7

Uma nova oposição no Maranhão…

Quase 1 ano e seis meses após início do governo Flávio Dino, pelo menos cinco lideranças políticas já se movimentam abertamente em contraponto ao seu projeto de poder

 

Roberto Rocha, Edilázio Júnior e Hildo Rocha: postura crítica nas três casas legislativas

Roberto Rocha, Edilázio Júnior e Hildo Rocha: postura crítica nas três casas legislativas

O governador Flávio Dino (PCdoB) assumiu o governo, em 2015, praticamente absoluto como novo líder maranhense.

O que sobrou o grupo Sarney após a derrota de 2014 preferiu dedicar-se a questões particulares ou, por medo ou conveniência, alinhar-se ao próprio Dino, sobrando uns poucos para uma quase solitária batalha crítica com o então incensado governo comunista.

Passados quase 18 meses do início do mandato, Flávio Dino já convive mais corriqueiramente com críticas duras à sua gestão e à sua forma de fazer política.

E os nomes que fazem este contraponto formam hoje a chamada nova oposição no Maranhão.

Leia também:

É pelo medo que Flávio Dino de impõe…

Flávio Dino e Roberto Rocha oito anos depois…

Para Lobão Filho, Flávio Dino fragilizou o Maranhão nacionalmente…

Maura Jorge como liderança estadual…

Estão neste grupo o senador Roberto Rocha (PSB), que mantém com o comunista aliança tática, mas independente, e o deputado federal Hildo Rocha (PMDB), que faz o contraponto na Câmara Federal desde 2105.

Na Assembleia, o nome que se destaca, hoje, é o de Edilázio Júnior (PV), pela capacidade de ironia e o discurso ferino em relação ao governo e suas ações.

Maura Jorge faz contraponto a aprtir de Lago da Pedra; Lobão Filho estará de volta ao Senado para o contraponto nacional

Maura Jorge se posiciona a partir de Lago da Pedra; Edinho estará de volta ao Senado para o contraponto nacional

Juntam-se a estes personagens, agora, o senador Lobão Filho (PMDB) – que deve voltar ao Senado em junho, em claro contraponto à postura nacional do governador – e a prefeita de Lago da Pedra, Maura Jorge (PTN), hoje vista, com perdão do trocadilho infame, como verdadeira “pedra no sapato” do governador.

São estes cinco personagens os principais responsáveis, hoje, por um crescente desgaste popular do governador comunista, em todos os aspectos – político, administrativo e pessoal.

Passados 1 ano e meio de mandato, Flávio Dino parece sem poder de reação aos oposicionistas. E a tendência é que o grupo aumente, independentemente do resultado das eleições de outubro.

Mas esta é uma outra história…

Marco Aurélio D'Eça

7 Comments

  1. De dato esses que fora citados no texto são ps poucos que estão fazendo oposição.

  2. COM ESSA OPOSIÇÃO MIXURUCA – ALGUMAS VIÚVAS DA OLIGARQUIA E UM SENADOR SEM VOTO E INGRATO- DINO PODE FICAR TRANQUILA QUE NÃO TEM PERIGO NENHUM DE PERDER QUALQUER ELEIÇÃO NO ESTADO.

  3. HILDO É UM PARLAMENTAR ATUANTE MAS NAO TEM EXPRESSAO, CARISMA. EDILAZIO TAMBEM MUITO ATUANTE. LOBAO FILHO EM SI NAO TEM HISTORICO POLITICO E A DO PAI TA COMPROMETIDA. MAURA JORGE C ESSA ATITUDE DE FLAVIO DINO TER DESRESPEITADO E RETALIAÇÕES COM ELA ,FAZ COM QUE ELA CRESÇA COM CADA VEZ, ROBERTO ROCHA ESSE TEM TUDO PRA SE TORNAR UM NOME FORTE MAS TEM QUE TOMAR POSIÇAO FIRME DE OPOSIÇAO E SAIR DO MURO, SO ASSIM SE TORNA NOTÁVEL PARA A POPULAÇAO INTERIORANA QUE NAO O CONHECE. O GOVERNADOR JÁ MOSTROU QUE NÃO TEM COMPROMISSO COM FUTURO MANDATO OU EM PERPETUAR NO PODER, POR QUE ELE TERIA COMPROMISSO COM ALGUEM FUTURAMENTE? ….

  4. Flávio Dino não é político, simples assim. Se fosse mesmo, e se quisesse conquistar seu espaço de forma sólida e duradoura, teria mudado seu comportamento arrogante e rancoroso já no início, pra aquela imagem do novo, da mudança, continuar na imagem das pessoas, mesmo que de forma enganosa. Não soube fazer política, foi procurar confusão logo com políticos com forte apelo popular, conhecidos, formadores de opinião e que tem forte poder de alcance. Lobão detém de uma emissora e seu pai historicamente poderoso( mesmo com suas fragilidades do momento que sua exposição implica em desgaste ), Roberto Rocha já é senador e detentor de um mandato que o favorece e tem articulação no meio político( mesmo não tendo popularidade perante população), e Maura Jorge que detém um histórico político de luta nos seus mandados de deputada estadual, como prefeita, tem um carisma e apelo popular forte e facilidade em agregar no meio político ( esposo histórico político em Arari).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *