2

Os senadores de 2022…

Em meio ao debate sobre presença do governador Flávio Dino na sucessão do presidente Jair Bolsonaro, vaga hoje ocupada pelo tucano Roberto Rocha começa a ser cobiçada por um sem número de pretendentes

 

A VAGA ATUAL É DE ROBERTO ROCHA, E PODERIA SER DE FLÁVIO DINO; mas outros personagens podem surgir na disputa

O senador Roberto Rocha (PSDB) encerra o seu mandato no Senado em 2022; e tinha no atual governador Flávio Dino (PCdoB) o mais provável adversário pela vaga. (Entenda aqui)

Mas com a cada vez mais consolidada candidatura de Dino à presidência, a vaga de Rocha passa a ser cobiçada por um grupo cada vez maior de interessados.

É claro que, com a saída do governador do páreo, o próprio atual detentor do mandato ganha cacife ainda maior para tentar a renovação da vaga.

Mas há nomes de peso interessados em ser senador em 2022.

Entre os deputados federais, o pedetista Gil Cutrim e o republicano Josimar e Maranhãozinho já falam abertamente do interesse entre os colegas.

Outro que se cacifa à medida que se consolida como presidente da Assembleia Legislativa é o deputado Othelino Neto (PCdoB).

Fala-se também do atual prefeito de São Luís, Edivaldo Júnior (PDT) e no secretário-chefe da Casa Civil, Marcelo Tavares (PSB).

SE ESTIVER FORTE NA DISPUTA PRESIDENCIAL, Flávio Dino tem cacife para bancar Brandão ou Tavares

Caso seja mesmo candidato a presidente, a vaga de senador poderia ser usada por Dino como moeda de negociação para garantir um candidato do seu grupo a governador.

Neste caso, o atual vice-governador Carlos Brandão (PRB) passaria a ser opção senatorial.

E até mesmo o prefeito de São José de Ribamar, Luis Fernando Silva (ainda no PSDB) – prestes a deixar o cargo para assumir vaga no governo – seria cotado para o posto.

Ainda faltam mais de três anos para as eleições gerais de 2022.

Até lá, no entanto, muitos nomes surgirão – e outros passarão a ser esquecidos – na disputa da única vaga ao Senado.

Mas é pouco provável que o posto seja ocupado por alguém de fora deste grupo…

Marco Aurélio D'Eça

2 Comments

  1. O Brasil, no campo político está cheio de alcóolatras. Sobretudo muito conhecido (rsrs)

    “Muito engana-me, que eu compro”

    E o PT®? Qual o poder constante de sua propaganda ininterrupta?
    Eis:
    Vive o PT© de clichês publicitários bem elaborados por marqueteiros.
    Nada espontâneo.
    Mas apenas um frio slogan (tal qual “Danoninho© Vale por Um Bifinho”/Ou: “Fiat® Touro: Brutalmente Lindo”). Não tem nada a ver com um projeto de Nação.

    Eis aqui a superficialidade do PETISMO:

    0.
    “Coração Valente©”
    1.
    “Pátria Educadora©” [Buá; Buá; Buá].
    2.
    “A Copa das Copas®”
    3.
    “Fica Querida©”
    4.
    “Impeachment Sem Crime é Golpe©” [lol lol lol]
    5.
    “Foi Golpe®”
    6.
    “Fora Temer©”
    7.
    “Ocupa Tudo®”
    8.
    “Lula Livre®”
    9.
    “® eleição sem Lula é fraude” [kuá!, kuá!, kuá!].
    10.
    “O Brasil Feliz de Novo®”
    11.
    “Lula é Haddad Haddad é Lula®” [kkkk]
    12.
    “Ele não®”.
    13.
    “Haddad agora é verde-amarelo ®” [rsrsrs].
    14.
    “LUZ PARA TODOS©” (KKKKK).

    15. (…e agora…):
    “Ninguém Solta a Mão de Ninguém ©”

    16.
    “SKOL®: a Cerveja que desce RedondO”.

    PT© é vigarista e desgraçado.
    Vive de ótimos e CALCULADOS mitos publicitários.

    É o tal de: “me engana que eu compro”.
    == A FORÇA-TAREFA DA PUBLICIDADE ININTERRUPTA DO PETISMO ==

  2. Uma coisa é certa. Roberto Rocha ñ vai ter a mínima chance de se reeleger. Ele deve aproveitar os últimos três anos que tem pela frente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *