15

Tremei, bandidos de toga!!!

Um prefeito só desvia recursos públicos por que sabe que sempre haverá um “juiz amigo” para inocentá-lo.

Um deputado comete crimes por que espera contar com o “abraço” do desembargador, que influencia nas decisões das instâncias inferiores.

Bandidos como Big-Big – finalmente morto nesta semana – debocham da polícia por que contam com juizes para colocá-lo de volta às ruas, sucessivas vezes. 

Os demais poderes só são corruptos por que contam com a corrupção no Judiciário.

A sociedade também é masis criminosa por causa da corrupção do Judiciário.

Por isso, há de se comemorar a decisão do Supremo Tribunal Fderal sobre as prerrogativas do Conselho Nacional de Justiça.

O CNJ não é o ideal, mas trouxe um alento para os que se sentem a mercê de bandidos de toga em todas as instâncias e esferas da Justiça brasileira.

E eles são muitos, como definiu a própria corregedora nacional de Justiça, ministra Eliana Calmon.

São desembargadores que ameaçam jornalistas com decisões intimidatórias; são juízes estaduais que negociam sentenças nos corredores dos tribunais; juízes federais que usam do cargo para fazer política às escondidas no interior e tráfico de influência nos órgãos feerais; e filho de magistrados que negociam ações nos tribunais.

Pelo menos, eles continuaram com a ameaça sob suas cabeças, ainda que se considerem semideuses.

E qualquer deslize moral ou legal, CNJ neles…

Marco Aurélio D'Eça

15 Comments

  1. Pior de tudo é que nao sao só juízes não. A corrupção está geral e tambem ate nos altos escalões das forças armadas, como no legislativo e no judiciário. Está uma cultura de cada um por si (roubando ou praticando tráfico de influências ou perseguindo seus sub-alternos que nao se submetem àos seus caprichos e autoritarismos tanto de juízes quanto altos oficiais militares como em várias outras esferas do poder público). Infelizmente é esse o mundo que estamos deixando para nossos filhos e netos e demais gerações vindouras onde a violência provavelmente imperará devido ao descrédito das pessoas umas nas outras e na bondade e honestidade do próximo. Cada um quer tirar vantagem em relação aos demais e, o pior, vantagem através de crimes, intimidações, ameaças e etc que for necessário para chegarem nos seus objetivos gananciosos. A “juizite” (“doença” muito comum no meio da magistratura) mas com raras exceções (graças a Deus) faz com que os juízes que foram contagiados por ela se sintam como verdadeiros reis, detentores de poderes que nem a lei outorgou a eles, só porque ‘ralaram’ duro para passar no concurso agora querem ir à forra, mandando e desmando e influindo, sem nenhum direito legal, onde e em quem eles não tem essa atribuição. Que essas afirmativas sirvam também para quem como eles, criminosamente e/ou improbamente assim procedem.
    D.a.

  2. Pior de tudo é que nao são só juízes não. A corrupção está geral e também até nos altos escalões das forças armadas, como no legislativo e no judiciário. Está uma cultura de cada um por si (roubando ou praticando tráfico de influências ou perseguindo seus sub-alternos que nao se submetem àos seus caprichos e autoritarismos tanto de juízes quanto altos oficiais militares como em várias outras esferas do poder público). Infelizmente é esse o mundo que estamos deixando para nossos filhos e netos e demais gerações vindouras onde a violência provavelmente imperará devido ao descrédito das pessoas umas nas outras e na bondade e honestidade do próximo. Cada um quer tirar vantagem em relação aos demais e, o pior, vantagem através de crimes, intimidações, ameaças e etc que for necessário para chegarem nos seus objetivos gananciosos. A “juizite” (“doença” muito comum no meio da magistratura) mas com raras exceções (graças a Deus) faz com que os juízes que foram contagiados por ela se sintam como verdadeiros reis, detentores de poderes que nem a lei outorgou a eles, só porque ‘ralaram’ duro para passar no concurso agora querem ir à forra, mandando e desmando e influindo, sem nenhum direito legal, onde e em quem eles não tem essa atribuição. Que essas afirmativas sirvam também para quem como eles, criminosamente e/ou improbamente assim procedem.
    D.a.

  3. O TEXTO É ÓTIMO MAS NÃO RETRATA A REALIZADE AQUI, POIS A FAMÍLIA DE TUA PATROA POSSUI UMA FORTE INFLUÊNCIA NA JUSTIÇA DO MARANHÃO EM TODAS AS ESFERAS (TJ, TRE, TRT ETC…) SERÁ QUE ACONRECERA ALGUMA COISA COM MURAD…

  4. kkkkkkkkkkkkkk, para quem escreve também não cometer erros assim como o do segundo parágrafo…

    Resp.: Onde está o erro neste segundo parágrafo, amigo? Pode mostrar aqui?

  5. Tenho dito a muitas pessoas que, a mídia sensacionaliza e demoniza os políticos ( que em parte merecem), mas presta um desserviço ao futuro quando igualmente não expõe as mazelas do PODER JUDICIÁRIO que tem a obrigação de ser O REPOSITÓRIO MORAL DA SOCIEDADE para poder julgá-la, não trata aqui de querer juizes neutros ou santos, pois safados existem em todas as profissões, mas a escalada da comercialização de liminares e sentenças é tamanha que compromete a República e ceifa as esperanças de um futuro melhor.

  6. Tenho dito a muitas pessoas que a mídia sensacionaliza e demoniza os políticos ( que em parte merecem), mas presta um desserviço ao futuro quando igualmente não expõe as mazelas do PODER JUDICIÁRIO que tem a obrigação de ser O REPOSITÓRIO MORAL DA SOCIEDADE para poder julgá-la, não trata aqui de querer juizes neutros ou santos, pois safados existem em todas as profissões, mas a escalada da comercialização de liminares e sentenças é tamanha que compromete a República e ceifa as esperanças de um futuro melhor.

  7. Pingback: Caio Hostilio
  8. Excelente texto. Retrata a realidade nua e crua em que vivemos, parabéns!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *