1

Flávio Dino pressiona Othelino a reassumir a Assembleia

Ex-governador utiliza argumentos jurídicos próprios para convencer o deputado estadual a retornar ao Maranhão, sem precisar assumir o governo, mesmo com Brandão ainda afastado

 

Flávio Dino quer forçar Othelino a voltar ao Maranhão mesmo com Brandão ainda afastado por motivo de doença

 O ex-governador Flávio Dino (PSB) resolveu impor-se como líder absoluto do seu grupo politico e está pressionando o presidente da Assembleia Legislativa, Othelino Neto (PCdoB) a retornar ao Maranhão.

Dino usa seus próprios conceitos jurídicos para convencer Othelino que ele pode voltar ao Maranhão mesmo sem precisar assumir o governo.

O deputado está fora do estado desde o dia 18 de maio, quando começou a licença para tratamento de saúde do governador-tampão Carlos Brandão (PSB).

Pela Lei Eleitoral, se permanecesse no Maranhão, o presidente da Assembleia seria obrigado a assumir o comando do governo, o que o tornaria inelegível nas eleições de outubro.

Mas Flávio Dino pensa diferente e exige o retorno do aliado para tentar dar ordem à base governista na Assembleia, hoje completamente afastada do Palácio dos Leões.

Se Othelino atender às ordens de Dino e retornar, criará uma situação jurídica sem precedentes no Brasil, em que o primeiro na linha de sucessão do governo simplesmente repassa o cargo para outro.

Mas a situação também criará instabilidade jurídica à própria candidatura de Othelino à reeleição.

Simples assim…

Sem categoria

Marco Aurélio D'Eça

One Comment

  1. Em sendo assim, Dino faz isso porque sabe que a saúde do governador ainda é delicada, o impossibilitando de assumir o governo nos próximos dias. O vídeo publicado não deixa dúvidas sobre os cuidados de que Brandão ainda precisa. O governador aparenta uma debilidade da circunstância e não vai para o sacrifício pessoal e familiar para satisfazer o comunista. Que Deus restabeleça a saúde do governador. E a bola é tua, Paulo Velten.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *