0

Em busca de viabilização para 2020, Braide deve deixar o PMN…

Partido pelo qual deputado federal oi eleito não conseguiu superar a cláusula de barreira nas eleições de outubro e ficará de fora da cota dos recursos do Fundo Partidário e do horário político

 

O deputado federal Eduardo Braide (PMN) confirmou nesta segunda-feira, 14, que está de saída do PMN.

O partido pelo qual ele se elegeu deputado federal não conseguiu a cláusula de desempenho, o que o impede de ter acesso a recursos do Fundo Partidário e do horário político dos partidos.

Para Braide, que é candidato a deputado federal, isso significaria a morte de seu projeto para 2020.

O parlamentar ainda não definiu que partido seguirá, mas fala-se no PSL, partido do presidente Jair Bolsonaro.

Como esta é a opção mais óbvia diante do momento político – E o histórico de Braide nunca foi marcado por escolhas óbvias – o blog Marco Aurélio D’Eça aposta em caminho diferente do já especulado.

Mas esta é uma outra história…

Marco Aurélio D'Eça

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *