0

PT de Timon põe Weverton e Camarão em lados opostos…

Com ajuda do Palácio dos Leões, vice-governador petista conseguiu garantir o apoio do diretório estadual do partido ao deputado socialista Rafael, mas o senador do PDT tem atuado fortemente na direção nacional para garantir o apoio do partido de Lula à reeleição da prefeita Dinair Veloso

 

Weverton e Camarão podem compor chapa em 2026; até lá, no entanto, marcarão posição em palanques distintos

Prováveis companheiros de chapa nas eleições de 2026, o vice-governador Felipe Camarão (PT) e o senador Weverton Rocha (PDT) estão numa espécie de rota de colisão nestas eleições municipais, pelo menos no que diz respeito à intensa disputa em Timon.

  • Camarão apoia o deputado estadual socialista Rafael, que tem também o apoio do governador Carlos Brandão (PSB);
  • Weverton é aliado histórico da família Leitoa e da prefeita Dinair Veloso (PDT), que concorre à reeleição;

Na semana passada, com articulação do vice-governador – que teve o apoio do Palácio dos Leões – o PT estadual confirmou posicionamento do PT timonense e decidiu, por unanimidade, o apoio ao deputado Rafael.

Mas o senador Weverton Rocha não se deu por vencido; com forte prestígio no governo Lula e acesso direto ao PT nacional, ele tem trabalhado para levar a uma mudança significativa, garantindo o PT no palanque de Dinair Veloso.

Ainda que o resultado desta disputa municipal não tenha interferência direta na relação pessoal das duas lideranças, a disputa pelo PT timonense vai mostrar claramente qual o tamanho do prestígio de Camarão e Weverton na direção nacional petista.

E esse prestígio dirá, ele sim, quem é quem na sucessão estadual…

0

Lideranças silenciam sobre aproximação de Brandão com Lula…

À exceção do deputado estadual Othelino Neto, nenhum dos diretamente interessados nas eleições de 2026 quis falar publicamente sobre a busca do governador por uma agenda própria com o presidente da República, que tem claro objetivo na sucessão estadual

Brandão tenta criar um agenda pessoal com o presidente Lula e influenciar diretamente a montagem da chapa de 2026 no Maranhão

Apesar das manifestações “em off” e dos comentários jocosos de bastidores, nenhum dos personagens mais diretamente interessados nas eleições de 2026 – à exceção do deputado estadual Othelino Neto (Solidariedade) – quis falar diretamente sobre a movimento de aproximação pessoal do governador Carlos Brandão (PSB) com o presidente Lula (PT).

Em menos de um mês, Brandão teve dois encontros a sós com Lula, visto pelos aliados como a criação de uma agenda própria; este blog Marco Aurélio d’Eça analisou os dois encontros, reforçando o interesse político mostrado pelo próprio Brandão, como destacado no post “Brandão cada vez mais próximo de Lula…”.

Além de Othleino Neto, este blog Marco Aurélio d’Eça buscou ouvir todos os personagens diretamente ligados às eleições majoritárias de 26.

  • o vice-governador Felipe Camarão é o sucessor natural de Brandão e o nome do PT de Lula nas eleições;
  • o senador Weverton Rocha (PDT) é hoje o principal interlocutor de Lula em Brasília e busca a reeleição;
  • a também senadora Eliziane Gama (PSD) ainda tenta se posicionar com relação à sucessão estadual de 26;
  • o ministro do Esporte André Fufuca (PP) tem agenda política claramente voltada à eleição de senador no MA;
  • o deputado federal Márcio Jerry (PCdoB) é hoje o principal interlocutor de Brandão no chamado grupo dinista;
  • também foi ouvido o deputado estadual Rodrigo Lago (PCdoB) que se posiciona entre o dinisno e o brandonismo.

É uma tentativa de ser um dos candidatos de Lula ao Senado; coisa difícil de acontecer”, avaliou Othelino Neto, hoje claramente na oposição a Brandão e único a não fazer reservas sobre o que falou a respeito do encontro do governador com o presidente.

Outros dos questionados vê o mesmo que Othelino no jogo de Brandão com Lula, mas acrescentou um dado relevante:

Lula sabe quem é Brandão e sabe dos seus aliados; sabe da Mical, do Yglésio, conhece o Fufuca e o Juscelino”, frisou, referindo-se aos deputados estaduais e os dois ministros lulistas de origem bolsonarista.

Outro que falou “em off” confirma haver “uma forçação de barra com vistas a 2026”, mas preferiu conversar pessoalmente com este blog Marco Aurélio d’Eça, quando promete contar “os bastidores do encontro”.

Os demais sequer responderam ao questionamento…

0

De como Brandão tenta criar canal de articulação própria com Lula…

Governador sabe que há lideranças no Maranhão bem mais próximas do presidente, como o senador Weverton Rocha, o deputado federal Márcio Jerry e o vice-governador Felipe Camarão; mas agora, sem o muro imposto pelo hoje ministro do STF Flávio Dino, iniciou um processo próprio para criar as condições de ser o interlocutor direto do petista com vistas à montagem da sucessão de 2026

 

Só nesta semana Brandão teve o seu primeiro encontro a sós com Lula; agora, quer criar as condições para ser a referência lulista no Maranhão

Análise da Notícia

Observadores políticos mais experientes viram no movimento midiático dos principais aliados do governador Carlos Brandão (PSB) – deputada Iracema Vale (PSB) à frente – uma clara tentativa de demarcar posição política do governador na relação com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

Assunto que sempre coube à comunicação do próprio governo, o recente encontro entre Brandão e Lula, em Brasília, ganhou eco por intermédio da presidente da Assembleia, deputados estaduais e comentaristas políticos mais alinhados ao Palácio do Leões, como já havia destacado este blog Marco Aurélio d’Eça, no post “Iracema destaca primeiro encontro a sós de Brandão com Lula em Brasília…”.

Mas o que esta nova movimentação significa?

  • significa que Brandão já começou sua articulação com vistas à própria sucessão e quer ser, ele próprio – deixando ou não o governo em abril de 2026 – o principal interlocutor de Lula no estado;
  • significa também que o governador quer romper os muros que o separam do presidente para ter poder de influência na montagem da chapa que irá disputar as eleições gerais em 2026;
  • significa, mais ainda, que ele não pretende se afastar da base lulista, como pregam seus aliados – o que, na prática, seria suicídio político numa disputa ainda polarizada no país.

Sem histórico de ligação política com Lula e historicamente antagônico ao PT, Brandão sempre dependeu do agora ministro do Supremo Tribunal Federal Flávio Dino para chegar até o presidente; estes muros impostos por Dino foram mostrados por este blog Marco Aurélio d’Eça, sobretudo no o post “A guerra entre Flávio Dino e Sarney por Brandão em Brasília”.

O ministro da Justiça Flávio Dino (PSB) tem tentado desde o início do mandato construir um muro na relação entre o presidente Lula (PT) e o governador maranhense Carlos Brandão (PSB); Dino quer vender à classe política e à imprensa a ideia de que só ele é o caminho para Lula em Brasília. Mas Brandão tem buscado outro caminhos (…) é Sarney e seus aliados – e não Dino – quem tem aberto portas para o governador na capital federal – afirmou no post, de 14 de julho de 2023.

Com a aposentadoria política de Dino, todos no Maranhão igualaram-se em nível de influência, segundo o senador Weverton Rocha (PDT) pontuou, no post “‘Todo mundo no mesmo patamar’, disse Weverton sobre saída de Dino da política”.

Mas nessa relação de igualdade, Brandão ainda está em desvantagem na interlocução com Lula:

  • o próprio Weverton Rocha (PDT), por exemplo, tem relação histórica com o presidente e com o PT e uma espécie de dívida de gratidão de Lula, sobretudo pelo que houve nas eleições de 2022;
  • o deputado federal Márcio Jerry (PCdoB) é uma espécie de lugar-tenente de Flávio Dino e tem forte influência política nos partidos e relação histórica com os segmentos de esquerda em Brasília;
  • o vice-governador Felipe Camarão (PT) é naturalmente o candidato de Lula e dos dinistas à sucessão de Brandão, seja qual for a decisão do governador, de sair ou ficar no comando do governo.

Carlos Brandão acerta em buscar interlocução própria com Lula.

E acerta mais ainda em mostrar midiaticamente ao eleitor maranhense – via outros canais, uma vez que sua comunicação não raciocina pela lógica da formação de opinião – que é o principal líder no estado. 

É claro que outros personagens – como os citados neste post – irão se movimentar no contraponto a Brandão até 2026, na tentativa de mitigar os efeitos de sua articulação política.

Mas, assim como apostam em uma espécie de prazo de validade do governador, que diminui a cada dia, sabem que precisam aguardar a decisão dele antes de tomar as suas próprias.

Esses freios e contrapesos estarão sendo usados dia após dia até abril de 2026…

0

Felipe Camarão classifica de “absurda” decisão de Nunes Marques contra professores

Na condição também de professor, vice-governador diz ser “terrível” a determinação do ministro do Supremo Tribunal Federal de entregar 15% dos precatórios do Fundef que a categoria tem direito para o Sindicato e seus advogados

 

Felipe Camarão tem tratado pessoalmente dos precatórios do Funed, com cálculo de cotas e esclarecimentos à categoria, herdeiros e pensionistas

O vice-governador Felipe Camarão (PT) manifestou-se criticamente nesta sexta-feira, 3, contra a decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal, Nunes Marques, que determinou o bloqueio de 15% dos precatórios do Fundef a que os professores têm direito, para ser entregues ao sindicato da categoria e seus advogados.

Para Camarão, o pedido dos advogados do Simproessema “é terrível” e a decisão de Nunes Marques “absurda”.

Absurda decisão do ministro Nunes Marques a pedido de advogados do Simproessema; Sou professor e estou ao lado dos educadores!”, disse Camarão, que também é o secretário de Educação do Maranhão.

O vice-governador  vem travando um duro debate com o Simproessema, que tenta se apossar de 15% dos valores do Fundef disponibilizados aos professores por intermédio dos precatórios; com base nos valores já depositados para a categoria, o simproessema embolsará nada menos que R$ 200 milhões, só pelo fato de congregar a categoria.

A decisão terrível”, afirmou o petista…

0

Felipe Camarão agora se chama também Awgãnã, “o que tudo suporta”…

Em homenagem ao Dia dos Povos Indígenas, vice-governador foi batizado em ritual do povo Canela, em evento na Aldeia Escalvado. Recebeu mãe, pai, irmã e avós da etnia, que passarão a interceder por ele entre os deuses; e ele ganha a responsabilidade de também cuidar da comunidade

 

Awgãnã perfilado com sua família Canela, já com as indumentárias para o ritual de batismo indígena: “aquele que tudo suporta”

O vice-governador Felipe Camarão (PT) foi batizado pelo povo indígena Canela, na Aldeia Escalvado, em ritual que ocorreu na última sexta-feira, 19.

Acompanhando o governador Carlos Brandão (PSB) na entrega de obras e benefícios para os povos originários maranhenses – entre elas uma nova escola na aldeia – Camarão participou do ritual de batismo, que dá a ele uma nova família.

Com o batismo, Felipe passa a ser membro da comunidade indígena:

  • Se chamará Awgãnã (Leia-se Alganan), que significa “guerreiro”, “resistente” e “aquele que tudo suporta”;
  • Após batizado, o vice-governador passa a ter pai, mãe, irmã e avós entre o povo Canela.

– Eu sou escolhido por uma família, com mãe, pai, irmã e meus avós indígenas; uma das senhoras carrega na cabeça uma panela com comida – uma espécie de baião ou risoto – e eu também seguro panelas; ao chegar no local, eu tiro esses panos que estão amarados em minha cabeça e na barriga, recebo o nome e a comida é distribuída pra toda a família indígena; a partir deste momento eles ficam fazendo as orações por  mim  e eu fico com a responsabilidade de também cuidar da comunidade – explicou a este blog Marco Aurélio d’Eça o próprio Felipe Camarão.

 

O vice-governador sendo preparado para o ritual de batismo na Aldeia Escalvado, do povo Canela, após entrega de obras na comunidade

O governador  Brandão também esteve na aldeia Escalvado, mas usou apenas um pequeno cocar, espécie de fita amarrada na cabeça; ele estava com uma camisa estilizada com motivos dos povos originários.

A escola entregue por Carlos Brandão e Felipe Camarão é a maior em área indígena no Maranhão, com capacidade para atender cerca de mil estudantes… 

0

Felipe Camarão novamente no comando do governo…

Vice-governador amanhece novamente como chefe do Executivo Estadual, em substituição ao governador Carlos Brandão, que acompanha o presidente Luiz Inácio Lula da Silva em viagem oficial à Colômbia

 

Felipe Camarão vai estar novamente à frente do Governo do Estado, enquanto Brandão viaja à Colômbia com o presidente Lula

O vice-governador  Felipe Camarão (PT) está novamente à frente do governo do Maranhão, a partir desta terça-feira, 16, até a próxima quinta-feira, 18; ele substitui o governador Carlos Brandão (PSB), que estará novamente em viagem internacional.

O próprio Brandão anunciou a viagem nas redes sociais.

– De 16 a 18 de abril, irei representar o Maranhão na comitiva do presidente Lula em Bogotá, na Colômbia. Será uma oportunidade para tratar de comércio e investimentos visando o desenvolvimento sustentável, além de participarmos do Fórum Empresarial Brasil-Colômbia”, escreveu o socialista.

Como secretário de Educação, Felipe Camarão passou a segunda-feira, 15, em visitas a escolas dos municípios de Icatu, Primeira Cruz e Santo Amaro do Maranhão.

Ainda não há divulgação de agenda do secretário no exercício do governo…

0

Felipe Camarão elogia comando dos Bombeiros por destaque em busca e salvamento…

De acordo com o Mapa da Segurança Pública 2024 do Ministério da Justiça, corporação maranhense teve aumento de 602,81% no número total de buscas e salvamentos em 2023, na comparação com 2022, o maior crescimento do Brasil

 

Postagem do vice-governador Felipe Camarão destaca a atuação do Corpo de Bombeiros

O Corpo de Bombeiros Militar do Maranhão teve o maior crescimento no número total de buscas e salvamentos no ano de 2023 em comparação com 2022.

É o que mostra o Mapa da Segurança Pública 2024, do Ministério da Justiça; de acordo com o documento, os bombeiros maranhenses cresceram 6902,81% neste tipo de operação, o maior do país.

A menção de destaque do CBMMA mereceu reconhecimento do vice-governador Felipe Camarão (PT), em suas páginas nas redes sociais.

Ação de equipe do Corpo de Bombeiros nas praias de São Luís; ações em destaque no mapa da Segurança Pública

Parabenizo o coronel Célio Roberto e todos do Corpo de Bombeiros Militar do Maranhão, pela conquista relevante e pela atração brilhante, que resulta em vidas salvas. Vocês são verdadeiros heróis! – destacou Camarão.

Em 2023 o Corpo de Bombeiros ampliou suas equipes de resgate, busca e salvamentos com investimentos do governo em novos equipamentos, que garantiram maior amplitude ação da corporação.

O resultado é destacado agora no mapa da Segurança Pública do Ministério da Justiça…

 

0

Diego Galdino de número 3 para número 2 nos palácios de Brasília…

Ex-secretário-executivo-adjunto do Ministério da Justiça agora será o secretário executivo do Ministério dos Esportes, a convite do ministro André Fufuca, garantindo uma maior aproximação entre o deputado federal do PP e o grupo do agora ministro do STF Flávio Dino

 

O Diário Oficial da União trouxe nesta terça-feira, 9, a nomeação pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) do advogado Diego Galdino para o posto de Secretário Executivo do Ministério dos Esportes; Ligado ao ministro do Supremo Tribunal Federal Flávio Dino e ao vice-governador Felipe Camarão (PT), Galdino chegou ao posto a convite do ministro André Fufuca (PP).

A nomeação mostra ascensão meteórica do advogado maranhense nos escalões do poder.

Ele iniciou a carreira no poder público como adjunto da Secretaria de Cultura, substituindo o então secretário Felipe Camarão quanto este fora nomeado para a Secretaria de Educação; depois disso, ele passou pela secretaria de Articulação Política e assumiu a chefia da Casa Civil no governo Flávio Dino.

Quando Dino foi para o Ministério da Justiça, Galdino seguiu com ele para Brasília e foi nomeado adjunto do secretário-executivo Ricardo Capelli; voltou ao Maranhão quando Dino deixou o ministério e seguiu para o STF, atuando como assessor de Felipe Camarão, agora na vice-governadoria.

O convite para assumir a secretaria executiva do Ministério dos Esportes se deu há cera de uma semana, e reforça a relação de Fufuca tanto com o vice-governador  Felipe Camarão quanto com o ministro Flávio Dino.

Um cacife e tanto para os movimentos políticos nos próximos anos…

0

Imagens do dia: Brandão com o agronegócio, Camarão com os sem-terra…

No mesmo dia em que sua bancada na Assembleia negou homenagem ao Sem-Terra – e também no dia seguinte – o governador fez questão de exibir em suas redes sociais a sua preferência pelo agronegócio, anunciando estradas para escoamento da Soja e benefícios a donos de terras; seu vice, o petista Felipe Camarão, preferiu solidarizar-se com os trabalhadores rurais, postando foto com eles em frente ao Palácio dos Leões

 

As imagens acima são a prova viva da dualidade do atual governo maranhense.

A foto de cima, do “Viva o Agro”, é um print de vídeo postado pelo governador Carlos Brandão (PSB) ao lado de produtores e donos de terra, no mesmo dia em que sua bancada negou na Assembleia Legislativa homenagem aos trabalhadores rurais sem terra.

Logo abaixo aparece a imagem do vice-governador Felipe Camarão (PT), que decidiu solidarizar-se com os agricultores postando foto com eles em frente ao Palácio dos Leões, no momento em que a Assembleia voltava atrás – após pressão dos movimentos sociais – e aprovava a homenagem ao MST.

Neste mesmo momento – como mostra a foto de baixo – Brandão assinava, em Mirador, a Ordem de Serviço da MA-372, um novo corredor da soja, que vai ligar Mirador a São Domingos do Azeitão, beneficiando, também as propriedades da família do governador.

Como se vê, para Brandão “o agro é pop; o agro é tudo”…®

Produção intelectual protegida pela Lei de Copyright

0

Pelo MST, Felipe Camarão faz o contraponto ideológico a Brandão…

Um dia depois de a bancada alinhada ao governador na Assembleia Legislativa negar homenagem aos Sem Terra – e depois tentar corrigir-se aprovando novo requerimento com o mesmo teor – vice-governador do PT publica imagem em suas redes sociais em que aparece sentado em frente ao Palácio dos Leões ao lado de trabalhadores rurais destacando as ações dos movimentos sociais ligados aos homens e mulheres do campo

 

Felipe Camarão com o MST em frente ao Palácio dos Leões; contraponto direto às direitices de Brandão

O vice-governador Felipe Camarão (PT) utilizou o dia destinado às lembranças pessoais nas redes sociais, o chamado #TBT – que ocorre sempre às quintas-feiras – para postar imagem ao lado de trabalhadores rurais sem-terra, homens e mulheres do campo e agricultores em frente ao Palácio dos Leões.

A imagem é um verdadeiro contraponto ao governador Carlos Brandão (PSB), cuja bancada pessoal negou, nesta quarta-feira, 3, homenagem ao MST, à Fetaema e à Contag proposta à Assembleia pelo deputado comunista Júlio Mendonça; a postura anti-esquerdista e anti-movimentos sociais de Brandão foi contada neste blog Marco Aurélio d’Eça, no post “Brandão é de direita; errado é pensar dele o contrário…”. 

– O #tbt de hoje é com registros de importantes momentos ao lado dos meus companheiros do Movimento Sem Terra, da Fetaema e tantos outros movimentos sociais de trabalhadores e trabalhadoras rurais que, incansavelmente, lutam por dignidade, igualdade, oportunidades para todos e, principalmente, pelo compromisso com os menos favorecidos. Tenho muito orgulho da atuação de vocês e merecem todas as homenagens hoje e sempre! Contem sempre comigo! – afirmou Camarão.

Curiosamente, nesta mesma quinta-feira, 4, quando Felipe Camarão destaca-se ao lado de agricultores familiares – e a Assembleia volta atrás e, pressionada pelos movimentos sociais e pela esquerda, aprova a homenagens às entidades da agricultura familiar – Carlos Brandão assinava a Ordem de Serviço da MA-372, mais um corredor da soja, ligando Colinas a São Domingos do Azeitão.

Mas esta é uma outra história…