7

Escutec confirma Exata e mostra governo entre Roseana e Weverton em 2022

Ex-governadora lidera cenário em que aparece como candidata, mas já descartou disputar o pleito majoritário; com uma das menores rejeições entre os aliados do governador Flávio Dino, senador pedetista vai ao segundo turno em qualquer situação, contra a emedebista ou como líder em outros cenários

 

Roseana disputaria um segundo turno contra Weverton Rocha, que lidera todos os outros cenários como principal candidato da base de Flávio Dino

A pesquisa Escutec divulgada neste sábado, 27 pelo jornal O EstadoMaranhão praticamente confirmou os cenários apresentados pelo Instituo Exata no início da semana.

Segundo o levantamento, a ex-governadora Roseana Sarney (MDB), com 23%, e o senador Weverton Rocha (PDT), com 14%, são os principais candidatos a governador do Maranhão em 2022.

Como Roseana Sarney já declarou que pretende disputar uma vaga de deputada federal, Weverton é o nome consolidado como opção de segundo turno, seja na disputa com Roseana, seja como líder de todos os outros cenários.

Sem Roseana, o senador do PDT é o principal nome da base aliada ao governador Flávio Dino, chegando a 25% das intenções de voto; o pedetista é também um dos menos rejeitados, com 9%, ao lado do vice-governador Carlos Brandão (PSDB).

A pesquisa Escutec mediu também a intenção de votos de outros possíveis, candidatos, como o ex-prefeito Edivaldo Júnior (PDT), que chegou a 13%; a senadora Eliziane Gama (Cidadania ) e Wellington do Curso (PSDB), cada um com 3% e, os secretários Simplício Araújo (2%), Márcio Jerry e Felipe Camarão (cada um com 1%).

A Escutec confirmou os números favoráveis a Weverton, que se mantém como o candidato com maior estrutura, maior força partidária e maior grupo de aliados potenciais dentro da base do governador Flávio Dino.

Uma nova pesquisa Escutec está prevista para o mês de junho….

1

Roseana lidera corrida pelo governo; Weverton é o melhor da base…

Ex-governadora alcança 30% das intenções de votos em pesquisa Exata, divulgada nesta terça-feira, 23, pela rádio Difusora FM; sem ela, senador do PDT lidera em todos os cenários, sempre acima dos 30 pontos percentuais

 

Roseana lidera a disputa pelo Governo do Estado, embora já tenha declarado que não pretende disputar as eleições majoritárias de 2022

A ex-governadora Roseana Sarney (MDB) aparece em primeiro lugar na pesquisa do Instituto Exata para o Governo do Estado, divulgada nesta terça-feira, 23, no programa Ponto & Vírgula, da rádio Difusora FM.

No principal cenário pesquisado, ela soma 30% das intenções de votos, contra 20% do senador Weverton Rocha (PDT), o governista mais bem posicionado.

O cenário principal da pesquisa Exata mostra que Weverton Rocha é o mais bem posicionado pré-candidato ligado à base do governo Flávio Dino

Ainda de acordo com o levantamento, o ex-prefeito de São Luís, Edivaldo Júnior (PDT) soma 10%; o deputado federal Josimar de Maranhãozinho (PL) aparece com 7% e o vice-governador Carlos Brandão (PSDB) tem 6% das intenções de voto, um ponto à frente do Dr. Lahésio (PSL), com 5%.

Neste cenário, o índice de indecisos é de 13%; outros 9% declararam que votariam branco ou nulo se as eleições fossem hoje.

Weverton vence em todos os cenários sem Roseana

 

Weverton Rocha vence em todos os cenários sem a ex-governadora Roseana Sarney, sempre com intenção de votos acima dos 30%

A pesquisa Exata avaliou outros dois cenários, ambos sem a ex-governadora Roseana e sem o ex-prefeito Edivaldo Júnior; nestes cenários, Weverton Rocha mantém ampla vantagem sobre os adversários, superando a casa dos 30% de intenções de voto.

No primeiro cenário ele vai a 32%, contra 16% de Carlos Brandão e 13% de Josimar de Maranhãozinho. Nulos e brancos somariam 20%;. outros 19% não quiseram ou não souberam responder.

Weverton vence tanto no cenário com Josimar e Brandão quanto no confronto direto com o vice-governador

No confronto direto com Carlos Brandão, Weverton chega a 36% das intenções de votos, contra 20% do vice-governador. Neste cenário, 23% declararam votar nulo ou branco e outros 21% não souberam ou não quiseram responder.

A pesquisa Exata ouviu 1.403 eleitores em todo o Maranhão; a margem de erro da pesquisa é de 3 pontos percentuais, para mais ou para menos…

1

Roseana critica Bolsonaro e governadores por “bater cabeça”

Do Blog do Gilberto Léda

A ex-governadora Rosena Sarney (MDB) comentou hoje (1º), no Twitter, a mais nova polêmica entre o governador Flávio Dino (PCdoB) – e outros governadores – e o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), a respeito do envio de recursos federais aos estados em 2020.

No caso do Maranhão, Bolsonaro diz que já enviou R$ 36 bilhões. Dino garante que não é verdade, e anunciou que vai processar o presidente (reveja).

Para a emedebista, presidente e governadores “batem cabeça” enquanto seguem morrendo brasileiros vítimas da Covid-19.

“É inadmissível que após 1 ano de pandemia, + de 252 mil mortos no BR e 5 mil no MA, os governos estaduais e federal continuem a bater cabeça, não tenham um protocolo mínimo para tomar decisões, não disponham de vacinas pra todos e briguem na Justiça um contra o outro a toda hora”, declarou.

1

Roseana lamenta aumento da pobreza e questiona fundo de R$ 683 milhões

Para a ex-governadora, não faz sentido que o estado tenha aumentado a extrema miséria desde 2015, mesmo mantendo um caixa com recursos específicos para este fim; “algo nessa conta não bate”, disse ela, no Twitter

 

Roseana levantou questões sobre o fundo da pobreza mantido por Flávio Dino diante dos números do IBGE sobre a miséria do Maranhão

A ex-governadora Roseana Sarney (MDB) lamentou nesta quarta-feira, 17, em seu perfil no Twitter, o aumento da extrema pobreza no Maranhão exatamente no governo Flávio Dino (PCdoB), que tem um fundo específico para combate à miséria.

– Últimos dados do IBGE revelaram o aumento da extrema pobreza no Maranhão desde 2015. Como compreender esse cenário com o Estado dispondo de um Fundo Maranhense de Combate à Pobreza que possui cerca de R$ 683 milhões em caixa? – questionou a ex-governadora.

Os dados do IBGE não mentem: crescimento da extrema pobreza foi de mais de 30 nos seis anos de governo comunista no Maranhão

De acordo com os números do IBGE, o índice de pessoas vivendo com menos de 1,90 dólar por dia no Maranhão representava 15,2% da população em 2015. Agora, em 2019, subiu para 20,4%, crescimento de mais de mais de 30% em 6 anos e meio. 

– Vale frisar, a título de conhecimento: o recurso do Fundo Maranhense de Combate à Pobreza é um percentual do tributo cobrado sobre cada litro de gasolina comum vendido nos postos. Algo nessa conta não bate! – declarou Roseana Sarney.

Com a palavra, o governo Flávio Dino…

3

Roseana deve disputar vaga de deputada federal…

Apesar de cotada para a disputa senatorial, ex-governadora deve ser uma das puxadoras de votos no MDB, segundo informa o vice-presidente da legenda no maranhão, deputado Roberto Costa

 

O nome da ex-governadora Roseana Sarney vinha sendo especulado como uma das possíveis opções de candidata a senadora em 2022.

Esta hipótese foi descartada nesta quinta-feira, 28, pelo vice-presidente e principal interlocutor do MDB, deputado estadual Roberto Costa.

Segundo Roberto, Roseana deve ser uma das puxadoras de votos do MDB na disputa pelas vagas da Câmara Federal.

De uma forma ou de outra, a ex-governadora estará na disputa…

0

Com disputa pelo Senado, Dino mexe com as peças da própria sucessão

Ao anunciar desistência da disputa presidencial, governador volta os olhos para dentro do seu estado e do seu grupo e indica que pretende ter o controle absoluto da montagem da chapa majoritária de 2022, forçando reposicionamento de aliados e adversários

 

Flávio Dino marca a própria posição para 2022 e deixa claro que pretende comandar a própria sucessão em seu estado

Análise de conjuntura

Ao anunciar nesta quarta-feira, 30, que vai mesmo disputar uma vaga no Senado em 2022, o governador Flávio Dino (PCdoB) definiu que estará no comando do seu grupo político nas próximas eleições.

Logo de cara, marca território e estabelece cenários importantes tanto no governo quanto na oposição.

Sua candidatura ao Senado terá impacto direto sobre três outras lideranças interessadas na mesma vaga: o presidente da Assembleia Legislativa, Othelino Neto (PCdoB), o ainda prefeito de São Luís, Edivaldo Júnior (PDT), o senador Roberto Rocha (PSDB) e a ex-governadora Roseana Sarney (MDB).

Othelino deve repensar sua estratégia e buscar novas posições dentro do grupo, o que pode indicar, inclusive, a permanência no controle da AL-MA a partir de 2023; Roseana também deve optar por outras disputas.

Fortalecido como liderança histórica em São Luís, Edivaldo passa a figurar como opção de chapa em 2022, mas já não como opção ao Senado, podendo compor uma chapa de governo ou entrar na disputa da Câmara com cacife para formar a própria bancada.

Caso Roberto Rocha – que tem o apoio declarado do prefeito eleito Eduardo Braide (Podemos) para a reeleição ao Senado – decida enfrentar Dino, estará se confirmando o desenho do blog Marco Aurélio D’Eça, apresentado ainda em 2014 no post “Roberto Rocha e Flávio Dino oito anos depois…”

Ao definir sua candidatura – praticamente 15 meses antes de deixar o mandato – Dino fortalece a própria posição no grupo, em risco de esfacelamento desde as eleições municipais; esta ideia de fortalecimento é reforçada pela volta do deputado Márcio Jerry (PCdoB) ao governo.

Esta posição pode implicar também um acordão pela chapa encabeçada pelo vice-governador Carlos Brandão (Republicanos), mas não é automático.

Sobretudo pelo fato de que Jerry e Brandão são adversários históricos, e é Jerry quem estará definindo as cartas com aliados até abril de 2022.

Na condição de candidato a senador, Flávio Dino vai tratar diretamente com outra liderança do grupo, o senador Weverton Rocha (PDT), pré-candidato a governador.

Há duas perspectivas para esta conversa:

1 – Dino e Weverton se juntam na mesma chapa, com apoio de Brandão e um vice de peso para o pedetista, tornando o grupo praticamente imbatível em 2022, ou;

2 – Dino e Weverton se enfrentam, cada um em uma chapa de peso, com o comunista apostando todo o cacife para eleger também Brandão governador.

Estes cenários passarão a ficar mais claros a partir de janeiro, quando as primeiras pesquisas sobre 2022 começarão a ser apresentadas, agora já com as principais peças do tabuleiro – no governo e na oposição – definidas quanto às suas posições.

Com poucas chances para novos desenhos até o fim de 2021…

4

Em debate, pastor Sílvio Antonio reconhece São Luís de Roseana

Candidato do PRTB lembrou durante o programa da TV Band que as únicas obras de infraestrutura da capital maranhense foram feitas no governo Roseana Sarney; e, de lá para cá, a cidade apenas inchou

 

O candidato do PRTB a prefeito de São Luís, pastor Sílvio Antonio, fez uma reflexão histórica no debate da TV Band sobre a infra estrutura de São Luís.

Segundo ele, as últimas obras deste tipo na capital maranhense se deram nos governos Roseana Sarney (MDB); e que, de lá para cá, a cidade apenas inchou.

– Eu não lembro há quantos anos São Luís não tem grandes obras de infraestrutura; talvez, as últimas obras foram feitas no governo de Roseana Sarney. E São Luís não cresceu, inchou – disse o candidato.

A fala de Sílvio Antonio corrobora posts históricos deste blog ao longo dos seus 14 anos de existência, sempre pontuando a São Luís que Roseana construiu.  (Leia também aqui, aqui, aqui e aqui)

A reflexão do pastor foi um dos momentos altos do debate da Band, que discutiu assuntos importantes da cidade.

E que começou a fazer as reparações históricas em relação ao que se fez em São Luís…

4

Weverton Rocha intensifica campanha pelo governo no interior

Senador do PDT tem estado cada vez mais presente nos municípios, apoiando candidatos do PDT ou aliados do seu partido, construindo as bases da candidatura em 2022, que agora enfrenta a dupla Carlos Brandão/Josimar de Maranhãozinho

 

líder de um grupo construído pela própria força pessoal, Weverton tem levado o 12 do PDT cada vez a mais municípios

Único pré-candidato declarado às eleições de 2022, o senador Weverton Rocha (PDT) decidiu antecipar o debate pelo Governo do Estado nestas eleições municipais.

E intensificou a presença nos municípios, seja para apoiar candidatos do seu partido, o PDT; seja com aliados apoiados pelos pedetistas.

Desde o fim das convenções partidárias, Weverton começou a perceber que agora enfrenta não apenas o vice-governador Carlos Brandão (PRB) – mais tímido no trato político – como também o deputado federal Josimar de Maranhãozinho (PL), que usa métodos políticos menos ortodoxos.

O senador pedetista aproveita a campanha municipal para também levar a própria mensagem ao eleitor maranhense, cada vez mais familiarizado com ele

Construindo a própria base eleitoral, com partidos que vão do PDT ao DEM; do PTB ao PSL, passando também por MDB – que pode construir inédita chapa Weverton/Roseana – o senador pedetista aparece bem posicionado nas pesquisas.

Mas sabe que tem pela frente um adversário no comando do governo.

E com uma máquina pronta a trabalhar durante a campanha…

0

Desenhos de chapa em 2020 acenam para 2022

Alianças formadas em torno dos candidatos Eduardo Braide, Neto Evangelista e Duarte Júnior levam a especulações de remontagens eleitorais com vistas também às eleições para governador, envolvendo os principais candidatos

A aliança MDB e PDT em torno do candidato do DEM, Neto Evangelista, põe Roseana e Weverton no mesmo palanque em 2020, o que pode se repetir em 2022

O apoio do PSDB a Eduardo Braide (Podemos), do MDB a Neto Evangelista (DEM) e do PL a Duarte Júnior (Republicanos) nas eleições de 2020, acena para as eleições de 2022.

Tanto o comandante do PSDB, senador Roberto Rocha, quanto a principal líder do MDB, ex-governadora Roseana Sarney, têm interesse na sucessão do governador Flávio Dino (PCdoB), assim como o deputado federal Josimar de Maranhãozinho e o vice-governador Carlos Brandão (PRB).

Desde que o MDB declarou apoio a Neto, que tem apoio também do PDT, especula-se a formação de uma chapa com o senador Weverton Rocha governador/Roseana senadora em 2022, o que certamente repercutira em todo o Maranhão.

Da mesma forma, o apoio do PL a Duarte, põe o deputado Josimar ao lado do vice-governador Carlos Brandão, que deve concorrer no cargo ao governo.

O senador Roberto Rocha está de olho em 2022 quando declara apoio a Braide, que também é cotado para a mesma eleição

Por outro lado, o senador Roberto Rocha articula 2022 quando declara apoio a Eduardo Braide; o senador, que parece não querer disputar a reeleição, sonha com a vitória de Braide e seu apoio para governador.

Ocorre que, entre os aliados do candidato do Podemos, já há quem o aponte, em caso de vitória, também como potencial candidato ao governo.

Mas esta é uma outra história…

0

Qualitativa vai definir apoio do MDB, que quer a vice…

Coordenador eleitoral do partido, deputado Roberto Costa reuniu-se hoje com a ex-governadora Roseana Sarney e decidiram adiar o anúncio da aliança do partido até o fim do mês, quando terão dados mais significativos sobre o perfil dos candidatos

 

Roseana Sarney e Roberto Costa decidiram que o MDB terá que ter a vice em uma coligação com candidato a ser escolhido após pesquisa qualitativa

O MDB decidiu adiar para dia 25 de agosto o anúncio do candidato a prefeito de São Luís que terá o apoio do partido.

O anúncio estava previsto para este sábado, 15.

O coordenador eleitoral da legenda, deputado estadual Roberto Costa, reuniu-se nesta quarta-feira, 12, com a ex-governadora Roseana Sarney e os dois decidiram encomendar uma pesquisa qualitativa para melhor compreender o perfil dos candiatos.

– Este levantamento irá balizar a decisão do MDB; mas desde já adiantamos: nosso apoio é condicional à indicação da vaga de vice – afirmou Costa, endossado por Roseana.

A decisão do MDB – inclusive a exigência da vice – tem o aval do presidente nacional do partido, deputado Baleia Rossi…