar o movimento de pessoas antes e depois [do bloqueio]. Mas já temos dados da Prefeitura de São Luís e do videomonitoramento do Ciops, que apontam um grande êxito – disse o governador.

No João Paulo, além das dificuldades com a feira, agências de bancos privados também são ponto de aglomeração

De acordo com a Prefeitura de São Luís, a redução na circulação de veículos atingiu menos da metade do usual, patamar baixo para um lockdown.

Os números oficiais do bloqueio devem ser apresentados ainda no final da noite desta terça-feira, 5…

1

Hospitais já rejeitam pacientes com suspeitas de coVID-19…

Embora as autoridades garantam que a situação está sob controle, UPAs, postos de atendimento e hospitais estão se recusando, inclusive, a fazer testes em pessoas com sintomas da doença, que são orientadas a se tratar em casa; blog acompanhou drama de pacientes no Coroado

 

As UPAs estão recusando pacientes com suspeita de coVID-19; não apenas as UPAs, mas todas as unidades de saúde em São Luís

Há uma clara discordância entre as informações oficiais das autoridades de Saúde no Maranhão e a realidade nas unidades hospitalares, sobretudo em São Luís.

Nas últimas semanas, o governador Flávio Dino (PCdoB) e o prefeito Edivaldo Júnior (PDT) vieram a público para garantir, entre outras coisas, compra de respiradores, de máscaras e testes de coVID-19, além do anúncio de aumento no número de leitos, sobretudo os de UTI.

Mas o que se vê nas UPAs, postos de atendimento e hospitais é um número cada vez maior de pacientes tendo que voltar para casa por falta de leitos para internação.

O blog Marco Aurélio D’Eça teve contato com pelo menos quatro pacientes suspeitos de CoVID-19 lá no bairro do Coroado; e acompanhou um deles no périplo por atendimento, na Unidade Mista do Coroadinho, na UPA do Bacanga e no Socorrão I.

Em nenhum deles o paciente foi atendido; e está em casa, com forte gripe e problemas respiratórios.

Outra paciente até chegou a fazer o teste, mas, mesmo com sintomas graves, foi mandada de volta para casa. Na tarde desta quarta-feira, 22, recebeu ligação confirmando o teste positivo para CoVID-19, seguida da orientação para ficar em casa, onde vive com o pai, um idoso de mais de 80 anos.

Na mesma quadra 42 do mesmo bairro, há pelo menos outras três pessoas acamadas, sem atendimento nas unidades de saúde.

E a realidade é a mesma em diversos bairros da periferia de São Luís.

Mas a informação é a de que está tudo sob controle.

Não está. É simples assim…

3

Edivaldo suspende por 90 dias taxa de iluminação para tarifas sociais

Projeto de Lei assinado pelo prefeito foi encaminhado à Câmara Municipal para votação em regime de urgência; suspensão vai beneficiar 85 mil beneficiários na capital maranhense

 

O prefeito Edivaldo Holanda Junior (PDT) encaminhou hoje projeto de lei à Câmara Municipal de São Luís para isentar o pagamento da taxa de iluminação pública aos 85 mil beneficiários da tarifa social de energia elétrica com consumo igual ou inferior a 220 KWh/mês, durante o período de 1º de abril a 30 de junho de 2020.

O anúncio foi feito em suas redes sociais no fim da tarde desta terça-feira, 14.

Outra proposta do pedetista encaminhada ao Legislativo Municipal estabelece o pagamento de auxílio-renda para as mais de 12 mil famílias em situação de extrema pobreza em São Luís. O benefício será pago, inicialmente, durante dois meses, podendo ser estendido, se houver necessidade.

Desde o início da pandemia do novo coronavírus (Covid-19) Edivaldo tem ampliado as ações de assistência social à população mais vulnerável com o objetivo de proteger a renda, garantir a segurança alimentar e a saúde destas pessoas. Outra medida já anunciada pelo prefeito de São Luís é a distribuição de kits de alimentos a outras 58 mil famílias de baixa renda e a cerca de 86 mil estudantes da rede municipal de ensino.

Este apoio é fundamental porque neste momento em que parte das atividades econômicas estão paralisadas, estas famílias são as que têm sua renda mais prejudicada.

Além disso, todo investimento na área social se reflete no fomento da atividade econômica, pois preservando a renda, ele garante a manutenção do consumo, principalmente dos pequenos negócios.

0

Em mensagem de Semana Santa, Edivaldo alerta sobre coronavírus

Prefeito utiliza passagens bíblicas para lembrar a população sobre os riscos que representa a CoVid-19, sobretudo para os mais humildes; e pede orações pela superação deste momento

 

O prefeito Edivaldo Júnior divulgou vídeo nesta sexta-feira, 10, em que lembrou da Semana Santa e pediu orações pela superação do atual momento por que passa o país.

– Vivendo em São Luís nesta Páscoa, em meio à esta praga que no ameaça, sobretudo o mais humildes, peço a todos que continuem no clamor a Deus, para que todo este mal possa passar o mais rápido possível – disse o prefeito.

Em menagem que acompanha o vídeo, ele ressalta a importância de seguir as recomendações sanitárias cotnra o coronavírus.

– Quero pedir a todos os ludovicenses que além de continuarem seguindo as orientações de prevenção contra o coronavírus reforcem o clamor e as orações ao nosso Senhor Deus. Que Ele, em sua infinita bondade e misericórdia, continue nos abençoando, nos protegendo e nos dando força para vencermos essa crise – pregou.

Veja o vídeo acima…

1

Coronavírus suspende pré-campanha em São Luís…

Apesar de um ou outro pré-candidato ainda tentar faturar nas redes sociais com as notícias sobre a CoVID-19, a quarentena imposta no Maranhão de fato deixou a sucessão do prefeito Edivaldo Júnior em segundo plano

 

As ruas ficaram vazias e livres de pré-candidatos a prefeito, embora alguns insistam em aparecer nas redes sociais

Às vésperas do fim do prazo para filiação partidária de quem pretende disputar as eleições de outubro, a pré-campanha eleitoral em São Luís está paralisada.

Desde o início das notícias sobre a ameaça do coronavírus – e antes mesmo da decretação da quarentena no Maranhão – os pré-candidatos recolheram-se, embora ainda haja um outro outro que tentem faturar politicamente nas redes sociais.

O debate mais importante sobre o tema é o adiamento das eleições 2020, proposta primeiramente pelo pré-candidato do Solidariedade, Carlos Madeira, e que ganhou corpo no Congresso Nacional.

O problema do adiamento da eleição é exatamente deixar mais dois anos para o atual prefeito e os atuais vereadores.

Melhor que o coronavírus seja vencido o mais rápido possível…

2

Vacinação: Estevão Aragão ensina como fazer à prefeitura de São Luís

Anúncio do início da campanha pela prefeitura gerou possibilidade de aglomeração de idosos, o que os expõe ao risco de contrair a CoVID-19, diante da pandemia de coronavírus que já chegou a São Luís

 

Prefeitura fez campanha pela vacinação contra H1N1, o que preocupa Estevão Aragão quanto a aglomerações por causa do coronavírus

Começa nesta segunda-feira (23), a Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza. O vereador Estevão Aragão (PSDB) faz um apelo ao prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior (PDT), para que pessoas idosas sejam vacinadas em suas residências.

A ideia é que a Secretaria Municipal de Saúde crie um canal online, onde as pessoas possam se cadastrar, ou uma central telefônica, para que os interessados passem seus contatos e endereços visando ao agendamento das consultas. O parlamentar frisou que em algumas capitais do país foram criadas alternativas para evitar que idosos enfrentem aglomerações ou saiam de casa.

“Se a determinação é não sair de casa, uma vez que, em um momento de crise como este, os idosos ficam vulneráveis às complicações da gripe e da Covid-10, fazê-lo seria uma atitude criminosa”, advertiu.

O parlamentar deu o exemplo da Secretaria Municipal de Saúde do Rio de Janeiro, que dá início à Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza nesta segunda-feira, dia 23 de março, com um drive thru nos postos do Detran e no estacionamento do Riocentro, para que idosos possam se vacinar sem sair do carro, diminuindo, assim, o risco de contaminação. Até o dia 15 de abril, a imunização será exclusiva para idosos (60 anos ou mais) e trabalhadores da saúde.

Período – A campanha vai até 22 de maio. Na segunda fase, a partir do dia 16 de abril, a vacina estará disponível para três outros grupos: professores das escolas públicas e privadas; profissionais das forças de segurança e salvamento e portadores de doenças crônicas.
Já no sábado, 9 de maio, dia D de mobilização nacional, terá inicio a terceira fase da campanha, com mais grupos inseridos: crianças de seis meses a 5 anos, 11 meses e 29 dias; gestantes e mulheres até 45 dias após o parto; população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional; indígenas; adultos de 55 a 59 anos; pessoas com deficiência.

FIQUE SABENDO – A influenza é uma infecção viral aguda que afeta o sistema respiratório. Inicia-se com febre alta, dores musculares, dor de garganta, dor de cabeça, coriza e tosse. O agravamento com hospitalizações e óbitos ocorre, geralmente, nos grupos de alto risco, que são o público-alvo da campanha.

O objetivo da vacinação é reduzir as complicações, internações e mortalidade decorrentes das infecções causadas pelo vírus da influenza. A previsão da Secretaria Municipal de Saúde é imunizar 90% da população alvo da campanha na cidade.

Por recomendação da Organização Mundial da Saúde, a vacina trivalente a ser usada na campanha de 2020 protege contra os três vírus que mais circularam no Hemisfério Sul no ano anterior (H1N1, H3N2 Influenza tipo B).

Carteira de Vacinação: Ao comparecer ao posto, solicita-se a apresentação da caderneta de vacinação, se disponível, especialmente no caso das crianças, para que o profissional de saúde verifique se há outras vacinas a serem colocadas em dia. Mesmo quem não tenha caderneta e faça parte dos grupos alvos, poderá se vacinar. Pessoas com febre devem aguardar a melhora para tomar a vacina. Já quem tiver alergia grave a ovo deve informar ao profissional de saúde e será orientado a tomar a vacina em unidades específicas, sob condições especiais.

Texto: Diego Emir

0

Coronavírus: Hospital da Mulher vira referência no atendimento

Unidade hospitalar foi disponibilizada pela Prefeitura de São Luís para acolher pessoas com sintomas de contaminação pela Covid-19, garantindo mais 50 leitos para esse tipo de internação

 

O Hospital da Mulher está disponível para internação de eventuais casos suspeitos de contaminação pelo coronavírus

O Hospital da Mulher, na região do Itaqui-Bacanga, é a unidade de referência municipal no atendimento às pessoas que apresentem sintomas do coronavírus em São Luís.

No local serão disponibilizados em torno de 50 leitos, incluindo UTIs para o atendimento exclusivo destes pacientes.

Em Decreto assinado na quarta-feira, 18, o prefeito Edivaldo Júnior (PDT) determinou, também, que monitoramentos e atendimentos aos pacientes que apresentem sintomas moderados, ou mesmo pacientes assintomáticos, serão feitos por equipes da Estratégia de Saúde da Família e Agentes Comunitários de Saúde ou por equipes de atendimento de demanda e rotina das Unidades Básicas de Saúde.

As visitas domiciliares serão intensificadas nestes casos.

Todas as medidas anunciadas seguem as recomendações da Organização Mundial da Saúde e do Ministério da Saúde.

1

Ivaldo Rodrigues retoma mandato na Câmara Municipal

Vereador vai se preparar para as eleições de outubro, e passa a ser opção do PDT também para composição de chapas em alianças com outros partidos

 

Ivaldo discursou na tribuna da Câmara Municipal na volta à Casa

O vereador Ivaldo Rodrigues (PDT) reassumiu nesta segunda-feira, 9, o seu mandato na Câmara Municipal de São Luís.

Ele deixou a Secretaria Municipal de Abastecimento um mês antes do prazo legal de desincompatibilização para quem vai concorrer às eleições e outubro.

A princípio candidato a um novo mandato na Câmara, Ivaldo também é uma das opções do PDT para composição de chapas majoritárias.

O partido deve firmar coligação com o DEM, do deputado estadual Neto Evangelista.

E Ivaldo é um dos nomes que podem ser indicados a vice do democrata…

1

Coleta de lixo e limpeza urbana: outros trunfos de Edivaldo…

Além da forte ação no setor de urbanismo – com revitalização de áreas históricas, praças e avenidas – prefeito de São Luís tem inciativa na destinação de resíduos, que será melhorada agora com a coleta seletiva

 

Edivaldo vai construindo legados em setores fundamentais da vida urbana da capital maranhense

Se já construiu um legado de peso no setor urbanístico, com a recuperação de áreas tombadas no Centro Histórico e melhoramento do aspecto visual em pontos turísticos, o prefeito Edivaldo Júnior (PDT) tem outro trunfo a deixar como marca ao fim e sua gestão.

O setor de limpeza urbana, coleta de lixo e destinação de resíduos sólidos é um ponto da gestão pedetista digna de elogios, sobretudo com a criação e ampliação dos Ecopontos a partir do seu segundo mandato.

Agora, esta área da gestão ganha ainda mais qualidade, com a implantação do sistema de coleta seletiva porta a porta por agendamento.

Com os 17 ecopontos, São Luís tem a maior taxa de reciclagem da região Nordeste e integra um grupo de 12% de cidades das regiões Norte e Nordeste que cumpre todas as determinações da Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS).

Levando em conta que a gestão recebeu o setor de limpeza fora dos padrões exigidos, o avanço dado por Edivaldo Júnior é digno de registro.

E deve marcar o seu mandato…

5

Edivaldo deixará histórico legado turístico-cultural ao sucessor…

Intervenções que a Prefeitura de São Luís vem realizando na área do Centro Histórico dará à capital maranhense complexo em nível de primeiro mundo; e a responsabilidade de quem o substituir aumentará no setor

 

Perspectiva digital de como ficarão a área do antigo abrigo; revitalização envolverá todo o complexo João Lisboa

Independentemente do que se diga em relação ao conjunto da gestão do prefeito Edivaldo Júnior (PDT), não se pode ignorar o avanço que ele obteve no apecto urbanístico de São Luís.

Em parceria com o Iphan, Edivaldo, aos poucos, vai dando novo aspecto urbanístico ao Centro Histórico de São Luís.

A revitalização de complexos como a Praça Deodoro, Rua Grande, Praça da Bíblia, Parque do Bom Menino e, agora, a recuperação do complexo João Lisboa – formado ainda pelo largo do Carmo e Rua de Nazaré – põe São Luís no mesmo patamar de cidades como Berlim, Barcelona e Bogotá, que recuperaram seus centros históricos e viram aumentar o fluxo de turismo.

Ao lado de Maurício Itapary e Kátia Bogéa, do Iphan, Edivaldo assinou a Ordem e Serviço para mais uma etapa do projeto

Sem falar que Edivaldo está atuando também nos bairros, recuperando praças em comunidades e garantindo áreas de lazer e vem estar em toda a cidade.

É um legado e tanto para o seu sucessor.

A final do seu mandato, Edivaldo entregará uma cidade urbanisticamente arrumada, com um sistema de transporte encaminhado e um conjunto arquitetônico de valor mundial.

Outro aspecto em perspectiva da região do argo do Carmo, que também será revitalizado nesta etapa

É fundamental, portanto, que o próximo prefeito tenha a compreensão deste legado e saiba que, muito mais do que recuperar, o mais importante é manter o projeto em pé.

Só assim, São Luís avançará no tempo e na história, com aspecto igual ao de qualquer cidade histórica mundo a fora.

E Edivaldo terá cumprido a missão neste aspecto…