1

Weverton apresenta projeto que prevê desconto de energia para produtores rurais que usam irrigação…

Weverton em uma de suas reuniões com produtores rurais no interior maranhense

Weverton em uma de suas reuniões com produtores rurais no interior maranhense

O deputado federal Weverton Rocha (PDT) apresentou projeto de Lei (PL 5250/2016) que concede descontos especiais nas tarifas de energia elétrica aplicáveis às unidades consumidoras classificadas na Classe Rural, beneficiando, prioritariamente, os agricultores familiares irrigantes.

O deputado Weverton avalia que as mudanças climáticas têm sido um dos maiores desafios ambientais do século XXI e que a irrigação é uma das mais importantes medidas adaptativas em resposta aos fenômenos naturais.

“Temos que contribuir na efetivação de políticas públicas que visem o desenvolvimento de estratégias para combater os efeitos adversos das mudanças climáticas, principalmente sobre os sistemas agrícolas de subsistência e familiares. Os pequenos produtores são responsáveis pela produção de mais 70% dos produtos consumidos pelos brasileiros”, pontuou.

Em sua justificativa, o parlamentar acrescenta:

“A proposta irá incrementar as ações de combate à estiagem uma vez que diminuirá os custos para manutenção de um sistema de irrigação, diminuindo assim, o custo de produção”, assinalou o pedetista maranhense.

0

PDT garante inclusão de produtores rurais maranhenses em negociação de dívidas…

Ação coordenada pelo deputado Weverton Rocha beneficia 200 mil produtores de 45 municípios do Maranhão

 

Foi aprovado a Medida Provisória 707/15, que trata da renegociação de dívidas de produtores rurais e de caminhoneiros.

O PDT apresentou destaque de urgência para que todas as cidades maranhenses que tenham agricultores inadimplentes possam renegociar suas dívidas .

Essa MP permitirá que aqueles agricultores que fizeram empréstimos até 31 de dezembro de 2006, de janeiro de 2007 a 31 de dezembro de 2010,  terão rebates ou diminuição de até 95% sobre o saldo devedor atualizado. Permitirá também, no caso de empréstimos contratados no âmbito do Fundo Constitucional de Desenvolvimento do Nordeste (FNE), a exclusão de encargos de inadimplementos, multas e outros encargos tributários.

Segundo o Banco do Nordeste, serão beneficiados com tal ação cerca de 200 mil produtores rurais de todo o Maranhão.

“Essa fase difícil que estamos vivendo é o  momento de apoiarmos o pequeno produtor rural maranhense, que é um povo trabalhador, altivo e precisa de oportunidade de renegociar suas dívidas, continuar produzindo e sustentando sua família”, destacou o líder da bancada, deputado federal Weverton Rocha.

0

Bancada pede prorrogação de dívidas de produtores maranhenses em bancos oficiais…

Parlamentares também pediram a prorrogação do prazo para concessão de novos créditos a produtores prejudicados com a estiagem

 

Rodeado pelos colegas Cléber Verde, Victor Mendes, Hildo Rocha e Zé Carlos, Weverton Rohca explana a situação dos produtores...

Rodeado pelos colegas Cléber Verde, Victor Mendes, Hildo Rocha e Zé Carlos, Weverton Rohca explana a situação dos produtores…

Os deputados da bancada maranhense na Câmara Federal pediram aos representantes de bancos oficiais a prorrogação das dívidas e prazos para novos créditos a produtores rurais do estado.

“Precisamos, de imediato, da prorrogação das dívidas, considerando que muitos pequenos produtores estão sofrendo com a seca e não possuem recursos financeiros para efetuar os pagamentos. Estamos empenhados em colaborar com a solução desta pauta e com ações que buscam amenizar os problemas da situação atingida pela seca”, ressaltou o pedetista Weverton Rocha, um dos defensores da medida.

Os superintendentes do Banco da Amazônia, Banco do Nordeste e Banco do Brasil adiantaram já haver dado encaminhamentos internos das reivindicações apresentadas nos ofícios protocolados pela bancada e que, por meio das agências regionais, farão um levantamento preliminar da situação dos produtores do estado.

A Bancada Maranhense recorrerá ao Governo Federal, através do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento – MAPA e da Casa Civil da Presidência da República, para possível aprovação de normativos específicos.

Por meio da Agência Estadual de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural (AGERP), o Governo do Estado também fará levantamento das áreas atingidas, bem como, a emissão de relatório para avalizar a situação dos produtores.