3

Zé Inácio defende lei que instituiu o feriado no Dia da Consciência Negra…

Deputado estadual foi autor da lei que será cumprida pela primeira vez no Maranhão a partir desta terça-feira, 20 –  a exemplo do que já ocorre em diversos estados brasileiros – mas enfrenta resistência de empresários

 

Zé Inácio com um grupo de lideranças do movimento negro, durante aprovação de lei da Consciência Negra

O deputado estadual Zé Inácio (PT) voltou a defender esta semana a lei de sua autoria, que  estabelece no Maranhão o feriado do Dia da Consciência Negra.

A homenagem à história dos negros brasileiros representa feriado em inúmeros estados brasileiros, mas, no Maranhão, só começará a vigorar a partir desta terça-feira 20, diante de forte reação da classe empresarial.

Para Zé Inácio – autor de outras ações em favor da consciência negra – o reconhecimento ao feriado é um respeito à raça negra.

– Sou um militante do movimento negro, sempre lutei pela causa, tanto como advogado que defendeu o Centro de Cultura Negra ao longo de vários anos e também como parlamentar. Sou um negro que tem origem no quilombo Conceição, no município de Bequimão, ao qual meu pai pertencia. Na Assembleia, fui autor de propostas em defesa da causa, como, por exemplo, o Projeto de Lei que criou cotas em concursos públicos no Estado; de um Projeto de Resolução estabelecendo o mesmo benefício para negros em concursos no âmbito na Assembleia e de uma Indicação instituindo a mesma prerrogativa na esfera do Judiciário do Maranhão, tanto para técnicos como para magistrados. Falta apenas a própria Justiça acatar e colocar em prática – disse Zé Inácio.

Empresários maranhenses tentam na Justiça derrubar o feriado instituído por sanção do governador Flávio Dino ainda em 2017.

Para Zé Inácio, manter a data apenas dignifica o Maranhão…

Marco Aurélio D'Eça

3 Comments

  1. Cotas para negros? fico me perguntado até quando uma porcentagem dos negros vão se achar incapaz de ser igual ao branco. Para os políticos isso é super importante, pois com esses projetos eles fidelizam os próprio negros, e os colocam como escravos de sua própria inteligência. O ensino foi feito para qualquer pessoa independente de cor ou raça. Não sou racista pois adoro essa cor, mas fico muito triste quando os negro se colocam inferior a uma outra cor. Todos nós somos iguais. vou citar um dizer do Dj Neto Miller “Reggae” Nós somos todos iguais, o nosso sangue é uma cor só VERMELHO”.

  2. Ridículo isso, só mais um feriado para atrapalhar no meio da semana. Imagine só se agora nossos legisladores inventarem de criar o dia da consciência branca, cafusa, mameluca, caiçara… ? É certo que a dívida histórica com o povo negro é impagável, mas na minha humilde opinião, não é nenhum dia da consciência negra, cota para negros ou seja lá oq for, q irá minimizar isso. Só viveremos em condições iguais quanto nos tratarmos como iguais, independente de cor, religião, opção sexual, classe social, filiação partidária, time do coração…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *