0

Peritos do Estado anunciam paralisação…

Governo oferece apenas um reajuste de 15%, a serem pagos em parcelas que iriam até 2018; greve durará 48 horas, com início na próxima quinta-feira, 16

 

 

Peritos decidiram paralisar as atividades...

Peritos decidiram paralisar as atividades…

Os peritos oficiais do estado do Maranhão decidiram paralisar os serviços, a parir destas quinta-feira, 16, em protesto contra o governo Flávio Dino (PCdoB).

Após um ano e seis meses de negociação exaustiva, o governo decidiu, após várias concessões do sindicato, apresentar tabela de reajuste de 15%, divididos em três parcelas, de 6%, 6% e 3% respectivamente para os anos de 2016, 2017 e 2018.

– Dentro da mesma Instituição Polícia Civil, o tratamento dado pelo governo às categorias foi extremamente diferenciado. De um lado figura aquela agraciada com 40.7% de reajuste em seu subsídio, implantados ao longo do ano de 2015 e com última parcela no mês de junho de 2016. No outro extremo, relegados ao descaso, estão as outras categorias, tão dignas quanto aquela, de receberem tratamento equivalente – destaca nota do sindicato da categoria, que decidiu a paralisação em Assembleia no último dia 9.

Para os peritos, categoria tem sido tratada com diferenciação pelo governo Flávio Dino

Para os peritos, categoria tem sido tratada com diferenciação pelo governo Flávio Dino

Para os representantes dos peritos, com a diferenciação de tratamento, o governo Dino criou um abismo entre as categorias da Polícia Civil.

–  As demais categorias, a nossa inclusive, foram “merecedoras” de ínfimos 5% no ano de 2015, nada além. Estabeleceu-se um verdadeiro abismo. Em uma balança de dois pesos e duas medidas, foram criadas as bases do desequilíbrio e da insatisfação – afirmou a presidente da Apotec, Anne Kelly.

A paralisação de 48h é o primeiro alerta da categoria ao governo…

Marco Aurélio D'Eça

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *