0

Eliziane Gama destaca força mundial da “pirralha” Greta Thunberg…

Senadora maranhense, que participou da mesma conferência na Espanha da qual fez parte a ativista sueca, usou carinhosamente para elogiá-la o termo com o qual o presidente Bolsonaro tentou diminuí-la

Senadora Eliziane Gama na conferência do clima COP-25, onde travou experiência com a ativista Greta Thunberg

A senadora maranhense Eliziaine Gama (Cidadania) elogiou a escolha da revista inglesa Times, que deu á ativista sueca de apenas 16 anos, Greta Thunberg, o título de título de Personalidade do Ano”.

– Não podemos desmerecer o que essa “pirralha” faz. Ela conseguiu pautar a proteção do meio ambiente como ordem do dia no planeta – disse Eliziane, usando de forma carinhosa o termo usado pelo presidente Jair Bolsoanro para diminuir a ativista adolescente.

Capa da revista Time, que deu a Greta Thunberg o título de Personalidade do Ano no mundo, prêmio dado pela primeira vez a uma adolescente

– Ela é uma gigante e o prêmio de personalidade do ano da TIMES está em boas mãos – disse a senadora.

Greta Thunberg vem sendo atacada por Bolsonaro desde que decidiu cobrar das autoridades mundiais um olhar mai apurado para o que vem acontecendo na Amazônia.

A charge que revelou ao mundo quem, na verdade, é o pirralho mental n debate travado entre o presidente Jair Bolsonaro e a ativista sueca

Mas o presidente utiliza-se de verbalização chula, mostrando quem, na verdade, é o “pirralho mental”.

 – Concordando ou não com Greta Thunberg, há um fato: ela é destemida – ensina Eliziane, que esteve na mesma conferência do Clima, na Espanha na qual a ativista foi homenageada.

1

Eliziane Gama e as eleições de 2020 e 2022…

Embora ausente do debate, senadora surge entre opções para o executivo, tanto no cenário municipal quanto no estadual, mexendo no jogo eleitoral e apontando também para uma espécie de terceira via na batalha que se anuncia entre o senador Weverton Rocha e o vice-governador Carlos Brandão

ELIZIANE EM EVENTO COM FLÁVIO DINO, WEVERTON E SEUS RESPECTIVOS CÔNJUGES; força popular mesmo ausente do debate eleitoral e opção de peso para os próximos anos

A senadora Eliziane Gama (Cidadania) tem dito a aliados mais próximos – inclusive o titular do blog Marco Aurélio D’Eça – que não pretende por o seu nome no debate eleitoral pela prefeitura, em 2020.

Mesmo assim, ela aparece como opção de unidade na base governista e única capaz de garantir um segundo turno contra o deputado federal Eduardo Braide (PMN).

Esta informação foi, inclusive, fruto de post deste blog no fim de semana, analisando pesquisa de bastidores em poder do Palácio dos Leões. (Releia aqui)

Nesta segunda-feira, 18, Eliziane Gama ganhou ainda mais importância no contexto de 2022, ao aparecer como principal candidata em uma pesquisa divulgada pelo blog do Gilberto Léda.

É certo que o levantamento do Inop abrangeu setores específicos do estado, como o municípios à base da BR-135 – que recebem influência direta do deputado federal Josimar de Maranhãozinho (PCdoB) – mas significativo o fato de Eliziane superar o senador Weverton Rocha (PDT) e o vice-governador Carlos Brandão (PRB).

Weverton está em campanha aberta pelo Governo do Estado desde que se elegeu senador, em 2018. Desde então vem montando uma base de aliados e tentando influenciar diretamente no comando das principais instâncias de poder no Maranhão, como forma de se consolidar como candidato.

Mesmo assim, está 20 pontos atrás de Eliziane.

O vice-governador Carlos Brandão é mais discreto, atua de forma mais comedida, mas tem o trunfo de assumir o governo até abril de 2022, quando poderá ser candidato no cargo. Ele apareceu com 4,23% na pesquisa divulgada por Gilberto Léda.

A PESQUISA DO INOP REVELADA POR GILBERTO LÉDA; números que surpreendem quem está em campanha aberta desde o fim de 2018

Neste contexto, Eliziane Gama passa a ser uma opção do próprio governo para a pacificação da base, que vive a iminência de um racha já nas eleições de 2020, quando os grupos governistas se engalfinharão pela sucessão do prefeito Edivaldo Júnior.

E o fato de Weverton Rocha estar pessoalmente empenhado nas eleições de São Luís – e Eliziane Gama não – também é significativo da força popular que cada um representa no estado.

Questionada pelo blog Marco Aurélio D’Eça sobre a presença do seu nome nos jogos eleitorais de 2020 e 2022, a senadora foi lacônica, mas sugestiva:

– Estava me recuperando dessa campanha dura [pelo Senado]. Mas vamos recomeçar – sinalizou.

E este “recomeçar” pode dizer muita coisa do ponto de vista político.

4

Pesquisa de bastidores mostra surpresas ao Palácio dos Leões sobre 2020

Levantamento que estaria em poder do chefe da Casa Civil, Marcelo Tavares, mostra o fracasso das apostas governamentais em São Luís, reforça nome de Eliziane Gama e aponta Braide como franco favorito na corrida pela prefeitura

 

MESMO JÁ FORA DA DISPUTA PELA PREFEITURA, ELIZIANE SURGE COMO NOME DE MAIOR UNIDADE na base do governo Flávio Dino,garantindo o segundo turno

Pelo menos quatro dos mais de 10 pré-candidatos a prefeito de São Luís já confirmaram ao blog Marco Aurélio D’Eça a existência de uma nova pesquisa de intenção de votos sobre a corrida eleitoral de 2020.

Dizem até que os números estão em poder do chefe da Casa Civil, Marcelo Tavares, o que não é confirmado por ele.

De qualquer forma, os números confirmam o fracasso dos candidatos preferidos pelo Palácio dos Leões e a manutenção da força dos nomes rejeitados pelos comunistas.

Mas surge também um novo cenário – com a presença da senadora Eliziane Gama (Cidadania) entre os principais candidatos – o que põe ainda mais dúvidas no grupo do governador Flávio Dino (PCdoB).

Eliziane já descartou entrar na disputa pela prefeitura, mas seu nome é o mais forte dentre todos os membros da base – e o único com capacidade de unidade.

É a única, também, que consolida a possibilidade de segundo turno em todos os cenários.

APOSTAS DO PALÁCIO E DO SENADOR WEVERTON, RUBENS JÚNIOR E OSMAR FILHO não conseguem deslanchar nas pesquisas

Quem viu a pesquisa – ou pelo menos ouviu sobre seus números – diz que, além de Eliziane Gama, mantêm boa posição na base os deputados Duarte Júnior (PCdoB), Neto Evangelista (PDT) e Dr. Yglésio (sem partido), nenhum com apoio incondicional entre os governistas.

E Eduardo Braide mantém favoritismo, a quilômetros de distância dos adversários…

1

Crise na Bolívia: Eliziane pede saída democrática para o país vizinho…

A parlamentar pede orações pelo povo boliviano, ressalta os desvios institucionais do governo deposto, mas diz que as questões democráticas não podem ser resolvidas com ações militares

 

A senadora maranhense Eliziane Gama (Cidadania) manifestou preocupação com a situação da Bolívia. O país vizinho vive uma crise institucional desde a conturbada reeleição do presidente Evo Morales.

Eliziane Gama usou sua conta em uma rede social para pedir orações pela Bolívia e que Deus ajude o país vizinho a encontrar um caminho democrático para a atual crise política.

“Pedimos a Deus pela autodeterminação dos povos, que os bolivianos resolvam seus problemas nas urnas, que não seja aceita nenhuma violação de direitos e que a Bolívia cumpra todos os acordos em que é signatária. O mundo tem que observar e ajudar os bolivianos a saírem dessa crise”, disse através de sua conta pessoal no Twitter.

A senadora maranhense com sua postura reforça sua posição histórica de sempre pregar a paz e rechaçou desvios institucionais do governo anterior do país vizinho.

“A comunidade internacional tem que voltar seu olhar para a Bolívia, devemos respeitar a vontade do povo Boliviano, mas temos a obrigação de condenar desvios e rupturas institucionais. Problemas da democracia não se resolvem com as forças armadas intervindo em assuntos civis”, completou.

Entenda o caso

Após a quarta tentativa de reeleição, o presidente Evo Morales foi acusado de fraude generalizada por grupos opositores na Bolívia. No último fim de semana, a OEA (Organização de Estados Americanos) publicou relatório em que afirma haver forte indício de fraude eleitoral na eleição presidencial Boliviana.

A suspeita de fraude desencadeou uma grave crise política e institucional no país. Evo Morales convocou novas eleições, mas as Forças Armadas e a oposição acreditavam que ele fraudaria o pleito novamente e pediram a sua renúncia do cargo.

A situação do país vizinho é preocupante com os dois lados da disputa acirrados e a senadora maranhense chamou a atenção da comunidade internacional para o conflito.

0

Eliziane diz que é inconstitucional proposta de Bolsonaro para o servidor…

Para senadora maranhense, tentativa de impedir a filiação partidária fere os direitos fundamentais do cidadão, garante a liberdade de associação para fins lícitos

 

A senadora Eliziane Gama (Cidadania) manifestou-se criticamente nesta quarta-feira, 6, contra a proposta do governo Jair Bolsonaro (PSL), de acabar coma  instabildide de servidor público filiado a partido político.

Para a senadora, a proposta é manifestamente inconstitucional.

– Fere os direitos fundamentais, que garantem a livre associação para fins lícitos. Retirar este direito é impor censura política – alertou a parlamentar.

A patrulha ideológica do governo ao servidor público faz parte do conjunto de Emendas Constitucionais que foi entregue aos presidente da Câmara e do Senado.

Além das várias medidas contra servidores públicos, Bolsonaro quer também reduzir o número de municípios, extinguindo aqueles com menos de 5 mil habitantes.

Eliziane deve orientar sua bancada a se posicionar contrária diversos pontos do pacote…

2

Descaso do governo Bolsonaro com as manchas de óleo no Nordeste….

Senadora Eliziane Gama vê inépcia do presidente no caso, e lembra que conselhos que tratavam de poluição por óleo foram extintos no início do governo, que tem política displicente par ao setor do Meio Ambiente

 

A POLUIÇÃO NAS PRAIAS DO NORDESTE AFASTA TURISTA E DÁ PREJUÍZO AOS ESTADOS, mas o governo Bolsonaro faz de conta que não é no Brasil

É de absoluto descaso o tratamento do governo Bolsonaro para a tragédia ambiental que vem ocorrendo nas praias do Nordeste, poluídas por um vazamento de óleo de origem ainda desconhecida.

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) só teve voz altiva sobre o assunto quando tentou responsabilizar a Venezuela pelo vazamento, chegando a afirmar ter sido uma atitude criminosa do país vizinho.

Sem provas para acusar, ele se calou sobre o assunto, em mais uma prova de desprezo ao Nordeste, comandando por governadores que lhe fazem oposição.

– A impressão que passa à sociedade é que, depois de quase 60 dias do aparecimento das primeiras manchas de óleo, o governo só se movimentou para mitigar os efeitos do vazamento porque a Justiça o obrigou a tomar providências. O que se espera é que com a decisão da Justiça, enfim, o governo reative plenamente o Plano Nacional de Contingenciamento para Incidentes de Poluição por Óleo – disse a senadora Eliziane Gama (Cidadania), que critica a inépcia do governo no caso.

SENADORA ELIZIANE GAMA VÊ RELAÇÃO ENTRE A POLUIÇÃO E O FIM DOS CONSELHOS QUE MONITORAVAM O PROBLEMA na região Nordeste do Brasil

Eliziane vê relação da tragédia com a extinção, no início do governo Bolsonaro, dos comitês que integravam o Plano Nacional de Contingência para Incidentes de Poluição por Óleo em Água, instituído em 2013.

E a forma precária como Bolsonaro age evidencia também represália ao Nordeste…

1

Para Eliziane, dados sobre concentração de renda são estarrecedores…

Deputada lamentou o aumento do número dos que vivem com R$ 413 reais ao mês e a ampliação da concentração  e renda entre os mai ricos a partir de 2017, quando o Brasil entrou no novo ciclo político

 

A senadora Eliziane Gama (Cidadania) mostrou-se estarrecida com o aumento das desigualdades sociais no Brasil, mostrado pelo estudo da PNAD Contínua, do IBGE.

– Estarrecedores os dados divulgados pelo IBGE na PNAD contínua – ressaltou Eliziane.

de acordo com o PNAD, a renda dos 1% mais ricos aumentou desde 2017, quando consolidou-se um novo ciclo político no Brasil.

Já a renda da maioria mais pobre caiu significativamente em 2017 e 2018.

 – A renda dos mais pobres caiu, a concentração de renda cresceu e a desigualdade bateu recorde no Brasil. Metade dos brasileiros vive com R$413 mensais. É inadmissível – lamentou a senadora maranhense.

Os números do IBGE foram, divulgados esta semana…

0

Eliziane emplaca várias emendas na LDO do Governo Federal para 2020…

O Congresso Nacional aprovou na tarde desta quarta-feira (9) a Lei de Diretrizes Orçamentárias para 2020 com o acatamento de várias emendas apresentadas pela líder do Cidadania no Senado, Eliziane Gama (MA). Uma delas possibilita a aplicação de recursos na ampliação e conclusão de obras em entidades privadas sem fins lucrativos que atuem e prestem serviços continuados de interesse público nas áreas de saúde, assistência social e educação especial, já habilitadas há mais de três anos e que preencham os requisitos previstos em lei.

Eliziane defende que o objetivo é garantir o investimento em infraestrutura física de entidades filantrópicas. “As Santas Casas, por exemplo, prestam relevantes serviços na área da saúde, entretanto, muitas estão com estruturas físicas precárias, devido à ação do tempo e à falta de investimentos em reforma e manutenção. Agora os recursos poderão ser destinados às obras de ampliação e manutenção para prestadoras de serviços essenciais ampliarem seus atendimentos”, justifica a senadora.

Outra emenda permite a aplicação prioritária de recursos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) no estímulo à projetos voltados ao desenvolvimento de produção e distribuição de gás natural e em empreendimentos voltados à cadeia produtiva da reciclagem de resíduos sólidos com tecnologias sustentáveis.

O BNDES deverá atender ainda projetos de ampliação da frota e da infraestrutura do transporte fluvial, bem como de dinamizaçāo de destinos turísticos das regiões brasileiras próximas à centros de lançamentos aeroespaciais.

Eliziane também colaborou na aprovação da emenda que isenta os municípios com baixo Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) de contrapartida em investimentos.

1

A postura cada vez mais consistente de Eliziane Gama no Senado…

Senadora tem se posicionado contra todas as propostas, discursos e ações que possam ir de encontro aos interesses do cidadão e do Brasil, ocupando espaço de destaque nos principais veículos de comunicação do país

 

ELIZIANE TEM ADOTADO POSTURA CRÍTICA, PORÉM SERENA, EM TODOS OS ASPECTOS DE SEU MANDATO, o que faz dela um dos principais nomes da bancada

A senadora Eliziane Gama (Cidadania) votou contra a Reforma da Previdência proposta pelo governo Jair Bolsonaro (PSL). Ela entendeu que a reforma ataca direitos fundamentais do cidadão brasileiro.

Assim tem sido a postura de Eliziane Gama no Senado: sempre posicionada em favor dos cidadãos e do país.

Senadora de primeiro mandato, a maranhense tem se destacado com sua postura correta e distante de escândalos, desde que assumiu o primeiro mandato de deputada estadual, ainda em 2006.

Tanto que, hoje, dentre os senadores maranhenses, a líder do Cidadania é a principal fonte de jornalistas e dos principais veículos de comunicação do país.

Sua postura crítica, mas serena, em relação ao governo Bolsonaro põe o presidente e seus aliados em situação vexatória, sem no entanto, partir pro confronto, diante de argumentos tão abalizados. 

Eliziane Gama é hoje um dos principais destaques da bancada maranhense no Congresso Nacional.

E a única com postura retilínea em todos os assuntos…

1

Eliziane Gama quer comissão do Congresso vistoriando locais de queimadas

A líder do Cidadania no Senado, Eliziane Gama, propôs na Comissão Mista de Mudanças Climáticas do Congresso Nacional que sejam realizadas visitas aos locais das queimadas, e debate com especialistas para a busca de alternativas e mecanismos visando a proteção ambiental no País.

Eliziane Gama apresentou a sugestões esta semana durante reunião de trabalho da comissão que tem como relator o deputado maranhense Edilázio Júnior.

“A comissão terá grande protagonismo no Congresso e está sendo instalada no momento em que é necessário o encaminhamento de ações para que o governo e a sociedade possam se unir para dar uma alternativa e esta questão”, afirmou Eliziane Gama, ao participar da reunião da CMMC que apreciou o plano de trabalho do colegiado.

O foco principal da comissão, que deveria ter sido instalada no começo do ano, será as queimadas na Amazônia e seus impactos no Brasil e no mundo. A senadora lamentou o atraso na instalação e início dos trabalhos da CMMC, mas disse que agora o momento é de união.