1

Edivaldo dá sinais de que se manterá neutro no 1º turno

Ao entregar mais uma das inúmeras obras de sua gestão, prefeito de São Luís diz que não fala sobre política e que focará no encerramento do mandato de forma a marcar a história da capital maranhense, o que, de uma forma ou de outra, terá peso eleitoral significativo em um eventual segundo turno

 

Edivaldo entregou a nova Praça da Bíblia, mais uma obra de sua gestão, mas deixou claro: “não falo de política”

O prefeito Edivaldo Júnior (PDT) praticamente confirmou as análises do blog Marco Aurélio D’Eça ao sinalizar, nesta terça-feira, 4, que não se posicionará eleitoralmente no primeiro turno das eleições de São luís.

– Não falo sobre política – respondeu Edivaldo, ao ser questionado por repórteres da rádio Mais FM,  na entrega da Praça da Bíblia, mais uma das inúmeras obras do seu mandato.

Este blog tem apontado sistematicamente – e até de forma crítica – que Edivaldo Júnior terá postura neutra no primeiro turno das eleições, diante das várias candidaturas alinhadas ao seu grupo político. (Relembre aqui, aqui, aqui e aqui)

Ao focar seu mandato num conjunto de obras sem precedentes – além de construir um legado histórico – ele adquire, também, musculatura poderosa para influenciar em um eventual segundo turno.

São obras estruturantes, de forte apelo histórico-cultural, urbanístico e turístico, não apenas no Centro, mas em diversos bairros de São Luís; não há registro de ações deste tipo desde o retorno das eleições diretas na capital, em 1985.

O prefeito tem espalhado obras estruturantes por toda São Luís, que se aliam ao seu carisma pessoal na construção de um legado poderoso na capital maranhense

Dentre os candidatos a prefeito, pelo menos dois demonstram interesse em ter Edivaldo como aliado: o comunista Rubens Pereira Júnior, candidato do governador Flávio Dino (PCdoB); e o democrata Neto Evangelista,  apoiado pelo presidente do partido do prefeito, o senador Weverton Rocha (PDT).

Pelo que disse Edivaldo Júnior durante a entrega da Praça da Bíblia, Pereira Júnior e Evangelista terão que se virar para garantir um segundo turno.

Se chegarem lá, o resultado da gestão de Edivaldo terá como falar por eles.

Simples assim…

Marco Aurélio D'Eça

One Comment

  1. Discordo Deça São Luis parou no tempo continjua precária não se tem outra forma de transporte nada , as mesmas avenidas saude precária , educação nem se fala São Luis Parou no tempo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *