7

Igreja católica manipula fieis do Anil contra Braide

Com apoio de setores da mídia alinhadas ao Palácio dos Leões, padres da paróquia de São Sebastião tentam sobrepor seus interesses próprios para controlar um espaço público em detrimento dos interesses de toda a população de São Luís

 

Não é uma praça, não pertence pá igreja; é um espaço público que precisa ser requalificado a bem do interesse público

Editorial

Há uma distorção nas informações de setores da mídia e uma clara manipulação de fieis pela igreja católica no episódio envolvendo um espaço público na região do Cruzeiro do Anil, polêmica que se arrasta já há uma semana. 

A confusão se dá pelo seguinte:

  • O prefeito Eduardo Braide quer melhorar o fluxo de trânsito e concluir a obra de requalificação da avenida Jerônimo de Albuquerque e suas adjacências;
  • os padres e lideres católicos da Igreja São Sebastião usam o espaço público que será requalificado como se pertencessem a eles, e não aceitam a obra;
  • a igreja manipula fieis que frequentam a igreja; e a mídia alinhada ao Palácio dos Leões ressoa os reclames, para tornar Braide o vilão da história.

Mesmo se o espaço em frente à igreja pertencesse à toda comunidade do Anil – e não pertence – ainda assim a prefeitura poderia requerê-lo em nome do interesse de toda a população.

A obra que está sendo feita na região do Anil, do Cruzeiro, da Cohab e do Turu beneficiará gente de toda São Luís que circula por aquela região diariamente, num movimento de milhões de pessoas por mês.

A igreja católica usou aquele espaço em frente – um espaço público, repita-se – como se fosse Largo da igreja São Sebastião e nunca houve qualquer reclamação ao longo desses anos todos.

A mesma igreja agora precisa entender que o espaço – público, repita-se – será usado com outra finalidade.

É simples assim…

0

Cotado para vice, secretário de Braide publica estranha mensagem-desabafo…

Tido como homem-forte da gestão do prefeito de São Luís, Davi Col Debella – titular da pasta de obras – ensina que “ver pessoas como descartáveis é o fracasso de uma equipe de elite”, o que sugere mais um climão no corpo de auxiliares da prefeitura

 

Braide chegou a vislumbrar Col Debella como possível vice, mas parece que o titular da Semosp já não reza em sua cartilha

O secretário municipal de Obras e Serviços Públicos Davi Col Debella publicou nesta segunda-feira, 6, uma enigmática mensagem nas redes sociais que sugere relação azedada com o prefeito Eduardo Braide (PSD).

Cada pessoa entrega resultados de maneira única e exclusiva. Crer que as pessoas são descartáveis é a receita para o fracasso na composição de uma equipe de elite”, desabafou Col Debella.

Curiosamente, a mensagem do titular da Semosp ocorre em meio ao desgaste de Braide com obras mal desenvolvidas e cheias de polêmica, como a da igreja São Sebastião, no Anil, a do retorno do Calhau e a desnecessária obra de um centro de cidadania no cronicamente alagado bairro do Coroado.

Tido como homem-forte da gestão do prefeito de São Luís, Davi Col Debella chegou, inclusive, a ser cotado como possível companheiro de chapa de Braide nas eleições de outubro, como este blog Marco Aurélio d’Eça mostrou no post “Com 2026 no radar, Braide quer vice próprio…”.

Ninguém é substituível! Não existirá outro Ayrton Senna, Steve Jobs ou encarregado Francisco”, afirmou o secretário.

A expectativa diante da postagem é que o titular da Semosp tenha o mesmo destino de outros auxiliares de Braide, como Igor Almeida (Comunicação), Marquinho Duailibe (Cultura) e Liviomar Macatrão (Semapa). (Entenda aqui, aqui e aqui)

É aguardar e conferir…

0

Braide confirma este blog: cai o titular da Semapa…

Quatro dias depois de Marco Aurélio d’Eça revelar esvaziamento do secretário de Abastecimento Liviomar Macatrão, o prefeito Eduardo Braide confirma a crise e demite o auxiliar, mais um dos que começaram a gestão ao seu lado; para a pasta foi anunciada Alessandra Pontes, que ocupava a Superintendência de Inspeção e Defesa Sanitária

 

Liviomar Macatrão caiu quatro dias depois de este blog Marco Aurélio d’Eça mostrar a crise entre ele e Eduardo Braide

Este blog Marco Aurélio d’Eça publicou no último sábado, 24, o post “Braide esvazia titular da Semapa, que suspende Feirinha São Luís…”.

O texto mostrava a forma como Braide frita seus auxiliares até afastá-los do cargo.

– Após esvaziar os titulares da Secretaria da Criança e Assistência Social, Ana Carla Furtado, e o titular da Comunicação, Igor Almeida – e de crucificar publicamente o secretário de Cultura Marquinho Duailibe – até demiti-los, o prefeito Eduardo Braide (PSD) iniciou mais um processo de fritura dos auxiliares que iniciaram a gestão ao seu lado, em 2021 – revelou o texto.

Nesta quarta-feira, 28, Braide confirmou a crise com o auxiliar e anunciou sua demissão; no lugar de Liviomar Macatrão entrou a atual superintendente de inspeção e defesa sanitária da própria Semapa, Alessandra Pontes.

De acordo com o blog do jornalista Jorge Aragão, outras mudanças devem ser feitas no secretariado de Braide. (Leia aqui)

Pelo menos até a data de desincompatibilização para quem quer concorrer às eleições de outubro…

0

Para encerrar greve, Braide quase dobrou valor do repasse às empresas de ônibus…

Valor do repasse da prefeitura por passagem – que era de R$ 0,70 – passou para R$ 1,35, o que representa um aumento de R$ 0,65 por passagem; levando em conta a Nota de Empenho de R$ 36 milhões de repasse já estabelecida para 2024, significa dizer que o contribuinte de São Luís arcará com mais de R$ 70 milhões para bancar o transporte público na capital este ano

 

A Nota de Empenho da prefeitura, com repasse de R$ 36 milhões para as empresas, terá que ser refeita com mais que o dobro do valor em 2024

O prefeito Eduardo Braide (PSD) foi obrigado a aceitar um aumento de R$ 0,65 no repasse mensal por passagem às empresas de ônibus de São Luís, para que a greve fosse suspensa nesta quinta-feira, 8; o subsídio, que era de R$ 0,70, passa para R$ 1,35 a partir de agora.

A Prefeitura de São Luís já tem uma Nota de Empenho de R$ 36 milhões para repasse às empresas do sistema de transporte em 2024, publicada por este blog Marco Aurélio d’Eça no post “Em três anos, Braide deu R$ 66 milhões às empresas de ônibus…”.

Levando em conta esta Nota de Empenho – Número 19/2024 – é possível estabelecer que o contribuinte da capital maranhense arcará este ano com mais de R$ 70 milhões entregues para as empresas fazerem o transporte coletivo na cidade; é preciso dizer que boa parte deste mesmo contribuinte já arca com passagens diárias, que chegam a R$ 4,20.

Ou seja: pagam duas vezes pelo mesmo serviço.

As empresas de ônibus armaram o teatro manipulando trabalhadores para conseguir o seu objetivo: dobrar o subsídio repassado pela prefeitura

A imposição das empresas deixou claro também que são elas que controlam o sistema de transporte; mesmo após os rodoviários aceitarem o reajuste proposto pelo Sindicato das Empresas (SET), a greve só acabou quando a prefeitura e a Agência de Mobilidade Urbana (MOB) do Governo do Estado, aceitaram pagar o aumento de R$ 0,65 por passagem.

Exatamente como este blog Marco Aurélio d’Eça mostra há anos. (Relembre aqui,  aqui, aqui, aqui, aqui, aqui, aqui, aqui e também aqui.)

Post alterado às 18h50 do dia 9/2/24 para correção de informação

0

Greve de ônibus: 2º ato encenado com sucesso; falta o ato final…

Mantendo o teatro para aumento de passagem de ônibus, empresários, motoristas e prefeituras – sob a direção da justiça do Trabalho – participaram da encenação do fim da paralisação que já estava em seu terceiro dia; para cumprir o acordo o SET está exigindo um aumento de R$ 0,80 no valor do subsídio, preparativo para a cena final – a do “inevitável aumento de tarifa” – que deve se descortinar nos próximos dias

 

Rodoviários nesta quinta-feira, 8, encenando a parte do “ok!” aos empresários; tudo dentro do roteiro reprisado em 2024

Ensaio

Não houve qualquer mudança de cena no script do teatro da greve de ônibus em relação à encenação de 2023; o remake da mesma peça em 2024 não teve qualquer alteração, está quase uma cansativa reprise do tipo “Sessão da Tarde”.

No segundo ato da peça encenada por empresários de ônibus, motoristas, cobradores e representantes da prefeitura – todos dirigidos pela Justiça do Trabalho – não houve qualquer mudança no roteiro que já havia sido produzido em 2023, 2022, 2021, 2020, 2019… 

Depois de três dias de atuação no ato de abertura do teatro – a greve de ônibus – os atores chegaram ao acordo que poderiam ter chegado desde a terça-feira, 6, garantindo reajuste de 10% pra motoristas que acumulam função, 8% para os demais trabalhadores, tiket alimentação de R$ 800,00 e garantia do plano de saúde.

Para cumprir este acordo, os donos de ônibus agora jogam a conta para a Prefeitura de São Luís, cobrando um aditivo de R$ 0,80 no subsídio que cobre as gratuidades no transporte, passando de R$ 0,70 para R$ 1,50, o que significa alguns milhões a mais no valor repassado mensalmente.

Nos roteiros de teatro e no cinena, chama-se esta sequência de de “cena-ápice”, aquela que prepara a audiência para a cena final, que, neste caso, será o aumento de passagem em São Luís.

E ele virá, mais cedo ou mais tarde…

0

Simplício também entra no páreo do Novo, mas partido reafirma nome de Gualhardo…

Após ser procurado pelos deputados estaduais Dr. Yglésio Moyses e Wellington do Curso, partido recebeu também o ex-candidato a governador, mas  deixa claro que, no momento, o candidato da legenda à prefeitura continua sendo o professor já anunciado anteriormente

 

Simplício Araújo com Leonardo Arruda; Partido Novo tem se disposto a conversar com quantos queiram falar sobre a sucessão municipal

No mesmo dia em que recebeu – a pedidos – os deputados estaduais Wellington do Curso e Dr. Yglésio Moyses, o partido Novo recebeu também nesta sexta-feira, 26, o ex-candidato a governador Simplício Araújo.

De acordo com o presidente da legenda no Maranhão, Leonardo Arruda, o partido está recebendo todos que o procuram; ele reafirmou, no entanto, que, hoje, o candidato é o professor Diogo Gualhardo.

– Se a eleição fosse hoje, o nosso candidato seria o professor Gualhardo. Mas como estamos sendo procurados por diversos nomes e também temos um projeto visando a disputa estadual e nacional de 2026, abrimos o dialogo e após o carnaval tomaremos uma decisão definitiva – declarou Leonardo Arruda.

Tanto Wellington quanto Yglésio pretendem disputar a Prefeitura de São Luís, mas não encontraram ainda um partido que abrigue suas candidaturas; Simplício, por sua vez, embora venha conversando com partidos, não diz claramente se entrará na disputa.

os pré-candidatos a prefeito têm até o dia 8 de abril para estar em um partido político…

0

Show cancelado do Chicabana prevê devolução dos R$ 300 mil pagos…

Contrato fala também de multa por cancelamento não-justificado; no caso da ausência por atraso no voo da banda, no último sábado, 20, o valor pago posteriormente pela prefeitura tem que ser devolvido pela banda, que pode também marcar nova data para realização do evento

 

Uma das cláusulas do contrato do show da banda Chicabana, que não pôde se apresentar no sábado, 20, na Cidade do Carnaval e, mesmo assim, recebeu integralmente os R$ 300 mil da prefeitura – pagos depois do dia do evento – prevê duas opções para ressarcimento à Prefeitura de São Luís:

  • 1 : devolução integral dos R$ 330 mil;

 

  • 2 : realização de show em nova data.

De acordo com o contrato, publicado nesta quinta-feira, 25, pelo blog de Clodoaldo Corrêa, a devolução do dinheiro só ocorreria em caso de impossibilidade de nova agenda, mas isso quando a quantia total já tivesse sido paga, o que não era o caso da prefeitura.

A banda seria uma das atrações da abertura da Cidade do Carnaval, ao lado da paraense Joelma; o avião que traria os artistas teve o voo suspenso, o que inviabilizou a chegada dos músicos a São Luís.

Mesmo assim, já na segunda-feira, 22, a Secretaria Municipal de Cultura pagou à Chicabana o valor de R$ 300 mil.

A grande pergunta que fica nessa questão toda é:

Por que a prefeitura pagou o shows posteriormente, mesmo já sabendo que ele não fora realizado?

0

“Mariana Brandão é o quadro do MDB para composição de vice”, revela Roberto Costa…

Filha do presidente estadual do partido, Marcus Brandão, médica foi incluída na nova Comissão Executiva Municipal da legenda – comandada pelo deputado federal Cléber Verde – e deverá ser apresentada aos principais candidatos que disputam a Prefeitura de São Luís como opção para formação da chapa

 

Mariana Brandão com o marido, Ítalo Carvalho: quadro do MDB para a disputa majoritária em São Luís

O vice-presidente estadual do MDB, deputado estadual Roberto Costa, revelou a este blog Marco Aurélio d’Eça, nesta quinta-feira, 25, que a médica Mariana Brandão é a opção do MDB para compor como vice na disputa pela Prefeitura de São Luís.

A revelação de Roberto Costa foi um contraponto ao post “Cléber Verde mantém executiva do MDB e reafirma: vai conduzir as eleições em São Luís…”, que reforçou a prerrogativa do deputado federal Cleber Verde, reconduzido à executiva provisória municipal do partido na capital maranhense.

– Veja o pulo do gato [na formação da executiva]: temos a Mariana Brandão, que é nosso quadro para composição de vice; médica, esposa de secretário, sobrinha do governador Carlos Brandão – explicou Costa.

Mariana Braide Brandão Carvalho é filha de Marcus Brandão, que comanda o diretório estadual do MDB, e esposa do subsecretário da Infraestrutura, Ítalo Augusto Reis Carvalho; ela passa a ser membro da comissão executiva e divide com André Campos a condição de indicados pela Executiva Estadual; os outros membros seguem a cartilha de Cleber Verde.

– É um quadro significativo do MDB que está pronto para formar uma chapa – afirmou Roberto Costa.

Há um detalhe, porém, na revelação de Roberto Costa: embora fazendo o contraponto a Verde, o deputado estadual em momento algum apontou para que chapa Mariana poderia ser indicada: se para a de Duarte Júnior (PSB), que espera o apoio de todos os Brandão, ou a de Eduardo Braide, que já tem apoio declarado de Cléber Verde.

Mas esta é uma outra história…

0

Vídeo do dia: o compromisso público de Concita Pinto…

Vereadora perdeu as condições de chegar à Câmara Municipal nesta terça-feira, 23, quando ali se votava importante matéria para a população de São Luís – o orçamento da prefeitura para 2024 – e não teve dúvidas em subir em uma mototaxi para cumprir com o seu dever de parlamentar

 

A vereadora Concita Pinto (PCdoB) viveu nesta terça-feira, 23, uma situação inusitada, diante do caos no transporte público causado pela paralisação dos rodoviários, em protesto pela morte do motorista Francisco Alves Silva; com as ruas de acesso à Câmara Municipal todas congestionadas, a parlamentar ficou impedida de chegar ao trabalho.

E não teve dúvidas: desceu do seu carro próximo ao Ceprama – quando o presidente da Casa, Paulo Victor, cobrava a presença de mais um parlamentar para abrir a sessão – chamou um mototaxi, subiu na garupa de foi ao trabalho.

A cena foi registrada pelo perfil SLZOrdinária.

A vereadora já na garupa da mototaxi no momento em que se deslocava para a Câmara com o trânsito parado

Já na Câmara, após a votação do Orçamento da Prefeitura, Concita Pinto explicou a situação: mostrou-se orgulhosa pela votação e que entendeu precisar cumprir seu papel de parlamentar de qualquer forma, em nome do povo de São Luís.

O orçamento da prefeitura foi aprovado.

E a postura de Concita Pinto também…

0

Criada por Braide, Cidade do Carnaval esvazia circuito Beira-Mar; Brandão foca na Litorânea…

Mesmo coma  concorrência direta do show de Léo Santana, espaço da Prefeitura de São Luís levou a maior parte dos foliões para a área em frente ao Centro Histórico, onde foi montada estrutura completa para a festa pré-carnavalesca, com segurança completa e transporte acessível; governo decidiu investir em festa na praia

 

Sem a concorrência da prefeitura, o circuito do governo Brandão na avenida Litorânea inundou as praias de gente no domingo, 21

O prefeito Eduardo Braide (PSD) saiu vencedor no primeiro dia de “disputa” dos circuitos carnavalescos em São Luís; sua “Cidade do carnaval” atraiu praticamente todos os foliões dispostos a brincar o pré-carnaval na noite do sábado, 20.

Apesar da concorrência com o show de Léo Santana, no São Luís Shopping, a festa da prefeitura com a cantora paraense Joelma foi sucesso de público, de crítica, de organização e segurança para as milhares de pessoas que foram à “Cidade do Carnaval”; pior para o Circuito Beira-Mar, que acabou esvaziado em seu terceiro dia de festa.

Sem a concorrência da prefeitura no domingo, 21, o governo Carlos Brandão (PSB) garantiu sucesso absoluto de público no circuito Litorânea, em plena praia de São Luís; o dia de sol e calor ajudou.

Mesmo com a concorrência da Beira-Mar e do show de Léo Santana, Cidade do Carnaval levou milhares de pessoas para a área do Centro Histórico

Braide travou com o governador Carlos Brandão (PSB) uma forte batalha pelo Circuito Beira-Mar, com a presença inclusive de policiais militares para impedir o prefeito de realizar eventos no local; desde então ele decidiu construir a Cidade do Carnaval, que mostrou-se projeto acertado.

A Cidade do Carnaval deve funcionar durante todos os sábados de janeiro e deve ser encerrado no sábado 3 de fevereiro, o chamado sábado magro de carnaval

No final de semana seguinte a folia momesca começa oficialmente.