1

Elziane Gama e André Fufuca ocupam espaços de poder no Congresso

Senadora vai liderar a bancada feminina no Senado; deputado federal foi aclamado líder do PP na Câmara. Aliados do senador Weverton Rocha, ambos já vêm tendo destaque em Brasília desde o início dos mandatos

 

André Fufuca e Eliziane Gama vão comandar bancadas importantes no Congresso Nacional

Dois dos principais aliados do senador Weverton Rocha (PDT) – candidato a governador do Maranhão – vão ganhar ainda mais poder no Congresso Nacional.

A senadora Eliziane Gama (Cidadania) foi escolhida líder da bancada feminina, instância de importante repercussão na Casa; o deputado federal André Fufuca foi aclamado líder da bancada do PP.

Weverton parabenizou os dois aliados.

Tanto Eliziane Gama quanto André Fufuca já vinham ocupando espaços de poder importantes no Congresso Nacional.

Desde que assumiu mandato no Senado, Eliziane é destaque quase diário por sua defesa das liberdades democráticas; Teve também importante atuação na CPI da Covid. ela é cotada para ser a companheira de chapa do presidenciável João Dória (PSDB).

André Fufuca é destaque an bancada maranhense desde o seu primeiro mandato de deputado federal, em 2015; ele já foi vice-presidente da Câmara Federal e atualmente ocupa interinamente o comando nacional do PP.

Os dois parlamentares maranhenses vão ocupar os postos no importante ano eleitoral, quando se discute a formação de alianças para as eleições presidenciais.

1

“Fake news”, diz Cléber Verde, sobre apoio a Brandão…

Deputado federal que preside o PRB no Maranhão reafirma seu apoio à candidatura do senador Weverton Rocha e diz que o espalhamento de mentiras em blogs reflete o desespero dos adversários

 

Cléber Verde é um dos principais aliados de Weverton Rocha na bancada federal

O deputado federal Cléber Verde, presidente regional do PRB, desmentiu enfaticamente, em seu programa na rádio Massa FM, nesta sexta-feira, 4, fake news espalhadas por blogs dando conta de que o seu partido iria apoiar o vice-governador Carlos Brandão (PSDB).

Segundo Verde, a informação é falsa e reflete o desespero dos adversários em relação ao projeto “Maranhão Mais Feliz”, do senador  Weverton Rocha (PDT).

– Hoje mesmo recebi aqui uma matéria publicada no Atual7; é um fake news, uma matéria que não reflete a verdade. O PRB está envolvido no movimento liderado pelo senador Weverton Rocha – afirmou Cléber Verde.

O deputado lamentou que jornalistas alinhados ao Palácio dos Leões não procurem buscar a veracidade dos fatos.

– E como estou envolvido diretamente nesta história, tenho o dever de repor a verdade. E ratifico aqui o compromisso do PRB com o senador Weverton, trabalhando em sintonia com todos os que estão engajadas neste projeto – frisou.

O post chegou a publicar foto antiga de Verde ao lado de Brandão para tentar dar veracidade ao fato.

Além de Cléber Verde e do PRB, Weverton tem o apoio também dos deputados federais Gil Cutrim (PRB), Juscelino Rezende (DEM), André Fufuca (PP), Pedro Lucas Fernandes (PSL), da senadora Eliziane Gama (Cidadania), de vários deputados estaduais, prefeitos, vice-prefeitos, ex-prefeitos e vereadores em todo o Maranhão.

O senador lidera todas as pesquisas de intenção de votos…

0

Gastão Vieira reafirma luta pelo piso para profissionais da Educação

A Comissão de Educação da Câmara dos Deputados, divulgou nota de esclarecimento rebatendo o posicionamento do Ministério da Educação, contrário ao pagamento do piso salarial para os profissionais do magistério público da educação básica.

Segundo o deputado federal Gastão Vieira que é membro da Comissão de Educação, o posicionamento é o resultado do comprometimento da Comissão de Educação que luta pelo cumprimento da lei e, caso baixe uma Medida Provisória, a comissão lutará para que ela seja devolvida pela Mesa da Câmara.

Ainda segundo o deputado Gastão Vieira não existe argumento legal para que a Lei 11.378, que determina o pagamento do Piso, corrigido, pelo reajuste de 33,23%, em conformidade com a ADI 4848 do Supremo Tribunal Federal (STF), não seja cumprida.

“Vamos lutar pelo respeito e compromisso com os profissionais da educação”, garante Gastão Vieira.

1

Fábio Macedo será federal único em Tuntum…

Com apoios consolidados na cidade de Tuntum, o deputado estadual Fábio Macedo fortalece sua posição na cidade com o apoio do ex-prefeito Cleomar Tema e dos vereadores e Renan Bilio, Alan Noleto, Zé do Ourinho, Magno Melo e Solisvan.

Além destes, o parlamentar conta com suplentes de vereadores e lideranças importantes.

Vale lembrar que o parlamentar já é bastante conhecido em Tuntum, tanto pela proximidade da cidade de Dom Pedro, uma das suas bases eleitorais mais fortes, e também pelo trabalho de Fábio no município.

0

Flávio Dino usa mídia nacional para constranger Josimar Maranhãozinho

Secretário de Comunicação Ricardo Capelli cria pautas quase semanais em revistas e sites nacionais ligados à empresa que cuida da conta nacional do Governo do Estado; objetivo: forçar o parlamentar a aderir, na marra, à “escolha pessoal” do governador

 

Josimar e Weverton em voo para Brasília: um é o alvo inicial para que o outro saiba onde pisa

É pelas mãos do secretário de Comunicação Ricardo Cappeli que são plantadas quase semanalmente matérias em sites e revistas nacionais contra o deputado federal Josimar Maranhãozinho (PL).

Dono de pelo menos três partidos – PL, Avante e Patriota – com uma bancada própria de deputados federais e estaduais, mais de meia centena de prefeitos e uma quantidade gigante de vereadores, Josimar é um dos nomes postos na disputa pelo  Governo do Estado.

Mas, pela força – já que não conseguiu na conversa – Flávio Dino tenta fazê-lo aderir à sua “escolha pessoal” pelo vice-governador Carlos Brandão (PSDB).

Revistas Crusoé, Carta Capital e Piauí, sites como O Antagonista – todos com verbas publicitárias do Governo do Maranhão, via empresa da família do jornalista Ricardo Noblat – criam matérias quase semanais constrangendo Josimar e suas enroladas com emendas parlamentares.

Capelli, o estrategista de comunicação de Flávio Dino entende que atacando o líder, seu rebanho se dispersará entre outras candidaturas, o que, no pensamento do secretário, beneficiará Brandão, com estrutura para atrair “largados e pelados”.

Mas a ação contra Josimar é também uma espécie de aviso ao senador  Weverton Rocha (PDT), outro alvo dos Leões; a artilharia contra o senador começará a partir do dia 31 de janeiro.

A menos que ele capitule da decisão de concorrer ao governo…

0

Eliziane Gama volta a ser sondada pelo PSDB…

Senadora que já foi cotada para assumir o comando da legenda no Maranhão voltou à lista dos tucanos após especulação de que o vice-governador  Carlos Brandão vá deixar o partido antes mesmo da eleição de 2022

 

Respeitada nacionalmente como senadora, Eliziane Gama volta a ser alvo de investidas do PSDB, que a quer como representante no Senado e no Maranhão

A senadora Eliziane Gama (Cidadania) é o principal nome na lista do PSDB nacional para assumir o comando do partido no estado, caso o vice-governador Carlos Brandão confirme sua saída da legenda.

Eliziane já havia sido cotada pelo tucanato nacional ainda no início de 2021 – quando Brandão ainda nem cogitava deixar o PRB – como revelou o blog Marco Aurélio D’Eça, no post “PSDB deve trocar Roberto Rocha por Eliziane Gama no Senado…”

A senadora é uma das mais importantes parlamentares da atual bancada de senadores brasileiros e é cobiçada por várias legendas.

Carlos Brandão passou a avaliar saída do PSDB após o governador Flávio Dino ser informado pelo ex-presidente Lula sobre a impossibilidade de o PT apoiar um tucano no Maranhão.

O vice-governador está estudando a transferência para o PSB, partido de Dino, que pode fazer federação partidária com o PT.

Mas tenta manter o controle do ninho tucano, o que é rechaçado pela cúpula nacional.

A possível entrada de Eliziane Gama, aliada do senador Weverton Rocha (PDT), dará novos rumos ao ninho no Maranhão.

0

Gastão Vieira vai relatar Projeto de Lei do Novo Fundeb

O deputado federal Gastão Vieira foi escolhido pelo presidente da Câmara dos Deputado, Arthur Lira, como relator do PL 3418/21 que regulamenta o FUNDEB.

O Projeto de Lei de autoria da Professora Dorinha Seabra Rezende (DEM-TO) atualiza a regulamentação do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb). O texto está em análise na Câmara dos Deputados, e o Plenário já aprovou a urgência na tramitação.

“Sou relator no plenário desse PL 3.418/21, que estabelece as normas para utilização do novo Fundeb, aprovado em dezembro/20 e até hoje sem normas claras de execução. Dois pontos estão no meu foco: fazer a primeira revisão do Fundeb em 2023, novo governo, economia no rumo, e os estados e municípios já mais familiarizados com a execução; o novo conceito de “profissionais da educação” onde proponho que o conceito também englobe os profissionais que estão trabalhando nas Secretarias de Educação e órgãos de apoio na execução das políticas educacionais. Devemos levar a voto até no início da semana que vem”, explicou

“Reafirmo que estou aberto ao diálogo com todas as instituições que quiserem contribuir com sugestões”, Finalizou Gastão Vieira.

O Fundeb foi tornado permanente no ano passado, com a promulgação da Emenda Constitucional 108. A regulamentação, sancionada sem vetos pelo presidente Jair Bolsonaro, elevará até 2026 a participação da União no financiamento da educação infantil e dos ensinos fundamental e médio.

O Congresso Nacional, ao aprovar a proposta de regulamentação do Fundeb no ano passado, determinou que a cada ano pelo menos 70% dos recursos sejam destinados aos salários de “profissionais da educação básica em efetivo exercício”, remetendo a definição dessas categorias para outras leis.

0

Juscelino Filho vai atuar pela aprovação do piso salarial da enfermagem

Juscelino já conversou com o senadores aliados sobre empenho para votação do projeto da enfermagem na Câmara Federal

O deputado federal Juscelino Filho (DEM-MA) comemorou a aprovação do Projeto de Lei nº 2564/2020 pelo Senado, na quarta-feira (24). A proposta institui o piso salarial nacional dos enfermeiros, técnicos e auxiliares de enfermagem e das parteiras, reivindicação desses profissionais há mais de 30 anos. Os representantes da categoria, que estavam no plenário e no Salão Azul, celebram muito o resultado da votação.

“Agora é na Câmara. Como parlamentar, cidadão e médico, reafirmo meu compromisso, assumido há bastante tempo, com essa e outras demandas do pessoal da enfermagem. Vou trabalhar pela rápida aprovação do projeto, para que essa vitória seja concretizada em breve. Mais do que homenagens por toda a dedicação, sobretudo nesses tempos de pandemia, esses profissionais merecem respeito e valorização”, disse Juscelino Filho.

O deputado do DEM destacou, ainda, o empenho dos senadores Weverton Rocha (PDT-MA) e Eliziane Gama (Cidadania-MA). “Assim como eu, Weverton sempre manifestou apoio irrestrito ao piso e tem grande interlocução com sindicatos e conselhos. As duas emendas apresentadas por Eliziane e acatadas pela relatora Zenaide Maia (Pros-RN) foram decisivas para a aprovação. A categoria, em especial a do Maranhão, sabe que pode contar com a gente”, afirmou.

De acordo com o texto, que agora segue para análise da Câmara dos Deputados, o mínimo inicial para enfermeiros será de R$ 4.750, a ser pago nacionalmente por serviços de saúde públicos e privados. Em relação à remuneração dos demais profissionais, o projeto fixa a seguinte gradação: 70% do piso dos enfermeiros para os técnicos de enfermagem (R$ 3.325) e 50% do mínimo dos enfermeiros para os auxiliares de enfermagem e as parteiras (R$ 2.375).

Para a presidente do Conselho Federal de Enfermagem (Cofen), Betânia Santos, a mobilização  da categoria foi fundamental. “Por meio de lideranças, profissionais, professores, pesquisadores e estudantes, a nossa luta ganhou repercussão e nos trouxe até aqui. A enfermagem hoje é a imagem da luta em defesa da vida e de um futuro melhor, para todas e todos. Vamos conquistar um piso justo, já”, observou.

O PL 2564/2020, conforme a redação que saiu do Senado, também prevê a correção anual do piso salarial com base no Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) e entrada em vigor no primeiro dia do exercício financeiro seguinte ao de sua publicação. No Brasil, existem hoje cerca de 2,5 milhões de profissionais da enfermagem, sendo que 85% deles são mulheres.

0

Pedro Lucas é premiado por atuação como parlamentar…

O deputado federal Pedro Lucas (PTB), receberá o troféu “Ótimo Parlamentar” do Prêmio Ranking dos Políticos. O deputado foi premiado por sua atuação na Câmara Federal e por sua votação nas matérias de grande relevância nacional.

O Ranking dos Políticos é uma iniciativa da sociedade civil que avalia senadores e deputados federais em exercício, classificando-os de acordo com critérios como combate aos privilégios, desperdício e corrupção no poder público.

Os políticos são avaliados em quesitos como presenças nas sessões, economia de verbas, processos judiciais e votações dos parlamentares nas decisões mais importantes do Congresso. O deputado federal Pedro Lucas foi o terceiro melhor parlamentar do Maranhão.

0

Aluisio Mendes vive drama para viabilizar reeleição…

Sem nominata no PSC capaz de atingir o coeficiente partidário nas eleições de 2022, deputado federal apostava na filiação ao mesmo partido de Bolsonaro para ganhar peso eleitoral no Maranhão; só não esperava que o presidente seguiria para o PL, do seu arqui-inimigo Josimar Maranhãozinho

 

Aluisio apostava sua reeleição na filiação ao mesmo partido de Bolsonaro, mas não esperava que fosse o PL, de Josimar Maranhãozinho

Até então tranquilo quanto ao futuro de sua reeleição, o deputado federal Aluisio Mendes (PSC ) passou a se preocupar, de fato, com o risco de acabar não conseguindo legenda suficiente para garantir novo mandato em 2022.

O parlamentar tem o controle absoluto do PSC, mas não tem uma chapa forte de candidatos a deputado federal que possa somar a ponto de o partido garantir o coeficiente partidário – algo em torno de 160 mil votos – que garanta ao menos uma vaga na Câmara Federal.

A solução que vinha sendo esperada por Aluisio era a entrada no mesmo partido do presidente Jair Bolsonaro, o que garantiria a ele musculatura tanto para atrair candidatos quanto para ter legenda suficiente e entrar no rateio das vagas.

O problema é que Bolsonaro deve mesmo se filiar ao PL, que, no Maranhão, é controlado pelo arqui-inimigo de Mendes, o também deputado federal Josimar Maranhãozinho.

Numa ação já meio que desesperada, Aluisio ainda tentou reforçar o senador Roberto Rocha (sem partido) na tentativa de tomar o PL, via Bolsonaro, o que foi vetado pelo presidente nacional da sigla, Valdemar Costa Neto.

Agora, o deputado federal terá que buscar uma reconciliação com Maranhãozinho ou encontrar outras formas de fortalecer o seu PSC.

Caso contrário, verá o sonho da reeleição ir por água abaixo…