0

PT de Timon põe Weverton e Camarão em lados opostos…

Com ajuda do Palácio dos Leões, vice-governador petista conseguiu garantir o apoio do diretório estadual do partido ao deputado socialista Rafael, mas o senador do PDT tem atuado fortemente na direção nacional para garantir o apoio do partido de Lula à reeleição da prefeita Dinair Veloso

 

Weverton e Camarão podem compor chapa em 2026; até lá, no entanto, marcarão posição em palanques distintos

Prováveis companheiros de chapa nas eleições de 2026, o vice-governador Felipe Camarão (PT) e o senador Weverton Rocha (PDT) estão numa espécie de rota de colisão nestas eleições municipais, pelo menos no que diz respeito à intensa disputa em Timon.

  • Camarão apoia o deputado estadual socialista Rafael, que tem também o apoio do governador Carlos Brandão (PSB);
  • Weverton é aliado histórico da família Leitoa e da prefeita Dinair Veloso (PDT), que concorre à reeleição;

Na semana passada, com articulação do vice-governador – que teve o apoio do Palácio dos Leões – o PT estadual confirmou posicionamento do PT timonense e decidiu, por unanimidade, o apoio ao deputado Rafael.

Mas o senador Weverton Rocha não se deu por vencido; com forte prestígio no governo Lula e acesso direto ao PT nacional, ele tem trabalhado para levar a uma mudança significativa, garantindo o PT no palanque de Dinair Veloso.

Ainda que o resultado desta disputa municipal não tenha interferência direta na relação pessoal das duas lideranças, a disputa pelo PT timonense vai mostrar claramente qual o tamanho do prestígio de Camarão e Weverton na direção nacional petista.

E esse prestígio dirá, ele sim, quem é quem na sucessão estadual…

0

PT do Maranhão, por unanimidade, confirma apoio ao deputado Rafael em Timon

O PT Maranhão, em reunião da Executiva Estadual, ocorrida nesta terça-feira, 4, confirmou apoio à pré-candidatura do deputado estadual Rafael (PSB) para disputar a prefeitura de Timon nas eleições de outubro. A decisão confirma o que o do Diretório Municipal, há alguns meses já havia decidido.

O reconhecimento, e o prestígio, do deputado Rafael foi destacado na decisão confirmada por dois terços dos membros do Diretório Municipal e na unanimidade do apoio estadual.

Em pronunciamento na Assembleia Legislativa, o deputado Rafael agradeceu a todos os envolvidos na confirmação dessa parceria. Agradecendo nominalmente os membros do PT de Timon e, citando o deputado Zé Inácio, agradecendo também a Executiva Estadual do partido. Esta é uma justa decisão, se levarmos em análise que em Timon o deputado Rafael e seu grupo político, fez campanha para o presidente Lula, Carlos Brandão e Flávio Dino, reconhecendo nestes três a força para o trabalho e desenvolvimento da cidade.

“Fico feliz em ter a confirmação estadual do apoio ao nosso projeto. Aguardo agora o referendo da decisão nacional, pois será uma confirmação de meu nome escolhido pelas bases do partido. Reforço que, como disse a presidente da Assembleia, deputada Iracema Vale, ganha o Maranhão, ganha Timon, com a confirmação desta parceria entre PT e PSB, meu partido. Nosso objetivo, como sempre, é colocar nossa cidade no caminho do desenvolvimento, no mapa do Maranhão, e para isso, manteremos sempre nossa forma de fazer política, respeitando quem valoriza nosso povo”, comemorou Rafael.

Da Assessoria

0

Brandão cada vez mais próximo de Lula…

Governador do Maranhão consolida a aproximação com o presidente da República e já tem até agenda prevista para o Maranhão; com canal próprio em Brasília, socialista pode trabalhar pessoalmente as articulações para as eleições de 2026, sem a necessidade de interlocutores entre ele e o líder petista

 

O olhar de Lula a Brandão, exibido nesta imagem, mostra um presidente bem mais afeto ao governador maranhense

Análise da notícia

O governador  Carlos Brandão (PSB) teve nesta quarta-feira, 22, sua segunda reunião pessoal com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) em menos de um mês; Brandão praticamente consolidou sua relação com Lula sem a necessidade de interlocutores comuns, como ele próprio admitiu na postagem do instagram.

Estamos cada vez mais estreitando os laços entre nosso governo e o governo do Brasil. Uma forte parceria! Temos um líder que olha com atenção e sensibilidade para o nosso estado”, declarou o governador, para ilustrar foto reproduzida neste blog Marco Aurélio d’Eça, uma imagem significativa da aproximação entre os dois.

 

Desde que assumiu o governo do Maranhão, ainda em substituição ao agora ministro do STF Flávio Dino, Brandão sempre necessitou do próprio Dino para suas conversas com Lula, que não o conhecia diretamente.

Nesta nova articulação ele trabalha dois objetivos prioritários:

  • neutralizar a influência do senador Weverton Rocha (PDT) no governo Lula para as eleições 2026;
  • mostrar ao presidente sua lealdade, inclusive para garantir a sucessão com o vice, Felipe Camarão (PT). 

Essas duas prioridades têm ficado cada vez mais claras nas conversas entre os dois, em Brasília;

Alinhamos também sua vinda ao Maranhão para entregar obras e ainda falamos sobre o cenário político partidário do Brasil”, revelou Brandão.

 

Os efeitos dessas conversas sobre “o cenário político-partidário do Brasil”, devem ficar mais claras quando da vinda de Lula ao Maranhão.

É aguardar e conferir…

0

As vitórias de Fufuca no Ministério do Esporte…

No comando da pasta desde setembro de 2023, deputado federal maranhense tornou-se um dos mais influentes auxiliares do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, responsável nos últimos dias pela suspensão do Campeonato Brasileiro de Futebol e pela confirmação da Copa do Mundo de Futebol Feminino de 2027 no Brasil

 

Fufuca ao lado de craques do futebol: Gilberto Silva, o holandês Clarence Seedorf, o capitão Cafu e Athirson, que é seu auxiliar no Ministério do Esporte

Alçado ao comando do Ministério do Esporte em uma articulação do seu partido, o PP, o deputado federal maranhense André Fufuca tornou-se, em menos de um ano, um dos mais influentes auxiliares do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

Além de ter conquistado líderes importantes das várias modalidades do esporte brasileiro, o maranhense contabiliza duas importantes vitórias recentes:

Fufuca chegou ao comando da pasta em meio à desconfiança e resistência de setores da imprensa esportiva; em pouco tempo, porém, conquistou boa parte das federações esportivas e se tornou queridinho de importantes desportistas brasileiros, o que avalizou sua permanência na pasta.

Além da influência externa que demonstra no comando do Esporte, Fufuca é também um dos mais queridos e respeitados ministros de Lula, com forte presença na Esplanada.

E essas conquistas reforçam ainda mais suas prerrogativas políticas.

Que poderão ter importantes resultados nas eleições de 2026…

0

De como Brandão tenta criar canal de articulação própria com Lula…

Governador sabe que há lideranças no Maranhão bem mais próximas do presidente, como o senador Weverton Rocha, o deputado federal Márcio Jerry e o vice-governador Felipe Camarão; mas agora, sem o muro imposto pelo hoje ministro do STF Flávio Dino, iniciou um processo próprio para criar as condições de ser o interlocutor direto do petista com vistas à montagem da sucessão de 2026

 

Só nesta semana Brandão teve o seu primeiro encontro a sós com Lula; agora, quer criar as condições para ser a referência lulista no Maranhão

Análise da Notícia

Observadores políticos mais experientes viram no movimento midiático dos principais aliados do governador Carlos Brandão (PSB) – deputada Iracema Vale (PSB) à frente – uma clara tentativa de demarcar posição política do governador na relação com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

Assunto que sempre coube à comunicação do próprio governo, o recente encontro entre Brandão e Lula, em Brasília, ganhou eco por intermédio da presidente da Assembleia, deputados estaduais e comentaristas políticos mais alinhados ao Palácio do Leões, como já havia destacado este blog Marco Aurélio d’Eça, no post “Iracema destaca primeiro encontro a sós de Brandão com Lula em Brasília…”.

Mas o que esta nova movimentação significa?

  • significa que Brandão já começou sua articulação com vistas à própria sucessão e quer ser, ele próprio – deixando ou não o governo em abril de 2026 – o principal interlocutor de Lula no estado;
  • significa também que o governador quer romper os muros que o separam do presidente para ter poder de influência na montagem da chapa que irá disputar as eleições gerais em 2026;
  • significa, mais ainda, que ele não pretende se afastar da base lulista, como pregam seus aliados – o que, na prática, seria suicídio político numa disputa ainda polarizada no país.

Sem histórico de ligação política com Lula e historicamente antagônico ao PT, Brandão sempre dependeu do agora ministro do Supremo Tribunal Federal Flávio Dino para chegar até o presidente; estes muros impostos por Dino foram mostrados por este blog Marco Aurélio d’Eça, sobretudo no o post “A guerra entre Flávio Dino e Sarney por Brandão em Brasília”.

O ministro da Justiça Flávio Dino (PSB) tem tentado desde o início do mandato construir um muro na relação entre o presidente Lula (PT) e o governador maranhense Carlos Brandão (PSB); Dino quer vender à classe política e à imprensa a ideia de que só ele é o caminho para Lula em Brasília. Mas Brandão tem buscado outro caminhos (…) é Sarney e seus aliados – e não Dino – quem tem aberto portas para o governador na capital federal – afirmou no post, de 14 de julho de 2023.

Com a aposentadoria política de Dino, todos no Maranhão igualaram-se em nível de influência, segundo o senador Weverton Rocha (PDT) pontuou, no post “‘Todo mundo no mesmo patamar’, disse Weverton sobre saída de Dino da política”.

Mas nessa relação de igualdade, Brandão ainda está em desvantagem na interlocução com Lula:

  • o próprio Weverton Rocha (PDT), por exemplo, tem relação histórica com o presidente e com o PT e uma espécie de dívida de gratidão de Lula, sobretudo pelo que houve nas eleições de 2022;
  • o deputado federal Márcio Jerry (PCdoB) é uma espécie de lugar-tenente de Flávio Dino e tem forte influência política nos partidos e relação histórica com os segmentos de esquerda em Brasília;
  • o vice-governador Felipe Camarão (PT) é naturalmente o candidato de Lula e dos dinistas à sucessão de Brandão, seja qual for a decisão do governador, de sair ou ficar no comando do governo.

Carlos Brandão acerta em buscar interlocução própria com Lula.

E acerta mais ainda em mostrar midiaticamente ao eleitor maranhense – via outros canais, uma vez que sua comunicação não raciocina pela lógica da formação de opinião – que é o principal líder no estado. 

É claro que outros personagens – como os citados neste post – irão se movimentar no contraponto a Brandão até 2026, na tentativa de mitigar os efeitos de sua articulação política.

Mas, assim como apostam em uma espécie de prazo de validade do governador, que diminui a cada dia, sabem que precisam aguardar a decisão dele antes de tomar as suas próprias.

Esses freios e contrapesos estarão sendo usados dia após dia até abril de 2026…

0

Zé Inácio destaca reunião entre Lula e Brandão em Brasília e ações do governo federal no MA

Durante pronunciamento realizado nesta quinta-feira (9) na Assembleia Legislativa do maranhão, o deputado estadual Zé Inácio subiu à tribuna para destacar a importante parceria entre o governo do presidente Lula e o governo do Maranhão, liderado pelo governador Carlos Brandão.

Em seu discurso, ele enfatizou a reunião recente entre o governador e o presidente, que aconteceu em Brasília e serviu para discutir ações de desenvolvimento, tanto para o estado do Maranhão quanto para o Brasil como um todo.

Zé Inácio ressaltou que a relação entre os dois líderes não é apenas uma questão protocolar, mas sim uma amizade entre dois aliados políticos comprometidos em trabalhar pelo progresso do Maranhão e do país. Ele elogiou a postura do governador Brandão, que aproveitou a ocasião para agradecer o apoio e as ações desenvolvidas pelo governo federal no Maranhão.

O deputado também destacou os avanços e benefícios resultantes dessa parceria, como a visita de diversos ministros ao estado para trazer melhorias para a população, bem como as entregas recentes de casas populares em Chapadinha e a conclusão de obras importantes, como a BR-226.

“Agradecer as 868 casas que foram recentemente entregues em Chapadinha, agradecer a entrega da BR-226 entre Caxias e Timon, agradecer a vinda recente do Ministro dos Transportes, que realizou visita in loco nas BRs que foram danificadas pelas fortes chuvas aqui no Maranhão, bem como a recuperação da BR no trecho Santa Inês/Santa Luzia, Bom Jesus da Selva/Buriticupu, dentre tantas outras ações”, destacou.

Zé Inácio ressaltou os resultados positivos da gestão atual, como a redução do desemprego no país, o controle da inflação e o crescimento econômico, que levam o Brasil a retomar seu lugar entre as maiores economias do mundo. O deputado finalizou sua fala destacando o investimento previsto para o Maranhão com o novo PAC, atingindo cerca de 93% da população maranhense, e totalizando R$ 94 bilhões, e agradeceu ao governador Carlos Brandão por sua dedicação em garantir benefícios ao estado.

Além disso, o Governador Carlos Brandão esteve com o Ministro dos Transportes Renan Filho, onde o governo do Presidente Lula se comprometeu em federalizar as rodovias a MA-014, de Vitoria do Meari a Pinheiro, a MA-106, de Pinheiro até Santa Helena e de Santa Helena até Governador Nunes Freire, e a MA-006 de Tasso Fragoso a Alto Parnaíba.

Zé Inácio enalteceu a sólida aliança entre o governo federal e o governo estadual, ressaltando os impactos positivos dessa parceria para o desenvolvimento do Maranhão e o progresso do Brasil, algo bem diferente do que foi observado nos quatro anos do governo Bolsonaro.

Da Assessoria

0

Iracema destaca primeiro encontro a sós de Brandão com Lula em Brasília

Presidente da Assembleia Legislativa vê reunião – que tratou de investimentos no estado, obras federais e também dos cenários políticos no Brasil e no Maranhão – como fortalecimento da parceria entre os dois líderes; É a primeira vez que o governador maranhense é recebido sozinho pelo petista desde a posse dos dois, em janeiro de 2023

 

Brandão esteve a sós com Lula pela primeira vez desde a sua posse; encontro marca o início de uma interlocução própria do governador com o presidente

A presidente da Assembleia Legislativa, deputada Iracema Vale (PSB) destacou nesta quarta-feira, 8, a reunião entre o governador Carlos Brandão (PSB) e o presidente Luzi Inácio Lula da Silva (PT), em Brasília.

Foi a primeira reunião pessoal de Brandão com Lula desde a posse dos dois governantes.

Momento marcado pela cordialidade e diálogo produtivo, onde o governador abordou questões fundamentais para o desenvolvimento do estado, destacando projetos de infraestrutura viária, habitação e investimentos federais”, afirmou Iracema.

Desde o início do mandato, o governador maranhense sempre dependeu da interlocução do agora ministro do Supremo Tribunal Federal Flávio Dino para sua relação com Lula; o encontro pessoal desta quarta-feira, 8, é um marco na relação dos dois líderes, por isso o destaque dado por Iracema, principal aliada política do governador no Maranhão.

Durante o encontro, Brandão pediu a Lula que conheça pessoalmente as obras federais em execução no estado; são elas:

  • Conclusão da BR-226 em Timon, já entregue pelo ministro Renan Filho;
  • Projetos do Novo PAC Seleções na infraestrutura e abastecimento d’água;
  • 868 moradias no município de Chapadinha no programa Minha Casa, Minha Vida;

O presidente recebeu com muita sensibilidade nossas demandas de melhorias das condições das BRs no Maranhão, para garantir mais segurança na mobilidade dos cidadãos. Não tenho dúvidas de que nossa forte parceria com o Governo Federal vai continuar garantindo o atendimento das necessidades do nosso estado”, afirmou o governador.

 

No encontro Brandão falou também sobre as eleições municipais e os cenários para 2026, reforçando a importância da unidade na base lulista

Brandão e Lula, ainda segundo Iracema Vale, conversaram também sobre as eleições municipais e os cenários para as eleições de 2026; o governador reforçou a importância da unidade da base lulista em todos os municípios.

A expectativa é que o encontro garanta ao governador a abertura de uma interlocução própria com Lula, independentemente dos demais aliados lulistas maranhenses, como o senador  Weverton Rocha, o deputado federal Márcio Jerry (PCdoB) e o vice-governador Felipe Camarão (PT).

Mas esta é uma outra história…

Com informações da Agência Assembleia

0

Candidatos da direita se dividem; Fábio Câmara segue com Lula pela esquerda

Único candidato em São Luís com campanha exclusivamente na base do presidente petista, ex-vereador do PDT segue discutindo com os segmentos sociais mais progressistas, debatendo pautas de peso político significativo, como a valorização da mulher, do trabalhador, a preservação do meio ambiente, a afirmação do negro, dos povos originários; e prepara convenção com o ministro da Previdência Social, Carlos Lupi

 

Lahésio chamou de gados e burros os eleitores que votam na direita representada por Josimar Maranhãozinho e Detinha, o que ofendeu também Felipe Arnon

Analise da Notícia 

A mídia de São Luís trouxe nesta terça-feira, 23, mais uma briga pública entre lideranças da direita maranhense, que se engalfinham pelo legado do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) e tentam se apoderar do voto conservador em São Luís, estimado em 25% do eleitorado.

A troca de “gentilezas” se deu agora entre o ex-candidato a governador Lahésio Bonfim (Novo) e o casal de deputados federais Josimar Maranhãozinho e Detinha (ambos do PL), mas envolveu também o “Pátria Livre” Felipe Arnon; e tudo ainda por conta da passagem meteórica – e sem maior repercussão política – da ex-primeira-dama Michele Bolsonaro pela capital maranhense, no último sábado, 20. (Leia aqui e aqui)

Este blog Marco Aurélio d’Eça já mostrou que pelo menos quatro candidatos em São Luís são vinculados ao bolsonarismo, de uma forma ou de outra, embora o ex-presidente dê de ombros a todos eles:

Fábio Câmara segue agenda de contatos nas comunidades e prepara convenção do PDT, como único candidato exclusivamente na base do presidente Lula (PT)

A guerra fratricida entre os bolsonaristas é vista à distância pelo pedetista Fábio Câmara, único entre os candidatos em São Luís com campanha exclusivamente na base do governo Lula (PT); desde o surgimento do seu nome, ainda em setembro de 2023, Câmara se move pela esquerda, com ênfase nas bandeiras de Lula.

Com apoio do PDT, Fábio Câmara vem discutindo pautas progressistas como a valorização da mulher, do negro, a inclusão de grupos LGBTQIA+, questões ambientais, juventude e, sobretudo, a pauta do trabalhador. (Releia aqui, aqui, aqui, aqui e aqui)

A ênfase na valorização do trabalhador será a pauta de Fábio Câmara no dia 10 de maio, na convenção estadual do PDT, quando ele será apresentado como candidato a prefeito ao lado do senador Weverton Rocha e do ministro da Previdência Social, Carlos Lupi, este representando o presidente Lula.

E assim deve ser a rotina ao longo da campanha, com os bolsonaristas se engalfinhando pelo naco dos 25% de eleitores conservadores e de direita.

E Fábio Câmara, no seu ritmo, desde sempre, pela esquerda, com o PDT e com Lula.

Em busca dos 35% de eleitores lulistas na capital maranhense…

0

Direita e bolsonaristas ainda divididos em São Luís…

Mesmo com duas candidaturas neste campo político – as dos deputados estaduais Dr. Yglésio e Wellington do Curso – eleitores do ex-presidente e o eleitorado mais conservador ainda se alinham também ao prefeito Eduardo Bride e até ao deputado federal Duarte Jr., que tem o PL em sua coligação

 

Vazio ideológica e doutrinariamente, Braide ainda tem conservadores e bolsonaristas em sua base, eleitorado que Duarte não quer dispensar e que Yglésio busca aproximação

Com cerca de 25% do eleitorado de São Luís fidelizado – segundo pesquisas do ano passado, quando ainda não era necessário o registro na Justiça Eleitoral – o espectro político formado pela chamada direita conservadora e pelo bolsonarismo – que reúne os mais radicais  – não conseguiu ainda se identificar com nenhum dos candidatos a prefeito na capital maranhense. 

Enquanto a chamada esquerda e o campo lulista têm como candidatos o ex-vereador Fábio Câmara (PDT) e do deputado federal Duarte Jr. (PSB) – que também flerta com bolsonaristas – a direita conservadora e extremista se divide entre o prefeito Eduardo Braide (PSB) e os deputados estaduais Dr. Yglésio (PRTB) e Wellington do Curso (Novo).

Yglésio já assumiu-se bolsonaristas e tenta atrair para o seu palanque a família do ex-presidente, na tentativa de tornar-se a opção deste eleitorado e desbancar Duarte Jr. da vaga no segundo turno; Duarte, por sua vez, apesar de se apresentar como candidato lulista, tem em sua coligação o PL, partido do próprio Bolsonaro, a quem se declarou aliado nas eleições de 2020.

O eleitor da direita também está na base do prefeito Eduardo Braide (PSD), único candidato que não se identifica com nenhum campo político, nenhum partido, nenhum grupo político, nenhuma ideologia, nenhum conceito doutrinário ou programático.

Apesar de filiado ao Novo, o deputado Wellington do Curso ainda não concebeu em sua campanha a ideia de esquerda e direita; e pretende passar ao largo deste debate na campanha.

Mas o fato é que, queiram ou não candidatos e eleitores, a polarização política nacional entre o presidente Lula (PT) e o ex-presidente Bolsonaro (PL) ainda terá forte influência nestas eleições municipais.

Até por que o resultado deste pleito tem relação direta com as eleições de 2026…

0

Partidos de Lula e de Bolsonaro unidos contra Sérgio Moro…

PT e PL anunciaram recurso ao Supremo Tribunal Federal no processo que pede a cassação do senador paranaense – responsável pela prisão do atual presidente e ex-ministro do ex-presidente – o que atende a interesses de ministros desafetos do ex-juiz

 

Sérgio Moro se vê enroscado entre ações do PL, de Bolsonaro e do PT, de Lula, que querem seu mandato no TSE

O PT, do atual presidente Luiz Inácio Lula da Silva, e o PT, do ex-presidente Jair Bolsonaro, anunciaram que vão recorrer ao Supremo Tribunal Federal da decisão do TRE-PR que livrou o atual senador Sérgio Moro (Podemos) da cassação do mandato por abuso de poder econômico nas eleições de 2022.

Ex-juiz federal, Moro foi o responsável pela condenação e prisão de Lula em 2018, o que tirou o petista da eleição vencida por Bolsonaro; depois, o ex-magistrado assumiu o Ministério da Justiça, mas se afastou do governo cerca de um ano depois.

O PT e o PL estão juntos na ação contra Moro desde o resultado das eleições de 2022, quando ele se elegeu senador pelo Paraná; a posição do PT tem o aval de Lula, mas o PL age contra vontade de Bolsonaro.

No TSE, Moro tem mais chances de perder o mandato, já que tem desafetos entre os ministros dos tribunais superiores.

Alguns deles, inclusive, com atuação na Justiça Eleitoral…