5

Mais um custo da reeleição de Holandinha: Socorrão II vira piscina após chuvas..

Hospital alagou completamente depois do temporal que caiu na manhã desta segunda-feira. A água invadiu praticamente todos os setores da unidade de Saúde, que demonstra falta de estrutura, mesmo após quatro anos de denúncias contra a gestão do prefeito

 

Na área de estabilização, pacientes e acompanhantes ficaram no meio do alagado

Bastaram as primeiras chuvas desta segunda-feira, 9, para que a população tivesse mais um exemplo do custo que foi para São Luís a reeleição – na marra – do prefeito Edivaldo Júnior (PDT).

O Hospital Clementino Moura, o Socorrão II, na região da Maiobinha – alvo de diversas denúncias ao longo dos quatro anos de gestão do prefeito – simplesmente inundou com as chuvas desta manhã.

A estrada entregue por Flávio Dino e Edivaldo, para ajudar na reeleição, não durou um ano

A água alagou todos o setores do hospital, dando provas de que, mesmo diante das denúncias de médicos, pacientes e visitantes, Edivaldo não tomou nenhuma providência para evitar que o período de chuvas viesse prejudicar novamente a unidade de Saúde.

Muitas imagens foram feitas pelos próprios médicos, aterrorizados pela situação.

Junto com a água, cestos de lixo dividem espaço com pacientes

Assim como na Saúde, em vários exemplos mostrados neste blog, São Luís sofre com a reeleição de Holandinha em vários outros setores.

Mas, agora, é ter que esperar mais quatro anos…

Marco Aurélio D'Eça

5 Comments

  1. O problema vem de fora para dentro e não de dentro do hospital se os esgotos estão entupidos, a agua escoa pra la! isso é problema da caema e não do prefeito!

  2. O Socorrão é um hospital grande e é muito complicado ajeitar todos os lados de uma vez com a verba destinada a saúde.

  3. Engraçado que fui hoje la e não vi nada disso, deve ter sido algo resolvido rápido, pois chegue cedo lá e passei a manhã lá, mas a itensidade da chuva estava muito forte mesmo, nem drenagem segura essas chuvas de São Luís.

  4. As escolas também precisam de socorro, na UEB Paulo Freire na Liberdade, há goteiras a laje está com infiltrações que com o tempo pode desabar, as salas escuras pois faltam lâmpadas, problemas na água cujo vazamento faz se perder milhares de litros de água potável assim sendo consome-se mais energia para manter a bomba ligada se não manda sequer fazer uns ajuste, e ainda temos 4 anos com esse prefeito,.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *