1

Mesmo com redução nas refinarias, postos mantêm preço dos combustíveis em São Luís…

Revendedores alegam que frequentes aumentos de ICMS impedem redução drástica, e diz que preços começarão a cair após recebimento de novas cargas, o que não ocorre quando há aumento

 

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) anunciou na última sexta-feira, 31, redução de 6% no preço do diesel e de 7% no litro da gasolina nas refinarias.

Até agora, no entanto, nenhum posto apresentou redução nas bombas capaz de ser percebida pelos consumidores.

O Sindicato dos Revendedores de Combustível alega que os  frequentes aumentos de ICMS pelo Governo do Estado inibe essa redução, mesmo com cortes nas refinarias.

Curiosamente, o sindicato alega que só ao longo da semana esses preços começarão a ser reduzidos, quando os postos receberem os novos fornecimentos.

Não é o que acontece, no entanto, quando há aumento; nesses casos, o reajuste é repassado imediatamente após o anúncio.

E o Procon também nãos e manifesta…

2

Paço do Lumiar pagará 39% acima do piso nacional a professores…

Com reajuste, cuja mensagem foi encaminhada à Câmara Municipal, sala´rio base para trabalhadores com jornada de 40 horas passará dos R$ 3,5 mil

 

O prefeito de Paço do Lumiar, Domingos Dutra (PCdoB), enviou nesta terça-feira, 12, à Câmara Municipal o projeto de lei que reajusta os salários dos professores em 4,17%.

Com o reajuste, o salário base inicial para os professores de 40h no Município passará para R$ 3.555,53.Ou seja, Paço do Lumiar, apesar de todas as dificuldades financeiras, pagará R$ 997,69 acima do piso nacional dos professores, que é de R$ 2.557,73.

“Sempre pagamos acima do piso nacional. Portanto, não se justificam as acusações feitas por um grupo de professores de que não valorizamos os educadores. Estávamos aguardando o fim do recesso dos vereadores para encaminhar o projeto do reajuste, que só pode ser concedido por meio de Lei”, afirmou o prefeito Dutra.

Reunião Sinproesemma

Domingos Dutra e o secretário municipal de Educação, Paulo Roberto Barroso, reuniram-se na segunda-feira, 11, com representantes do Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Maranhão (Sinproesemma), no gabinete da Prefeitura, na sede de Paço do Lumiar.

Na pauta algumas reivindicações dos professores concursados do Município, que estão em conflito com o Executivo por se negarem a cumprir a jornada de trabalho, que é de 40 horas, conforme exigido no edital. A categoria se apega a uma circular, criada pelo ex-secretário da pasta, que não tem nenhuma validade jurídica.

O prefeito deixou claro na reunião que a parte mais importante a ser considerada é o aluno.

“Nossas medidas visam beneficiar nossos alunos. Não é justo que um profissional pago para ministrar 32 horas-aula dê efetivamente só 20h”, reforçou o prefeito Dutra.

Em seguida, o Sinproesemma apresentou a pauta com reivindicações sobre jornada de trabalho, pagamento do reajuste do piso salarial de 2019, progressões, pagamento de férias e relotação de professores.

Após um longo diálogo, foi redigido um documento com todas as reivindicações e os encaminhamentos que serão dados pela Prefeitura. Quanto à relotação dos professores, foi devidamente esclarecido que não houve qualquer retaliação ou perseguição política.

O secretário Paulo Roberto Barroso explicou que a secretaria observou o princípio da utilidade, ou seja, a necessidade da administração pública nos termos do art. 6º, inciso III, da Lei 424/2009.

Todas as propostas foram aceitas pelo sindicato e um documento confirmando esta aprovação foi assinado. No próximo dia 26, um novo encontro vai acontecer, para resolver de maneira definitiva o conflito.

0

Zé Inácio se manifesta pela aprovação do reajuste dos servidores do Judiciário

O Deputado Estadual Zé Inácio (PT) durante a sessão plenária realizada nesta quarta-feira, 20, na Assembleia Legislativa, foi a favor do Projeto de Lei 338/2017, que reajusta os salários dos servidores do Poder Judiciário em 5%.

Apesar de a matéria não ter entrado na ordem do dia e não ter sido apreciada pela Casa Legislativa, Zé Inácio defendeu o reajuste que altera os vencimentos dos servidores.

“Já temos um consenso de que o projeto será aprovado, e a minha posição de agora é a mesma que eu tive em 2015, ano passado, e a que estou tendo esse ano. Com certeza, enquanto estiver aqui, serei sempre a favor dos trabalhadores do nosso Estado”, afirmou Zé Inácio durante seu discurso no Plenário.

O projeto ficou de ser apreciado na sessão de amanhã, que encerra o ano legislativo 2017.

O Projeto de reajuste dos servidores da Justiça, após aprovado pelo Tribunal de Justiça-TJMA foi encaminhado para votação na Assembleia Legislativa do Maranhão.

4

Prefeitura nega aumento do IPTU…

Ao dizer que reajuste na alíquota do imposto, na base de cálculo e o valor do metro quadrado precisam de aprovação da Câmara, assessoria de Edivaldo Júnior explica que haverá atualização obrigatória, com base na variação do IPCA

 

IPTU chega em 2017 com a obrigatória atualização do IPCA

A Prefeitura de São Luís negou que haverá aumento do IPTU em 2017, conforme noticiando nesta terça-feira, 25, em setores da mídia.

 – Para um aumento real – da alíquota, no metro quadrado e na base de cálculo – é preciso que haja um projeto a ser votado na Câmara Municipal, o que não existe – explicou o secrtário de Fazenda, Delcio Rodrigues.

Ainda segundo as informações do secretário, com base nos dados da Secretaria de Fazenda, este tipo de aumento real não ocorre em São Luís desde 2005.

 – Por força da Lei nº 3.945/2010, a prefeitura é obrigada a atualizar anualmente o valor do IPTU, de acordo  com a variação do IPCA. Em 2017, o imposto terá atualização de 7,86% no valor da tarifa, correspondente à variação do IPCA – explica.

4

Hildo garante: “Flávio tem margem para reajuste de até 20% ao servidor”…

Com dados oficiais do próprio Governo do Estado, deputado provou que o comunista tem cerca de R$ 800 milhões no orçamento que podem garantir o reajuste, não só dos professores, como de todas as categorias

 

O deputado federal Hildo Rocha provou, com números oficiais do próprio governo, que Flávio Dino (PCdoB) tem margem de R$ 800 milhões para dar reajuste aos professores e demais servidores.

– Flávio Dino alega que não tem como conceder aumento, nem sequer o reajuste, em função da crise. Mas os números desmentem o governador. Em 2014 o governo do Maranhão gastava R$ 4, 7 bilhões com folha de pagamento de pessoal – 38,7% da receita corrente líquida. Em 2016, subiu para R$ 6, 8 bilhões, chegando a 39% da RCL. Acontece que, em 2014 a receita do estado era de R$ 10 bilhões; em 2016, pulou para R$ 12, 4 bilhõesl. Portanto, há uma margem de R$ 800 bilhões que o governador pode utilizar para conceder reajustes e aumentos para os professores e demais servidores públicos estaduais – afirmou Hildo Rocha.

De acordo com Hildo Rocha, nos dois primeiros anos do governo Dino, a folha de pagamentos do Estado aumentou em 28%. Entretanto, destaca o parlamentar, isso não implica dizer que os servidores tiveram aumento ou reajustes.

– Esse aumento decorre da nomeação de filiados ao PCdoB para ocuparem cargos comissionados na máquina estadual. Há dois anos os servidores do Estado do Maranhão não recebem nem o reajuste equivalente aos índices da inflação acumulada, que é de 17% – declarou o parlamentar.

Na avaliação do deputado peemedebista, este reajuste pode ser até de 20%.

– Governador Flávio Dino, cumpra a palavra que o senhor empenhou na campanha. Valorize os servidores públicos do Estado do Maranhão – cobrou o deputado.

0

Peritos do Estado anunciam paralisação…

Governo oferece apenas um reajuste de 15%, a serem pagos em parcelas que iriam até 2018; greve durará 48 horas, com início na próxima quinta-feira, 16

 

 

Peritos decidiram paralisar as atividades...

Peritos decidiram paralisar as atividades…

Os peritos oficiais do estado do Maranhão decidiram paralisar os serviços, a parir destas quinta-feira, 16, em protesto contra o governo Flávio Dino (PCdoB).

Após um ano e seis meses de negociação exaustiva, o governo decidiu, após várias concessões do sindicato, apresentar tabela de reajuste de 15%, divididos em três parcelas, de 6%, 6% e 3% respectivamente para os anos de 2016, 2017 e 2018.

– Dentro da mesma Instituição Polícia Civil, o tratamento dado pelo governo às categorias foi extremamente diferenciado. De um lado figura aquela agraciada com 40.7% de reajuste em seu subsídio, implantados ao longo do ano de 2015 e com última parcela no mês de junho de 2016. No outro extremo, relegados ao descaso, estão as outras categorias, tão dignas quanto aquela, de receberem tratamento equivalente – destaca nota do sindicato da categoria, que decidiu a paralisação em Assembleia no último dia 9.

Para os peritos, categoria tem sido tratada com diferenciação pelo governo Flávio Dino

Para os peritos, categoria tem sido tratada com diferenciação pelo governo Flávio Dino

Para os representantes dos peritos, com a diferenciação de tratamento, o governo Dino criou um abismo entre as categorias da Polícia Civil.

–  As demais categorias, a nossa inclusive, foram “merecedoras” de ínfimos 5% no ano de 2015, nada além. Estabeleceu-se um verdadeiro abismo. Em uma balança de dois pesos e duas medidas, foram criadas as bases do desequilíbrio e da insatisfação – afirmou a presidente da Apotec, Anne Kelly.

A paralisação de 48h é o primeiro alerta da categoria ao governo…

2

Após manifestação do Sindjus, centrais sindicais pregam entendimento sobre 21,7%…

tj9

NOTA PÚBLICA

             As Centrais Sindicais, que abaixo subscrevem, conclamam o Governador Flavio Dino a buscar, na mesa de negociação, o entendimento com as categorias que integram o funcionalismo público civil e militar do Estado do Maranhão, que vise por fim às ações judiciais de cobrança da parcela de 21,7% de reposição de perdas salariais reivindicada por esses trabalhadores.

              Por oportuno, as Centrais Sindicais se colocam à disposição do Governo do Estado do Maranhão para compor essa mesa de negociação, em conjunto com as entidades representativas do funcionalismo, na busca de um entendimento.

São Luis (MA), 17 de Setembro de 2015.

CENTRAL DOS TRABALHADORES E TRABALHADORAS DO BRASIL – CTB

CENTRAL ÚNICA DOS TRABALHADORES – CUT

CENTRAL SINDICAL POPULAR – CONLUTAS – CSP/CONLUTAS

UNIÃO GERAL DOS TRABALHADORES – UGT

NOVA CENTRAL SINDICAL DOS TRABALHADORES – NCST

FORÇA SINDICAL – FS

CENTRAL DOS SINDICATOS DO BRASIL – CSB

6

Flávio Dino, uma decepção, dizem internautas…

A extensa lista abaixo foi publicada em primeira mão no blog de Hilton Franco. São 101 comentários, todos críticos ao governador. Trata-se de internauta nas redes sociais – a maioria servidores públicos – revoltados com o corte dos 21,7% que deveriam ser implantados no salário. O funcionalismo considera a medida uma traição de Flávio Dino:

 

Glauce Feitosa: E olha a resposta que ele nos dá. Traidor!

Heberth Machado: Obrigado Sr. Governador por retirar dos nossos vencimentos 21,7% conquistados a duras penas em uma açao judicial que tramitou por 8 anos, percorrendo todas as instâncias do Poder Judiciário e, ao final, confirmada pelo Supremo Tribunal Federal.

Glauce Feitosa: Lutando contra a crise retirando o direito dos servidores do TJ que foi conquistado a duras penas após 8 anos de luta? Acabou com meu feriado, vou ter que tirar meus filhos da faculdade comprometendo o futuro deles, vou ter que vender meu carro por conta de uma rescisória que retira 21,7% do vencimento base de todos os servidores do TJMA e vossa excelência vem proclamar nas redes sociais que está lutando contra a crise? Isso é desumano Sr.Flavio Dino.

Lucas Oliveira: Obrigado, Exmo senhor Governador! Inadmíssivel o que fizestes hoje com as inúmeras familias dos servidores publicos estaduais que estão a mercê de vossa benevolência no que tange as perdas inflacionárias referente aos anos de 1994-2006. Parabens por demonstrar a sociedade como um todo que Montesquieu era um tolo e que de fato não existe separação de Poderes. Parabens por criar uma aberração jurídica para satisfazer sua ambição de manter o prefeito deprimido no poder. Este é o governo da mudança? Que volte a oligarquia, que pelo menos respeitava as DECISÕES TRANSITADAS EM JULGADO!

Alex Vieira: E por falar nisso…..nunca + verá um voto meu, de minha familia e de meus amigos!!! E ainda farei campanha contra!!! Tirar de nós servidores, direitos conquistados (21,7%)…

Juarez Fontenelle Filho: o bixo da cara limpa !

Jouberth Câmara: E Flávio Dino e pensar q fiz campanha para vc . Consegui diversos votos, briguei, discuti, diz inimizades, tudo isso para lhe defender e para o eleger e agora essa é a minha recompensa, da minha família e de milhares de famílias de servidores que lhe apoiaram. Conseguiu fazer perder um direito já conquistado e principalmente diminuir consideravelmente a qualidade de vida que eu e milhares de país de Família estava-mos os dando. Fique na sua consciência que se faltar comida a minha família e a de muitos a culpa e exclusivamente tua. De agora em diante não verás mais meu voto nem da minha família, bem como todas as eleições de agora em diante andarei a pés se for preciso e debaixo do sol e principalmente de graça para pedir voto para qualquer outro partido contra o seu, nem que seja para a família Sarney . este é o desabafo de um servidor indignado.

Alex Vieira:  Nunca pensei q ia falar issso: FD pior q Sarney!!

Wellington Brito: A historia do MA esta se repetindo, lá atrás em 1965 um jovem político foi eleito com a esperança de “salvação” do estado das mãos de vitorino freire, deu no que deu, recentemente um jovem inteligente resolveu que iria fazer a mudança no MA, pena que ele nao disse que seria pra pior.

Maurinélio:  Pq ele não se manifesta? O governo do povo não tem respostas?

Ramon Lima: Não sabia que lutar contra a crise era tirar o direito das pessoas, sinceramente votei em Vossa excelência com o intuito de melhoria, agora vejo que nem um direito meu conquistado na justiça é respeitado. Obrigado pela pior sexta feira do ano.

Alex Vieira: Obrigado, Governador Flavio Dino!!! O Senhor conseguiu trair todos aqueles q acreditaram numa verdadeira mudança pra melhor, que seriam valorizados e respeitados como o senhor falava aos 4 ventos, + agora, e agora? O senhor nos traiu, mentiu, roubou e arrancou de cada um de nós, sonhos e projetos de crescimento profissional e material!! Vc me proporcionou chegar em kza e anunciar essa grande noticia do q vc fez com cada um servidor, pra minha esposa gravida, ouvir dela q”vai dar tudo certo” e depois, a ver ir pra um canto da casa, chorar em silêncio!!! Obrigado!!!

Liliane Nunes: NUNCA mais voto em você ou alguém indicado por vc. Cadê meus 21,7% Governador? Em 2018 não esquecerei disso…

Bartíria Barros: Que país é esse???Entramos com uma ação, onde a mesma passou por todos os caminhos, ganhamos em todas as instâncias!!! Aí vem um “TODO PODEROSO”, reúne-se com os demais e diz que não é assim que tem que ser, que quer outra votação, quer outro resultado!!! E assim é feita a sua vontade!!! A justiça dos homens pode ter brechas e falhas, mas a de DEUS não!!!

Vilna Vadjna Barbosa Leite: Governador, Vossa Excelência não me conhece, mas saiba que a minha angustia hoje é a de muitos servidores do Poder Judiciário. Um governo que luta contra a crise, não promove crise.Em primeiro lugar, este governo deveria ter feitoauditoria no Estado. Mas não fez!
E diante da crise econômica, deveria reduzir primeiramente os altos salários e não nos salários dos servidores que corajosamente vem lutando por seus direitos. Essa ação chega para a sociedade maranhense como retaliação. Ou me mostre o contrário…mas aqui no Maranhão tudo é possível!Basta chegar ao Poder!
Decepção, palavra que resume o momento histórico que vivemos hoje! Em quem mais poderemos acreditar…?

Deuson Amorim: Esse é o tão falado governo da mudança??? Lembre-se governador que todos aqueles que sentaram nessa cadeira e massacraram os funcionários públicos não conseguiram a reeleição. Você traiu a classe do funcionalismo público. Retirou um quinto dos vencimentos do servidores de maneira desonesta!

Ricardo Oliveira : Flávio Dino é a maior decepção de um voto que já tive. Tirar 21,7% do salário de milhares de país de família é desumano.

Priscila Costa:  É né?! E os 21,7 dos servidores do judiciário que travamos vários anos de luta para ter implantado nos nossos contracheques o senhor governador entra com uma ação rescisória nos dando um presente antecipado para o dia do servidor público em outubro. Presente para todos os servidores do judiciário. Votei no 65, mas agora sinto uma decepção profunda!

Sandra Matins: Parabéns Flávio Dino! Vc acabou de colocar o MA nas mãos da família Sarney novamente, retirar ando os 21,7% dos servidores do TJ/MA! Foi um tiro no teu pé! Votar em vc nunca mais, fazer campanha, jamais! Incompetência e ingratidão são qualidades bem aplicadas a vc!

Peterson Melo: Me comprometo pessoalmente em retirar TODOS os votos de meus parentes em você. Esta será minha meta até o fim de seu mandato.

Cida Pereira: Lutando contra crise!!! É isso mesmo??! Tirar 21% dos servidores do Judiciário do Maranhão é lutar contra a crise!!? É pra rir ou pra chorar Sr. Governador?

Carlos Batalha:  Edivaldo vai ser o primeiro a sentir o força dos servidores. Flávio Dino , vc não tem palavra , prometeu coisas para a polícia e não cumpriu. Agora retira dos servidores do tj os 21%. Vai ter troco.

Dorival Ageme: “Muito obrigado” Governador pela ação rescisória que retirou 21,7% dos servidores da justiça. Eu e minha familia jamais o esqueceremos. Nunca o que aconteceu hoje poderá ser chamado de justiça. Que arrependimento de ter votado e pedido votos para Vossa Excelência.

Edson Ezekiel: Vc surripou o salarios de quem acreditou em vc.

Nehelias Ramos: Agradeço imensamente a vossa senhoria lutar e conseguir hoje retirar 21,7% do meu salário e de tantos outros do judiciário maranhense. Agradeço por demonstrar que não respeita, não se conforma com um direito reconhecido pela Corte máxima do País. Agradeço por demonstrar que para vossa senhoria pouco importa se isso nos fará falta. Agradeço por desde já demonstrar quem é. Viva à hipocrisia!

Manoel T. Luso Júnior: Sem os 21,7% a crise chegou com força aqui em casa… abrir mão do financiamento do “apertamento” ou do carro?

Bruna Morais: Obrigada, senhor governador! Vossa Excelência não honrou nem respeitou o voto de cada cidadão que apostou na ‘mudança’ que Vossa Excelência pregou durante a campanha. Cadê o Flavio Dino que prometeu valorizar os servidores públicos? … O seu mandato será mandato ‘bananeira’ (quem é do interior sabe o que estou falando). Lembraremos de V. Exa. Nas próximas eleições estaduais. Pode ter certeza disso.

José Barros Fonseca: Muito bem governador! Mete a chibata nos bestas que votou em vc. Graças a Deus eu nunca vou me arrepender de não ter votado em vc.

Rosa Santiago:  Sempre soubemos que era arrogante e prepotente que nunca considerou a própria mãe. ..não era de se esperar que esse usurpador de direitos tivesse consideração com nós trabalhadores…a justiça dos homens e falha e medíocre mas a de Deus Flávio Dino tarda mas n falha e vc sabe disso. ..lamentável governador…eu teria vergonha…Será se um cristão dessw dorme com a consciência tranquila. 

Kassio Ribeiro: Valeu Governador! Retirou os 21% dos servidores do judiciário! Vou lembrar muito bem em todas as campanhas políticas vindouras em que seja ou apóie qualquer candidato! E faço questão de me engajar nas próximas campanhas para mostrar a sociedade como a vossa excelência valoriza os servidores!

Suelen França:  Lutando contra a crise???seria cômico se não fosse trágico. quem lutará contra a crise seremos nós com a retirada dos nossos 21,7% e toda nossa família. Mas um ano já se passou falta pouco pra nunca mais voltar a ocupar um cargo que nunca deveria ter assumido.

Leonardo Jorge: O Maranhão é o único Estado em que a saída de uma oligarquia de décadas leva ao incrível cenário de regressão de direitos.Este senhor se diz protetor de Trabalhadores, não passa de um embuste. “Lobo em pele de cordeiro”.
Se o irmão dele advogava pela causa dos 21,7% e esse TRAIDOR DE TRABALHADORES faz essas manipulações políticas no começo do mandato, imagine o que virá. 
O cenário é tão trágico que abre margem a imaginar o retrocesso ( ou não, já que todos políticos se mostram similares…com vantagem momentânea paras nosso atual governador) da volta dos Sarneismo..n
Imaginei estar no fundo do poço…Flávio Traidor de Trabalhadores Dino, cavou mais abaixo…TRAIDOR.

Sérgio Rodrigues Araújo: Esse governador é aquele mesmo que frequentava as reuniões do sindjusma e dizia que apoiava as demandas dos servidores?

Beatrice Maria: Você luta contra a crise abaixando os salários dos servidores da justiça? E como é que vamos lutar contra a crise desse jeito? Acha justo?

Júnior Barros: Desrespeitando os servidores públicos e retirando os 21,7 dos seus salários?! Iremos dar o troco (mais uma vez ) nos tribunais superiores e PRINCIPALMENTE nas urnas! Traidor!

Fabrício Lucena: Não esqueça que a política é uma via de mão dupla, governador. O senhor um dia ainda vai precisar dos votos dos servidores do Judiciário. Ver um Juiz aposentado induzir a corte superior do judiciário estadual através de pura politicagem, é no mínimo frustrante. Quero ver se o senhor vai ter a mesma influência nos Tribunais superiores. Anote aí, governador: o senhor ainda vai precisar de nós!!!

Branco André: Com o aumento do desemprego e a falta de novas oportunidades, os trabalhadores não tem outra opçao, pegam suas rescisões e apostam o ultimo abrindo negócios próprios. 
O aumento foi no Brasil inteiro, não só no Maranhão. Reflexo do desemprego e da diminuição da burocracia na hora de abrir uma empresa, não tem nada haver com qualquer medida realizada pelo seu governo. Esse post é uma tentativa de enganar a povo.

Adson Melonio: Perseguidor do funcionalismo público. Agora eu sei quem é o lobo em pele de cordeiro!!!

Silas Santana: Daqui a 3 anos eu volto aqui na sua página para lembra-lo da data de hoje!!! Quem rir por último rir melhor…

Adelia Diniz: Eu e minha família votamos no senhor, nunca mais, é pior que a família Sarney, pessoas como Vossa EXCELÊNCIA conheço muito, se acha o DEUS, não jogou a mania fora, depois que assumiu o GOVERNO PARA TODOS.

Marcelo Nunes Mendonça: Quando vi que o sr. Havia aceitado o apoio no segundo turno da Dilma, que era quem havia jogado lama no sr. no primeiro turno apoiando o Lobão Filho publicamente eu disse a todos: “esse cara vendeu a alma ao diabo.” Mas todos disseram “Flavio é mudança…” Agora ficou provado que o sr. Não é mudança, é só mais um político querendo se dar bem e fazendo cumprir seu pacto com o demônio que fez para chegar onde chegou. Mas sr. Governador, saiba que chegar é bem fácil mas manter-se não. Para ficar ai o sr. Precisa do voto do povo, e cada dia mais, o sr. E o prefeito estão cada dia mais em baixa. Já se escuta falarem “Volta Roseana.” O que achávamos ruim, a “renovação” provou-se pior, mas saiba sr. Flávio Dino, que o sr. Pode se achar acima da lei dos homens, mas uma hora a justiça divina acha o sr. Ninguém passa por tudo ileso. E o meu voto e de todos da família TJ o sr. Nunca mais verá, mas sei que o sr. Como todo político não está nem aí pra nós. Mas saiba que será nossa campanha fervorosa pra que o sr. Nunca mais se eleja a nada por esse estado, o sr. Terá que ir pro Acre se quiser se eleger, assim como seu parceiro de profissão. Flávio Dino nunca mais. 

Carol Silva: Como todos os meus colegas de trabalho do tjma, externo aqui minha profunda VERGONHA em ter confiado e votado nesse homem! Tirar rendimentos de pessoas que todos os dias levantam cedo e trabalham duro é desumano e no mínimo leviano para alguém que almeja reeleição. NOS AGUARDE EM 2018!

Júlio Junqueira Aires: Governador, ontem você traiu milhares de famílias que lhe apoiaram, fizeram campanha pela sua vitória. Os servidores do TJMA não se entregarão. Irão reverter essa aberração jurídica que aconteceu ontem, onde uma mesma câmara que já havia julgado contra a mesma rescisória de forma contrária, simplesmente mudou a posição, em Brasília a história vai ser outra, e em 2018 essas mesmas famílias irão lembrar dessa traição. Em tempos de crise, em que tudo aumenta, isso foi um duro golpe contra essas famílias.

Aline Matos: O que está crescendo é a minha decepção por vc governador. Se depender do meu voto não ganharás para mais nada.
Vc é um traidor!!!!!!!!! T R A I D O R.

Davi Rocha Resende: Obrigado por mudar os sonhos de muitos servidores que tanto depositaram confiança nas suas palavras de mudança. Obrigado, por me fazer desistir de querer morar na residência que eu tanto tive trabalho de fazer. Se 21,7% tá estrapolando os cofres do estado, diminua 21,7% dos altos salários dos desembargadores que lhe concederam a alegria de hoje vossa senhoria desanimar grande parte dos servidores do judiciário maranhense. Parabéns! Se essa era a mudança tão falada, eu prefiro viver na mesma, sem mudar.

Jacque Sousa: Senhor governador, a não valorização de um servidor público no âmbito judiciário não significa crescimento.. Nossos salários são de onde tiramos nosso sustento e de nossas familias.. As pessoas podem vir aqui acharem que ganhamos rios de DH.. Mas não conhecem nossa rotina de trabalho e muitas colegas em ambientes insalubres e ssm condições de trabalho… Somos cobrados todos os dias por pessoas que buscam seus direitos, e simplesmente temos o nosso retirado. Um direito concedido pelo STF, diga-se de passagem. Lastimável!!! Desestimulante.. Não só perde o servidor, perde principalmente a população.

Robson Lima: Perdeu mais de 6.000 votos de todos os servidores da justiça do estado, nem no inferno ganha voto meu.

Heber Queiros: Traidor, nunca mais, nunca mais!

Adson Melonio: Dr. Dino, perseguir o frágil funcionslismo público estadual é fácil né?? Quero ver é o Senhor reduzir o número de secretarias e o numero cargos comissionados no seu governo. Ah quero ver enfrentar também o auxilio moradia dos juizes! Eu sei mais fácil é aniliquilar os direitos da verdadeira classe trabalhadora pra sobrar dinheiro pro seu projeto do *mais bolsa familia* né! “Você pagou com traição a quem sempre lhe deu a mão”!!!

Regina M. Câmara Pinto Brandão: Parabéns!!! Mil parabéns, governador, o senhor merece!!! Mostrou para os servidores do Estado, quem realmente é, especialmente para os do TJMA, ao lutar para diminuir o salários dos servidores. O senhor como Juiz, conhecedor da lei, arrumou uma maneira d lutar contra lei. Coloco aqui minha mais sincera decepção, agora mais do que nunca tenho plena convicção de que todo político é igual. E por falar em redução das contas do Estado, deveria começar a diminuir o salários era daqueles que menos trabalham e tem muitas regalias, quem? Os políticos. Estes sim, deveriam receber o salário do valor base do Estado, e não ter regalias. Alem disso, deveria era lutar tbm, para tornar corrupção das contas publicas em crime hediondo, pois esse crime mata muitas vidas. Obrigada senhor Governador por vencer hj no TJ para reduzir o nosso salario, NUNCA IREmos esquecer disso. Boa noite!

Amsterdan Vale: Pelo visto a visita a casa dos desembargadores deu resultado, o cala boca deve ter sido ótimo, parabéns Flavio Dino.

Talyta Martins: Palmas Exmo Governador da mudança Sr. FLAVIO DINO, por retirar 1/5do meu salário, p vc pode ser migalhas, já que está acostumado a subtrair cifras maiores do bolso do povo, ms para meus filhos é tirar deles qualidade de vida, sim pois terei que corta gastos e isto inclui lazer, alimentação, saúde, educação entre outras coisas mais. Ms tenho fé em Deus que sairemos dessa guerra vitoriosos, pois somos pais de família e tds os dias acordamos cedo, deixando nossos filhos ( no meu caso aos cuidados de outra pessoa), pára darmos a eles um futuro digno, então Governador aproveite bem esses 3 anos e 3 meses no governo porque em 2018 eu e minha família lembraremos dessa apunhalada nas costas e o nosso voto não teras….e se possível farei campanha contra.. .isso é muita traição tirar de nós servidores um direito conquistado e afronta maior ainda, é passar por cima de decisão transitada em julgado no Supremo… Palmas tmb para os Desembargadores, que por conta de uma política suja vão contra suas próprias decisões. …enfim em 2018 lembrarei perfeitamente desse golpe.. .. #21, 7% é direitonossodevolvaporgentileza.. 

Carolina Pinheiro: Dê exemplo! Renuncie ao salário e todos os benefícios de governador, descarado! Faça esse favor pra humanidade!

Victor Matheus Costa: Judas, Você traiu milhares de trabalhadores que a anos lutam por seus Direitos , Tenho vergonha de Você !

Fernanda Barbosa: Ah é, esqueci que os nossos 21, 7 equivalem a um café da tarde para o exmo Senhor governador. Mas para muitos servidores isso se traduz numa faculdade do filho, um carro, o financiamento da casa própria ou uma viagem. Mas talvez o senhor tbm não saiba disso e esteja mais interessado no seu café.

Vilson Fontenele Filho: Governo ridículo tira dos pobres para privolegiar os ricos….PQ o Sr não entra com uma rescisória quanto o AUXILIO MORADIA DOS MAGISTRADOS? SOH ESSE AUXILIO EH MAIOR Q NOSSO PROVENTO LIQUIDO! que covardia!

Edurado Tajara: Dino, dinossauro, tiranossauro, TIRANO. A esperança é que os militares assumam o poder e tirem toda a corja esquerdista do país!

Carlos Henrique: Quero ver você ter peito pra reduzir o salário de juízes.

Liana Racquel: Retirando o nosso direito conquistado depois de quase 8 anos de luta??? E agora? Destruiu os nossos sonhos de crescimento profissional e de qualidade de vida. Vergonha alheia e que DECEPÇÃO!!!! Flávio Dino nunca mais…

Maryellen Monteiro: Realmente cada dia mais me arrependo de ter dado meu voto. Retirou os 21,7% dos salários de vários pais/mães de família para tentar cobrir os rombos da sua própria corrupção. Absurdo!!!

Darlan Ribeiro: Seu filho não precisa desses 21,7. As minhas sim.

Fabrício Lima da Costa: Exmo Governador, agradeço imensamente por ter tirado o pão da mesa de milhares de servidores do Judiciário. Pode ter certeza que não esqueceremos esse seu ato de desagravo conosco.

Humberto Macau: Governador medíocre, nunca mais o voto do Servidor.

Tássia Sampaio:  E os meus 21,7? Que arrependimento ter votado no senhor. Pode ter certeza que nem o meu voto e nem o da minha família o senhor terá! Quanta decepção!!!

Jane Luz: Decepção…joguei meu voto no lixo.

Priscilla Marques: Bonito a mudança ocorrida no Maranhão! ! Desvalorização do servidor, retirar de nossos salários um valor desse? isso é inadmissível em pleno século 21 percebo que estamos no curral eleitoral, aberração jurídica! Que venha 2016 e 2018!! E agradeço desde já a sua contribuição porque nós cidadãos queremos transparência e estamos de olho bem abertos para os deslizes do executivo! Bom feriado!

Jacyara Ferreira: Nem em 2018 e nunca mais o sr terá meu voto e de minha familia! De vc esperava melhorias e não perseguição aos direitos do funcionalismo. (21%).

Rouse Braga: Nunca mais terá meu voto. Decepção total.

Willian James: Judas!

Paulo Cavalcante: Não conte mais conosco! E não vamos aceitar injustiça!

Bruna Morais: Veio para mudar mesmo. Mudar para pior.

André Luiz Reis: Parabéns Governador! Meu voto não será seu na próxima eleição.

Santana Sb: Menos cinco votos na minha casa governador!

Dayanna Karla: Medida anticliclica imoral.

Fernanda Barbosa: E meus 21,7?????? Quanta decepção! !!

Jeanney Silva: Obrigada senhor governador por retirar do meu contracheque e de milhares de pais de família os 21,7%. Saiba que vossa excelência está contribuindo para o endividamento de milhares de pessoas que tentam levar a vida de uma maneira HONESTA!

Márcia Santiago: Motivo de vergonha para nós maranhenses que acreditamos na perspectiva de melhoria para nosso Estado!

Agustinho Sousa Jr: O sr nunca mais terá meu voto! De vc esperava melhorias e não perseguição aos direitos do funcionalismo.

Luciana Dias: Respeite os direitos do trabalhos, Governador!

Manoel T. Luso Jr: Depois de 08 anos… minha família inteira te agradece, Exmo. Governador. O banco também.

Giancarlo Franco: Nunca mais se elege! Tirar os 21,7 do funcionalismo público estadual é um tiro no pé.

Fábio Passos: Esses robôs que estão defendendo o governador traíra e ditador, são comandados pelos pais mandados Marco Aurélio, Márcio Jerry, Liga Teixeira.

Maurinélio da Cunha Costa: Discursos comunistas não me enganam! Isso sim foi golpe! Parabéns!

Flaviana S. Santos: Conseguiu ser pior que Roseana. ….E eu q além de perder o voto, perdi  meu tempo tentando fazer amigos e família “acreditarem na mudança”.

Kellyane Câmara: 4 ANOS PASSA RÁPIDO SEU GOVERNADOR APROVEITE PQ NÃO TERÁ OUTRA CHANCE.

Suzy Sussu: O povo maranhense nao queriam mudança, ta ai… já começou a mudar!!

Júnior Barros: Nesse feudo na há nenhum tipo de segurança, seja nas ruas ou jurídica. O que predomina é o conchavo e a lei do mais forte. A resposta a vossa traição virá em breve. Nos aguarde.

Vinícius Mendonça: Retirar direito constitucional dos servidores – logo vossa excelência um ex-magistrado – é inadmissível e imperdoável!

Hugo Gomes: Parabéns futuro ex-governador! Se depender da minha família e do meu esforço nas próximas eleições, vai levar uma lavada.

Thiago Neves:  Covardia! Fomos apunhalado, reduzir em 1/5 o salário do servidor estadual em meio a crise e sem ainda ter reposição inflacionária e cruel e injusto! Acao recisoria descabida e politica.

Branco André Leite: Vc traiu os servidores estaduais e suas familias, mas sua derrota virá nas instâncias federais e nas urnas.

Paulo Cavalcante: Passamos em torno de Dez anos lutando para corrigir essa distorção salarial dos servidores do TJ e o seu governo quer nos derrotar… É esse o seu senso de Justiça? Não conte mais conosco!

Thiago Neves: Que os servidores do estado tenham melhor sorte nos tribunais superiores, porque um governador que ia ao sindjus pedir votos e hoje apunhala na maior covardia.

Humberto Macau: Governador TRAIDOR, não perde por esperar. Covardia sua apunhalar seus servidores e eleitores.

Gualdston:  Nos aguarde nas urnas Sr. Flávio. Seus candidatos a prefeito tbm. Vossa Excelência verás o quanto o voto dos servidores estaduais lhe farão falta. Isso não se faz! Retirar direitos ja consolidados ! Meu voto e de meus familiares ( que lhe colocaram sentado nessa cadeira) nso terás nunca mais !!

Kassio Ribeiro: Governo de mudança? Mudança para pior, começando pelos trabalhadores…E creio que ainda irá piorar..De uma coisa tenho certeza: fazem campanha, com todas as forcas, contrário a sua candidatura e qualquer outra que apoiar!

Fábio Passos: Safado,traiu os servidores do TJ.

Darlan Ribeiro: Tenho uma filha de 35 dias, governador. Fiz despesas contanto com a integralidade do meu salário. Obrigado por tirar comida da boca dela. Agora, vc deve estar rindo da minha cara lendo essa mensagem.

Ana Paula Albuquerque:  Inclusive diminuiu o salário dos servidores do judiciário. Isso com certeza vai ficar guardado para as próximas eleições. Ainda mais que foi a classe que mais o apoiou.

Elaine de Almeida: Diga adeus ao meu voto e aos votos de toda a minha família! Até nunca mais.

Beatrice Maria: Muito bem, Sr. Governador! Reduzindo o salário daqueles que trabalham de verdade para que tenha mais no bolso, né? Pode ter ctz q se depender de nós (a maior classe que já lhe apoiou) vc não será eleito nunca mais. Espero que hoje não durma , que tenha peso na consciência. Não é possível que vc não seja humano (que eu já tou duvidando) a ponto de dormir com a consciência tranqüila.

Sérgio Rodrigues Araujo: Esse governador é aquele mesmo que frequentava as reuniões do sindjusma e dizia que apoiava as demandas dos servidores?

3

Derrotado no STF, Flávio Dino tenta barrar no TJ reajuste de servidores…

Câmaras Cíveis do tribunal maranhense julgam hoje Ação Rescisória, por meio da qual o governador tenta se desobrigar do pagamento ao funcionalismo do próprio Judiciário

 

Desembargadores vão analisar ação do governo contra o Sindicato dos Servidores do Judiciário (imagem meramente ilustrativa)

Desembargadores vão analisar ação do governo contra o Sindicato dos Servidores do Judiciário (imagem meramente ilustrativa)

As câmaras cíveis reunidas do Tribunal de Justiça do Maranhão devem decidir, nesta sexta-feira, 03, se acolhem ou a Ação Rescisória nº 35.586/14, interposta pela Procuradoria-Geral do Estado contra o pagamento dos 21,7% ganhos na Justiça pelos servidores do próprio Judiciário.

As Ações Rescisórias são levantadas em caso de vícios, nulidade de julgamentos ou julgamento por juízo incompetente, o que não é o caso na ação sobre os 21,7%. Mesmo assim, segundo apurou o blog, o governador Flávio Dino (PCdoB) tem conversado pessoalmente com os desembargadores, para convencê-los da necessidade de acolhida.

A ação contra o Sindjus é estratégica.

Se for acolhida, o governo poderá sustar, inclusive, pagamentos de outras categorias que já estejam recebendo o reajuste. E impedirá o prosseguimento das ações de outras categorias que ainda não tenham transitado em julgado.

Por outro lado, se a Rescisória, não for acolhida, o governo não poderá mais entrar com novas ações, já que a tendência será de novas derrotas.

Na verdade, as Rescisórias têm sido protocoladas desde o governo Roseana Saney (PMDB), na tentativa de sustar os pagamentos de categorias já beneficiadas com os 21,7% ou impedir que outras categorias sejam beneficiadas.

O governo passado perdeu ações deste tipo contra servidores da Uema e do Fisco Estadual, que já estão recebendo os 21,7%, determinado ainda durante o governo José Reinaldo Tavares (PSB).

A questão de Flávio Dino é que ele próprio chamou os sindicatos para dizer-se aberto ao diálogo, quando ouviu a proposta de várias categorias para que abrisse mão das ações protelatórias.

Ele tanto não atendeu aos servidores como interpôs outros recursos contra a decisão judicial de pagar o reajuste a todos os servidores.

Devem participar do julgamento de hoje no TJ os desembargadores Jamil Gedeon, Cleones Cunha, Paulo Velten, Lourival Serejo, Ricardo Duailibe, Macelino Ewerton e o juiz Luiz Gonzaga.

A sessão está marcada para as 9h30…

2

Reajuste dos militares já está na Assembléia Legislativa…

Os militares em greve, no mês de novembro...

Já foi encaminhada à Assembléia Legislativa a mensagem do governo Roseana Sarney (PMDB) com o eajuste dos policiais militares, garantido em acordo no mês de novembro.

Os deputados devem votar a poposta até quinta-feira.

O reajuste do governo para a categoria é de 10,4% , com implantação em março de 2012. Outros dois aumentos estão previstos, para o início de 2013 e início de 2014.

Só com esta primeira etapa do reajuste, o impacto na folha salarial do governo em 2012 será de R$ 43 milhões.

A mensagem governamental deverá tramitar em regime de urgência…