0

Dr. Yglésio pede inclusão do Coroado no programa “São Luís em Obras”

Deputado ouviu os apelos do blog Marco Aurélio D’Eça sobre a situação da comunidade e também decidiu interceder para que as obras de infraestrutura sejam realizadas pela prefeitura

 

Yglésio solicitou serviços de drenagem e pavimentação nas ruas do bairro do Coroado, abandonado há anos pelo poder público

O deputado estadual Dr. Yglésio encaminho à Assembleia Legislativa Indicação em que pede a inclusão do bairro do Coroado no programa ‘São Luís em Obras”.

Yglésio é mais um político que se solidarizou com os apelos do blog Marco Aurélio D’Eça mostrando o abandono da comunidade.

Também já se manifestaram em apoio à luta pela melhoria urbana do Coroado os deputados César Pires (PV) e Neto Evangelista (DEM) e os vereadores Osmar Filho,  Astro de Ogum e Beto Castro.

De acordo com o que mostrou o blog Marco Aurélio D’Eça,  a comunidade do Coroado espera a recuperação completa da Rua Dr. Carlos macieira, e a recuperação asfáltica das demais ruas do bairro, abandonadas há anos.

A Indicação de Dr. Yglésio foi encaminhada ao prefeito Edivaldo júnior e ao secretário de Obras, Antonio Araújo…

Abaixo, a Indicação de Yglésio:

1

Políticos reagem a apelo do blog sobre abandono do Coroado…

Deputados César Pires e Neto Evangelista, vereadores Osmar Filho e Beto Castro, além da assessoria de Astro de Ogum, lamentaram o abandono da comunidade e apontaram formas de melhorias; acionados, senador Weverton Rocha e agentes da prefeitura silenciaram

 

Esta é a situação de uma das principais ruas do Coroado, a Dr. Carlos Macieira, que está sem asfalto desde o início da atual gestão da prefeitura

A classe política reagiu ao apelo do blog Marco Aurélio D’Eça sobre o abandono da comunidade do Coroado, revelado no post “Coroado não tem vereador; por isso ficará sem asfalto?!?”

Os deputados estaduais César Pires (PV) e Neto Evangelista (DEM) – este último pré-candidato a prefeito – disseram que buscam soluções para a recuperação de ruas do bairro.

Evangelista disse que vai atuar, ele próprio na busca pelo asfalto para o maior número de ruas do Coroado, da mesma forma como está fazendo com o parque Alvorada.

César Pires disse que acionou o próprio prefeito Edivaldo Júnior (PDT) para a solução do problema.

– Coroado não tem vereador, mas tem deputado. Já pedi o telefone do Edivaldo Holanda para o Jorge Aragão e já falei com ele – afirmou o parlamentar.

César Pires e Neto Evangelista manifestaram intenção de ajudar o Coroado e até apontaram caminhos para solução do asfaltamento

Outro candidato a prefeito, o presidente da Câmara Municipal, vereador Osmar Filho (PDT), em mensagem ao titular do blog, se colocou à disposição, mas não disse como poderia atuar para solucionar o problema.

O vereador Beto Castro (pros) revelou que, de fato, não apenas o Coroado, mas também o Bairro de Fátima e o Bom Jesus, estão fora do cronograma de obras da Semosp.

– Dá pra gente fazer uma força-tarefa nós dois juntos. Na segunda-feira vou fazer este levamento da tribuna, destacar estes três bairros: Coroado, Bom Jesus e bairro de Fátima – prometeu Castro.

Weverton Rocha e Edivaldo Júnior – diretamente ou por sua assessoria – foram acionados, mas silenciaram; Osmar Filho pôs-se à disposição, mas não disse como

Um dos principais articuladores da ação de asfaltamento em São Luís, o vereador Astro de Ogum (PL) se manifestou por meio de sua assessoria.

Ele revelou que tem usado recursos próprios para asfaltar algumas reuniões, e pediu que fosse articulada reunião para tratar da questão do Coroado.

O blog Marco Aurélio D’Eça encaminhou o post também para agentes da Prefeitura de São Luís e para o senador Weverton Rocha (PDT).

Até agora, o silêncio foi a resposta…

1

Edivaldo chega com São Luís em Obras à zona rural

Prefeito esteve pessoalmente, agora pela manhã, na região do Tibiri, Tibirizinho e Rio do Meio com obras de t4rraplanagem e asfaltamento, que beneficiar 7 quilômetros de ruas e avenidas

 

Prefeito e comitiva foram recebidos por moradores da Zona Rural para lançamento do pacote “São Luís em obras”

O prefeito Edivaldo Junior (PDT) chegou com as ações do programa São Luís em Obras à zona rural. Na manhã desta quarta-feira (27) Edivaldo lançou um pacote de obras de terraplanagem e asfaltamento na região, começando pelos bairros Tibiri, Tibirizinho e Rio do Meio.

Serão cerca de 7 km de ruas e avenidas contempladas neste primeiro lote de obras, incluindo a implantação de ruas. Desde cedo as máquinas chegaram à Rua Principal do bairro Tibirizinho, que faz parte do corredor viário da região.

Em diversas ruas do entorno será a primeira vez, em quase 60 anos, que será implantada pavimentação, razão pela qual os moradores receberam o pedetista com festa.

Os serviços que estão sendo executados irão melhorar a qualidade de vida de que mora na área, facilitando a mobilidade, acabando com a poeira e lamaçal, além de reforçar os investimentos que o pedetista vem fazendo na região desde seu primeiro mandato.

2

Solução para alagamento no Coroado custa menos de R$ 20 mil…

Embora já se tenha gastado mais de R$ 100 milhões em obras equivocadas de limpeza e urbanização do canal que corta o bairro, problema pode ser resolvido com a simples desapropriação de um ou dois pequenos terrenos, que abriria espaço para escoamento da água da chuva

 

SEM TER PARA ONDE ESCORRER, AS ÁGUAS DA CHUVA FICAM EMPOSSADAS E ALAGAM AS RUAS DO COROADO; solução chegaria com a retirada de uma única casa na Rua Dr. Carlos Macieira

Enquanto a Prefeitura de São Luís anuncia obras de asfaltamento em diversos bairros – com investimentos de mais de R$ 250 milhões – o bairro do Coroado, na região próxima ao Centro, segue esquecido.

Agentes municipais alegam que as obras só podem ser feitas após serviço de drenagem no canal que corta o bairro a partir do João Paulo até a Avenida dos Africanos.

Mas não procede esta afirmação da prefeitura.

O problema de alagamento no Coroado não ocorre com enchente do canal; o problema se dá pelo fato de as águas da chuva não terem para onde escoar.

E a questão pode ser resolvida com menos de R$ 20 mil reais.

Leia também:

Milhões e milhões gastos para nada no Coroado…

Coroado pela enésima vez embaixo d’água…

Coroado com todas as ruas destruídas…

R$ 50 milhões no Coroado por água abaixo…

A vida no Coroado: drenagem não funciona e manutenção pior ainda…

POPULAÇÃO É OBRIGADA A CONVIVER DIA E NOITE COM O PROBLEMA DAS ENCHENTES, cuja solução se dará com investimento de cerca de R$ 20 mil

De acordo com especialistas ouvidos por empresários do bairro, as casas construídas irregularmente na borda da Rua Dr. Carlos Macieira, há 30 anos, fizeram uma espécie de barreira de contenção das águas, fechando bueiros de escoamento.

– A retirada de uma única casa na borda dessa rua, ao custo de R$ 10 mil, R$ 15 mil, resolveria todo o problema de escoamento, por que as águas da chuva encontrariam destino. E há vários imóveis à venda – explicou um dos engenheiros, na última reunião com empresários.

A solução viria por que as águas da chuva encontrariam caminho para o córrego, que inunda as matas do quartel do Exército, formada por pântanos, evitando os alagamentos nas ruas do Coroado.

Cansados de esperar pela solução da prefeitura, que ignora meros serviços de asfaltamento, os empresários estão se organizando para iniciar, eles próprios, a compra e as obras de construção do escoamento.

Em mais uma iniciativa privada diante da ausência do poder público…

2

Coroado ainda aguarda, pelo menos, asfaltamento de suas ruas…

Já desiludida quanto às ações de drenagem da Prefeitura de São Luís, comunidade espera passar as festas de fim de ano pelo menos com as ruas asfaltadas, o que aprece cada vez mais distante, sobretudo com a proximidade do período chuvoso

 

PRINCIPAL RUA DO BAIRRO ESTÁ ASSIM DESDE 2011, ENFRENTANDO INVERNO APÓS INVERNO sem nenhum tipo de serviços da Semosp

A Prefeitura de São Luís anunciou em agosto um pacote de obras em São Luís que inclui serviços de drenagem e asfaltamento em vários bairros de São Luís.

Desde então, o titular do blog Marco Aurélio D’Eça cobra os dois serviços para a comunidade do Coroado – a drenagem e o asfaltamento; serviços estes, aliás, que deveriam estar prontos desde 2010, quando o Banco Mundial liberou milhões para o saneamento do bairro.

Cobranças que podem ser relembradas nos posts abaixo:

Milhões e milhões gastos para nada no Coroado…

Coroado pela enésima vez embaixo d’água…

Coroado com todas as ruas destruídas…

R$ 50 milhões no Coroado por água abaixo…

A vida no Coroado: drenagem não funciona e manutenção pior ainda…

OS ALAGAMENTOS INCOMODAM A COMUNIDADE DO COROADO DE DIA E DE NOITE, levando desespero aos moradores, que sequer podem dormir em paz

Já se passaram nove anos desde a chegada dos recursos e os alagamentos no Coroado continuam ano após ano; e poderiam ser resolvidos com a simples de apenas uma casa na área que impede o escoamento das águas.  (Entenda aqui)

Mas a comunidade já desistiu de ter os serviços de drenagem nesta gestão; espera, agora, ao menos, que possa passar o Natal e o Reveillon com as ruas asfaltadas.

Uma das principais, a Dr. Carlos Macieira – que liga a Avenida dos Africanos à avenida São Marçal – está sem asfalto há mais de oito anos.

ESTA ÁREA FOI ALAGADA EM 2009, 2010, 2011, 2012, 2013, 2014, 2015, 2016, 2017, 2018 3 2019, sem nenhuma ação da prefeitura para resolver o problema

Com as cobranças, os agentes da prefeitura dizem que pra asfaltar a via, é preciso fazer a drenagem. e como a Secretaria de Obras não faz a drenagem, a via continua sem asfalto.

E assim segue ano após ano, a calamidade na comunidade do Coroado.

E mais um período chuvoso já se aproxima…

0

No Coroado também se vive em São Luís…

Abandonado há anos, bairro que fica bem pertinho do Centro da capital maranhense, clama por atenção de programas como o “São Luís em Obras”, da Prefeitura Municipal, e o “Nosso Centro”, do Governo do Estado

 

A RUA DR. CARLOS MACIEIRA FICA NESTA SITUAÇÃO O ANO INTEIRO, CHOVA OU FAÇA SOL, há pelo menos oito anos

A rua acima é uma das inúmeras vias do bairro do Coroado abandonadas pelo poder público.

Prestes a completar 50 anos, o bairro –  que fica praticamente no Centro de São Luís – sofre com o descaso e a falta de infraestrutura.

Há anos convive com os alagamentos no inverno e a poeira durante o verão, em ruas sem a menor condição de trafegabilidade durante praticamente todo o ano.

Agora, as lideranças, empresários e populares que, apesar do abandono, movimentam a vida socio-cultural da comunidade, clamam para que sejam beneficiados com os programas “São Luís em Obras”, da Prefeitura, ou o “Nosso Centro”, do Governo do Estado.

IMAGENS COMO ESTA, DO PREFEITO COM SEUS AUXILIARES, TAMBÉM FICARIA BONITA NO COROADO, que espera pelo programa “São Luís em obras”

A Rua Dr. Carlos Macieira, por exemplo, importante via que liga a avenida dos Africanos à avenida São Marçal, no João Paulo, está há exatamente oito anos sem ver asfalto. (Saiba mais aqui)

Além de sofrer com infiltrações causadas por falta de drenagem e instalações de água e esgotos danificadas, a via é toda esburacada do início ao fim, tornando impossível o tráfego, que desafogaria a Africanos.

DOS R$ 100 MILHÕES QUE RUBEM JÚNIOR GANHOU PARA “INJETAR” EM SUA CAMPANHA, pelo menos R$ 5 milhões resolveriam todos os problemas do Coroado

No Coroado há uma coleção de obras inacabadas.

O Centro Comunitário foi posto abaixo, a Praça do Mururu foi isolada e o Centro Esportivo e Cultural está parado desde 2015.

Tanto a Prefeitura de São Luís quanto o Governo do Estado anunciaram ampliação de programas de obras, asfaltamento e melhorias urbanas em toda São Luís. (Leia aqui e aqui)

Mas é bom não esquecer que o Coroado também faz parte da capital maranhense…

3

Imagens do dia: Edivaldo inicia força-tarefa do asfalto em São Luís…

Prefeito esteve no Vinhais, onde lançou o projeto “São Luís em Obras”, que será estendido para vários outros bairros da capital maranhense, ação que se junta às outras frentes de serviços em várias áreas

 

O prefeito Edivaldo Holanda Junior, nesta quarta-feira, 17, no Vinhais, iniciando frente de asfaltamento que vai pavimentar ruas e avenidas do bairro. As ações ocorrem por meio do programa São Luís em Obras.

Além do Vinhais, vários bairros estão na programação para receber os serviços de asfaltamento, entre os quais, Cohatrac, Cidade Operária, Anjo da Guarda e muitos outros.

No Vinhais serão cerca de 65 ruas e avenidas, totalizando 16 quilômetros de extensão de vias que vão ser requalificadas.

Desde que lançou o “São Luís em Obras”, Edivaldo iniciou as obras do Nhozinho, Fonte das Pedras, Praça da Bíblia, Parque do Bom Menino, Mercado das Tulhas e o asfaltamento do Vinhais.

Nesta semana, Edivaldo entra também com serviço de reforma e revitalização de mercados…

0

Edivaldo Júnior lança pacote “São Luís em Obras”…

Prefeito anuncia uma série de ações e intervenções na cidade, que inclui obras em todos os setores, com forte impacto nos aspectos urbanístico, turístico, cultural e esportivo da capital maranhense

 

EDIVALDO PROMETE ENTREGAR O NHOZINHO SANTOS EM DEZEMBRO, totalmente reformado e modernizado

O prefeito Edivaldo Júnior (PDT) lança nesta segunda-feira, 5, o projeto “São Luís em Obras”, espécie de pacote de ações que mobilizarão todos os setores da capital maranhense.

Tratam-se de ações de pavimentação, drenagem, mercados, pontes, praças e várias outras intervenções me toda a cidade.

Edivaldo iniciou já no sábado, 3, visitas a algumas destas obras. No Estádio Nhozinho Santos, ele viu as obra de reforma, que modernizará toda a praça esportiva. (Veja vídeo)

O “São Luís em Obras” se junta às ações no Centro Histórico e na Praça Deodoro, realizadas em parceria com o Iphan.

O pacote deve ser anunciado pelo próprio prefeito, nas redes sociais e em comunicado oficial.

Mas o blog Marco Aurélio D’Eça, como sempre, sai na frente ao antecipar essa informação…