0

Operação policial contra Astro de Ogum tem sinais de represália comunista…

Vereador foi abordado nesta quinta-feira por policiais da Seic, após ser apontado como alvo de espionagem do secretário Jefferson Portela e insistir no projeto de candidatura a prefeito

 

ASTRO VIROU INCÔMODO PARA O GRUPO FLÁVIO DINO DESDE QUE DEIXOU A PRESIDÊNCIA DA CÂMARA; represálias policiais podem atingir também Josimar de Maranhãozinho

Está claro que o vereador Astro de Ogum (PL) vem incomodando a cúpula que hoje detém o poder no Maranhão e em São Luís, liderada pelo comunista Flávio Dino (PCdoB).

Desde que foi forçado a abrir mão da presidência da Câmara Municipal – numa operação que já visava os projetos de poder do grupo formado por PCdoB, PDT e PSB – Astro passou a incomodar as lideranças destas legendas, sobretudo pela força que mostrava na Zona Rural em seu projeto de candidatura a prefeito.

Para os dinistas – que também circundam a gestão pedetista em São Luís – Astro de Ogum atuava nos bastidores contra a gestão municipal, fomentando denúncias de corrupção na mídia.

Também foi apontado como possível candidato a prefeito pelo MDB, apesar de ter o aval do PL. (Relembre aqui)

De acordo com as primeiras informações, policiais da SEIC invadiram endereços ligados ao vereador e o levaram por porte ilegal de arma, juntamente com dois assessores.

É bom lembrar que nas denúncias de espionagem feita pelos delegados Thiago Bardal e Ney Anderson Gaspar, Astro era apontado como um dos alvos do secretário Jefferson Portela. (Relembre aqui, aqui e aqui)

Astro de Ogum é do PL, partido que tem no estado o controle do deputado federal Josimar de Maranhãozinho, que também ensaia independência aos que hoje se acham donos do Maranhão no PDT e no PCdoB.

Josimar, portanto, deve botar as barbas de molho.

Simples assim…

Marco Aurélio D'Eça

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *