0

Flávio Dino não consegue se livrar da alcunha de ditador…

Justiça Eleitoral negou todas as tentativas do comunista de censurar informações em blogs – e até opiniões de políticos – sobre seu perfil autoritário

 

Flávio Dino tentou impedir que os adversários o criticassem como ditador… Levou pau no TRE

O Tribunal Regional Eleitoral indeferiu nesta terça-feira, 21, todas as tentativas do governador Flávio Dino (PCdoB) de censurar a opinião sobre a tendência de autoritarismo em seu perfil.

Os juízes negaram pedidos do comunista para tirar da Internet declarações, inclusive de políticos, que o viam como ditador.

Tudo começou em um encontro da ex-governadora Roseana Sarney (MDB), em sua casa, no qual ela disse que o governador comunista apresenta traços de ditador.  No mesmo encontro, o prefeito de São Pedro dos Crentes, Lahésio Rodrigues, declarou que “Flávio Dino é o que de ruim eu vi no Maranhão”.

Em diversas ações na Justiça Eleitoral, Dino tentou censurar a fala de Roseana e a de Lahésio, e também tentou impedir blogs e jornais de reproduzi-las, o que gerou o Editorial deste blog, intitulado “Ditador, Flávio Dino não quer ser chamado de ditador…”

Na manhã de desta terça-feira, 21, o TRE julgou o mérito das ações de Dino.

E considerou todas improcedentes.

Primeiro, os juízes mandaram a ação contra o blog do jornalista Diego Emir, que reproduziu as falas de Roseana e de Lahésio.

Em seguida, mandou para o arquivo a tentativa de mordaça na própria Roseana, que falou em um ambiente privado, dentro de sua própria casa.

Por último, o TRE julgou improcedente a reclamação de Flávio Dino contra a fala de Lahésio Rodrigues.

E assim, o comunista considerado ditador não conseguiu impedir a repercussão das declarações que o apontam como ditador.

E viva a liberdade de expressão…

Marco Aurélio D'Eça

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *