6

Antes de sair, Rodrigo Janot livra Flávio Dino da Lava Jato…

Procurador-geral a República – que tem irmão do governador como principal assessor – pediu ao STJ que fosse desconsiderada acusação do delator da Odebrecht, José de Carvalho Filho

 

Janot preferiu não esperar que o caso de Flávio Dino fosse encaminhado ao STJ pela sucessora, Raquel Dodge

Como era esperado na oposição e, principalmente, no governo maranhense, o procurador-geral de Justiça Rodrigo Janot decidiu – antes de deixar o comando do Ministério Público –  pedir o arquivamento da delação da Odebrecht contra o governador Flávio Dino (PCdoB).

Janot tem como principal assessor na PGR o irmão do próprio Flávio Dino, Nicolado Dino.

No pedido encaminhado ao ministro Félix Fischer em 24 de agosto, o Ministério Público alegou que as acusações do delator José de Carvalho Filho não servem “nem à deflagração de uma investigação criminal, nem muito menos, à uma ação penal”.

Flávio Dino conseguiu decisão favorável da PGR antes do fim da gestão que tem o irmão como assessor principal

No seu despacho, Fischer entendeu que, como o próprio MPF é o autor da ação, cabe ao STJ apenas atender ao pedido dos procuradores, que atuam por delegação do procurador-geral.

Rodrigo Janot deixa a chefia do Ministério Público no próximo dia 17 de setembro…

Marco Aurélio D'Eça

6 Comments

  1. Faz o seguinte: Mostra uma gravação. Um vídeo com alguém transportando uma mala. Uma conta com o movimento. Mostra uma gravação com o pedido de propina. Aliás, mostra uma furada de fila dos precatórios como foi o caso do preso no hotel luzeiros .

  2. Será mera coincidência o fato de que o braço direito de Rodrigo Janot ser irmão de Flávio Dino, “não, tenho certeza” que o governador, tal como Lula,,é a alma mais honesta do mundo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *