5

Dentistas demitidos tinham contrato em UPAs até 2017…

Serviço odontológico está sendo reduzido nas UPAs

Serviço odontológico está sendo reduzido nas UPAs

Os 12 dentistas que foram demitidos pelo governo Flávio Dino (PCdoB) das UPAs da Cidade Operária e do Araçagy tinham contrato até 2017.

Estavam, portanto, em plena vigência de um plano de trabalho, que tinha cláusulas que impediriam o afastamento.

Mesmo assim, a Secretaria de Saúde decidiu demitir todos eles. Estão sendo substituídos por parentes do diretores das duas unidades.

Para garantir os direitos e as provas de que foram afastados irregularmente, os dentistas forçaram a assinatura de um documento  por parte da direção afirmando que eles não estão trabalhando por ordens superiores.

Assim, os dentistas pretendem entrar na Justiça contra a decisão do governo.

E será mais uma dor de cabeça para Flávio Dino…