5

Flávio Dino vira chacota nacional com seus conceitos ideológicos…

Comunista maranhense foi ridicularizado por jornalistas nacionais após revelar, ao jornal Folha de S. Paulo, suas ideias econômicas, políticas e de estado

 

COMUNISTA, GRAÇAS A DEUS. Flávio Dino em uma das fotos da matéria da Folha, que já virou folclore

De O EstadoMaranhão

Foi amplamente negativa a repercussão nacional da entrevista concedida pelo governador Flávio Dino (PCdoB) ao jornal Folha de S. Paulo, na última terça-feira, 26.

O programa ‘Pingo nos Is’da Rádio Jovem Pan, por exemplo, dedicou um bloco para desqualificar o posicionamento político e ideológico do chefe do Executivo Estadual.

Os jornalistas Augusto Nunes, Joice Hasselmann e Felipe Moura Brasil fizeram duras críticas e chacota ao posicionamento do governador, sobretudo no que diz respeito à defesa do comunismo, ao ataque de Dino ao Poder Judiciário e à condução da Operação Lava Jato.

Augusto Nunes apontou o viés ideológico de Dino, o comunismo e criticou o posicionamento político do chefe do Executivo no Maranhão.

“Ele deixa claro que se pudesse proibiria a candidatura do Bolsonaro que nunca foi punido por nada e exige, para que pareça democrática a candidatura de um ladrão, condenado por corrupção em primeira instância. Esse é ‘o comunista’. É o sujeito que é definido por aquela frase que é a mais sórdida que eu conheço: os fins justificam os meios”, disse.

Augusto Nunes também reagiu à referência feita por Dino ao cristianismo.

“Um sujeito que começa a sua entrevista dizendo ‘sou comunista, graças a Deus’, é um malandro de quinta categoria. E ele é só comunista, acha que religião é o ópio do povo. […] Não minta, não minta”, completou.

O jornalista criticou, em outro momento, a declaração de Dino em relação à decisão judicial do juiz Sérgio Moro. À Folha, Dino classificou a decisão de “monstruosidade jurídica”.

“Um sujeito que ainda é comunista e mentiroso, não dá. Ele diz que no gabinete dele tem a muralha da China porque é um símbolo de paciência. Não. É porque o PCdoB nasceu na quando existia a China comunista mesmo, e não capitalista esperta como é agora, e era uma opção à União Soviética. […] e essa turma do PCdoB era submetida aos interesses do comunismo chinês”, enfatizou.Felipe

Moura Brasil afirmou que Flávio Dino é “mais um da linhagem de Renan Calheiros”.

“Está se valendo do apoio que Lula tem no Nordeste, o Renan tá querendo foro privilegiado de novo, então fica aliado do Lula para ser reeleito em Alagoas e Flávio Dino também quer aproveitar a onda no Nordeste”, disse.

“É tudo conversa fiada, esse pessoal está aí para dividir as pessoas e o povo do Maranhão não pode reeleger esse tipo de gente”, completou Felipe Moura.

“A boa notícia é que ele é ex-juiz federal, esse perigo público, e hoje o juiz federal é Sergio Moro”, finalizou Augusto Nunes.

Com reportagem de Ronaldo Rocha

Marco Aurélio D'Eça

5 Comments

  1. FLAVETE É INVENÇÃO DO CAPETA,E TUDO MUNDO SABE! Mas esses zjornalistas dos pingos nos Is são MALACOS passados na casca do alho,e tudo fazem para querer desmoralizar os políticos e o povo nordestinos. VAgabundos todos eles são,comunista com FLAVETE, e jornalistas pilantras como esses da Jovem Pam, q são agentes desse paratido de pilantroes que é o PSDB.

  2. Flavio Dino é a negação de tudo que se relaciona com ideologia e boa gestao.De comunista ele não tem nada e de gestao ele é um fracasso.Talvez o cargo de juiz fosse mais adequado desde que exercido com parcimonia.Tenho minhas dúvidas.

  3. Votei no Dino, mas esse viés ideológico mata ele, apoiar ladrão condenado só piora a imagem dele, tudo por causa de ideologia. O problema do maranhão é que não temos uma terceira via contra Dino e Sarney, aí fica difícil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *