6

Prefeitura opta por continuar parceria com Governo

Após uma reunião ocorrida hoje (07) entre a Secretaria Municipal de Saúde (Semus) e o secretário Estadual de Saúde, Ricardo Murad, a prefeitura resolveu dar continuidade à parceria institucional com a Secretaria de Estado de Saúde (SES) pelo período de 60 dias.

A Semus entendeu que é preciso manter o apoio logístico nas áreas de urgência e emergência das principais unidades de saúde da rede pública municipal. O pedido foi feito através do envio de ofício à SES, no último dia 4 de janeiro.

Diante do caos instalado em algumas áreas como educação, saúde e trânsito em São Luís, além do significativo déficit financeiro, a atual gestão admite que é impossível assumir tais encargos neste momento de transição.

Além da saúde, a educação também receberá apoio do governo estadual. O secretário municipal de Educação, Allan Kardec Barros Duailibe Filho, atendendo determinação do prefeito Edivaldo Holanda Júnior, esteve reunido na manhã de hoje (7) com o secretário estadual de Segurança Pública, Aluízio Mendes.

O objetivo do encontro é garantir maior segurança nas localidades próximas às unidades de Educação Básica.

Uma atitude extremamente sensata encontrada pela prefeitura da capital. Mas ainda falta inúmeras soluções de emergência, sobretudo para o trânsito de São Luís.

Marco Aurélio D'Eça

6 Comments

  1. Marco, existe algum entrave para que medidas como essa não se eternizem, alem do motivo politico?? Pq não há motivos pra acabar com uma parceria como essa ao meu ver.

  2. Acredito que esse tal de Raimundo Penha então secretario da secretaria Municipal de Desporto e Lazer – SEMDEL vai também pedir apoio ao governo do Estado. Mais ele tem primeiro que tomar bença para seu padrinho Weverton Rocha e o mesmo autorizando ele irá pedir penico para o Governo.

  3. Promotora a senhora é a nossa esperança, seria interessante que a senhora pudesse checar sobre o aumento exorbitante dos salários de prefeito, vice-prefeito, secretario e vereadores. Isto é uma afronta. Peça a copia do projeto de lei e impeça esses abusos. Como pode um prefeito que ganhava 12 mil passar para 19 mil, vice de 5 mil para 14 mil, secretario de 5 mil para 8 mil e vereador de 4 mil para 9 mil reais. Assim não dá e depois reclamam que não tem dinheiro para realizarem obras.

  4. Assim que tem que ser, só quem ganha é a população. Diferente do Paço que é bom que o senhor Josemar, o prefeito professor leia isso muito bem para saber escolher bem o seu secretariado, pois a toda poderosa Secretaria de Saúde Vianense, função que ela já desempenhava na prática, muito antes da exoneração da ex-titular, Nadir Morais foi escolhida por Josemar para ser sua auxiliar na area da saúde. Quando foi efetivada no final do ano passado, a nova secretária se comportou igual “macaco em loja de louças” e estrumbicou o que já estava bagunçado com muito mais intensidade: encomendou bebida alcoólica com timbrado da secretaria; perdeu o convênio federal “Saúde em Casa”; patrocinou a ida de torcedores para São Luís, em ônibus fretado para assistirem jogos do Esporte Clube Viana e, para piorar, ficou devendo dezenas de representantes de laboratórios que fornecem remédios para o hospital do município. Esculhambou tanto que o “chefe-maior” teve que fazer uma intervenção branca para tentar amenizar a crise que se instalou no setor de saúde vianense. Se a pasta passar por uma auditoria da CGU (Controladoria Geral da União), o avião “morcego negro” da Polícia Federal vai ser pequeno para transportar tanta gente envolvida.

  5. Vc quer que eu acredite que o governo do estado vai ajudar quem mais ameaça a permanência deles em 2014. Isto pra mim só significa uma coisa : Holandinha já fez um acordo com o Dino no qual ele entra com o pé e o Dino entra com a bunda.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *