1

Tucanos arregaçam as mangas e ganham destaque em noticiário de início de ano…

Assim como o colega de partido João Dória, em São Paulo, o prefeito de São José de Ribamar, Luis Fernando Silva, tem brilhado neste período de recesso, gerando notícias com ações diárias de sua gestão

 

Luis Fernando vistoriando obras nas ruas, em ações planejadas antes esmo da vitória

Na contramão do que aconteceu no Brasil inteiro, os prefeitos João Dória, de São Paulo, e Luis Fernando Silva, de São José de Ribamar (ambos do PSDB), praticaram um ato inédito, que deu lhes deu projeção e suscitou controvérsias: após a solenidade de posse, trocaram as festividades comemorativas pelas ruas, gerando fatos.

Acompanhados de auxiliares, os dois gestores, iniciaram – em pleno domingo, 1º, um feriado mundial – uma simbólica jornada de trabalho voltada para a limpeza pública.

O objetivo foi mostrar que, nas suas gestões, estarão permanentemente nas vias públicas e fiscalizando os serviços reclamados.

A mídia, de lá como a de cá, deu forte repercussão ao ato, a ponto de obscurecer tudo o que aconteceu no Brasil afora, num dia marcado por milhares de posses, em cidades de todos os portes.

Gesto de João Doria acabou soando demagógico

A repercussão dos gestos de João Doria e de Luis Fernando foi de tal modo gritante que, além de virar assunto do cotidiano, deu margem a comentários variados.

E, neste ponto, Luis Fernando levou vantagem em relação ao colega do PSDB.

Se em São Paulo, o gesto de João Doria foi criticado e taxado de demagógico – pelo fato de ele apresentar-se paramentado de gari – no Maranhão, a atitude de Luis Fernando foi elogiada e vista como algo novo e alentador.

Resta saber quem foi o primeiro a anunciar a iniciativa. Luis Fernando, com bastante antecedência, divulgou o propósito de realizá-la.

Já antes do pleito, e convicto da vitória, ele convocava os ribamarenses para uma empreitada, pensada sem objetivos demagógicos.

Há quem sonhe num futuro encontro de João Doria com Luis Fernando, para se conhecer e discutir os projetos que pensam executar em São Paulo e São José de Ribamar.

Mas esta é uma outra história…

Marco Aurélio D'Eça

One Comment

  1. É para isso que são eleitos para trabalharem em prol da população, mas parece que alguns esquecem isso e procuram sempre trabalhar em torno de seus interesses e dos grupos políticos a que são vinculados, a SEMED retomou o processo licitatório da contratação da empresa para atuar nas portarias das escolas, eu sou cética, acho que este certame é só uma formalidade para contratar a mesma empresa que já está lá, inclusive estão com salários atrasados, a empresa atual entrou nas escolas sem exigir de seus funcionários experiência ou sequer curso da área, resultado é que passado seis meses alguns até hj não entenderam o que é esta função, culpa de uma gestão que não tem compromisso com a educação,deveria ter feito concurso público para a função, mas prefere terceirizar o serviço sendo que este sai mais caro para os cofres públicos, e quanto a pseudalicitação da merenda escolar até hj não se tem notícia do resultado e a SP Alimentos continua firme e forte com seu cardápio “nutriente” que se certamente não interessa ao prefeito Edivaldo o que os alunos estão comendo na escola, e depois é só partir para propaganda e vender a ilusão de que sua administração funciona e é eficiente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *