0

Gastão Vieira defende mudanças na PEC da Reforma Administrativa

O deputado federal Gastão Vieira, esclareceu, nas redes sociais, o seu posicionamento em relação à PEC 32 que trata da Reforma Administrativa.

Gastão deixou claro que não votou a favor da PEC, mas sim no parecer do relator da PEC. Ele destacou que seu voto foi importante para que a votação da PEC fosse suspensa, assim os parlamentares terão mais tempo para debater a proposta que tramita na Câmara dos Deputados.

“Meus amigos, como imaginei muitos de vocês não entenderam o meu perecer favorável, na Comissão Especial, ao parecer do relator da PEC 32. Eu não votei a favor da PEC, mas sim do parecer. Ele tem pontos falhos, óbvio, tem retrocessos sim, mas também tem propostas boas, inclusive propostas da oposição. Fui um dos 19 parlamentares que votou pra que a pauta de votação da PEC 32 fosse suspensa e assim, tivéssemos mais tempo pra novas discussões sobre os itens polêmicos da proposta.

Gastão disse que a PEC da Reforma Administrativa será discutida no plenário e defendeu mudanças no texto que será apresentado.

“O que vai acontecer a partir de agora, depende do plenário. Será lá a discussão do mérito sobre a PEC, ou seja, quando serão definidos os votos contra ou a favor. Acredito que há necessidade de mudanças e que elas precisam ser avaliadas, algumas repensadas e isso agora segue pro plenário. O que posso dizer é que nesse assunto não existe lado. Existe sim o que é melhor pro país e pros brasileiros. Muitas vezes os caminhos são tortuosos e custam muito pra gente, mas seguimos com a certeza de que fizemos a nossa parte”, afirmou.

0

Juscelino Filho recebe prêmio por contribuição para um trânsito mais seguro

O deputado federal Juscelino Filho (DEM-MA) recebeu, na última quinta-feira (16), o Troféu Hilário Veiga de Carvalho. Foi durante a abertura do XIV Congresso Brasileiro de Medicina do Tráfego e do III Congresso Brasileiro de Psicologia do Tráfego, no Rio de Janeiro (RJ). Maior honraria concedida a cada dois anos pela Associação Brasileira de Medicina do Tráfego (Abramet), o prêmio destaca aqueles que contribuíram para a construção de avanços na prevenção dos sinistros e para o fortalecimento das duas especialidades.

“É um momento de muita alegria, que reconhece o sucesso do trabalho que realizamos na reformulação do Código de Trânsito Brasileiro. Após 23 anos de sua criação, entregamos um CTB melhor e mais moderno, com avanços importantes. Entre os principais pontos, mantivemos a obrigatoriedade de que os exames de aptidão física e mental dos motoristas sejam feitos por médicos e psicólogos especialistas. Esse não é um laudo de saúde qualquer, e é preciso seguir aperfeiçoando essas avaliações”, afirmou Juscelino Filho.

O presidente da Abramet, Antonio Meira Júnior, enalteceu a atuação de Juscelino Filho e de outros parlamentares, bem como da entidade, nas discussões em torno do PL 3267/19. “A revisão do CTB pelo Congresso Nacional embutiu medidas que, se aprovadas, poderiam extinguir a principal área de atuação da medicina do tráfego. A despeito de todos os impedimentos impostos pela pandemia, arriscamos nossas vidas e fizemos de Brasília um espaço de luta e convencimento em defesa da importância do médico especialista para a prevenção de sinistros de trânsito e a preservação da vida de quem se desloca”, disse.

Principais pontos do Novo CTB

Na manhã de sexta-feira (17), Juscelino Filho participou do painel que tratou das recentes alterações do Código de Trânsito. Em sua apresentação, ele frisou a importância da iniciativa do governo ao propor mudanças na legislação, mas lembrou que o parlamento fez adequações essenciais na proposta enviada pelo Executivo. O deputado citou como exemplo a obrigatoriedade do uso das cadeirinhas para transportar crianças, que o texto original retirava, mas que foi mantida no substitutivo de Juscelino.

7

“Peça de ficção”, diz Eliziane sobre discurso de Bolsonaro

Da senadora Elziane Gama (Cidadania), a respeito do discurso do presidente do Brasil, Jair Bolsonaro (sem partido), na sessão de debates da 76ª Assembleia Geral das Nações Unidas (ONU):

“Uma peça de ficção é a tônica do discurso do presidente na ONU. Esqueceu da corrupção na compra das vacinas, da cobrança de propina, omitiu o desmatamento recorde e as quase 600 mil mortes da Covid-19. Voltou a defender tratamento precoce, é um negacionista cada vez mais isolado”.

2

Gastão Vieira é indicado ao Prêmio Congresso em Foco 2021

O deputado federal Gastão Vieira (PROS) foi indicado mais vez ao Prêmio Congresso em Foco, que tem por objetivo o reconhecimento da atuação dos deputados federais e senadores que se destacam positivamente.

O parlamentar maranhense foi indicado em duas categorias: Melhores da Câmara e Defesa da Educação.  

Para votar, acesse https://premio.congressoemfoco.com.br/cadastro/

A premiação valoriza os bons exemplos políticos e estimula a população a analisar o desempenho individual dos congressistas, formando, assim, eleitores mais conscientes. Para concorrer, o parlamentar tem que ser “ficha limpa”, ou seja, não pode responder a processos criminais.

O parlamentar tem diversos projetos de Lei em tramitação na Câmara dos Deputados, e iniciativas educacionais em tramitação na Casa assinadas pelo parlamentar.

O deputado Gastão Vieira construiu no Legislativo uma trajetória ligada à educação. Foi Secretário de Estado da Educação, presidente do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação e faz parte das Comissões de Educação e de Fiscalização Financeira e Controle na Câmara.

O parlamentar também foi Ministro do Turismo.

Gastão Vieira é conhecido nos corredores da Câmara pelo trabalho em defesa da melhoria da educação, onde participou da comissão especial que analisou a proposta de Emenda à Constituição responsável por tornar a educação básica obrigatória e gratuita dos 4 aos 17 anos de idade.

Outras ações

O parlamentar maranhense envia recursos de suas emendas para todos os municípios maranhenses destinadas para diversas áreas. 

Prêmio Congresso em Foco

Criada em 2006, a premiação tem como objetivos principais valorizar o Poder Legislativo e estimular a sociedade a acompanhar a atuação dos eleitos de forma permanente e ativa.

0

Pedro Lucas quer leilão para 5G no Brasil…

O deputado federal maranhense Pedro Lucas Fernandes defendeu a realização do leilão do edital do 5G pela Anatel.

O leilão de radiofrequência 700 MHz, 2,3 GHz, 3,5 GHz e 26 GHz é considerado pela Anatel como a maior licitação de radiofrequências da história do Brasil.

Segundo a agência, a arrecadação pode chegar a R$ 45 bilhões.

As frequências leiloadas funcionam como “avenidas” que levam o sinal do 5G aos consumidores. O leilão já foi adiado por duas vezes.

Para o deputado Pedro Lucas é necessário avançar na comunicação com a implantação do 5G. Ele assegura que setores como agricultura e educação também serão impactados com a implantação do 5G.

“Avançar na comunicação é garantir a implantação do 5G, defendida pelo ministro Fábio Faria. Após pedido de vista pela Anatel, foi adiada a votação do edital do leilão. A agricultura, a educação são áreas que necessitam do 5G. São 45 milhões de brasileiros sem acesso à internet”, destacou Pedro Lucas.

3

Gastão Vieira diz que crise hídrica causará apagão no Brasil

O deputado federal Gastão Vieira, em entrevista nesta quinta-feira (2), no programa Ponto Final, na Rádio Mirante AM, analisou a situação política do Brasil e fez projeções com base nas medidas que estão sendo adotadas.

Uma das propostas que está em tramitação é da reforma do Imposto de Renda. Gastão disse que é preciso taxar as grandes fortunas do país, pois que sofre pagando imposta de renda é a pessoa que ganha até 3 mil de salário.

“A reforma do Imposto de Renda trazia uma velha tese das forças mais progressistas do país de que é um país louco que não taxa dividendos. Você tem de taxar os dividendos. Então essa é uma coisa, você tem que taxar as grandes fortunas, taxar as heranças, ou seja, a lógica que no país rico não paga e pobre que ganha até R$3 mil paga. Então, é um imposto sob consumo. O preço do bujão de gás tá dando quase R$100, leva metade da cesta básica que o governo pretende dar de R$250. Então, o pobre é quem tá pagando”, afirmou Gastão.

O deputado federal também criticou as modificações feitas pelo presidente Bolsonaro, como na Petrobrás, que influenciaram para que o valor do litro da gasolina esteja hoje em R$7.

“A bomba de gasolina tá dando R$7 em vários estados o litro. Aumentos sucessivos. Cada dia que eu paro meu carro e a gasolina eu levo um susto. O presidente fez uma confusão enorme. Demitiu o presidente da Petrobrás porque os preços eram absurdos. Tá lá o general há três meses e em nenhum momento o preço da gasolina diminuiu, pelo contrário, as coisas se agravaram. Então quem tá pagando um preço alto é a classe mais pobre, mais desfavorecida, 14 milhões de desempregados”, disse o parlamentar.

Gastão Vieira também fez uma projeção nada animadora para o Brasil. O deputado criticou também a falta de atitude do governo federal que diante da crise hídrica e elétrica pela qual o país atravessa, não quis falar em racionamento e optou por cobrar mais dos consumidores. Gastão estima que até o final do ano, o país poderá sofrer um apagão.

“Estamos chegando a uma inflação de dois dígitos que provavelmente o banco central só aumentando a taxa de juros vai conseguir controlar. Estamos com uma brutal crise hídrica que o governo não tomou providências porque não quis falar em racionamento. Demorou a tomar e agora está pedindo que quem já consumiu ajude a pagar quem passar a não consumir na diferença da conta de luz. Quer dizer, eu que já fiz meu sacrifício, vou ter que fazer de novo. Eu acho que o governo absolutamente responsável por esse crise hídrica, por essa crise energética e o presidente Bolsonaro vai pagar o preço, porque nós vamos ter um apagão. Se é novembro ou dezembro, os especialistas não podem prever. Além do aumento da bandeira vermelha, que a única coisa que aumentou foi a bandeira vermelha da conta de energia”, estima Gastão Vieira.

2

Imagem do dia: Senadores que vacinam unidos…

Weverton Rocha e Eliziane Gama tomaram hoje a segunda dose da vacina contra o coronavírus em uma escola de São Luís; os dois senadores são da mesma faixa etária e decidiram ir juntos para se imunizar

 

Os senadores Weverton Rocha (PDT) e Eliziane Gama (Cidadania) decidiram ir, juntos, nesta segunda-feira, 30, vacinar-se contra o coronavírus.

Os dois parlamentares são da mesma faixa etária e vacinaram-se unidos em uma escola de São Luís.

Até para que, como diz o ditado – completando o título do post – …permaneçam unidos….

0

André Fufuca e Weverton Rocha viabilizam voos para Barreirinhas

Com previsão de inauguração em dezembro, linha comercial que contemplará a Rota das Emoções – ligando também São Luís, Parnaíba (PI) e Jericoacara (CE) – será operada em parceria pelas empresas Voe Pass e GOL

 

Weverton Rocha e André Fufuca tiveram reunião nesta quinta-feria, 26, com representantes das empresas aéreas e do Governo Federal

Foi assinado na manhã desta quinta-feria, 26, o termo de compromisso com a empresa Voe Pass, que em parceria com a companhia aérea GOL, ficará responsável por organizar a Rota das Emoções, roteiro no Nordeste brasileiro que vai contemplar as cidades de São Luís (MA), Barreirinhas (MA), Parnaíba (PI) e Jericoacoara (CE).

A conquista foi anunciada agora pela manhã na Casa Civil do Governo Federal; e a previsão que os vôos comecem na primeira quinzena de dezembro.

É mais uma conquista do Deputado Federal André Fufuca (PP) e do senador Weverton Rocha (PDT).

A Rota das Emoções é um passeio encantador e tem como principal atrativo as belezas naturais dos estados do Maranhão, Piauí e Ceará, compostos por praias paradisíacas de mares com águas cristalinas, dunas de areias douradas, fauna e flora únicas, além da uma gastronomia rica e atrativos histórico-culturais considerados patrimônios da humanidade.

O projeto contribui com melhorias na infraestrutura e no fortalecimento do turismo dos municípios envolvidos.

Além disso, colabora na geração de empregos e crescimento da economia local, qualificando a mão de obra do setor.

1

Para Edilázio, Flávio Dino perdeu as condições de liderar as eleições 2022

Presidente do PSD maranhense, deputado federal diz que o racha na base do governo é inevitável e pelo menos dois grupos surgirão a partir de abril, com a posse do vice-governador Carlos Brandão

 

Edilázio prevê um racha na base do governo Flávio Dino com a aproximação do pleito de 2022

O deputado federal Edilázio Júnior, presidente regional do PSD, previu nesta segunda-feira, 23,  que o governador Flávio Dino (PSB) perdeu as condições de lideras a própria sucessão.

– Eu acredito que não tem volta a candidatura de Weverton e não tem volta a candidatura do vice-governador Carlos Brandão. E amanhã, com a candidatura do Carlos Brandão à reeleição, já que ele estará na cadeira, Weverton já será oposição. Não tem mais essa conversinha de que é do mesmo grupo e do mesmo lado. O Brandão indo para a reeleição, Weverton já é oposição – disse.

O partido de Edilázio tem como pré-candidato o ex-prefeito de São Luís, Edivaldo Júnior, que também mantém relações com Flávio Dino.

No início de julho, o governador chegou a reunir a base, impôs uma carta-compromisso aos pré-candidatos da sua base e definiu para novembro a escolha de um único nome para o pleito.

A movimentação de Carlos Brandão, de Weverton, do secretário Simplício Araújo (Solidariedade), do deputado federal Josimar de Maranhãozinho (PL) e do próprio Edivaldo mostram, porém, que nenhum está disposto a abrir mão do próprio projeto.

Dino deixa o mandato em abril de 2022 para disputar uma vaga na Senado…

1

Gastão quer escola própria para alunos de alto talento

Parlamentar aproveita a repercussão da medalha de prata da fadinha Rayssa Leal para destacar uma ideia de reunir alunos com desempenho acima da média em uma rede que fortaleça essas talentos

 

Uma ideia do deputado federal Gastão Vieira (Pros) e que tem como objetivo melhorar o desempenho dos estudantes brasileiros será transformada em Projeto de Lei na Câmara dos Deputados.

Motivado pela conquista da medalha de bronze na Olimpíada de Tóquio, pela garota maranhense de Imperatriz, Rayssa Leal, de apenas 13 anos, Gastão trouxe o assunto à tona e abre uma discussão oportuna e bastante interessante.

“Trabalho, já ha algum tempo, na criação de uma escola para alunos talentosos aqui no nosso Estado. O feito da nossa “Fadinha” Raissa , o apoio de seus pais, levam-me a compartilhar com vocês essa ideia , que é o sonho de um homem maduro, para quem é muito criança”, garante Gastão Vieira.

A ideia é criar uma escola para alunos de alto talento cognitivo, em São Luís. A escola acolherá alunos desde a pré-escola até o final do ensino médio. Inicialmente serão acolhidos alunos de pré, séries iniciais e finais. A longo prazo acolherá alunos o mais cedo possível.

Segundo Gastão Vieira, o desempenho dos melhores alunos brasileiros é muito inferior ao desempenho dos melhores alunos de outros países. Isso é muito mais grave entre as crianças talentosas provenientes de classes mais baixas. Menos de 5% dos 60 % aprovados no ENEM provêm das classes mais pobres.

Há forte correlação entre nível cognitivo dos alunos de um país e o nível de desenvolvimento econômico. Esta correlação é muito mais forte entre o nível atingido pelas elites de um país e a taxa de crescimento econômico: não basta estar na elite, elas precisam ser muito boas.

Mas como isso seria viabilizado? Os governos (estadual ou municipal) deverào aprovar uma lei para autorizar a operação dessa natureza como OS. (ou assemelhado), garantindo repasse dos recursos do FUNDEB.

Gastão Vieira garante que já identificou uma instituição pública estadual para nos auxiliar na seleção dos alunos.

“Estamos buscando um parceiro externo para prover metodologia, tecnologia e operar a escola durante os primeiros cinco anos. Nesse período será criada estrutura gerencial para assegurar a perpetuidade do projeto. Vou procurar a Vale, Grupo Mateus, e outros par atuarem no projeto”, afirmou Gastão que disse estar aberto a sugestões da sociedade.