3

Sem força no interior, Edivaldo aposta na Grande São Luís…

Sem capilaridade eleitoral no interior do estado e sem estrutura para arregimentar apoios em massa nos grandes municípios, ex-prefeito da capital maranhense mantém agenda discreta, com foco em segundas forças municipais

 

Com pouca repercussão na mídia, visitas como esta de Edivaldo a Humberto de Campos ficam restritas ao seu círculo pessoal

O ex-prefeito de São Luís Edivaldo Júnior (PSD) já mostrou forte carisma na região metropolitana de São Luís; mas seu pouco conhecimento no interior e a falta de estrutura para viabilizar seu nome podem reduzir o tamanho de sua campanha.

A agenda  do ex-prefeito no interior maranhense é discreta, com reuniões articuladas pelo PSD e, em sua maioria, com as chamadas segundas forças em cada município.

O resultado nestas cidades é de um desempenho insignificante nas pesquisas de intenção de votos por cidade.

O perfil de Edivaldo também dificulta o avanço do seu nome no interior.

Por isso, os articuladores de campanha já focam o peso na Grande São Luís, onde ele espera se consolidar para garantir presença no segundo turno.

Resta saber se os quatro municípios da ilha têm peso suficiente para garantir seu nome entre os primeiros da disputa de 2022.

2

Petista prega união entre Weverton e Edivaldo e diz que a implosão da base dinista já ocorreu

Ex-secretário de Esportes Márcio Jardim diz entender que o governador não poderá ficar contra o vice Carlos Brandão – até por questões de logística de sua candidatura – e avalia que uma chapa com o senador pedetista e o ex-prefeito de São Luís teria força semelhante às de Jackson, em 2006, e a do próprio Flávio Dino em 2014

 

Weverton foi o principal responsável pela primeira candidatura de Edivaldo; e viabilizou sua reeleição quando nenhum outro aliado acreditava mais

O professor e militante histórico do PT, Márcio Jardim, que foi secretário de Esportes no governo Flávio Dino (PSB) pregou nesta segunda-feira, 1º, uma aliança entre o senador Weverton Rocha (PDT) e o ex-prefeito de São Luís Edivaldo Júnior (PSD).

Jardim não apontou a que cargos concorreria cada uma das lideranças, mas deu sinais de que acredita em uma chapa que tenha Weverton de candidato ao governo e Edivaldo Júnior como candidato a senador.

– Weverton tem mais quatro anos de mandato. Como se diz no popular: não tem nada a perder. Acumulou enorme força política. Tem partido e caminha com grupo próprio. Tem grande parte do empresariado do estado lhe apoiando. Tem uma boa organização em rede de comunicação. Uma chapa com Edivaldo garante força para disputar contra a máquina dos Leões numa posição de força semelhante a Jackson em 2006 e ao próprio Flávio Dino, em 2014 – destacou o ex-secretário, em grupos de discussão política no WhatsApp.

Militante histórico do PT, Jardim é um dos principais interlocutores maranhenses na cúpula nacional do partido; e defende publicamente o apoio a Weverton.

Márcio Jardim é um dos principais militantes petistas na campanha de Weverton; e defende aliança com Edivaldo Júnior

O ex-secretário ressalta que não vê outra alternativa para Flávio Dino senão o apoio ao vice-governador Carlos Brandão (PSDB), sobretudo por que o governador necessita da estrutura do Palácio dos Leões em sua própria campanha e dos auxiliares mais próximos.

– Não vejo como o (ainda) governador fique contra a máquina dos Leões. Isso desarranjaria a organização dos projetos eleitorais de vários dos seus secretários e outros já de mandato dependentes das chamadas “estruturas” de governo. O governador é sabedor destes caminhos. Ele próprio iniciou sua carreira por estes meios na sua primeira eleição, de federal – alfinetou o petista.

Para Márcio Jardim, a implosão da base dinista já ocorreu; ele não vê como os principais candidatos da base abrirem mão de suas candidaturas.

– A implosão na base dos Leões já se deu. Agora só falta ser anunciada – apontou o petista.

Resta saber quem será o responsável por este anúncio…

7

Enquanto os outros brigam, Edivaldo segue em frente

Devagarinho, bem ao seu estilo, sem se indispor com ninguém, ex-prefeito de São Luís vai consolidando-se como opção do eleitor, ao mesmo tempo em que Carlos Brandão, Weverton Rocha, Felipe Camarão e Simplício Araújo se engalfinham para ser a escolha de Flávio Dino

 

O carisma pessoal é um dos mais importantes trunfos de Edivaldo Júnior na pré-campanha eleitoral

Editorial

O ex-prefeito de São Luís Edivaldo Júnior (PSD) vai se consolidando como uma das principais opções para o Governo do Estado nas eleições de 2022.

E faz isso por um erro primário dos seus principais adversários.

Enquanto Edivaldo segue em faixa própria, ao seu estilo, sem se indispor com ninguém – nem mesmo com o governador  Flávio Dino (PSB) – o vice-governador  Carlos Brandão (PSDB), o senador  Weverton Rocha (PDT) e os secretários Felipe Camarão (PT) e Simplício Araújo (Solidariedade) se engalfinham exatamente pela atenção do mesmo Flávio Dino.

Edivaldo tem como principal trunfo pessoal na disputa pelo governo o seu carisma e o seu jeito e bom moço – aquele tipo que toda mãe quer como genro.

Mas, além destes atributos intrínsecos, ele também tem força eleitoral; e força eleitoral muito maior que a do vice Carlos Brandão, por exemplo.

Edivaldo aparece em segundo lugar em todas as pesquisas de intenção de votos, perdendo apenas para o senador Weverton Rocha (PDT), nos cenários sem a ex-governadora Roseana Sarney (MDB).

Mas ganha de Weverton – e ganha bem – em São Luís e em toda a região metropolitana.

O ex-prefeito de São Luís tem a vantagem de ser de um partido de oposição sem ser oposição a Flávio Dino; e tem a vantagem de ser próximo a Flávio Dino sem se indispor com a oposição.

Se o presidente nacional do PSD, Gilberto Kassab, garantir a Edivaldo Júnior ao menos a metade da estrutura que prometeu para sua campanha, o ex-prefeito de São Luís tem vaga certa no segundo turno.

E, chegando ao segundo turno, tem amplas chances de vencer a eleição; sobretudo por que os candidatos da base de Dino continuaram se engalfinhando.

E esta não é uma outra história…

1

Edivaldo Júnior vai agora ao Baixo Parnaíba…

Ex-prefeito de São Luís e pré-candidato do PSD ao Governo do Estado retoma suas viagens ao interior, acompanhado das lideranças do partido e apoiadores de sua campanha

 

 

Edivaldo e Edilázio já prepararam nova viagem ao interior, esta vez ao Baixo Parnaíba

O pré-candidato do PSD ao Governo do Estado, Edivaldo Júnior, já tem programado nova agenda de visitas ao interior maranhense.

Ele agora vai à região do Baixo Parnaíba.

– Fechando os últimos detalhes para a nossa próxima viagem pelos municípios do Maranhão, onde iremos dialogar e apresentar o trabalho do ex-prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Junior, o nosso pré-candidato ao governo do estado! Estaremos na região do Baixo Parnaíba nos próximos dias! – anunciou o deputado federal Edilázio Júnior, presidente regional do PSD.

Segundo colocado nas pesquisas de intenção de votos – nos cenários sem a ex-governadora Roseana Sarney (MDB) – Edivaldo é hoje um dos principais pré-candidatos ao governo.

Líder na Região Metropolitana de São Luís, ele busca ganhar capilaridade no interior, o que pode garantir presença no segundo turno das eleições 2022.

A data da viagem ao Baixo Parnaíba deve ser anunciada nos próximos dias…

1

Grupo Sarney começa a se aproximar de Edivaldo Júnior…

Sem opções na oposição e entre os nomes da base do governo Flávio Dino – apesar dos acenos de Carlos Brandão – aliados da ex-governadora Roseana Sarney veem no ex-prefeito de São Luís uma forma de contrapor o projeto de poder representado pelo atual governador

 

Roseana já conversou com os membros do PV e do PSD sobre alianças em torno de Edivaldo Júnior, como forma de contrapor Flávio Dino

Os aliados da ex-governadora Roseana Sarney (MDB) e os remanescentes do grupo Sarney começaram a ver na candidatura do ex-prefeito de São Luís, Edivaldo Júnior (PSD), a opção para contrapor o projeto de poder capitaneado pelo governador  Flávio Dino (PSB).

Edivaldo já está, inclusive, filiado a um partido da base sarneysista; e seus operadores já se reuniram com Roseana.

Para os sarneysistas – que são assediados também pelo vice-governador Carlos Brandão (PSDB) – Edivaldo representa a melhor opção para contrapor Flávio Dino.

Na avaliação dos principais aliados de Roseana, a soma de suas intenções de votos com as de Edivaldo garantem, no mínimo, a presença do ex-prefeito no segundo turno; para os roseanistas, a alta rejeição da ex-governadora tende a ser reduzida pelo carisma do próprio Edivaldo.

Mas Carlos Brandão também começa a fazer gestões para ter em seu palanque a estrutura sarneysista e os cerca de 30% do eleitorado que o grupo detém.

Luiz Fernando opera em favor de Carlos Brandão entre os sarneysistas; e já levou o ex-marqueteiro de Roseana para a campanha do vice-governador

Com Brandão já estão remanescentes de peso do grupo Sarney, como o secretário Luiz Fernando Silva, o ex-presidente da Assembleia Arnaldo Melo (MDB), o deputado federal Gastão Vieira (PROS), e o ex-secretário de Comunicação de São Luís, Joaquim Haickel, além de vários outros deputados estaduais e prefeitos.

Mas Haickel chegou a publicar artigo, neste fim de semana, em que acena para esta aliança sarneysista em torno do ex-prefeito de São Luís.

O marqueteiro da campanha de Brandão é o jornalista Sérgio Macedo, ex-secretário de Roseana e ex-superintendente do Grupo Mirante.

Mesmo assim, expoentes do PSD, do MDB e do PV entendem que a maior parte do grupo estará mesmo no palanque de Edivaldo Júnior,

Por entender que esta é a melhor opção de sobrevivência do grupo…

0

“Estamos apenas começando”, diz Edilázio, sobre Edivaldo Júnior…

Presidente estadual do PSD avaliou o desempenho do ex-prefeito de São luís na pesquisa Escutec/O EstadoMaranhão e, usando referências bíblicas, afirmou: “o Davi vai vencer os Golias novamente”

 

Edilázio e Edivaldo estiveram na região tocantina no dia em que a pesquisa Escutec apontou o ex-prefeito em segundo lugar nos principais cenários da disputa pelo governo

O presidente estadual do PSD no Maranhão, deputado federal Edilázio Júnior, avaliou o desempenho do ex-prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior (PSD), na pesquisa Escutec/O Estado divulgada no último fim de semana.

Em dos principais cenários apresentados pelo instituto, Edivaldo apareceu na segunda colocação e intenções de votos.

Para Edilázio, o resultado da pesquisa foi positivo e mostra potencial de crescimento do pré-candidato ao Governo do Estado.

“Em um provável cenário sem a ex-governadora Roseana Sarney, o nosso pré-candidato ao Governo, Edivaldo Holanda, aparece em segundo lugar na última pesquisa realizada pelo instituto Escutec, um dos que mais cresceram nesses últimos meses. Quero agradecer à população da região tocantina que nos recebeu na última semana para ouvir nossas propostas por um Maranhão melhor, sem grandes palanques, conversando olho no olho”, disse.

E completou: “Estamos apenas começando, e com Deus no comando, não temos nada a temer. O Davi vai vencer o Golias novamente”, finalizou.

0

Edivaldo visita municípios da região tocantina

Ex-prefeito de São Luís inicia sua pré-campanha ao Governo do Estado com passagem por 10 cidades entre quinta-feira e sábado

 

Acompanhado de César Pires e Edilázio Júnior, Edivaldo vai conversar com lideranças da região tocantina

O ex-prefeito de São Luís Edivaldo Júnior (PSD) inicia nesta quarta-feira, 29, sua pré-campanha ao Governo do Maranhão.

Ele chega a Imperatriz, onde formará uma base de visitas a outros nove municípios da região tocantina.

– A partir de amanhã [quarta-feira], estaremos nos municípios da Região Tocantina do nosso estado, para dialogar e ouvir as demandas da população – anunciou, na terça-feira, 28, o deputado federal Edilázio Júnior, presidente regional do PSD.

A comitiva do ex-prefeito de São Luís terá ainda o deputado estadual César Pires (PV).

Edivaldo Júnior visitará prefeitos, ex-prefeitos, vereadores e lideranças políticas do PSD e de outros partidos, em busca de alinhamento para as eleições de 2022.

Edivaldo aparece em terceiro lugar nas pesquisas, atrás apenas da ex-governadora Roseana Sarney (MDB) – que não deve ser candidata – e do senador  Weverton Rocha (PDT).

A visita à região tocantina termina no sábado…

6

A campanha de apartamento de Edivaldo Júnior…

Aliados e simpatizantes do ex-prefeito de São Luís começam a se incomodar com a falta de movimentação de sua campanha ao governo, que se resume a reuniões e cafezinhos em sua casa

 

Edivaldo Júnior tem recebido aliados e apoiadores em seu apartamento, numa campanha fechada ao governo

O ex-prefeito de São Luís Edivaldo Júnior anunciou, em julho, sua filiação ao PSD e sua pré-candidatura ao Governo do Estado, com forte repercussão nos meios políticos.

Mas ficou nisso.

De lá para cá, Edivaldo tem resumido sua movimentação a reuniões em seu apartamento e declarações de apoio esporádicas de ex-prefeitos.

Apesar da insistência do deputado federal Edilázio Júnior (PSD) e do deputado estadual César Pires (PV), seus principais aliados, Edivaldo tem protelado as andanças pelo interior.

Muito forte na região da Grande São Luís, o ex-prefeito tem pouca presença no interior, carece de aliados de peso nos municípios e não tem base popular alguma em nenhuma cidade.

Há, inclusive, quem diga que sua candidatura é, na verdade, um balão de ensaio para outros projetos eleitorais.

Mas esta é uma outra história…

0

Edivaldo Jr. e César Pires já planejam visitas ao interior

Ex-prefeito de São Luís e pré-candidato a governador pelo PSD recebeu o deputado estadual que se filiará ao partido em abril para definir uma agenda de pré-campanha; “sua confiança na vitória nos motiva”, diz Pires

 

César Pires e Edivaldo Júnior discutem a agenda de visitas aos municípios maranhenses já a partir deste mês de agosto

O ex-prefeito de São Luís e pré-candidato a governador  Edivaldo Júnior (PSD) recebeu nesta quinta-feira, 19, o deputado estadual César Pires (PV), com quem planejou as primeiras viagens ao interior.

De acordo com Pires, Edivaldo mostra forte entusiasmo com a campanha.

– Sua determinação, firmeza e confiança na vitória nos motiva. Em breve, cumpriremos juntos uma agenda de visitas aos municípios maranhenses – disse o parlamentar, que deve se filiar ao PSD na janela partidária de abril.

Segundo postou César Pires em seu perfil no instagram, as viagens ao interior serão coordenadas pelo presidente estadual do PSD, deputado federal Edilázio Júnior.

– Construiremos uma alternativa de governo que possa transformar o Maranhão em um estado de oportunidades para todos – disse.

Edivaldo classificou o encontro como “agenda importante de trabalho”…

1

Em ato de filiação Edivaldo ressalta aparição do seu nome em pesquisas

Filiado nesta quarta-feria, 4, ao PSD, ex-prefeito de São Luís declarou que vai percorrer o maranhão em busca de consolidação dos eu nome como opção na sucessão do governador  Flávio Dino (PSB)

Edivaldo com seus novos companheiros do PSD: campanha no interior para “estadualizar o nome como opção ao governo”

Em seu ato de filiação ao PSD, nesta quarta-feria, em Brasília, o ex-prefeito de São Luís ressaltou sua candidatura ao Governo do Estado e destacou um fato que vem sendo lembrado pelo blog Marco Aurélio d’Eça.

– Mesmo sem dizer que sou candidato já apareço nas pesquisas – lembrou Edivaldo, que disputa as primeiras posições com o senador Weverton Rcoha (PDT).

Ciente de que enfrentará uma forte máquina política – que tenta viabilizar o nome do vice-governador  Carlos Brandão (PSDB), Edivaldo pretende percorrer o Maranhão para consolidar seu nome.

– A partir de agora nós vamos percorrer o Maranhão. Já tenho recebido muitas mensagens – afirmou.

Além do deputado federal Edilázio Júnior, do estadual César Pires e da vereadora Karla Sarney, o ato de filiação de Edivaldo reuniu ex-secretários em Brasília.

O ato foi presidido pelo presidente nacional da legenda, Gilberto Kassab…