4

Felipe Camarão confirma: será candidato a deputado federal…

O secretário de Estado da Educação, Felipe Camarão, vai disputar uma vaga na Câmara Federal.

Ele confirmou sua intenção nesta quarta-feria, 28, em entrevista ao programa Panorama, da Rádio Mirante AM.

Camarão vinha sendo cotado para concorrer a uma das vagas de deputado federal, mas nunca havia admitido esta possibilidade.

Filiado ao DEM, ele confirmou a intenção de ingressar na política, mas garantiu que, por ora, não tem pensado sobre o assunto.

Seu foco está no retorno às aulas da rede estadual de ensino, em meio à segunda onda da pandemia.

 

1

Vacinação já atingiu 21 mil profissionais da Educação, revela secretário

Titular da Seduc, Felipe Camarão comemorou a marca atingida e disse que isso representa esperança para o futuro do ensino no Maranhão

 

A primeira dose da vacinação contra a CoVID-19 já alcançou 21 mil profissionais da Educação no maranhão, segundo informou nesta quarta-feira, 28, o secretário de Educação Felipe Camarão.

– Isso me deixa feliz e cheio de esperança para os dias futuros – afirmou o secretário.

A vacinação de profissionais da Educação começou ha cerca de 10 dias; prefeituras e Governo do Estado montaram estruturas para imunizar o setor e garantir a volta às aulas nas escolas públicas e particulares.

A aplicação continua diariamente nos postos de vacinação…

5

Em 15 anos, Colégio Militar 2 de julho se espalha pelo Maranhão e vira referência

Ampliadas na gestão do coronel Célio Roberto, as unidades de São Luís e as do interior se destacam no IDEB, no Enem e em vestibulares, fruto da parceria entre os secretários de Segurança, Jefferson Portela, e de Educação, Felipe Camarão

O Colégio Militar 2 de Julho, implantado em São Luís, cresceu e gerou diversas outras unidades no Maranhão

Criado em 2006 pela parceria entre as secretarias de Educação e de Segurança – com interveniência do Corpo de Bombeiros – o Colégio Militar 2 de Julho virou referência na Educação de qualidade.

Hoje, a unidade São Luís é destaque em aprovações no ENEM e UEMA, alcançou o seguindo no ranking das escolas públicas do município e o 4º lugar no Maranhão, de acordo com a Secretaria de Educação. 

O colégio, fruto de parceria entre os secretários Jefferson Portela e Felipe Camarão, experimentou forte expansão sob o comando do coronel Célio Roberto

Destaque também nas olimpíadas nacionais de Ciências, História, Matemática, além de bons resultados em aprovação nos vestibulares, o colégio tem sido procurado cada vez mais em seus seletivos.

Com o destaque em São Luís, o comandante do Corpo de Bombeiros, coronel Célio Roberto, iniciou uma expansão em sua gestão, montando as unidades 2 e 3, em São José de Ribamar, hoje também referência no IDEB.

– Atualmente alcançamos a marca de 18 colégios militares, que estão presentes em 15 municípios – revelou o comandante dos Bombeiros.

Os alunos do Colégio Militar se destacam em olimpíadas, no Enem e em vestibulares, levando a escola a ter destaques sucessivos no Ideb

As unidades funcionam nos municípios de São Luís, São José de Ribamar, Bacabeira, Santa Rita, Timon, Rosário, Caxias, Arari, Barra do Corda, Paço do Lumiar, Coroatá – e já tem termos de cooperação para instalação em Santa Inês, Pedreiras e Capinzal do Norte, além da criação do Anexo do CMCB Unidade I, beneficiando mais de dez mil estudantes.

– Estas parcerias se concretizaram pelos esforços do Governador Flavio Dino através do Dr. Jefferson Portela, Secretário de Segurança Pública do Maranhão, e do secretário de Educação, Felipe Camarão – destaca Célio Roberto.

5

Enquete da Folha do Maranhão aponta 14 nomes para 2022 no MA

Levantamento do site maranhense – que não tem valor científico, mas serve para balizar momento político – aponta Felipe Camarão (DEM), Weverton Rocha e Edivaldo Júnior como principais concorrentes e Simplício Araújo, Josimar de Maranhãozinho e Dr. Lahésio à frente de Carlos Brandão

 

Os vários nomes citados na enquete da Folha do maranhão sobre a corrida eleitoral na sucessão do governador Flávio Dino

Uma enquete do site Folha do Maranhão divulgada nesta quarta-feira,  9, gerou certo rebuliço nos bastidores da sucessão do governador Flávio Dino (PCdoB).

O levantamento, que não tem valor científico, mas serve para apontar possíveis cenários em 2022, mostra o secretário Felipe Camarão (15%) e o senador Weverton Rocha (14%) como principais nomes da disputa, seguidos de perto pelo ex-prefeito Edivaldo Júnior (12%).

A enquete também reforça a ideia de fraco desempenho do vice-governador Carlos Brandão, que, com apenas 8% dos votos, fica atrás do também secretário Simplício Araújo (11%), do prefeito de São Pedro dos Crentes, Dr. Lahésio (10%) e do deputado federal Josimar de Maranhãozinho (9%).

Faltando pouco mais de 1 ano para Flávio Dino (PCdoB) deixar o governo, os levantamentos vão ter cada vez mais importância no debate sucessório.

Mas a largada na frente da Folha do Maranhão – com sua espécie de pesquisa espontânea – acendeu a fogueira das vaidades na pré-corrida eleitoral.

Veja abaixo a lista dos candidatos seus percentuais por ordem de citação:

Felipe Camarão (15%, 415 Votos)

Weverton Rocha (14%, 379 Votos) 

Edivaldo Holanda Jr. (12%, 317 Votos)

Simplício Araújo (11%, 298 Votos) 

Dr. Lahesio (10%, 268 Votos) 

Josimar de Maranhãozinho (9%, 256 Votos) 

Carlos Brandão (8%, 214 Votos) 

Roseana Sarney (5%, 149 Votos)

Roberto Rocha (5%, 146 Votos) 

Márcio Jerry (4%, 109 Votos) 

Eduardo Braide (4%, 102 Votos) 

Wellington do Curso (1%, 39 Votos)  

Eliziane Gama (1%, 33 Votos)

Othelino Neto (0%, 13 Votos) 
 
Total de Participantes:: 2.738

10

Vini Jansen é uma grande aposta de Felipe Camarão em 2024

Jovem estudante de jornalismo é ativo na área social e tem como foco a projeção do próprio secretário de Educação como opção de governador em 2022

 

Principal defensor da candidatura do secretário de Educação Felipe Camarão ao Governo do Estado, o estudante de jornalismo Vini Jansen é, ele próprio, o nome do secretário para as eleições de 2024 em São Luís.

Nos  últimos anos, Jansen atuou em projetos ao lado de Camarão, em várias comunidades.

Em dezembro de 2020 fez um jogo beneficente com o secretário de educação do estado em que Camarão foi saudado como candidato do governador Flávio Dino para Deputado federal.

Com atuação na juventude, Vini Jansen tem foco agora em 2022 Felipe camarão e 2024…

0

Felipe Camarão e Esmênia Miranda discutem Pacto pela Aprendizagem

Secretários de Educação de estado e do município ampliaram o diálogo em prol do ensino na capital maranhense

 

O encontro entre os secretários de Educação Felipe Camarão Estado e Esmênia Miranda (São Luís) foi um marco histórico entre gestões tecnicamente antagônicas  no Maranhão.

Os dois gestores discutiram o Pacto pela Aprendizagem e ações que poderão contribuir com a melhoria da educação em São Luís.

– Conte conosco – destacou Felipe Camarão.

A secretária de Educação e vice-prefeita, Esmênia Miranda destacou que a educação é prioridade em São Luís.

– Hoje estivemos na Secretaria de Estado da Educação (Seduc), ampliando os diálogos para melhorias da nossa educação municipal. O nosso prefeito Eduardo Braide sempre nos lembra que estamos em uma ilha, mas não devemos trabalhar em ilhas, por isso estamos construindo pontes. Educação é prioridade! Vamos Juntos – disse Esmênia.

3

Carlos Brandão e Felipe Camarão em agenda no interior…

Vice-governador e o secretário de Educação têm participado de inaugurações de escolas, mas a presença dos dois acaba por levantar também aspectos políticos sobre as eleições de 2022

 

Felipe entrega “Escola Digna” ao lado de Carlos Brandão: agenda administrativa e repercussão política no interior

O vice-governador Carlos Brandão (PRB) e o secretário de Educação Felipe Camarão (DEM) cumprem juntos, no interior, forte agenda de inaugurações e entregas de obras em vários municípios.

Mas a presença dos dois no interior acaba por levantar conversas sobre a sucessão do governador Flávio Dino (PCdoB).

Ao lado do senador Weverton Rocha (PDT), Brandão é um dos nomes de Flávio Dino (PCdoB) para 2022, com o acréscimo de que assumirá o mandato.

Felipe Camarão, por sua vez, é apontado como opção de bastidores de Dino, seja para concorrer ao governo, seja para compor uma chapa, o que se fortalece com sua presença na agenda do vice-governador.

 

6

Felipe Camarão é “plano B” de Flávio Dino para 2022..

Governador teme a incapacidade de viabilização do vice-governador Carlos Brandão e atua nos bastidores para fortalecer o nome do secretário de Educação, que pode encabeçar uma chapa nas eleições para o Governo do Estado

 

Flávio Dino aposta no auxiliar Felipe Camarão; mas o secretário precisa vencer a timidez política na construção da própria candidatura

O governador Flávio Dino (PCdoB) já está atuando em duas frentes para as eleições de 2022.

1 – buscar ao máximo a unidade do seu grupo político, evitando o racha na base e tentando conciliar interesses para ter apenas um candidato ao governo;

2 – tentar criar alternativas ao vice-governador Carlos Brandão (PRB), que demonstra incapacidade de articulação e tende a acentuar o racha iniciado nas eleições municipais.

Segundo apurou o blog Marco Aurélio D’Eça, para a primeira frente Dino prepara pequena reforma administrativa, no início de 2021, tendo como principal movimentação a volta do deputado federal Márcio Jerry (PCdoB) para o governo.

Jerry será o homem responsável por reunificar a base, rachada com as investidas de Carlos Brandão na tentativa de se viabilizar candidato quase dois anos antes do pleito.

Márcio Jerry terá a missão de reunificar a base do governo Flávio Dino, mas tem o desafio de controlar a ansiedade de Carlos Brandão pelo Governo do Estado

Para a outra frente – a de um candidato da base – o governador comunista aposta suas fichas na viabilização do secretário de Educação, Felipe Camarão (DEM). 

Camarão é, na verdade, aposta de Dino desde 2016, e só não se viabilizou pela própria timidez; apesar da forte consistência na base dinista, o secretário recua sempre que precisa se impor como nome político no grupo.

Mas, ainda segundo apurou este blog, Flávio Dino não acredita na capacidade de viabilização do vice-governador Carlos Brandão – mesmo se este assumir o governo – e vai tentar criar as condições para o nome do secretário de Educação.

A partir daí, caberá ao próprio Felipe Camarão se viabilizar midiaticamente.

Para isso, precisa vencer a timidez política…

4

Secretários de Flávio Dino começam a se manifestar pró-Duarte…

Horas depois de o governador declarar voto no candidato do Republicanos, seus auxiliares vão às redes sociais manifestar compromisso de grupo e declarar apoio a ele no segundo turno das eleições de São Luís

 

 

 

Felipe Camarão é um dos mais ativos auxiliares de Flávio Dino; e declarou apoio a Duarte Júnior

A manifestação do governador Flávio Dino (PCdoB) foi a senha.

Horas depois de ele declarar publicamente apoio a Duarte Júnior (Republicanos) no segundo turno das eleições em São Luís, vários secretários de estado também foram às redes sociais para se posicionar ao lado do candidato.

Entre os primeiros a se manifestar, o secretário de Educação, Felipe camarão, que é do mesmo partido de Neto Evangelista(DEM), terceiro colocado na disputa.

– Se tem uma cosia que sou é fiel e grato ao meu governador. Sou de grupo, sigo com ele. Estou com Duarte Júnior no segundo turno – afirmou Camarão.

Também já se manifestaram os secretários Rodrigo Lago e Cynthia Mota.

Flávio Dino teria na manhã desta segunda-feria, 16, reunião com todas a lideranças dos eu grupo político, incluindo ex-candidatos e líderes de partidos que estiveram envolvidos nas eleições.

Até agora, no entanto, nenhum candidato manifestou posicionamento no segundo turno em São Luís.

O prefeito Edivaldo Júnior também se mantém em silêncio…

2

Felipe Camarão vai compor Fórum Nacional da Educação…

Como representante do Conselho Nacional de Educação, secretário maranhense vai poder debater os destinos da educação brasileira e formular as políticas públicas do setor em todo o país

 

 

O secretário de Educação do Maranhão, Felipe Camarão foi indicado pelo Conselho Nacional de Educação para compor o Fórum Nacional de Educação.

Nessa condição, ele vai debater a Educação no Brasil com outros gestores.

– Foi com imensa responsabilidade que recebi minha indicação, como membro titular, representando Conselho Nacional de Secretários de Educação – CONSED, para composição do Fórum Nacional de Educação – FNE. Espaço importante para debater a educação brasileira em tempos tão difíceis – destacou.

Composto por 50 entidades, o Fórum Nacional de Educação (FNE) é um espaço de interlocução entre a sociedade civil e o Estado brasileiro, reivindicação histórica da comunidade educacional e fruto de deliberação da Conferência Nacional de Educação (CONAE 2010).

Sua atribuição principal diz respeito à organização da CONAE e acompanhamento do Plano Nacional de Educação (PNE).

A indicação de Camarão é um reconhecimento ao trabalho que ele faz no setor no Maranhão…