2

Seduc lança cursos on-line gratuitos durante quarentena…

Plataforma “Maranhão Profissionalizado” será lançada na terça-feira, 7, com cursos de qualificação em diversas áreas, liberados para o público em geral

 

Professor grava aulas dos cursos de qualificação que serão oferecidos pela Seduc durante a quarentena do coronavírus

A Secretaria de Estado da Educação (Seduc) lança, na próxima terça-feira (7), o “Maranhão Profissionalizado”, plataforma que vai oferecer Cursos de Aperfeiçoamento Profissional online e gratuitos para o público geral, e almeja qualificação para geração de renda, durante a situação da epidemia do Covid – 19.

Ao todo, serão ofertados seis cursos totalmente gratuitos na área da Educação e voltados para a Geração de Emprego e Renda. Para a área educacional são os cursos: Aprendendo a Ensinar Online; Ensino Híbrido: Personalização e Tecnologia na Educação; Gestão Socioemocional frente às Crises e Inseguranças. Para a geração de renda são: Panificação; Aproveitamento Integral dos Alimentos e Produção de Doces Tradicionais.

Os cursos oferecidos serão completamente à distância, de modo a garantir a qualificação profissional com a total segurança necessária no atual cenário global da pandemia da Covid-19. Além disso, a modalidade possibilita maior flexibilidade ao cursista em relação ao tempo dedicado ao estudo.

Todos os cursos terão carga horária de 40h e possibilitarão certificado para as pessoas que participarem das atividades propostas e tenham o rendimento mínimo exigido pelo curso.

“Com esses cursos, queremos possibilitar aos maranhenses que possam aproveitar esse momento de isolamento social para se aperfeiçoarem profissionalmente e até, quem sabe, poderem desenvolver alguma atividade que gere renda futuramente. Além disso, temos cursos voltados para a área da educação, que podem auxiliar os profissionais da área nesse momento, que tem obrigado todo o mundo a se reinventar e reinventar sua forma de trabalhar. Os servidores da Seduc e do IEMA seguem empenhados para possibilitar meios de levar educação para a população maranhense, mesmo nesse momento crítico que estamos vivendo”, explicou o secretário de Estado da Educação, Felipe Camarão.

A plataforma Maranhão Profissionalizado está sendo completamente desenvolvida por profissionais do Instituto Estadual de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (IEMA) e as vídeoaulas são gravadas por professores bolsistas do Instituto.

O secretário adjunto de Educação Integral e Profissional, André Bello, destaca que nesse primeiro momento serão ofertados sete cursos, contudo a ideia é continuar produzindo novas aulas para novos cursos. “Queremos possibilitar, cada vez mais, para os maranhenses a possibilidade de se profissionalizarem nesse momento de isolamento. Como não podemos dar continuidade aos cursos vocacionais realizados pelo IEMA, devido às medidas preventivas que o mundo tem adotado em combate ao coronavírus, encontramos essa forma de continuar levando conhecimento para a população”, reforçou.

Para participar dos cursos, não tem exigência mínima ou máxima de idade e, para se inscrever, os interessados devem acessar o endereço do Maranhão Profissionalizado, por meio do link: web.iema.ma.gov.br/maranhaoprofissionalizado, para gerar login e senha de acesso à plataforma.

Confira os cursos disponíveis:

– Aprendendo a Ensinar Online;
– Ensino Híbrido: Personalização e Tecnologia na Educação;
– Gestão Socioemocional frente às Crises e Inseguranças;
– Panificação;
– Aproveitamento Integral dos Alimentos;
– Produção de Doces Tradicionais

Marco Aurélio D'Eça

2 Comments

  1. Grande coisa! Ninguem que nada de graça, e o povo tbm nao quer migalha do governo. O povo quer é trabalhar pra nao ficar esmolando. Ai fica esse governador bandido fazendo merda. O Cara já nao faz porra nenhuma, ja levou o estado ao nivel de miseria mais baixo do que ja era, ainda fica querendo atrapalhar a vida dos outros. Pilantra desse fala tanto em saude, mais o dinheiro para publicidade na Mirante, foi maior do que o orçamento da secretaria de saude, ai vem com essa historia de curso online, pensa que o povo e besta. Por isso que a mirante ta caladinha, nunca mais falou do governo. Rapaz e ainda tem gente que defende esses porcos.

  2. Só tem que saber se o governo estadual tem banda para inúmeros acessos simultâneos tipo streaming. Se o SIAEP da seduc é um desastre justamente porque trava quando aumenta o número de acessos simples (na verdade trava de qualquer jeito), imagina com uma transmissão de vídeo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *