0

Pedro Fernandes no ministério reabre debate sobre caminho do PTB…

Embora o próprio novo ministro do Trabalho negue afastamento do governo Flávio Dino, é pouco provável que o presidente Michel Temer trate como natural a presença de um auxiliar na base de um inimigo declarado

 

UMA COISA É…OUTRA COISA. Pedro Fernandes controla o PTB maranhense, hoje na base de Flávio Dino

O próprio deputado Pedro Fernandes (PTB) já negou que sua indicação para o Ministério do Trabalho do governo Michel Temer (MDB) resulte, automaticamente, no seu afastamento da base do comunista Flávio Dino no Maranhão.

Sua indicação já confirmada pelo Palácio do Planalto, no entanto, implica, ao menos, a abertura de um debate sobre o caminho do PTB no Maranhão.

O governador Flávio Dino tem o presidente Michel Temer como um inimigo figadal; e tem sido incapaz de qualquer gesto de complacência ao governo que ele próprio define como “golpista”.

É pouco provável, portanto, que Temer aceite um de seus auxiliares na base do comunista.

Há também outros fatores a serem levados em conta no debate sobre o futuro petebista.

Filho de Fernandes, o vereador Pedro Lucas ocupa hoje a presidência da Agência Metropolitana Estadual, mas é candidato a deputado federal e deverá deixar o posto em abril.

A partir de abril,  portanto, Lucas não terá mais qualquer vínculo com o governo comunista.

Seu pai, por outro lado, permanecerá na pasta do Trabalho até o final do governo Temer, que quer influenciar significativamente as eleições de 2018 em todos os níveis.

São pontos que devem ser levados em consideração no debate sobre o PTB.

É aguardar e conferir…

Marco Aurélio D'Eça

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *