0

Com disputa pelo Senado, Dino mexe com as peças da própria sucessão

Ao anunciar desistência da disputa presidencial, governador volta os olhos para dentro do seu estado e do seu grupo e indica que pretende ter o controle absoluto da montagem da chapa majoritária de 2022, forçando reposicionamento de aliados e adversários

 

Flávio Dino marca a própria posição para 2022 e deixa claro que pretende comandar a própria sucessão em seu estado

Análise de conjuntura

Ao anunciar nesta quarta-feira, 30, que vai mesmo disputar uma vaga no Senado em 2022, o governador Flávio Dino (PCdoB) definiu que estará no comando do seu grupo político nas próximas eleições.

Logo de cara, marca território e estabelece cenários importantes tanto no governo quanto na oposição.

Sua candidatura ao Senado terá impacto direto sobre três outras lideranças interessadas na mesma vaga: o presidente da Assembleia Legislativa, Othelino Neto (PCdoB), o ainda prefeito de São Luís, Edivaldo Júnior (PDT), o senador Roberto Rocha (PSDB) e a ex-governadora Roseana Sarney (MDB).

Othelino deve repensar sua estratégia e buscar novas posições dentro do grupo, o que pode indicar, inclusive, a permanência no controle da AL-MA a partir de 2023; Roseana também deve optar por outras disputas.

Fortalecido como liderança histórica em São Luís, Edivaldo passa a figurar como opção de chapa em 2022, mas já não como opção ao Senado, podendo compor uma chapa de governo ou entrar na disputa da Câmara com cacife para formar a própria bancada.

Caso Roberto Rocha – que tem o apoio declarado do prefeito eleito Eduardo Braide (Podemos) para a reeleição ao Senado – decida enfrentar Dino, estará se confirmando o desenho do blog Marco Aurélio D’Eça, apresentado ainda em 2014 no post “Roberto Rocha e Flávio Dino oito anos depois…”

Ao definir sua candidatura – praticamente 15 meses antes de deixar o mandato – Dino fortalece a própria posição no grupo, em risco de esfacelamento desde as eleições municipais; esta ideia de fortalecimento é reforçada pela volta do deputado Márcio Jerry (PCdoB) ao governo.

Esta posição pode implicar também um acordão pela chapa encabeçada pelo vice-governador Carlos Brandão (Republicanos), mas não é automático.

Sobretudo pelo fato de que Jerry e Brandão são adversários históricos, e é Jerry quem estará definindo as cartas com aliados até abril de 2022.

Na condição de candidato a senador, Flávio Dino vai tratar diretamente com outra liderança do grupo, o senador Weverton Rocha (PDT), pré-candidato a governador.

Há duas perspectivas para esta conversa:

1 – Dino e Weverton se juntam na mesma chapa, com apoio de Brandão e um vice de peso para o pedetista, tornando o grupo praticamente imbatível em 2022, ou;

2 – Dino e Weverton se enfrentam, cada um em uma chapa de peso, com o comunista apostando todo o cacife para eleger também Brandão governador.

Estes cenários passarão a ficar mais claros a partir de janeiro, quando as primeiras pesquisas sobre 2022 começarão a ser apresentadas, agora já com as principais peças do tabuleiro – no governo e na oposição – definidas quanto às suas posições.

Com poucas chances para novos desenhos até o fim de 2021…

4

Em debate, pastor Sílvio Antonio reconhece São Luís de Roseana

Candidato do PRTB lembrou durante o programa da TV Band que as únicas obras de infraestrutura da capital maranhense foram feitas no governo Roseana Sarney; e, de lá para cá, a cidade apenas inchou

 

O candidato do PRTB a prefeito de São Luís, pastor Sílvio Antonio, fez uma reflexão histórica no debate da TV Band sobre a infra estrutura de São Luís.

Segundo ele, as últimas obras deste tipo na capital maranhense se deram nos governos Roseana Sarney (MDB); e que, de lá para cá, a cidade apenas inchou.

– Eu não lembro há quantos anos São Luís não tem grandes obras de infraestrutura; talvez, as últimas obras foram feitas no governo de Roseana Sarney. E São Luís não cresceu, inchou – disse o candidato.

A fala de Sílvio Antonio corrobora posts históricos deste blog ao longo dos seus 14 anos de existência, sempre pontuando a São Luís que Roseana construiu.  (Leia também aqui, aqui, aqui e aqui)

A reflexão do pastor foi um dos momentos altos do debate da Band, que discutiu assuntos importantes da cidade.

E que começou a fazer as reparações históricas em relação ao que se fez em São Luís…

4

Weverton Rocha intensifica campanha pelo governo no interior

Senador do PDT tem estado cada vez mais presente nos municípios, apoiando candidatos do PDT ou aliados do seu partido, construindo as bases da candidatura em 2022, que agora enfrenta a dupla Carlos Brandão/Josimar de Maranhãozinho

 

líder de um grupo construído pela própria força pessoal, Weverton tem levado o 12 do PDT cada vez a mais municípios

Único pré-candidato declarado às eleições de 2022, o senador Weverton Rocha (PDT) decidiu antecipar o debate pelo Governo do Estado nestas eleições municipais.

E intensificou a presença nos municípios, seja para apoiar candidatos do seu partido, o PDT; seja com aliados apoiados pelos pedetistas.

Desde o fim das convenções partidárias, Weverton começou a perceber que agora enfrenta não apenas o vice-governador Carlos Brandão (PRB) – mais tímido no trato político – como também o deputado federal Josimar de Maranhãozinho (PL), que usa métodos políticos menos ortodoxos.

O senador pedetista aproveita a campanha municipal para também levar a própria mensagem ao eleitor maranhense, cada vez mais familiarizado com ele

Construindo a própria base eleitoral, com partidos que vão do PDT ao DEM; do PTB ao PSL, passando também por MDB – que pode construir inédita chapa Weverton/Roseana – o senador pedetista aparece bem posicionado nas pesquisas.

Mas sabe que tem pela frente um adversário no comando do governo.

E com uma máquina pronta a trabalhar durante a campanha…

0

Desenhos de chapa em 2020 acenam para 2022

Alianças formadas em torno dos candidatos Eduardo Braide, Neto Evangelista e Duarte Júnior levam a especulações de remontagens eleitorais com vistas também às eleições para governador, envolvendo os principais candidatos

A aliança MDB e PDT em torno do candidato do DEM, Neto Evangelista, põe Roseana e Weverton no mesmo palanque em 2020, o que pode se repetir em 2022

O apoio do PSDB a Eduardo Braide (Podemos), do MDB a Neto Evangelista (DEM) e do PL a Duarte Júnior (Republicanos) nas eleições de 2020, acena para as eleições de 2022.

Tanto o comandante do PSDB, senador Roberto Rocha, quanto a principal líder do MDB, ex-governadora Roseana Sarney, têm interesse na sucessão do governador Flávio Dino (PCdoB), assim como o deputado federal Josimar de Maranhãozinho e o vice-governador Carlos Brandão (PRB).

Desde que o MDB declarou apoio a Neto, que tem apoio também do PDT, especula-se a formação de uma chapa com o senador Weverton Rocha governador/Roseana senadora em 2022, o que certamente repercutira em todo o Maranhão.

Da mesma forma, o apoio do PL a Duarte, põe o deputado Josimar ao lado do vice-governador Carlos Brandão, que deve concorrer no cargo ao governo.

O senador Roberto Rocha está de olho em 2022 quando declara apoio a Braide, que também é cotado para a mesma eleição

Por outro lado, o senador Roberto Rocha articula 2022 quando declara apoio a Eduardo Braide; o senador, que parece não querer disputar a reeleição, sonha com a vitória de Braide e seu apoio para governador.

Ocorre que, entre os aliados do candidato do Podemos, já há quem o aponte, em caso de vitória, também como potencial candidato ao governo.

Mas esta é uma outra história…

0

Qualitativa vai definir apoio do MDB, que quer a vice…

Coordenador eleitoral do partido, deputado Roberto Costa reuniu-se hoje com a ex-governadora Roseana Sarney e decidiram adiar o anúncio da aliança do partido até o fim do mês, quando terão dados mais significativos sobre o perfil dos candidatos

 

Roseana Sarney e Roberto Costa decidiram que o MDB terá que ter a vice em uma coligação com candidato a ser escolhido após pesquisa qualitativa

O MDB decidiu adiar para dia 25 de agosto o anúncio do candidato a prefeito de São Luís que terá o apoio do partido.

O anúncio estava previsto para este sábado, 15.

O coordenador eleitoral da legenda, deputado estadual Roberto Costa, reuniu-se nesta quarta-feira, 12, com a ex-governadora Roseana Sarney e os dois decidiram encomendar uma pesquisa qualitativa para melhor compreender o perfil dos candiatos.

– Este levantamento irá balizar a decisão do MDB; mas desde já adiantamos: nosso apoio é condicional à indicação da vaga de vice – afirmou Costa, endossado por Roseana.

A decisão do MDB – inclusive a exigência da vice – tem o aval do presidente nacional do partido, deputado Baleia Rossi…

1

“Não discutimos grupo Sarney; discutimos MDB”, diz Roberto Costa

Coordenador eleitoral do partido diz entender que ainda existam “companheiros saudosistas do passado” que pregam uma posição eleitoral mais radical, mas este sentimento não impera mais na legenda, que “busca um modelo moderno de diálogo respeitoso”

 

Roberto Costa entende que a nova postura de Roseana e do MDB dará a ela condições do sectarismo e de ampliar suas alianças, caso seja candidata em 2022

Coordenador eleitoral do MDB e vice-presidente da legenda no Maranhão, o deputado estadual Roberto Costa reafirmou nesta quarta-feira, 5 – em resposta ao colega César Pires (PV) – a nova postura do partido, de busca de diálogo respeitoso com todas as correntes.

Na manhã de hoje, Pires defendeu que Roseana e o MDB mantenham-se na oposição ao governo Flávio Dino, apoiando nas eleições de 2020 candidatos ligados ao grupo Sarney – ou ao que restou dele. (Releia aqui)

Em resposta, Costa garantiu que não está discutindo grupo Sarney, mas sim a postura do MDB.

– Sei que tem companheiros saudosistas do passado que pregam uma postura político-eleitoral mais radical; mas este não é o sentimento que impera hoje no MDB – afirmou o emedebista.

Segundo Roberto Costa, a postura da própria ex-governadora Roseana Sarney, citada por César Pires, hoje se alinha à do MDB, de busca do diálogo respeitoso com todas as correntes.

Para Costa, esta postura moderna do partido pode enfrentar resistência de algumas correntes ainda alinhadas ao grupo Sarney, mas levará o partido a um momento melhor em 2022, quando a própria Roseana pode vir a ser candidata sem vetos de outras correntes.

– Ainda tem companheiros na era do Orkut; felizmente, Roseana e nós do MDB  já estamos na era do Instagram – ironizou o parlamentar…

1

Roseana amplia número de seguidores no Instagram

Com menos de um mês de retomada efetiva da participação nas redes sociais, ex-governadora passa de cerca de 10 mil para quase 14 mil seguidores em seu perfil, confirmando a força de sua presença pública no Maranhão

 

As fotos com a família são padrão no perfil de Roseana na rede social Instagram. “Eles dão sentido aos meus dias”, diz ela

A ex-governadora Roseana Sarney (MDB) tem se mostrado um fenômeno popular na rede social Instagram.

Desde que retomou as postagens em seu perfil @roseanasarneym, ela subiu de algo em torno de 10 mil seguidores, no início de julho, para 13,8 mil, número registrado nesta quinta-feira, 30.

Foram quase 4 mil novos seguidores em apenas 27 dias, marca atingida apenas por celebridades da TV ou digital-influencers; para efeito de comparação, apenas entre ontem e hoje, ela obteve mais de 200 novos seguidores.

O perfil de Roseana foi criado há algum tempo, mas ela não usava com frequência; sua última postagem antes desta nova fase, por exemplo, era do dia 14 de março de 2019.

Em 2 de junho, o blog Marco Aurélio D’Eça anunciou a retomada da página – agora com publicações quase diárias, tanto no Feed quanto no Story – no post “Roseana volta a interagir no Instagram…”.

Desde então, o número de seguidores da ex-governadora só tem aumentado.

Em seus vídeos, Roseana mostra dotes culinários e fala do dia dia de dona de casa, bem ao gosto do seu público majoritário

Com assuntos simples – que vão de postagens com familiares a receitas caseiras na cozinha de casa – Roseana conversa em linguagem simples com seu público, mantendo a relação que construiu ao longo de quatro mandatos de governadora.

E a tendência é que o número de seguidores aumente.

À medida que se aproxime de 2022…

2

Roseana declara: “sou muito nova para me afastar da política”

Ex-governadora participa de live ao lado do coordenador eleitoral do MDB, deputado Roberto Costa, e revela que vai estar ativamente nas eleições de 2022, seja como candidata ou mesmo apoiando algum outro nome

 

Roberto Costa e Roseana fizeram live em que anunciaram a volta da ex-governadora à política, sobretudo no ciclo de 2022

Sucesso de público na Internet, a live realizada nesta terça-feira, 21, pelo deputado estadual Roberto Costa e pela ex-governadora Roseana Sarney encaminhou pontos fundamentais para o futuro político do MDB e para a própria Roseana.

A ex-governadora deixou claro, por exemplo, que seu retorno às redes sociais é também um passo para o retorno à política; e pretende estar ativa nas eleições de 2022.

– Nessa pandemia tive a oportunidade de conversar comigo mesma e percebi que era muito nova para me afastar da política. Resolvi voltar as redes sociais e à política; vou participar novamente da vida política e da vida da comunidade maranhense – declarou.

A repercussão da conversa entre os emedebistas mostrou a força que a ex-governadora tem no estado – e principalmente em São Luís – o que animou os protagonistas a fazer um balanço da trajetória da emedebista.

Os dois lembraram obras e projetos importantes dos governos de Roseana para o Maranhão, como os Vivas, obras de infraestrutura e a valorização da cultura. Em vários momentos Roseana deixou claro que pretende voltar à disputa eleitoral, mas descartou a possibilidade de concorrer às eleições municipais em 2020.

– Ainda temos dois anos e meio pela frente. Dará tempo para refletir e ver se novamente vou entrar para me candidatar ou só apoiar alguns candidatos. A realidade é que eu já descansei, já passei os meus dois anos sabáticos. Em dois anos as águas vão rolar e vamos ver o que vai dar – revelou a ex-governadora.

Durante a live, ficou claro que o projeto roseanista de 2022 terá interligação com a posição do MDB, em 2020.

E esta decisão ficará  cargo de Roberto Costa, coordenador eleitoral do partido.

A decisão da legenda será seguida por ela…

0

Roseana cada vez mais envolvida no debate sobre São Luís

Embora já com a candidatura descartada na capital maranhense, ex-governadora pretende influenciar seu partido na tomada de decisões e analisar propostas apresentadas pelos diversos candidatos a prefeito

 

Popular na capital maranhense, Roseana pretende usar sua influência na Internet para analisar o debate sobre a Prefeitura de São Luís

Mesmo não concorrendo às eleições de 2020, a ex-governadora Roseana Sarney (MDB) pretende ser uma efetiva militante do seu partido na análise das eleições de São Luís.

Nesta terça-feira, 21, por exemplo, Roseana participa de uma live ao lado do vice-presidente e coordenador eleitoral da legenda, deputado estadual Roberto Costa.

De acordo com o banner do evento, Roseana vai analisar o debate no MDB sobre os apoios nas eleições da capital maranhense.

A live de Roseana com Roberto Costa ocorrerá às 19h30 desta terça-feira, por meio das redes sociais dos dois políticos

Nome de peso do MDB para as eleições de 2022, Roseana vive uma nova fase, de volta e ativa às redes sociais, sobretudo no Instagram, onde tem participação diária.

E nesta fase ela pretende participar mais de eventos ligados a internet, buscando um público mais jovem, que já tem relação com ela, embora sem maior acesso à sua trajetória.

A live desta terça-feria, 21, está marcada para as 19h30…

1

Após decisão contra perfis fake, Roseana volta a interagir no Instagram

Ex-governadora publicou no perfil  @roseanasarneym vídeo em que conta um pouco do seu dia dia na pandemia e fala das suas expectativas, sobretudo com as festas juninas, que espera ver efetivamente a partir de 2021

 

Roseana com o marido e as filhas na praia; postagem no Instagram após decisão que fortaleceu seu perfil oficial

A ex-governadora Roseana Sarney voltou esta semana a publicar imagens e vídeos em seu perfil na rede social Instagram, após a Justiça determinar a exclusão de perfis não-oficiais relacionados ao seu nome. 

Há dois dias, ela publicou vídeo em que canta para um dos netos e fala de sua paixão pelo bumba-meu-boi. Ontem, Roseana publicou foto ao lado do marido, da filha e da neta em uma praia de São Luís.

Nesta quinta-feira, 2, a ex-governadora voltou ao insta, com um vídeo em que explica sua ausência, fala de suas expectativas pós-pandemia e afirma que vai continuar a interagir.

– Hoje acordei precisando conversar, ver gente. Mas, estamos em casa, já tenho mais de 60 anos e estou respeitando a minha idade. Só queria dar um abraço. Se deus quiser vamos sair mais rápido dessa pandemia chata – disse a ex-governadora, de cara limpa.

A última vez que Roseana havia postado em seu perfil @roseanasarneym foi em 14 de março de 2019: um #TBT de quando inaugurou a primeira escola de tempo integral, na época do governo.

Até então, ela fazia postagens esporádicas na rede, sempre com grandes intervalos entre uma e outra – mas sempre com centenas de comentários e curtidas.

Ao blog Marco Aurélio D’Eça ela garantiu que, a partir de agora, vai estar mais presente nas redes sociais, interagindo com o povo maranhense, “não apenas sobre política, mas todos os aspectos do nosso estado”. 

A decisão que obrigou o Facebook a retirar perfis fakes relacionados a Roseana foi tomada pelo juiz federal Sebastião Lima Bom,fim, em ação movida pela advogada Anna Graziella Neiva.

Ao todo, foram retirados 11 perfis desta rede social…