2

Escândalo da lavagem de dinheiro: o problema, PCdoB, é a nota fiscal…

Para tentar escapar da acusação de que usou a campanha eleitoral de Flávio Dino para lavar dinheiro sem origem ou destino explicados, comunistas até admitem a dívida, mas não explicam porque as notas fiscais foram baixadas

 

Márcio Jerry aparece citado na denúncia de lavagem de dinheiro do PCdoB na campanha de Flávio Dino

Há um problema grave para o PCdoB na denúncia envolvendo o pagamento não-explicado de R$ 1,3 milhão à empresa Aldo Oberdan Pinheiro Montenegro-ME, também conhecida por AldoImagem LTDA.: o partido até admite o pagamento de R$ 500 mil, e diz que os demais R$ 800 mil foram assumidos como dívida.

Ocorre que a notas fiscais que compõem a Representação apresentada à Procuradoria-Geral da República contem extratos bancários, notas fiscais e recibo dando conta da quitação total do débito.

Ou seja, oficialmente, o PCdoB pagou R$ 1,3 milhão à AldoImagem LTDA., mas a empresa recebeu apenas R$ 500 mil em sua conta, embora tenha assinado recibo de quitação total.

Para onde, então, foram os outros R$ 800 mil?!?

É isso que o PCdoB não consegue explicar.

E é isso que o Ministério Público vai investigar…

Marco Aurélio D'Eça

2 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *