13

Cassação de Holandinha deve ser julgada até junho…

Prazo foi estabelecido pelo TRE aos juízes que estão responsáveis pelas ações que denunciaram crime eleitoral do prefeito durante o pleito de 2016; decisão vale para todas as zonas do Maranhão

 

A compra de voos marcou a reeleição de Edivaldo Júnior; e pode tomar o seu mandato na Justiça

Os juízes responsáveis pelas ações contra o prefeito de São Luís, Edivaldo Júnior (PDT) têm até o mês de junho para julgar os processos.

O prazo foi determinado pelo Tribunal Regional Eleitoral.

O TRE quer que todas as ações que possam resultar em perda de mandato sejam julgadas pelos juízes de base até junho, para que a justiça Eleitoral possa tomar as decisões cabíveis.

– Nesta meta específica da Justiça Eleitoral foi fixado o prazo máximo de julgamento de 12 meses em todas as instâncias – alertou o corregedor, desembargador Raimundo Barros, que estabeleceu no Ofício-Circular n.º2/2017, 10 dias para identificação destes processos no sistema.

O ofício foi encaminhado também para todos os juízes eleitorais do Maranhão.

Leia também:

O povo contra o crime eleitoral…

E a compra de votos se espalha por São Luís…

Clayton Noleto será testemunha no processo de cassação de Holandinha…

Eduardo Braide apresentou uma das ações mais contundentes contra o prefeito eleito

Há pelo menos 11 ações contra Edivaldo Júnior tramitando no TRE, a maioria pedindo a cassação do seu registro ou diploma de candidato. (Releia aqui)

Holandinha é acusado de abuso do poder econômico e político, uso de servidores municipais em campanha, conduta vedada durante o período eleitoral e compra de votos.

Todas as ações podem resultar na perda do mandato do prefeito…

Marco Aurélio D'Eça

13 Comments

  1. Pra se manter no poder as pessoas fazem de tudo até o inimaginável e inaceitável , mas seria interessante se o MP investigasse a relação da Semed com a empresa que fornece merenda escolar nas escolas municipais, por qual mistério a prefeitura não consegue romper com o contrato houve uma licitação em dezembro e até hj ficamos sem saber oficialmente quem ganhou o certame, a empresa atual é a mesma que, segundo a imprensa está envolvida na máfia da merenda escolar de São Paulo, 14 anos a mesma está no comando da merenda e o lanche é de pés Simão qualidade porque o Mec não manda fiscais pra avaliar de perto o cardápio oferecido para os alunos. Isso é mais um desastre na administração de Edivaldo, merenda de qualidade só existé na propaganda institucional da sua administração.

  2. Imagino o quanto de dinheiro não vai correr no TRE nesse processo de Eduardo Braide contra a reeleição de Edivaldo Júnior. Flávio Dino já deve ter escalado Jerry, Weverton Rocha e cia pra se mexerem. Por outro lado, essa ação é muito importante pra definição do cenário político do estado em 2018.

    E o curioso dessa demanda é que – por novo entendimento do TSE – ela pede é a anulação do pleito para a escolha do prefeito e vice realizado em 02/11/2016, pra ser disputado um outro sufrágio. Diferente das antigas ações de cassação do mandato eletivo, que se pleiteava era para o segundo colocado assumir no lugar do vencedor da eleição.

    Se isso acontecer, há quem diga que os cofres do governo de Flávio Dino não terão mais suporte pra bancar um novo pleito a favor de Edivaldo. Vamos aguardar porque quem já leu os autos diz que provas contundentes são o que não faltam nessa demanda

  3. Só quem é cego mesmo pra nao ver que essa eleição foi um abuso de poder, usou os cofres do municipio e estado pra vencer uma eleição. A campanha politica mais suja que a cidade ja teve.

  4. Que tal o Ministerio Publico investigar os processos ligados as obras de Holandinha????? Que tal encontrar muita coisa paga e nao realizada??? Que tal???

  5. Rapaz, Aécio Neves fez escola mesmo, judicializando ao máximo os resultados da urnas, lametável a atitude dele!

  6. Eleição comprada a peso de ouro, só que esse dinheiro ERA da prefeitura e do governo do Estado.

  7. Se for feita justiça Edvaldo perde o mandato facilmente. o abuso de poder economico por parte da prefeitura e do governo do estado foi absurdo , tanto é verdade que depois da eleições tudo desapareceu e sequer existe operaçao tapa-buraco. Avenidas de grande fluxo já sofrem com as crateras abertas que retrata tão somente a inoperância de um prefeito que nunca existiu e que deve a sua reeleição a poderosa maquina do estado. Vamos aguardar o posicionamento da nossa suspeita corte eleitoral, digo suspeita por ter fechado os olhos diante das varias denuncias apresentadas no decorrer da campanha.

  8. Essa acao é um caso perdido. Edivaldo ganhou a eleicao nas urnas. pela vontade do povo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *