3

A origem dos cheques sem fundos do PT…

A origem dos cheques sem fundos emitidos pelo PT maranhense foi revelada após a campanha de 2004, em ampla reportagem do extinto jornal Diário da Manhã.

Sócio do jornal, na época, o jornalista Roberto Kenard conta a história, em detalhes, no seu blog. (Leia aqui)

Foram seis cheques pagos à agência de publicidade Opendoor, que fez a campanha da então candidata petista, Helena Barros Heluy.

Assinados por Washington Oliveira, então presidente do partido, nenhum dos cheques teve fundos – um no valor de R$ 88 mil e cinco de R$ 90 mil, totalizando R$ 538 mil.

Após as eleições, a própria Helena convocou entrevista para explicar que nada tinha a ver com as contas da campanha, controladas totalmente pela direção petista.

No seu blog, Kenard trouxe detalhes inéditos sobre a história:

– Um emissário foi até Delúbio Soares para tentar resolver o problema da dívida do PT maranhense. Para surpresa do emissário, Delúbio Soares exibiu uma planilha onde estavam anotados os valores enviados ao PT em diversas cidades do país. Na planilha constavam os valores repassados a São Luís – lembra Kenard.

Detalhe: segundo o jornalista, o publicitário Rogério Ferreira, dono da Opendoor, nunca quis entrar na Justiça para receber os valores.

São estes cheques que agora surgem como fantasmas a assombrar a campanha de Washington Oliveira.

Marco Aurélio D'Eça

3 Comments

  1. Agradeço pela referência, meu caro. Prova de que nem tudo está perdido na blogosfera maranhense, onde os interesses políticos, de grupos ou de interesses pessoais sempre falam mais alto. Mas, confesso, de você já espera atitude como essa. Creio que você sabe que sempre cito matéria de seu blog, quando considero relevantes e de interesse. Grande abraço.

    resp.: Abraço Kenard. Você é um das minhas fontes de consulta.

  2. O PT é isso, possui 10% de lunáticos que lutam pelo socialismo como Helena Hiluy, mulher honesta, inteligente, mas ainda “romântica de Cuba” e os outros 90% são de bandidos capazes de tudo para subir na vida, aí entram Lula, Dirceu, Delúbio, Silvinho, Professor Luizinho e mais uma legião de subqualificados e pilantras.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *