2

Ainda não há pesquisas para medir desgaste de Flávio Dino…

Embora dois levantamentos tenham sido divulgados nos últimos dias, nenhum deles avalia o impacto da delação da Lava Jato na imagem do governador comunista

 

Ainda no escuro
Nem Dino nem Roseana tem – ou pelo menos não divulgam – números reais sobre a imagem

O governador Flávio Dino (PCdoB) foi descoberto como recebedor de caixa 2 da Construtora Odebrecht na última terça-feira, 11, quando o Supremo Tribunal Federal levou o conteúdo das delações premiadas da Lava Jato.

São oito dias de impacto na mídia maranhense.

Mas nenhuma pesquisa – embora algumas já tenham sido divulgadas nos últimos dias – mediu esse impacto na imagem do comunista.

Na segunda-feira, 17, alguns blogs divulgaram levantamento do Instituto Perfil, que aponta um empate técnico entre Flávio Dino (31%) e a ex-governadora Roseana Sarney, do PMDB (27%) na disputa pelo governo.

Essa pesquisa foi realizada entre os dias 4 e 10 de abril; um dia antes, portanto, da divulgação da Lava Jato. (Saiba mais aqui)

Nesta terça-feira, 18, outro levantamento foi divulgado, mas desta vez pelo próprio Palácio dos Leões. São números do Instituto Exata, contratado pelo próprio governo Flávio Dino, que aponta o comunista com 59% de intenção de votos, contra 26% de Roseana.

Mas esta pesquisa foi feita entre os dias 23 e 26 de março, quase 15 dias antes da delação da Lava Jato. (Leia aqui)

Flávio Dino continua na mídia sobre o impacto da delação da Lava Jato.

Mas ainda não há para dizer qual a força desse impacto na imagem do governador.

Simplesmente porque não há pesquisas sobre o assunto…

Marco Aurélio D'Eça

2 Comments

  1. O governador Flávio Dino concedeu hoje pela manhã uma longa entrevista na Rádio Timbira ( rádio oficial do governo), entrevista essa toda editada vergonhosamente com as Rádios apaniguadas do interior do estado que estavam em rede, e com perguntas de seus locutores que estão recebendo o rico dinheirinho do contribuinte maranhense, com o único objetivo de fazer uma canhestra defesa e dissipação da sua grave implicação no âmbito da Operação Lava Jato e também de fazer um arrazoado de sua desastrada gestão no governo do Maranhão.

    Perguntaram, por exemplo, de forma combinada, se ele tinha recebido algum dinheiro da Odebrecht? Respondeu laconicamente que “nunca recebeu dinheiro ilegal dessa empresa”, ou seja, “ILEGAL”!!! além de mentir não nega que tenha recebido dinheiro em Caixa 1 o que revela sua proximidade com a empreiteira. Vê-se que ele não consegue sequer se desgarrar do que o delatar afirmou de forma categórica, e com isso está assinando carta de seguro pelo que sabe que vem por aí!?

    Fora isso, falou muita embromação do seu governo como já é a práxis, o que todos nós já sabemos.

  2. Eu recebi um ligação de pesquisa que perguntava se eu aprovava ou não o governo Dino como eu disse não a ligação caiu … Incrivel

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *