4

As promessas não cumpridas de Flávio Dino e o aumento da miséria no MA…

Coincidência ou não, a maior parte do Plano de Governo apresentado pelo comunista à Justiça Eleitoral, em 2014, versava sobre a pobreza, que aumentou durante a sua gestão, segundo o IBGE

 

QUATRO ANOS ATRÁS Flávio Dino prometeu um Maranhão melhor a esta multidão, mas não cumpriu a promessa…

O enunciado principal da promessas de campanha apresentadas pelo governador Flávio Dino (PCdoB) à Justiça Eleitoral durante as eleições de 2014 era a transformação do Maranhão, que, segundo ele, havia “afundado nos 50 anos de mando do grupo Sarney”.

Neste ponto é preciso abrir um parêntese para destacar que, entre os anos de 2009 e 2014, período em que Roseana Sarney (MDB) comandou pela quarta vez o estado, o IBGE registrou redução nos índices de pobreza extrema no Maranhão.

Entre os itens 8 e 12 das propostas do governo comunista – que tinha 65 pontos, simbolizando o seu número de campanha – o tema “combate à pobreza” é uma constante.

Flávio Dino promete, dentre outras coisas, “Desenvolver ações destinadas a, progressivamente, retirar da linha de pobreza extrema as famílias maranhenses” e “Aplicar os recursos do Fundo de Combate à Pobreza (FUMACOP) em ações específicas de inserção produtiva das famílias e em melhoria nas condições de habitação e saneamento”.

MAIS MISÉRIA foi o resultado do não cumprimento das promessas do comunista no Maranhão

Mas o governador, como já se sabe, cumpriu apenas 22 das 65 promessas registradas na Justiça Eleitoral.

Três anos depois o IBGE apontou que o índice de “pobreza extrema no Maranhão” aumentou em 2% exatamente no período em que Flávio Dino está à frente do estado.

O comunista e sua gestão ideológica não conseguiram cumprir o que prometeram do alto do Palácio dos Leões ao povo maranhense, em 2014.

Coincidência ou não, para usar um termo do seu próprio programa de governo, o Maranhão afundou na pobreza extrema.

É simples assim…

Com informações de O EstadoMaranhão

Marco Aurélio D'Eça

4 Comments

  1. O desespero de vocês oligarcas é gigante. Estão sendo motivo de chacota a nível nacional. Querem agora desmerecer até um levantamento feito por uma empresa liga a vocês no caso o G1. Só digo uma coisa, preparem-se que o desespero vai ser maior ainda, pois o trabalho do governador Flávio Dino vai ser intensificado, e ao contrário do que esse viúva aí de cima reclama por abstinência do dinheiro público, o MA hoje cresce para todos principalmente os que durante décadas foram excluídos. #OligarquiaNuncaMais

  2. Se Sarnes tira uma foto sozinho, depois da revelação tu aparece do do lado dele .

  3. RAPAZ REPETE O QUE SARNEY PUBLICOU NA COLUNA DELE EM 2013 OU FOI EM 2014, QUE O MARANHÃO E POBRE DESDE O COMEÇO DO MUNDO, TEM TENDENCIA DE POBREZA, FALOU EM CAPITANIA HEREDITARIA ETC,ETC E SE DESCULPOU, TU JA ESQUECEU.

  4. Não foram somente os miseráveis que ficaram mais pobres nesta gestão comunista, principalmente os servidores públicos (que tiveram seus salários congelados), os professores, os pequenos e médios empresários, comerciantes, servidores da saúde, a classe média como um todi. Enfim. Só os camaradas se beneficiaram desse governo que aí está. #voltaguerreira

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *