5

O que Duarte e Neto podem esperar de Edivaldo?!?

Embalado por popularidade nas alturas, mas sem nenhum envolvimento direto nas eleições do próprio sucessor, prefeito passa a ser trunfo em um eventual segundo turno para candidatos que se mostram distantes da atual gestão na capital maranhense

 

Este carisma ainda vivo na personalidade de Edivaldo seria fundamental para um candidato de sua base, mas os principais se mantêm distantes da gestão

Opinião

O prefeito Edivaldo Júnior (PDT) ampliou nesta reta final de mandato uma popularidade que já era alta, mesmo diante do pouco volume de obras em anos anteriores.

Essa força popular seria importante capital eleitoral para um sucessor alinhado à prefeitura, mas o próprio Edivaldo decidiu manter-se distante da disputa, pelo menos no primeiro turno.

E os principais candidatos da base aliada ao prefeito – Duarte Júnior (PRB) e Neto Evangelista (DEM) – também não ajudam essa aproximação, com pouca ou nenhuma referência direta à gestão de Edivaldo.

Dos candidatos ligados ao grupo Flávio Dino/Edivaldo Júnior, apenas Rubens Júnior (PCdoB) faz questão de destacar as ações holandistas e diz querer continuar o trabalho do prefeito pedetista.

Diante de toda essa conjuntura, o que Duarte e Neto podem esperar de Edivaldo em um eventual segundo turno?

Neste caso, irão precisar da interferência dos seus respectivos padrinhos, o vive-governador Carlos Brandão (PRB) e o senador Weverton Rocha (PDT), que travam, eles próprios, uma batalha pessoal em São Luís.

Por que, sem a presença de Edivaldo em palanque, a batalha pela prefeitura fica quase impossível.

O papel de Edivaldo é tão significativo que até aquele que seria seu principal opositor – o favorito nas pesquisas Eduardo Braide (Podemos) – silenciou em relação às questões da gestão na capital.

E este silêncio de Braide pode ser significativo em um eventual segundo turno… (Não entendeu? entenda aqui)

Marco Aurélio D'Eça

5 Comments

  1. Creio que o título do texto do Sr. Marcos Deça é bem claro quando diz OPINIÃO. Ningém é obrigado a permaneçer com a mesma opinião todo tempo. Tenho a mesma impressão que Deça. Edvaldo começou como um político dependente dos outros, mas hoje ele amadureçeu como gestor, tá pronto, e vem realizando grande trabalho que o credencia a pleitear qualquer cargo no MA. É um político que hoje é dono de um carisma intocável, que mesmo com as falhas, sempre buscou acertar. Tem o meu respeito e de no minimo 60% de São Luís. É um político pronto, amadurecido e quem com certeza dominará a cena política no MA nos próximos anos.

  2. Braide silenciou? Camarada se houver segundo turno coisa que acho difícil Braide jamais irá querer apoio de Edivaldo,caso contrário estaria condenando a derrota. Outra coisa tu vim dizer que mesmo antes de construir essas praças teu Prefeito já está com a popularidade em alta só mesmo blogs pago como esse pra falar uma coisa patética dessas.

  3. Aproveita teus últimos meses de salário Sarará. Dizer que teu Prefeito Edivaldo está com a popularidade em alta e pra sorrir muito. Camarada pense num prefeito que não deixará saudade.

  4. Rapaz sarará tu e invocado com esse edivaldo deus me livre vivia criticando e agora fica puxando saco já não basta jorge aragão voz de pato .

    Vocês ai são aliados ou criticos do prefeito

  5. Deça me impressiona essa sua defesa sem pé nem cabeça de Edvaldo Holanda Júnior que passou quase todo mandato encostado em obras do governo do estado e federal. Agora no fim de mandato resolve endividar São Luis para reforma de praças e asfalto , o básico mas que se transformou em algo de outro mundo. Quem assiste aos programas eleitorais vê o quanto São Luis está atrasada , os candidatos governistas Neto e Duarte tem mostrado o descaso da prefeitura com a saúde, educação e infra-estrutura dentre outras áreas que não existiram na administração holandinha. É evidente que holandinha torce por Braide, será muito mais fácil criticar um candidato de oposição do que um governista depois de repassar uma prefeitura endividada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *