4

Tropeço e autoritarismo…

Ao negar promessa dele mesmo de acabar com “os piores IDHs” do Maranhão, governador Flávio Dino se perde em argumentos descabidos e agressões aos que ousam contestar suas inverdades

 

A cara de Flávio Dino mostra a revolta que ele tem de quem ousa contestar seu governo

O governador Flávio Dino protagonizou mais um episódio patético em sua tentativa de amordaçar os veículos do grupo Mirante, impedindo que se questione os malfeitos do seu governo.

Desde a chegada até a saída da TV Mirante, onde foi entrevistado, ele fez questão de carregar o clima, com desrespeito a profissionais, agressões gratuitas e gestos deselegantes por onde passou.

Mas nem o autoritarismo de Flávio Dino o livrou do confronto com suas próprias promessas.

A maior delas, desmascarada em questionamento do jornalista Sidney Pereira: a de que, ao fim do seu mandato, “nenhuma das cidades maranhenses” estaria “no rol das 100 piores do Brasil”. E as aspas são necessárias para restaurar discurso do próprio Dino, na sacada do Palácio dos Leões, em janeiro de 2015.

Flávio Dino concluirá o mandato em dezembro entregando ao Maranhão mais 312 mil miseráveis gerados em seu governo, segundo dados oficiais do IBGE. O comunista tentou negar que tenha feito tal promessa e ainda a classificou de “absurda”.

Um absurdo que ele mesmo criou, como foi comprovado apenas horas depois de sua entrevista, quando começou a circular o vídeo de seu discurso de posse, exatamente no trecho em que ele faz a promessa fracassada.

Talvez já sabendo disso é que Dino deixou a Mirante com incontido mau humor.

Da coluna Estado Maior, de O EstadoMaranhão

Marco Aurélio D'Eça

4 Comments

  1. Primeiro que não houve promessa alguma. Ele, CLARAMENTE, diz que ” nos queremos que nenhum município…”. Muito diferente de dizer “eu prometo”. A tal “promessa” não consta em seu programa de governo, que alias foi o que teve mais promessas cumpridas, conforme o site G1, e não foi dita em momento algum da campanha.
    No discurso de posse ele, ao falar do programa MAIS IDH, falou que o objetivo, ou seja, o que ele queria com aquele programa era não ter nenhum município do Maranhão entre os 100 mais pobres.
    O que eu vi na sabatina foi o governador colocar os entrevistadores no bolso. kkkkkkkk

  2. A realidade da entrevista concedida ontem no JMTV 1º Adição da TV MIRANTE pelo Governador Flávio Dino, é que as perguntas desconectada, chulas e maldosas feitas pelos “âncoras” apresentadores Patetas Sidney Pereira e Ana Guimarães, não foram o suficientes para destruir a performance do atual Governador Flávio Dino, é simples assim…
    E o PATETA Sidney Pereira trocou IDEB por FUNDEB, com o calhamaço de papéis sobre a bancada do JMTV 1º edição.
    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk!!!!!!!!

  3. Assistindo o discurso de posse do Governador, ele fala que a partir daquele primeiro de janeiro ele estaria implementando ações para melhorar o índice das 30 cidades que estão na lista das 100 piores. E que ao final do Governo “QUEREMOS” que elas estejam fora da lista. Isso não foi promessa e sim expectativa. Porém não contava com a grave crise econômica e política que o Brasil ainda passa . Agora quais ações que a ex governadora e seu grupo político implementaram para amenizar o sofrimento daqueles que moram nessas penalizadas cidades ao longos desses 50 anos em que governaram?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *