2

Coroado ainda aguarda, pelo menos, asfaltamento de suas ruas…

Já desiludida quanto às ações de drenagem da Prefeitura de São Luís, comunidade espera passar as festas de fim de ano pelo menos com as ruas asfaltadas, o que aprece cada vez mais distante, sobretudo com a proximidade do período chuvoso

 

PRINCIPAL RUA DO BAIRRO ESTÁ ASSIM DESDE 2011, ENFRENTANDO INVERNO APÓS INVERNO sem nenhum tipo de serviços da Semosp

A Prefeitura de São Luís anunciou em agosto um pacote de obras em São Luís que inclui serviços de drenagem e asfaltamento em vários bairros de São Luís.

Desde então, o titular do blog Marco Aurélio D’Eça cobra os dois serviços para a comunidade do Coroado – a drenagem e o asfaltamento; serviços estes, aliás, que deveriam estar prontos desde 2010, quando o Banco Mundial liberou milhões para o saneamento do bairro.

Cobranças que podem ser relembradas nos posts abaixo:

Milhões e milhões gastos para nada no Coroado…

Coroado pela enésima vez embaixo d’água…

Coroado com todas as ruas destruídas…

R$ 50 milhões no Coroado por água abaixo…

A vida no Coroado: drenagem não funciona e manutenção pior ainda…

OS ALAGAMENTOS INCOMODAM A COMUNIDADE DO COROADO DE DIA E DE NOITE, levando desespero aos moradores, que sequer podem dormir em paz

Já se passaram nove anos desde a chegada dos recursos e os alagamentos no Coroado continuam ano após ano; e poderiam ser resolvidos com a simples de apenas uma casa na área que impede o escoamento das águas.  (Entenda aqui)

Mas a comunidade já desistiu de ter os serviços de drenagem nesta gestão; espera, agora, ao menos, que possa passar o Natal e o Reveillon com as ruas asfaltadas.

Uma das principais, a Dr. Carlos Macieira – que liga a Avenida dos Africanos à avenida São Marçal – está sem asfalto há mais de oito anos.

ESTA ÁREA FOI ALAGADA EM 2009, 2010, 2011, 2012, 2013, 2014, 2015, 2016, 2017, 2018 3 2019, sem nenhuma ação da prefeitura para resolver o problema

Com as cobranças, os agentes da prefeitura dizem que pra asfaltar a via, é preciso fazer a drenagem. e como a Secretaria de Obras não faz a drenagem, a via continua sem asfalto.

E assim segue ano após ano, a calamidade na comunidade do Coroado.

E mais um período chuvoso já se aproxima…

Marco Aurélio D'Eça

2 Comments

  1. Depois dos bairros meio nobre da cidade ,é que o prefeito fará uma visita aos barnabés.A hora da mudança é agora e não pode ser esquecida. Acordem pra Jesus. Mudança Já.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *