2

De como Flávio Dino manipula a realidade para aparecer “bem na fita”…

Culpando sempre terceiros pelos seus erros, desqualificando quem o denuncia e divulgando pesquisas sempre com números estratosféricos, comunista usa táticas do nazismo para impor seu projeto ao Maranhão

 

Capo di capi: regra nazista de propaganda comunista

As últimas três semanas podem representar um excepcional case de análise sobre o perfil do comunista Flávio Dino, que hoje governa o Maranhão.

Neste período – em que os comunistas se viram mais uma vez enroscado nas teias da corrupção – ele usou os três pilares-mestres que marcam o seu governo, como bem definiu o jornalista Jorge Aragão.

1: culpar os adversários pelos erros; 2: desqualificar quem o denuncia, seja quem for; e 3: manipular pesquisas para aparecer com altos índices de popularidade.

Leia também:

Hitler também fazia assim…

De como se formam os “capo di tutti capi…”

A máquina comunista de moer reputações…

Nestes três anos de comunismo no Maranhão esses pilares se repetiram inúmeras vezes, sempre na mesma sequência de funcionamento.

No nazismo, as mentiras eram repetidas à exaustão, para parecer verdade.

Felizmente, a história varreu o nazismo do mundo.

Ainda que existam os saudosismos do sistema…

Marco Aurélio D'Eça

2 Comments

  1. O Pior jornalista, é que os comunistas realmente acreditam nas mentiras que eles contam !
    Acham que estão fazendo tudo certo, e quem for contra ou mostrar que o rei está nu, tem que ser destruído

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *