0

Federação Brasil da Esperança anuncia apoio à pré-candidatura de André da Ralpnet em Pinheiro

A Federação Brasil da Esperança, presidida no Maranhão pelo deputado federal Márcio Jerry (PCdoB), anunciou, nesta segunda-feira (15), apoio ao pré-candidato a prefeito, empresário André da Ralpnet (Podemos), que tem como pré-candidato a vice o jovem servidor público, Paulo Lobato. A Federação tem partidos como o PCdoB e o PT que se juntam ao projeto político do Podemos e do Solidariedade.

A reunião que selou o apoio da Federação a André da Ralpnet em Pinheiro aconteceu na sede da direção estadual do PT, em São Luís. Além de Márcio Jerry, do presidente estadual do partido, Francimar Melo, e dos pré-candidatos André e Paulo, participaram ainda das discussões a senadora Ana Paula Lobato (PSB), o deputado estadual Othelino Neto (PCdoB), a dirigente petista Ana Marinho e o deputado estadual Rodrigo Lago.

Ana Paula Lobato comemorou o apoio do PT e da Federação.

“É oficial! O PT estará conosco nas eleições municipais de nossa querida Pinheiro, apoiando o pré-candidato a prefeito, André da Ralpnet, e o pré-candidato a vice-prefeito, Paulo Lobato. Estamos juntos neste projeto de transformação na vida dos pinheirenses. À vitória!”, disse.

“Nosso projeto dá um importante passo a partir deste casamento político entre a Federação, o Podemos e o Solidariedade. Juntamos as nossas forças por uma Pinheiro mais desenvolvida e com melhor qualidade de vida para a população”, pontuou o deputado Othelino Neto.

Francimar Melo disse que o PT vem discutindo estratégias eleitorais em todo o estado e que, em Pinheiro, as discussões apontaram para o o apoio a Ralpnet.

“Dentro das nossas discussões e estratégias, estaremos com André da Ralpnet e Paulo Lobato em Pinheiro”, frisou ao bater o martelo.

“Nós já temos o nosso posicionamento manifestado ao PT de apoio a essa aliança com o Podemos e o Solidariedade em Pinheiro. Estamos ampliando essas discussões para essa aliança com os dois pré-candidatos. Estamos juntos”, disse o preside do PCdoB e da Federação Brasil da Esperança no Maranhão, Márcio Jerry.

Da assessoria

0

Bancada de Brandão começa a reagir a Othelino na Assembleia…

Contrapontos do ex-presidente da Casa ao governo tem incomodado os aliados do governador, que decidiram contra-atacar com respostas pragmáticas, que buscam constranger o deputado do PCdoB em plenário

 

A posição mais “independente” de Othelino em relação a Brandão começou a ter reações na Assembleia

Uma primeira reação efetiva ao deputado Othelino Neto (PCdoB) foi vista no plenário da Assembleia Legislativa nesta quarta-feira, 10.

O deputado Rildo Amaral (PP), da bancada mais ligada ao governador Carlos Brandão (PSB), cobrou informações dos resultados da Secretaria de Representação do Governo em Brasília (Rebras), da qual Othelino fora gestor entre fevereiro e dezembro de 2023.

– Presidente, quero requerer desta Casa que cobre informações sobre os resultados práticos da secretaria. Quais as ações efetivas desta pasta em favor do povo do Maranhão – provocou Rildo Amaral, candidato de Brandão a prefeito de Imperatriz.

Embora se declare “ainda na base do governo”, Othelino tem feito sistemáticos contrapontos a Brandão e questionado aspectos significativos da gestão, como o endividamento do estado e a quebradeira no setor de Saúde.

Com base em dados do parlamentar, este blog Marco Aurélio d’Eça abordou os dois assuntos no post “Números desmentem narrativa de Brandão sobre equilíbrio do govenro”.

O confronto aberto – ainda que negado pelos dois lados – também se espalha pelo interior em que governador tem se posicionado sempre contrários a candidatos a prefeito apoiados pelo deputado estadual.

Caberá à Mesa da Assembleia solicitar e receber os dados referentes às ações da Rebras sob o comando de Othelino…

0

Othelino quer ouvir envolvidos sobre liberação de motos em blitz em Araioses…

Deputado estadual quer que a Comissão de  Segurança da Assembleia Legislativa investigue provável tráfico de influência praticado por candidata a vereadora do município, que expôs o Batalhão da Polícia Rodoviária Estadual

 

O deputado estadual Othelino Neto (PCdoB) protocolou na Assembleia Legislativa,  requerimento de audiência na Comissão de Segurança Pública da Casa com o coronel PM Renato Abrantes Campos, comandante do Batalhão de Polícia Rodoviária Estadual (BPRV), sobre o provável tráfico de influência em Araioses, no último dia 28 de março, quando motos apreendidas em blitz foram liberadas.

O parlamentar falou sobre a circulação de um vídeo, na internet, em que Elisa Machado, pré-candidata a vereadora, afirma ter livrado dezenas de motos de serem multadas e apreendidas após ter entrado em contato com o secretário de Governo, Marcio Machado, citado como primo, que teria acionado o governador Carlos Brandão (PSB).

– As providências são para que sejam esclarecidas as questões relacionadas a essa confissão gravada em vídeo e que, supostamente, caracterizaria tráfico de influência, pois, se houve, os responsáveis precisam responder por isso – disse o deputado por meio de suas redes sociais.

Othelino Neto protocolou também ofícios, encaminhados ao coronel PM Renato Abrantes Campos e ao diretor do Detran-MA, Diego Rolim, solicitando ainda uma série de informações sobre a blitz realizada em Araioses no último dia 28 de março. Entre elas, quantas multas, quais as placas dos veículos apreendidos, entre outros questionamentos.

– Eu queria saber de quem partiu aquela ordem. Imagino, que não tenha sido do secretário de Segurança. Imagino que não tenha sido do comandante da Polícia. A senhora que faz um vídeo festejando uma ilegalidade, ela faz referência ao secretário de Governo, que eu também custo crer que ele tenha feito aquilo, mas alguém deu aquela ordem – comentou Othelino Neto.

Othelino comparou o episódio com as sátiras mostradas na novela global “O Bem Amado” e considerou absurdas as cenas em que a senhora alardeia a ilegalidade com empolgação e recebe aplausos.

– Não dá para dizer que não aconteceu, porque as imagens são claras. Meus amigos, aquilo lembra uma novela antiga: O Bem-Amado. Parece uma coisa do personagem Odorico Paraguaçu. Sabe? É um negócio sui generis. É uma coisa impressionante, porque, para a gente não ficar tão indignado, às vezes, é preciso lembrar desses episódios engraçados que, aliás, estão começando a se tornar corriqueiros, no Maranhão – disse Othelino Neto em pronunciamento.

Da assessoria

0

Para Othelino, governo Brandão usurpou Assembleia com projeto de empréstimo…

Deputado estadual explicou que o Executivo dispõe de limite de apenas R$ 665 milhões para contrair dívidas no exercício fiscal de 2024, o que leva a entender que a proposta aprovada pelos deputados – de R$ 1,9 bilhão – incluía, indevidamente, autorização para novas operações em 2025 e 2026, que só poderiam ser votadas nos devidos exercícios financeiros

 

Ao lado de Wellington do Curso e Fernando Braide, Othelino foi um dos três deputados a votar contra o empréstimo da forma como queria o governo

O deputado estadual Othelino Neto (PCdoB) mostrou em uma extensa explicação em forma de press-release encaminhada pela sua assessoria que o governo Carlos Brandão (PSB) usurpou a competência da Assembleia Legislativa ao fazer aprovar, indevidamente, operação de empréstimo em valor três vezes acima do limite permitido para o exercício fiscal de 2024.

  • Segundo Othelino, em 2024 só está permitida pela Secretaria do Tesouro Nacional, operação de crédito para o Maranhão no valor exato de R$ 665.067.925,54;
  • A Assembleia, no entanto, aprovou operação de crédito de R$ 1,9 bilhão, valor três vezes maior que o permitido.

O parlamentar, que já foi presidente da Assembleia, entende que a forma de apresentação do projeto significa uma usurpação da competência dos deputados pelo governo uma vez que – ao que se presume da articulação governista – antecipa autorizações que deveriam ser analisadas apenas no exercício fiscal próprio, em 2025 e 2026.

– Embora não tenha sido explicitado na mensagem governamental, presume-se que o Poder Executivo desejou, desde logo, obter uma autorização da Assembleia Legislativa, para a contratação, não apenas de uma operação de crédito em 2024, mas de três operações, sendo a primeira em 2024 e as demais nos dois exercícios financeiros subsequentes, em 2025 e em 2026”, explica Othelino.

O parlamentar chegou a apresentar uma Emenda Modificativa ao Projeto de lei 152/2024 para que fosse aprovada operação apenas para o valor de R$ 665 milhões autorizados pela Secretaria de Tesouro Nacional para 2024, o que foi rejeitada pelo plenário.

No entender do deputado, o projeto, da forma como foi aprovado na Assembleia, corre o risco de ser rejeitado na Secretaria do Tesouro Nacional.

Por furar o teto autorizado para 2024…

0

“Sou, até hoje, deputado da base do governo”, afirma Othelino…

Apesar de reconhecer um movimento insurgente de oposição na Assembleia Legislativa, deputado estadual do PCdoB diz que prefere atuar de forma pontual, não para ofender, mas para alertar o governo; em entrevista ao Bom Dia Mirante, o comunista aponta problemas na Saúde e nas políticas sociais do governo Brandão

 

Othelino falou em entrevistas para os jornalistas da TV Mirante

 

O deputado estadual Othelino Neto (PCdoB) deixou claro nesta terça-feira, 19, em entrevista ao programa Bom Dia Mirante, que permanece na base do governo Carlos Brandão na Assembleia Legislativa.

– Sou, até hoje, um deputado da base do governo. Fala-se em descumprimento de acordo, mas os acordos principais foram aqueles firmados com o povo nas eleições de 2022; políticas públicas não têm sido executadas; vou atuar de forma pontual, não para ofender, mas para alertar o governo – afirmou o parlamentar.

Othelino reconhece que há um movimento insurgente de oposição na Assembleia, e que tem sido procurado por deputados. Ele citou o colega Wellington do Curso (Novo), que já declarou continuar na oposição. E ressaltou que a oposição é boa para qualquer governo.

– Vejo poucos colegas se anunciarem como oposição. Existem conversas entre um e outro, uns se dizendo independentes. repito: vai depender das políticas públicas das quais eu fui signatário durante os mais de sete anos de governo Flávio Dino. Cobrar não quer dizer que eu seja inimigo – afirmou.

Othelino citou como exemplo de problemas no governo Brandão a qualidade de funcionamento das unidades de saúde deixadas por Flávio Dino. “Muitas não funcionam hoje”, afirmou; ele também cita restaurantes populares, “um programa importante”, afirmando que muitos hoje estão fechados.

Também disse que vai acompanhar a aplicação dos recursos do Fundef, que ele defende sejam usados exclusivamente na Educação.

– São cobranças pontuais. Mais do que ofender, alerta o governo – acredita.

O deputado falou ainda da anulação da eleição antecipada da Assembleia Legislativa, mas disse que não pensa, ainda, em disputar, caso ocorra a anulação pelo Supremo Tribunal Federal.

Sobre as eleições municipais, preferiu não traçar maiores comentários…

0

No comando do Solidariedade, grupo de Othelino entra no jogo direto da sucessão municipal

Com bancada na Câmara Federal, tempo de propaganda e fundo eleitoral robusto, partido que passa a ser comandado no Maranhão pela suplente de deputada federal Flávia Alves vai começar a montar nominata para as eleições de São Luís, onde pode fortalecer qualquer um dos pré-candidatos a prefeito

 

Núcleo de poder de Othelino Neto já tem cacife para sentar nas mesas de negociações para as eleições, tanto às de 2024 quanto às de 2026

O deputado estadual Othelino Neto (PCdoB) fez uma jogada política de forte impacto ao conseguir articular o comando do Partido Solidariedade no Maranhão.

A legenda, que tem seis deputados federais e pode ganhar uma senadora – a própria mulher do deputado, Ana Paula Lobato – passa a ser comandado pela Superintendente do Ibama no Maranhão, Flávia Alves, que é suplente de deputada federal.

A reação inicial à chegada de Flávia Alves no partido – que vinha sendo comandado pelo vereador Francisco Carvalho – foi a de esvaziar a chapa de candidatos a vereador; mas para o projeto de Othelino Neto essa reação terá impacto zero, ou será até melhor, por que dá ao partido a liberdade de coligar-se com qualquer candidato a prefeito sem exigência de nominata de vereadores.

E ainda com o trunfo do tempo na propaganda eleitoral.

Para se ter ideia da importância da legenda, foi com ela que o ex-secretário de Indústria e Comércio Simplício Araújo viabilizou sua candidatura a governador do Maranhão em 2022, quando participou de todos os debates e esteve integralmente na propaganda eleitoral.

O projeto político de Othelino Neto, cuja esposa ficará no Senado até 2031, é eleger-se deputado federal em 2026; mas ele já articula como se em Brasília estivesse, com cacife para sentar na mesa de negociações políticas.

E como a maioria dos federais, já tem um partido para chamar de seu…

0

Flávio Costa deve ter ao menos 35 votos para o TCE na Alema

Até agora, apenas o ex-presidente da Casa, Othelino Neto, já se manifestou contra a indicação do governador Carlos Brandão, que conta com a articulação declarada da atual presidente Iracema Vale

 

Candidato de Brandão, Flávio Costa deve receber a ampa maioria dos votos na Assembleia

O advogado Flávio Costa já recebeu manifestação de apoio de 35 dos 42 deputados estaduais à sua eventual indicação a conselheiro do Tribunal de Contas do Estado.

Costa deve fazer inscrição na Casa assim que for publicada a antecipação da aposentadoria do atual conselheiro Washington Oliveira.

Apenas o deputado Othelino Neto (PCdoB) manifestou-se contra a indicação de Flávio Costa, mas ressaltando não tratar-se de nada pessoal, como revelou o blog de Antônio Martins. (Leia aqui)

A tendência é que outros parlamentares do chamado grupo de “ex-dinistas” também se posicionem contra a indicação do governador Carlos Brandão (PSB). Na semana passada, os deputados Rodrigo Lago (PCdoB) e Carlos Lula (PSB) já haviam tomado posição em defesa das prerrogativas da Assembleia de conduzir o processo.

Carlos Lula chegou a defender a indicação dos deputados que já manifestaram interesse na vaga, como mostrou este blog Marco Aurélio d’Eça no post “Ex-dinistas mandam recado a Brandão sobre TCE…”.

Para conseguir fazer inscrição como candidato ao TCE-MA, Flávio Costa só precisa de 14 assinaturas de deputados.

0

Os contrapontos de Othelino Neto a Carlos Brandão

A ação da senadora Ana Paula Lobato pelo controle do PSB no Maranhão e o movimento do deputado federal Márcio Jerry pela indicação de Flávia Alves a vice de Duarte Júnior indicam que o ex-presidente da Assembleia não vai deixar barato a quebra do acordo que resultou no seu apoio ao governador em 2022

 

Othelino e suas mulheres no contraponto a Brandão; sinais de guerra e rumores de guerra a partir de 24

O deputado estadual Othelino Neto (PCdoB) deixou a Representação do Governo do Maranhão em Brasília na mesma semana em que o ministro da Justiça Flávio Dino fora indicado pelo presidente Lula (PT) para o Supremo Tribunal Federal; desde então, embora ele próprio não assuma, seus movimentos são todos de contraponto ao grupo do governador Carlos Brandão (PSB).

Othelino ressente-se da quebra de acordo por parte de Brandão, que o faria de novo presidente da Assembleia em troca do apoio ao governador  em 2022; em dezembro de 2022, este blog Marco Aurélio d’Eça revelou o tom deste acordo no post “Othelino garante que falou de presidência da Assembleia quando fechou apoio a Dino e Brandão…”.

Nesta semana natalina, dois desses movimentos deixaram claro que Othelino não irá deixar barato a quebra do acordo que resultou em seu apoio ao governador Carlos Brandão em 22.

Primeiro, a senadora Ana Paula Lobato foi ao comando nacional do PSB dizer que não concorda coma entrega do partido no Maranhão ao comando do governador. E ela tem trunfos: é senadora da República e tem oito anos de mandato, enquanto Brandão tem apenas dois anos e quatro meses.

Logo em seguida, após repercussão da suposta declaração de apoio de Brandão ao deputado federal Duarte Júnior (PSB), o também deputado federal e presidente do PCdoB no Maranhão, Márcio Jerry, indicou a superintendente do Ibama e suplente de deputada estadual Flávia Alves (PCdoB) para vice do socialista. (Leia aqui)

Ana Paula Lobato é mulher de Othelino Neto; Flávia Alves é irmã do deputado. A entrada de Márcio Jerry no embate mostra que o ex-presidente da Assembleia tem alianças importantes para contrapor o governador e seu grupo.

Para Othelino e o grupo que gravita em torno do ainda ministro da Justiça Flávio Dino, Brandão traiu o acordo firmado em campanha, assim como indica que quebrará o que fez com a senadora Eliziane Gama (PSD).

Mas pelo movimento do ex-presidente da Assembleia, o governador pode pagar caro por esta traição…

0

Senadora Ana Paula cobra explicações do PSB sobre comando a Brandão…

Informações do jornalista Gilberto Léda dão conta de que a parlamentar maranhense não gostou de ver a presidência do partido no Maranhão sob a tutela do governador, posição que pode ter a ver com o reposicionamento dos grupos políticos para a era pós-Flávio Dino

 

Tanto Ana Paula quanto Carlos Siqueira postaram imagens da reunião no PSB, que, segundo Gilberto Léda, versou sobre o comando partidário a Brandão

A senadora Ana Paula Lobato reuniu-se na segunda-feira, 18, com o presidente nacional do PSB para cobrar explicações sobre a entrega do comando maranhense do partido ao governador Carlos Brandão; a parlamentar, que terá mandato até 2031, não gostou da posição partidária.

A informação é do jornalista Gilberto Léda.

Para além da crise partidária, a posição de Ana Paula revelada por Léda confirma um reposicionamento dos grupos políticos no Maranhão em preparação para a era pós-Flávio Dino, já analisada em uma série de posts neste blog Marco Aurélio d’Eça. (Relembre aqui, aqui, aqui e aqui)

A senadora é mulher do deputado estadual e ex-presidente da Assembleia Legislativa Othelino Neto (PCdoB), que deixou o posto de secretário de Representação do governo Brandão em Brasília na mesma semana em que Dino recebeu a indicação do presidente Lula para o Supremo Tribunal Federal.

A saída de Flávio Dino da política tem movimentado os grupos ainda com perspectiva de poder, o que deve gerar fortes contrapontos com o governador entre 2024 e 2026.

No mesmo grupo de Othelino e Ana Paula devem gravitar, por exemplo, o senador Weverton Rocha (PDT), o vice-governador  Felipe Camarão (PT), os deputados federais Márcio Jerry (PCdoB), Duarte Júnior (PSB) e Rubem Júnior (PT), além de diversos deputados estaduais do dinismo.

Mas esta é uma outra história…

0

Othelino retorna ao plenário da Assembleia…

Deputado estadual foi recebido por colegas do PCdoB, PSB e aliados do ministro da Justiça Flávio Dino; e já tomou à frente da luta por aprovação de projetos ligados ao Poder Judiciário

 

Othelino cercado pelos deputados Carlos Lula, Rodrigo Lago Fernando Braide e Ariston no plenário da Assembleia

Uma semana após retornar de Brasília e deixar o cargo de secretário de Representação do Governo do Maranhão no Distrito Federal, o deputado estadual Othelino Neto (PCdoB) retornou à Assembleia legislativa.

Em plenário, o parlamentar foi ovacionado, sobretudo, por aliados do ministro da Justiça Flávio Dino, deputados do PCdoB e do PSB. 

Ainda sem definir a qual bloco se alinhará na Casa, ele já tomou um direcionamento de atuação, ao encampar os projetos de interesse do Poder Judiciário.