5

João Alberto se culpa por não ter sido eleito vereador de Bacabal

Ao fazer campanha com a certeza de que os bacabalenses reconheceriam seus serviços prestados, ex-senador relaxou na corrida ao voto com a certeza de que seria o mais votado; e avisa: tentará de novo em 2024

 

João Alberto auto-penitenciou-se pela derrota em Bacabal, mas avisou que estará de volta às urnas em 2024

Por Ribamar Corrêa

Passada a borrasca da corrida às urnas no interior, o ex-deputado estadual, ex-deputado federal, ex-prefeito, ex-vice-governador, ex-governador e ex-senador João Alberto (MDB) avaliou cuidadosamente o insucesso da sua candidatura à Câmara Municipal de Bacabal. E chegou a algumas conclusões.

A primeira: foi ele o único responsável por não ter sido eleito.

A segunda: fez campanha movido pela certeza de que os bacabalenses reconheceriam os serviços que já prestou à cidade.

A terceira: de tanto ouvir que estava eleito e que seria o mais votado, relaxou na corrida ao voto.

Em resumo: aos 86 anos, depois de inúmeras campanhas bem-sucedidas em todos os níveis, tirou do insucesso nas urnas a descoberta de que o excesso de confiança o fez esquecer de que cada eleição é como se fosse a primeira, não existindo eleição prévia, principalmente numa disputa pulverizada como para vereador.

Diz que foi surpreendido com o resultado, mas logo percebeu que ele foi fruto dos seus equívocos. E já tomou uma decisão: será candidato a vereador de Bacabal de novo em 2024.

– Não quero encerrar minha carreira com uma derrota em minha terra – afirmou.

Marco Aurélio D'Eça

5 Comments

  1. Existe um ditado na política que diz: você nunca abandona a política; a política é que abandona você.

  2. Rei morto, rei posto. Acabou para carcara e outros que nunca foram realmente relevantes.
    Nem tiveram a sorte de se elegerem prefeitos de uma megalópole como arame, como pedro fernandes fez.
    Proximo sera dinossauro.

  3. João Alberto se Bacabal não te dá essa eleição, volta-te para o teu torrão natal, São Vicente Ferrér.

  4. O ex-governador, João Alberto deve encarar essa derrota nas urnas com naturalidade, pois, eleitor é como foi retratado pelo sambista carioca, Dicró em sua música, O Político.
    “Traidor, traidor, se há coisa que não presta é o tal do eleitor…”

Deixe uma resposta para Valter Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *