6

Juíza de Coroatá nega pedido de suspeição e mantém inelegibilidade de Flávio Dino

Comunista tentou impedir Anelise Nogueira Reginato de julgar seus Embargos de Declaração, mas não conseguiu; caso será agora analisado no pleno do Tribunal Regional Eleitoral

 

Flávio Dino e Márcio Jerry querem tirar do caso juíza que os declarou inelegíveis

A juíza Anelise Nogueira Reginato julgou hoje improcedentes dois pedidos de suspeição contra ela impetrados pelo governador Flávio Dino e por seu ex-secretário de Articulação Política, Márcio Jerry.

Tanto Dino quanto Jerry foram condenados e declarados inelegíveis pela magistrada que atua na 8ª Zona Eleitoral de Coroatá, e queriam torná-la suspeita de atuar no caso. (Releia aqui)

Com a decisão da juíza, os pedidos de suspeição serão encaminhados ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE), que decidirá se a magistrada pode ou não julgar os Embargos de Declaração do governador contra sua decisão de mérito.

É bom lembrar que Flávio Dino tentou usar o próprio Conselho Nacional de Justiça para tirar Anelise Nogueira Reginato de atuar no caso, mas não conseguiu. (Relembre aqui)

Até que o TRE decida sobre o pedido de suspeição, o processo principal, com a declaração de inelegibilidade do governador e do seu ex-auxiliar continuará suspenso na 8ª Zona Eleitoral.

Declarado inelegível até 2024, Dino concorre nestas eleições por força do efeito suspensivo do seu Embargo de Declaração…

Marco Aurélio D'Eça

6 Comments

  1. Está juizinha, é por todos sabido estar a serviço da Oligarquia Sarney que a todo custo querem ter o Maranhão novamente em suas mãos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *