5

A violenta guerra na base de Flávio Dino…

Atacado por aliados do Palácio dos Leões, o pré-candidato Duarte Júnior resolve contra-atacar mirando o comunista Rubens Jr., numa tensão que se arrasta desde a sua posse na Assembleia e envolve também os pré-candidatos Neto Evangelista e Dr. Yglésio

Membro do mesmo partido pelo menos até janeiro, Duarte Jr. iniciou nesta segunda-feria, um confronto direto com o aliado de base Rubens jr.

Com cinco pré-candidatos declarados à sucessão do prefeito Edivaldo Júnior (PDT) – Neto Evangelista (DEM), Duarte Júnior (PRB), Rubens Pereira Júnior (PCdoB), Bira do Pindaré (PSB) e Dr. Yglésio (PROS) – a base do governo Flávio Dino (PCdoB) vive uma guerra pré-eleitoral sem precedentes na história das eleições maranhenses.E a batalha inicial parece apenas um preâmbulo do que se dará quando a campanha propriamente dita começar de fato.

O mais recente capítulo da guera fratricida se deu nesta segunda-feira, quando Duarte Júnior foi exercer um Direito de Resposta no programa Bom Dia Brasil, da TV Difusora.

O clima tenso entre pré-candidato e apresentadores foi coroado com um disparo direto de Duarte no ex-colega de partido, Rubens Pereira Júnior.

– Eu sou ficha limpa. Eu não sou candidato porque meu pai é ficha suja e eu sou plano B – afirmou ele, numa referência direta ao comunista.

Eleito deputado estadual pela primeira vez com apenas 21 anos, Pereira Júnior só entrou na política, em 2006, por que seu pai, Rubens Pereira, foi declarado inelegível e não pôde disputar a reeleição naquele pleito.

O ataque a Pereira Júnior foi a primeira reação aberta de Duarte ao bombardeio que vem sofrendo na internet há duas semanas. 

Mas a guerra na base dinista não se limita a este fato; Duarte tem diferenças a acertar também com Neto Evangelista e com Dr. Yglésio.

Com Evangelista, ele se estranhou logo no início do mandato na Assembeia, quando partiu para cima do colega César Pires (PV). Com Yglésio a treta é mais recente, mas tende a continuar durante a campanha.

Tanto que o próprio Yglésio já declarou na Assembleia que vai fazer de tudo para evitar que Duarte chegue ao segundo turno.

No meio da batalha entre os “Menudos de Flávio Dino” – apelido dado pela imprensa por causa da idade e da imaturidade dos candidatos governistas – apenas Bira do Pindaré passa ao largo, esquecido que foi até como membro do grupo palaciano.

E quem se beneficia com toda a guerra, que expõe a falta de sucessores preparados no grupo do governador, é o deputado federal Eduardo Braide (Podemos), que segue cada vez mais favorito.

E a caminho da vitória em primeiro turno…

Marco Aurélio D'Eça

5 Comments

  1. A dedicação e a luta diária do Duarte Junior para chegar a prefeitura de São Luís está cada vez mais se fortalecendo e tomando corpo com novos aliados e isso facilitará sua chegada a vitória definitiva. Boa sorte!

  2. Estão esquecendo do Dr. Madeira do Solidariedade, aí fica bom para ele apresentar suas propostas e se viabilizar e quem sabe até ganhar a eleição!

  3. A imprensa antes dizia fogo amigo agora é Violenta Guerra? rsrss… Por enquanto só tô vendo os ataques partindo de Duarte, Rubens tá quietinho lá na dele apresentando propostas nas lives que tenho assistido…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *