4

“Questão econômica não justifica crueldade com animais”, diz Eliziane Gama…

Deputada federal foi a única representante da bancada maranhense a se posicionar contra a PEC que liberou a vaquejada no país por entender que nada justifica o sofrimento animal neste tipo de atividade

 

DEFESA ANIMAL
Eliziane Gama entende que a renda oriunda da vaquejada não justifica a crueldade da atividade

A deputada federal Eliziane Gama (PPS) criticou a aprovação da PEC da Vaquejada pela Câmara Federal.

A parlamentar foi a única representante da bancada maranhense presente na votação a se opor à liberação da atividade.

Para a deputada, não se pode levar em conta apenas a questão econômica para justificar “uma crueldade absurda e primitiva”.

– Há várias atividades com forte poderio econômico que não fazem bem à sociedade; o que precisa ser visto é a forma cruel como os animais são tratados neste suposto esporte – disse ela.

LOBBY PODEROSO
Grupos que investem nas vaquejadas sentaram praça no Congresso para garantir seus ganhos

A prática de vaquejada havia sido proibida no país em outubro do ano passado, por decisão do Supremo Tribunal Federal, que a julgou inconstitucional por entender que a atividade submete os animais à crueldade.

Empresas que promovem os chamados circuitos milionários passaram a fazer lobby e convenceram parlamentares na Câmara e no Senado a apresentar uma Proposta de Emenda Constitucional para tornar a vaquejada legal.

– Os bingos e casinos também geram renda e empregos, mas o rastro de destruição que provocam não justificam a sua legalidade. A PEC da vaquejada apenas torna legal práticas cruéis contra os animais em nome de uma suposta geração de emprego e renda – concluiu a parlamentar.

Marco Aurélio D'Eça

4 Comments

  1. Parabéns a deputado, não é possível por razões supostamente econômicas, que tenho duvidas sobre esse volume todo de empregos, vamos aceitar boçais sorrindo na plateia enquanto animais são judiados por outros boçais.

  2. Concordo totalmente com o posicionamento da deputada federal Eliziane Gama, no que diz respeito a se posicionar contra a crueldade com animais, tendo nesse meio termo uma suposta apelação econômica de empresários que lucram cifras milionárias, e se esquecem do bem estar animal, bem como, desconhecem que a senciência dos animais, ou seja, fazem pouco caso acerca da capacidade dos animais de sentir algo de forma conscientemente, sensações e sentimentos (capacidade de ter percepções conscientes do que lhe acontece e do que o rodeia).

  3. Francamente… Não se conhece uma manifestação dessa deputada cobrando providências contra a carnificina estabelecida pela violência desenfreado que aterroriza a vida de todos nós.
    Esse discuso politicamente correto e hipócrita supera todos os limites da razoabilidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *