2

“Foi Flávio Dino quem traiu Roberto Rocha, não o contrário”, diz Joaquim Haickel…

Em artigo, ex-deputado destrói mito da competência do governador, diz que o comunista usa o autoritarismo dos maus juízes e persegue quem não concorda com suas teses

 

QUEM TRAIU QUEM? Flávio Dino e Roberto Rocha serão adversários em 2018

O ex-deputado e ex-secretário Joaquim Haickel criticou fortemente o uso de jornalistas alugados pelo governo Flávio Dino (PCdoB) para tentar desconstruir a imagem do senador Roberto Rocha (PSDB), desde que este decidiu concorrer ao Governo do Estado.

– Existe outra farsa que precisa ser exposta e desmascarada. Alguns jornalistas que alugam suas penas, suas vozes e as consciências que deveriam ter, vêm se dedicado a difundir a ideia de que o senador Roberto Rocha é um ingrato e um traidor, tendo virado as costas ao governador Flávio Dino. Isso não é de forma alguma verdade! – afirmou Haickel.

Para Joaquim Haickel, Flávio Dino é o tipo de político que não admite a menor contestação, o que expõe seu cacoete de mau juiz!

– Autoritário extremado, só fica feliz quando as pessoas à sua volta concordam com ele, de livre e espontânea vontade ou através do medo ou da coação, não importa – diz o ex-parlamentar.

Na avaliação do ex-secretário, Dino expõe todas as suas facetas na ação contra Roberto Rocha.

– Ao pagar jornalistas, blogueiros e radialistas para tentarem desconstruir a figura de Roberto Rocha, fica clara mais uma faceta de Flávio Dino que precisa ser exposta para que seja desmistificada e jogada abaixo. A faceta da honradez de propósitos, a farsa da seriedade na prática da política, o mito do bom moço, do ex-juiz que abandonou a magistratura para salvar o Maranhão de seu destino nefasto. Isso não é verdade. O que ele e seus asseclas tem é um projeto de poder que durará no máximo oito anos – afirmou.

Os oito anos previstos por Haickel pressupõem a reeleição no ano que vem, o que não tem garantia nas atuais circunstâncias.

Simples assim…

Leia aqui a íntegra do artigo de Joaquim Haickel

Marco Aurélio D'Eça

2 Comments

  1. Foi só falar em mãe Nagiba, ele aparece. Vidente de araque
    quer está em evidência, desmpregado, vive de suas pensões dos que cultivaram o ócio. Advogado do diabo, o que Joaquim Haickel quer é uma boquinha igual a que Clodomir Paz tem, um pemduricalho no senado, naquele antro de come e dorme, onde abriga todos os filhos da mãe joana. Nagib é assim onde tem fumaça tem fogo na esperança que sobra alguma coisa pra ele, nestes tempo dificil de mamata.

  2. É verdade. Roberto Rocha tinha uma visibilidade política muito maior do que o Cuba, em que pese o Cuba ser o candidato a governador, isso é evidente. O que aconteceu foi que a falta de sensibilidade, de lealdade da dupla DINO/JERRY que levou a essa confusão toda. Quem só tem a perder com essa briga são os passageiros do poder que estão mandando hoje transitoriamente neste estado. Roberto Rocha tem mais 5 anos de senador pela frente. Esses passageiros, porém, poderão ser apeados do poder em outubro ou novembro de 2018.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *