5

E se Sarney Filho for para o PSDB?!?

Ministro do Meio Ambiente pode não disputar o Senado em 2018 pelo seu atual partido, o PV; e o debate sobre a questão tucana trouxe à tona a possibilidade de uma transferência dele para o partido

 

REVIRAVOLTA
Possível entrada de Sarney Filho no PSDB pode mudar o jogo da eleição de 2018

No bojo do debate sobre a situação do PSDB maranhense, surgiu nos últimos dias uma hipótese que pode ser uma reviravolta na articulação do partido para as eleições de 2018.

Por esta hipótese, o ministro do Meio Ambiente, Sarney Filho, pode acabar sendo candidato a senador pela legenda.

Sarney Filho já havia manifestado interesse em deixar o PV, seu atual partido.

Conversas do titular deste blog com agentes do PSDB e políticos ligados ao ministro – que também mostram-se interessados no partido – revelou-se que sua entrada na legenda é uma possibilidade real.

O deputado estadual Edilázio Júnior, por exemplo, ele próprio simpatizante do PSDB, diz que o ministro tem conversado com o senador Aécio Neves (MG) sobre a ideia de se transferir para o ninho tucano.

A eventual entrada de Sarney Filho no PSDB terá impacto sobremaneira na correlação de forças partidárias para 2018.

Primeiro que o partido, a partir disto, deixará claro não haver nenhuma possibilidade de aliança com o PCdoB.

A menos que o governador Flávio Dino admita que pode ter Sarney Filho como um de seus candidatos a senador.

Assunto, aliás, também já tratado neste blog…

Marco Aurélio D'Eça

5 Comments

  1. A fatura do aceite do Sarney filho no PSDB já foi paga, o senador João Alberto, enquanto presidente do conselho de ética , já arquivou o pedido de cacacao do Aécio neves no senado. Não duvido que o PSDB local, vendaval esteja interessado no apadrinhamento do filho de Sarney. Deplorável.

  2. QUE GRANDE PRESENTE DEU MICHEL TEMER A FAMÍLIA SARNEY, TODOS ENROLADOS ATÉ O PESCOÇO NA LAVA-JATO E O FILHO DE SARNEY GANHA UM MINISTÉRIO PARA DIRIGIR, ISSO É BRASIL.

  3. É com dizem: “político troca de partido como troca de camisa”.
    A conveniência é a regra e os interesses individuais é a lei.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *