0

Felipe Camarão agora se chama também Awgãnã, “o que tudo suporta”…

Em homenagem ao Dia dos Povos Indígenas, vice-governador foi batizado em ritual do povo Canela, em evento na Aldeia Escalvado. Recebeu mãe, pai, irmã e avós da etnia, que passarão a interceder por ele entre os deuses; e ele ganha a responsabilidade de também cuidar da comunidade

 

Awgãnã perfilado com sua família Canela, já com as indumentárias para o ritual de batismo indígena: “aquele que tudo suporta”

O vice-governador Felipe Camarão (PT) foi batizado pelo povo indígena Canela, na Aldeia Escalvado, em ritual que ocorreu na última sexta-feira, 19.

Acompanhando o governador Carlos Brandão (PSB) na entrega de obras e benefícios para os povos originários maranhenses – entre elas uma nova escola na aldeia – Camarão participou do ritual de batismo, que dá a ele uma nova família.

Com o batismo, Felipe passa a ser membro da comunidade indígena:

  • Se chamará Awgãnã (Leia-se Alganan), que significa “guerreiro”, “resistente” e “aquele que tudo suporta”;
  • Após batizado, o vice-governador passa a ter pai, mãe, irmã e avós entre o povo Canela.

– Eu sou escolhido por uma família, com mãe, pai, irmã e meus avós indígenas; uma das senhoras carrega na cabeça uma panela com comida – uma espécie de baião ou risoto – e eu também seguro panelas; ao chegar no local, eu tiro esses panos que estão amarados em minha cabeça e na barriga, recebo o nome e a comida é distribuída pra toda a família indígena; a partir deste momento eles ficam fazendo as orações por  mim  e eu fico com a responsabilidade de também cuidar da comunidade – explicou a este blog Marco Aurélio d’Eça o próprio Felipe Camarão.

 

O vice-governador sendo preparado para o ritual de batismo na Aldeia Escalvado, do povo Canela, após entrega de obras na comunidade

O governador  Brandão também esteve na aldeia Escalvado, mas usou apenas um pequeno cocar, espécie de fita amarrada na cabeça; ele estava com uma camisa estilizada com motivos dos povos originários.

A escola entregue por Carlos Brandão e Felipe Camarão é a maior em área indígena no Maranhão, com capacidade para atender cerca de mil estudantes… 

0

Felipe Camarão novamente no comando do governo…

Vice-governador amanhece novamente como chefe do Executivo Estadual, em substituição ao governador Carlos Brandão, que acompanha o presidente Luiz Inácio Lula da Silva em viagem oficial à Colômbia

 

Felipe Camarão vai estar novamente à frente do Governo do Estado, enquanto Brandão viaja à Colômbia com o presidente Lula

O vice-governador  Felipe Camarão (PT) está novamente à frente do governo do Maranhão, a partir desta terça-feira, 16, até a próxima quinta-feira, 18; ele substitui o governador Carlos Brandão (PSB), que estará novamente em viagem internacional.

O próprio Brandão anunciou a viagem nas redes sociais.

– De 16 a 18 de abril, irei representar o Maranhão na comitiva do presidente Lula em Bogotá, na Colômbia. Será uma oportunidade para tratar de comércio e investimentos visando o desenvolvimento sustentável, além de participarmos do Fórum Empresarial Brasil-Colômbia”, escreveu o socialista.

Como secretário de Educação, Felipe Camarão passou a segunda-feira, 15, em visitas a escolas dos municípios de Icatu, Primeira Cruz e Santo Amaro do Maranhão.

Ainda não há divulgação de agenda do secretário no exercício do governo…

0

Felipe Camarão elogia comando dos Bombeiros por destaque em busca e salvamento…

De acordo com o Mapa da Segurança Pública 2024 do Ministério da Justiça, corporação maranhense teve aumento de 602,81% no número total de buscas e salvamentos em 2023, na comparação com 2022, o maior crescimento do Brasil

 

Postagem do vice-governador Felipe Camarão destaca a atuação do Corpo de Bombeiros

O Corpo de Bombeiros Militar do Maranhão teve o maior crescimento no número total de buscas e salvamentos no ano de 2023 em comparação com 2022.

É o que mostra o Mapa da Segurança Pública 2024, do Ministério da Justiça; de acordo com o documento, os bombeiros maranhenses cresceram 6902,81% neste tipo de operação, o maior do país.

A menção de destaque do CBMMA mereceu reconhecimento do vice-governador Felipe Camarão (PT), em suas páginas nas redes sociais.

Ação de equipe do Corpo de Bombeiros nas praias de São Luís; ações em destaque no mapa da Segurança Pública

Parabenizo o coronel Célio Roberto e todos do Corpo de Bombeiros Militar do Maranhão, pela conquista relevante e pela atração brilhante, que resulta em vidas salvas. Vocês são verdadeiros heróis! – destacou Camarão.

Em 2023 o Corpo de Bombeiros ampliou suas equipes de resgate, busca e salvamentos com investimentos do governo em novos equipamentos, que garantiram maior amplitude ação da corporação.

O resultado é destacado agora no mapa da Segurança Pública do Ministério da Justiça…

 

0

Diego Galdino de número 3 para número 2 nos palácios de Brasília…

Ex-secretário-executivo-adjunto do Ministério da Justiça agora será o secretário executivo do Ministério dos Esportes, a convite do ministro André Fufuca, garantindo uma maior aproximação entre o deputado federal do PP e o grupo do agora ministro do STF Flávio Dino

 

O Diário Oficial da União trouxe nesta terça-feira, 9, a nomeação pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) do advogado Diego Galdino para o posto de Secretário Executivo do Ministério dos Esportes; Ligado ao ministro do Supremo Tribunal Federal Flávio Dino e ao vice-governador Felipe Camarão (PT), Galdino chegou ao posto a convite do ministro André Fufuca (PP).

A nomeação mostra ascensão meteórica do advogado maranhense nos escalões do poder.

Ele iniciou a carreira no poder público como adjunto da Secretaria de Cultura, substituindo o então secretário Felipe Camarão quanto este fora nomeado para a Secretaria de Educação; depois disso, ele passou pela secretaria de Articulação Política e assumiu a chefia da Casa Civil no governo Flávio Dino.

Quando Dino foi para o Ministério da Justiça, Galdino seguiu com ele para Brasília e foi nomeado adjunto do secretário-executivo Ricardo Capelli; voltou ao Maranhão quando Dino deixou o ministério e seguiu para o STF, atuando como assessor de Felipe Camarão, agora na vice-governadoria.

O convite para assumir a secretaria executiva do Ministério dos Esportes se deu há cera de uma semana, e reforça a relação de Fufuca tanto com o vice-governador  Felipe Camarão quanto com o ministro Flávio Dino.

Um cacife e tanto para os movimentos políticos nos próximos anos…

0

Imagens do dia: Brandão com o agronegócio, Camarão com os sem-terra…

No mesmo dia em que sua bancada na Assembleia negou homenagem ao Sem-Terra – e também no dia seguinte – o governador fez questão de exibir em suas redes sociais a sua preferência pelo agronegócio, anunciando estradas para escoamento da Soja e benefícios a donos de terras; seu vice, o petista Felipe Camarão, preferiu solidarizar-se com os trabalhadores rurais, postando foto com eles em frente ao Palácio dos Leões

 

As imagens acima são a prova viva da dualidade do atual governo maranhense.

A foto de cima, do “Viva o Agro”, é um print de vídeo postado pelo governador Carlos Brandão (PSB) ao lado de produtores e donos de terra, no mesmo dia em que sua bancada negou na Assembleia Legislativa homenagem aos trabalhadores rurais sem terra.

Logo abaixo aparece a imagem do vice-governador Felipe Camarão (PT), que decidiu solidarizar-se com os agricultores postando foto com eles em frente ao Palácio dos Leões, no momento em que a Assembleia voltava atrás – após pressão dos movimentos sociais – e aprovava a homenagem ao MST.

Neste mesmo momento – como mostra a foto de baixo – Brandão assinava, em Mirador, a Ordem de Serviço da MA-372, um novo corredor da soja, que vai ligar Mirador a São Domingos do Azeitão, beneficiando, também as propriedades da família do governador.

Como se vê, para Brandão “o agro é pop; o agro é tudo”…®

Produção intelectual protegida pela Lei de Copyright

0

Pelo MST, Felipe Camarão faz o contraponto ideológico a Brandão…

Um dia depois de a bancada alinhada ao governador na Assembleia Legislativa negar homenagem aos Sem Terra – e depois tentar corrigir-se aprovando novo requerimento com o mesmo teor – vice-governador do PT publica imagem em suas redes sociais em que aparece sentado em frente ao Palácio dos Leões ao lado de trabalhadores rurais destacando as ações dos movimentos sociais ligados aos homens e mulheres do campo

 

Felipe Camarão com o MST em frente ao Palácio dos Leões; contraponto direto às direitices de Brandão

O vice-governador Felipe Camarão (PT) utilizou o dia destinado às lembranças pessoais nas redes sociais, o chamado #TBT – que ocorre sempre às quintas-feiras – para postar imagem ao lado de trabalhadores rurais sem-terra, homens e mulheres do campo e agricultores em frente ao Palácio dos Leões.

A imagem é um verdadeiro contraponto ao governador Carlos Brandão (PSB), cuja bancada pessoal negou, nesta quarta-feira, 3, homenagem ao MST, à Fetaema e à Contag proposta à Assembleia pelo deputado comunista Júlio Mendonça; a postura anti-esquerdista e anti-movimentos sociais de Brandão foi contada neste blog Marco Aurélio d’Eça, no post “Brandão é de direita; errado é pensar dele o contrário…”. 

– O #tbt de hoje é com registros de importantes momentos ao lado dos meus companheiros do Movimento Sem Terra, da Fetaema e tantos outros movimentos sociais de trabalhadores e trabalhadoras rurais que, incansavelmente, lutam por dignidade, igualdade, oportunidades para todos e, principalmente, pelo compromisso com os menos favorecidos. Tenho muito orgulho da atuação de vocês e merecem todas as homenagens hoje e sempre! Contem sempre comigo! – afirmou Camarão.

Curiosamente, nesta mesma quinta-feira, 4, quando Felipe Camarão destaca-se ao lado de agricultores familiares – e a Assembleia volta atrás e, pressionada pelos movimentos sociais e pela esquerda, aprova a homenagens às entidades da agricultura familiar – Carlos Brandão assinava a Ordem de Serviço da MA-372, mais um corredor da soja, ligando Colinas a São Domingos do Azeitão.

Mas esta é uma outra história…

0

“Minha restrição ao PL é por ser o partido de Bolsonaro”, declara Felipe Camarão

Vice-governador do Maranhão e coordenador da campanha do deputado federal Duarte Jr. em São Luís mostra pensamento diverso do candidato a prefeito e revela ao blog Marco Aurélio d’Eça que pretende uma aliança no campo progressista para a disputa na capital maranhense e em todos os municípios onde seu grupo estiver à frente das campanhas

 

Felipe Camarão quer a chapa de Duarte no campo de centro-esquerda, base do presidente Lula, mas o candidato a prefeito insiste em manter relações com o PL de Jair Bolsonaro

O vice-governador Felipe Camarão (PT) divergiu do seu candidato a prefeito de São Luís, Duarte Jr. (PSB), que não consegue se livrar da aliança pessoal que mantém com o deputado federal Josimar Maranhãozinho, presidente do PL, partido do presidente Jair Bolsonaro no Maranhão.

Duarte vai disputar a prefeitura por uma aliança que envolve todos os partidos da base do presidente Lula (PT) em São Luís, mas demonstra que não pretende se afastar do PL de Josimar, como revelou este blog Marco Aurélio d’Eça no post “Duarte repete em 2024 erro que tirou 2º lugarde Weverton em 2022…”.

– Não defendo união com políticos da extrema direita. Pessoas que são expressa e declaradamente Bolsonaristas, que defendem armas, que massacraram o Lula e que ofendem o PT diariamente; quanto ao PL de forma específica, minha restrição não é ao Josimar, pessoalmente, mesmo por que ele e outros do PL estão votando a favor das pautas do presidente Lula no congresso – afirmou Camarão, em conversa exclusiva com este blog Marco Aurélio d’Eça.

Ligado por questões extra-políticas ao deputado Josimar Maranhãozinho – segundo o próprio deputado federal do PL – Duarte Jr. quer incluir o partido de Bolsonaro na aliança progressista que será coordenada por Felipe Camarão, mesmo com a restrição do vice-governador e com o alerta do seu marqueteiro para que se afaste do bolsonarismo.

Felipe Camarão deixa claro que sua restrição não é a Maranhãozinho – que, segundo o vice-governador, tem votado a favor de Lula em Brasília – mas a Bolsonaro, seus filhos, e a Valdemar da Costa Neto, presidente nacional do PL.

– Penso que os eleitores podem não compreender bem, assim como eu, uma aliança de uma frente ampla de centro esquerda com o partido do Bolsonaro – reflete Felipe Camarão, mesmo entendimento que tem o marqueteiro Manoel Canabarro, responsável pela campanha de Duarte Jr.

Felipe Camarão disse que vai atuar diretamente, não apenas em São Luís, mas em todos os municípios que estiverem sob sua coordenação, para que as alianças contemplem o campo progressista, com eventuais alianças ao centro.

– Minha defesa é para que tenhamos candidaturas progressistas em todas as cidades. Do campo da esquerda e de centro esquerda, mas claro com abertura para apoios de partidos do centro. Isso é normal. Tanto que teremos boas parcerias com PP e União Brasil , por exemplo – explicou.

Coordenados pelo ministro dos Esportes André Fufuca, e pelo deputado federal Pedro Lucas Fernandes, PP e União Brasil são hoje aliados de Lula, do governador Carlos Brandão (PSB) e do próprio PT no Maranhão.

O que não é o caso do PL de Josimar Maranhãozinho…

0

Duarte Jr. repete em 2024 erro que tirou 2º lugar de Weverton em 2022…

Apesar do alerta de seu marqueteiro e da resistência dos seus aliados no PT e na esquerda, pré-candidato do PSB a prefeito de São Luís insiste em manter diálogo com o PL bolsonarista; e chega a dizer que, para o eleitor, “importa são os resultados”; postura “furta-cor” tirou do senador pedetista – que se dizia aliado de Lula, de Ciro Gomes e de Bolsonaro – o segundo lugar nas eleições para o Governo do Estado, em 2022

 

Com origem na direita, Duarte Jr. aproximou-se de Lula com articulação de Flávio Dino e de seus aliados no PT e no PCdoB, mas só a partir de 2022

Análise da notícia

O deputado federal Duarte Jr. assumiu nesta terça-feira, 2, em entrevista a uma emissora de TV repercutida no blog Marrapá, uma postura que o próprio senador Weverton Rocha (PDT) reconhece ter sido seu principal erro  nas eleições de 2022; filiado ao PSB, com apoio do PT e de toda a esquerda da base do governo Lula (PT), Duarte quer em seu palanque, mesmo assim, o PL, partido do presidente Jair Bolsonaro.

Na entrevista desta terça-feira, Duarte chegou a declarar: “o que importa são os resultados”.

– É claro que você tem um político de preferência, tem gente que apoia o Lula, tem gente que apoia o Bolsonaro; mas eu tenho certeza que quem está em casa, o que mais quer é a resolução dos seus problemas. Essa discussão, essa polarização eu acho que não faz o menor sentido” – disse Duarte, sem assumir sua própria preferência. (Leia aqui)

Essa mesma postura furta-cor foi adotada pelo senador Weverton Rocha nas eleições de 2022.

Filiado ao PDT de Ciro Gomes, aliado ao PT de Lula e com o PL bolsonarista em sua coligação, o senador não se definiu por nenhum candidato a presidente e acabou amargando o terceiro lugar na disputa pelo governo; hoje, o próprio Weverton reconhece ter sido este o seu principal erro.

O debate sobre a relação de Duarte Jr., ao mesmo tempo, com o PT de Lula e com o PL de Bolsonaro, começou quando este blog Marco Aurélio d’Eça revelou, com exclusividade, que o seu marqueteiro, Manoel Canabarro, desaconselhou a presença do PL bolsonarista em seu palanque; na reunião com Duarte, Canabarro usou o exemplo do próprio Weverton.

Esta posição anti-bolsonarista tem sido adotada também pelo vice-governador Felipe Camarão, filiado ao PT e futuro candidato de Lula nas eleições de 2026; Camarão é hoje o coordenador-geral da campanha de Duarte Jr.

Origem na direita

A relação de Josimar com Duarte vai além da questão político-ideológica, como afirma o próprio deputado bolsonarista

Mas embora tenha surgido na política pelas mãos do ex-governador Flávio Dino, Duarte Júnior sempre foi, conceitualmente, mais vinculado à direita.

Em 2020, quando disputou a prefeitura pelo PRB, ele chegou a declarar-se, orgulhosamente, em vídeo que rodou todo o primeiro turno, pertencer ao “partido do 10, partido de Bolsonaro”. No segundo turno, Dino assumiu a campanha e o afastou do bolsonarismo.

Esta história também foi retratada neste blog Marco Aurélio d’Eça, no post “Apoiado por Flávio Dino, Duarte declara: “sou do partido de Bolsonaro…”.

Mas a relação com o presidente regional do PL e colega Josimar de Maranhãozinho – que este próprio define como “pessoal, mas do que política” – se manteve, sobretudo após Duarte se eleger deputado federal.

Esta relação, que perpassa a linha ideológica e incide também na relação com o governo federal e com as emendas parlamentares, mantém o vínculo entre o deputado socialista e o proto-bolsonarista.

Mas esta é uma outra história…

0

Aldir Júnior diz não haver impeditivo – no PL – para apoiar Duarte Jr…

Presidente municipal do partido em São Luís, vereador diz que há autonomia dos diretórios estadual e municipal para discutir a política de alianças, independentemente das questões nacionais, e anunciou que a decisão será tomada até o final do mês de maio

 

Para Aldir Júnior, não h´[a restrições do PL à aliança com Duarte Jr.; não é o que pensa o petista Felipe Camarão e os lulistas da chapa

O presidente municipal do PL, vereador  Aldir Jr., negou nesta segunda-feira, 1º, em entrevista ao programa Ponto Continuando, da 92,3 FM, qualquer tipo de impeditivo à uma eventual aliança ente o partido e o pré-candidato do PSB em São Luís, Duarte Jr; segundo Aldir, essa decisão do PL será tomada até o final de maio.

–  Não existe nenhum impeditivo para caminharmos com Duarte – afirmou o vereador. 

Este blog Marco Aurélio d’Eça publicou em 19 de março post exclusivo revelando que o marqueteiro Manoel Canabarro, que vai comandar a campanha de Duarte Jr., aconselhou o afastamento do PL bolsonarista; a presença do vice-governador  petista Felipe Camarão como coordenador da campanha de Duarte também deve afastar o partido do ex-presidente Jair Bolsonaro.

Mas para os liberais, a questão da política nacional não interfere nas alianças municipais ou estaduais do partido.

– Independentemente de questões políticas, partidárias e ideológicas, temos autonomia para definir qual nome iremos apoiar – afirmou Aldir Jr.

Só precisa combinar com petistas, lulistas e comunistas que estão na campanha de Duarte…

0

Felipe Camarão de cabeça na campanha de Duarte Jr…

Vice-governador do PT vai coordenar a campanha do pré-candidato do PSB, liderar os vereadores nos bairros de São Luís e comandar a formação das chapas proporcionais dentro da aliança partidária, numa mostra de que o projeto é  mesmo do grupo do agora ministro do Supremo tribunal federal Flávio Dino

 

Felipe Camarão com Paulo Victor e Ivaldo Rodrigues; mais de 20 vereadores e suplentes na campanha de Duarte Jr.

O vice-governador Felipe Camarão (PT) assumiu o comando da campanha do deputado federal Duarte Júnior (PSB) a prefeito de São Luís; além de organizar a formação das chapas proporcionais dentro dos partidos, Camarão vai chefiar toda a estrutura de campanha e liderar os vereadores nos bairros de São Luís.

A confirmação do vice-governador  como coordenador de campanha é mais uma mostra de que a candidatura pertence ao grupo dos chamados ex-dinistas, aliados do agora ministro do Supremo Tribunal federal Flávio Dino, que pretende manter seu lado político em 2024 e 2026.

Este blog Marco Aurélio d’Eça já havia mostrado o novo momento de Felipe Camarão, como líder petista e construindo a formação de sua própria base, o que foi evidenciado no post “O grupo político de Felipe Camarão…”.

Esta semana, outro ícone do dinismo, o deputado federal Márcio Jerry, presidente do PCdoB e coordenador da Federação Brasil-Esperança, que reúne também o PT e o PCdoB, assumiu definitivamente a campanha de Duarte Jr. declarando que sua energia será gasta para eleger o aliado em São Luís.

O envolvimento dos chamados ex-dinistas libera o governador  Carlos Brandão (PSB) para cuidar mais diretamente das campanhas no interior do estado, onde pretende formar uma base sólida para as eleições de 2026, em muitos casos enfrentando membros do próprio dinismo.

Mas esta é uma outra história…