0

Dr. Yglésio pede inclusão do Coroado no programa “São Luís em Obras”

Deputado ouviu os apelos do blog Marco Aurélio D’Eça sobre a situação da comunidade e também decidiu interceder para que as obras de infraestrutura sejam realizadas pela prefeitura

 

Yglésio solicitou serviços de drenagem e pavimentação nas ruas do bairro do Coroado, abandonado há anos pelo poder público

O deputado estadual Dr. Yglésio encaminho à Assembleia Legislativa Indicação em que pede a inclusão do bairro do Coroado no programa ‘São Luís em Obras”.

Yglésio é mais um político que se solidarizou com os apelos do blog Marco Aurélio D’Eça mostrando o abandono da comunidade.

Também já se manifestaram em apoio à luta pela melhoria urbana do Coroado os deputados César Pires (PV) e Neto Evangelista (DEM) e os vereadores Osmar Filho,  Astro de Ogum e Beto Castro.

De acordo com o que mostrou o blog Marco Aurélio D’Eça,  a comunidade do Coroado espera a recuperação completa da Rua Dr. Carlos macieira, e a recuperação asfáltica das demais ruas do bairro, abandonadas há anos.

A Indicação de Dr. Yglésio foi encaminhada ao prefeito Edivaldo júnior e ao secretário de Obras, Antonio Araújo…

Abaixo, a Indicação de Yglésio:

0

Edivaldo confirma para dezembro obras de drenagem na Santa Bárbara

Serviços vão beneficiar toda a extensão da avenida São Jerônimo e suas transversais; além da obra de escoamento, região receberá 8 quilômetros de asfaltamento

 

Edivaldo Júnior e Antonio Araújo visitam obra de 2014 na Santa Bárbara, que agora será complementada com a drenagem da Avenida São Jerônimo

O prefeito Edivaldo Holanda Junior (PDT) confirmou na manhã desta sexta-feira, 06, durante o lançamento das obras de asfaltamento no Parque Universitário e Planalto Pingão, que a licitação das obras de drenagem na Santa Bárbara foi concluída e os serviços começam ainda no mês de dezembro.

Serão executados mais de 13 quilômetros de rede de drenagem, abrangendo a Avenida São Jerônimo (que é o principal acesso à zona rural 1) e outras dezenas de ruas da região que receberão ainda mais de 8 quilômetros de pavimentação.

Em 2014a Prefeitura de São Luís realizou serviços de drenagem na região, beneficiando a rua Brasília, conforme noticiou, à época, release da prefeitura.

A nova obra é aguardada há muitos anos pelos moradores da região e irá pôr fim a problemas antigos como os alagamentos, melhorando o tráfego na área.

1

Políticos reagem a apelo do blog sobre abandono do Coroado…

Deputados César Pires e Neto Evangelista, vereadores Osmar Filho e Beto Castro, além da assessoria de Astro de Ogum, lamentaram o abandono da comunidade e apontaram formas de melhorias; acionados, senador Weverton Rocha e agentes da prefeitura silenciaram

 

Esta é a situação de uma das principais ruas do Coroado, a Dr. Carlos Macieira, que está sem asfalto desde o início da atual gestão da prefeitura

A classe política reagiu ao apelo do blog Marco Aurélio D’Eça sobre o abandono da comunidade do Coroado, revelado no post “Coroado não tem vereador; por isso ficará sem asfalto?!?”

Os deputados estaduais César Pires (PV) e Neto Evangelista (DEM) – este último pré-candidato a prefeito – disseram que buscam soluções para a recuperação de ruas do bairro.

Evangelista disse que vai atuar, ele próprio na busca pelo asfalto para o maior número de ruas do Coroado, da mesma forma como está fazendo com o parque Alvorada.

César Pires disse que acionou o próprio prefeito Edivaldo Júnior (PDT) para a solução do problema.

– Coroado não tem vereador, mas tem deputado. Já pedi o telefone do Edivaldo Holanda para o Jorge Aragão e já falei com ele – afirmou o parlamentar.

César Pires e Neto Evangelista manifestaram intenção de ajudar o Coroado e até apontaram caminhos para solução do asfaltamento

Outro candidato a prefeito, o presidente da Câmara Municipal, vereador Osmar Filho (PDT), em mensagem ao titular do blog, se colocou à disposição, mas não disse como poderia atuar para solucionar o problema.

O vereador Beto Castro (pros) revelou que, de fato, não apenas o Coroado, mas também o Bairro de Fátima e o Bom Jesus, estão fora do cronograma de obras da Semosp.

– Dá pra gente fazer uma força-tarefa nós dois juntos. Na segunda-feira vou fazer este levamento da tribuna, destacar estes três bairros: Coroado, Bom Jesus e bairro de Fátima – prometeu Castro.

Weverton Rocha e Edivaldo Júnior – diretamente ou por sua assessoria – foram acionados, mas silenciaram; Osmar Filho pôs-se à disposição, mas não disse como

Um dos principais articuladores da ação de asfaltamento em São Luís, o vereador Astro de Ogum (PL) se manifestou por meio de sua assessoria.

Ele revelou que tem usado recursos próprios para asfaltar algumas reuniões, e pediu que fosse articulada reunião para tratar da questão do Coroado.

O blog Marco Aurélio D’Eça encaminhou o post também para agentes da Prefeitura de São Luís e para o senador Weverton Rocha (PDT).

Até agora, o silêncio foi a resposta…

4

Coroado não tem vereador; por isso vai ficar sem asfalto?!?

Prefeitura de São Luís segue levando pavimentação aos bairros por indicação de vereadores; todo o entorno da comunidade esquecida já oi esquecida, mas as obras não chegam à localidade, abandonada pela falta de liderança

 

Asfalto chegando à Rua da Cerâmica, por indicação do vereador Astro de Ogum; via liga o João Paulo ao Coroado, que continua esquecido

Blogs, jornais, sites e emissoras de rádio noticiam diariamente a ação de vereadores levando asfalto para suas comunidades nesta época de pré-eleição municipal.   

“Marquinhos leva asfalto para Vila Luizão”, é uma das notícias; “Astro de Ogum viabiliza asfalto em comunidades”, diz outra divulgação.

Enquanto isso, a comunidade do Coroado, um pequeno aglomerado urbano entre o João Paulo, o Filipinho e Avenida dos Africanos, vai ficando com suas ruas esquecidas e prestes a serem alagadas novamente pelas chuvas.

– Sempre ouço a conversa de políticos que o Coroado não recebe benefícios por que o moradores não votam em São Luís; essa é uma mentira que precisa ser desdita – afirma o líder comunitário Denis Guterres.

De fato, nesta etapa de obras, a secretaria Municipal de Oras já levou asfalto para o Sítio Leal e Filipinho (indicação de vereador), para o Bairro de Fátima (indicação de Beto Castro) e até para as ruas da Cerâmica e Agostinho Torres (indicação de Astro de Ogum), mas continua ignorando os apelos dos coroadenses.

Rua Dr. Carlos Macieira, no Coroado; uma das principais vias do bairro nunca viu asfalto nestes quase oito anos da atual gestão de São Luís

A principal avenida do bairro – Carlos Macieira – está há oito anos sem receber asfalto. Por toda a gestão de Edivaldo Júnior (PDT), portanto.

Extra-oficialmente, agentes da prefeitura dizem que, antes do asfalto, o Coroado precisa receber serviços de drenagem, que sequer tem projeto a curto prazo – e que este blog já mostrou ser resolvido com menos de R$ 20 mil.

E sem ninguém para representá-la na Câmara, a comunidade vai continuando esquecida…

2

Solução para alagamento no Coroado custa menos de R$ 20 mil…

Embora já se tenha gastado mais de R$ 100 milhões em obras equivocadas de limpeza e urbanização do canal que corta o bairro, problema pode ser resolvido com a simples desapropriação de um ou dois pequenos terrenos, que abriria espaço para escoamento da água da chuva

 

SEM TER PARA ONDE ESCORRER, AS ÁGUAS DA CHUVA FICAM EMPOSSADAS E ALAGAM AS RUAS DO COROADO; solução chegaria com a retirada de uma única casa na Rua Dr. Carlos Macieira

Enquanto a Prefeitura de São Luís anuncia obras de asfaltamento em diversos bairros – com investimentos de mais de R$ 250 milhões – o bairro do Coroado, na região próxima ao Centro, segue esquecido.

Agentes municipais alegam que as obras só podem ser feitas após serviço de drenagem no canal que corta o bairro a partir do João Paulo até a Avenida dos Africanos.

Mas não procede esta afirmação da prefeitura.

O problema de alagamento no Coroado não ocorre com enchente do canal; o problema se dá pelo fato de as águas da chuva não terem para onde escoar.

E a questão pode ser resolvida com menos de R$ 20 mil reais.

Leia também:

Milhões e milhões gastos para nada no Coroado…

Coroado pela enésima vez embaixo d’água…

Coroado com todas as ruas destruídas…

R$ 50 milhões no Coroado por água abaixo…

A vida no Coroado: drenagem não funciona e manutenção pior ainda…

POPULAÇÃO É OBRIGADA A CONVIVER DIA E NOITE COM O PROBLEMA DAS ENCHENTES, cuja solução se dará com investimento de cerca de R$ 20 mil

De acordo com especialistas ouvidos por empresários do bairro, as casas construídas irregularmente na borda da Rua Dr. Carlos Macieira, há 30 anos, fizeram uma espécie de barreira de contenção das águas, fechando bueiros de escoamento.

– A retirada de uma única casa na borda dessa rua, ao custo de R$ 10 mil, R$ 15 mil, resolveria todo o problema de escoamento, por que as águas da chuva encontrariam destino. E há vários imóveis à venda – explicou um dos engenheiros, na última reunião com empresários.

A solução viria por que as águas da chuva encontrariam caminho para o córrego, que inunda as matas do quartel do Exército, formada por pântanos, evitando os alagamentos nas ruas do Coroado.

Cansados de esperar pela solução da prefeitura, que ignora meros serviços de asfaltamento, os empresários estão se organizando para iniciar, eles próprios, a compra e as obras de construção do escoamento.

Em mais uma iniciativa privada diante da ausência do poder público…

2

Coroado ainda aguarda, pelo menos, asfaltamento de suas ruas…

Já desiludida quanto às ações de drenagem da Prefeitura de São Luís, comunidade espera passar as festas de fim de ano pelo menos com as ruas asfaltadas, o que aprece cada vez mais distante, sobretudo com a proximidade do período chuvoso

 

PRINCIPAL RUA DO BAIRRO ESTÁ ASSIM DESDE 2011, ENFRENTANDO INVERNO APÓS INVERNO sem nenhum tipo de serviços da Semosp

A Prefeitura de São Luís anunciou em agosto um pacote de obras em São Luís que inclui serviços de drenagem e asfaltamento em vários bairros de São Luís.

Desde então, o titular do blog Marco Aurélio D’Eça cobra os dois serviços para a comunidade do Coroado – a drenagem e o asfaltamento; serviços estes, aliás, que deveriam estar prontos desde 2010, quando o Banco Mundial liberou milhões para o saneamento do bairro.

Cobranças que podem ser relembradas nos posts abaixo:

Milhões e milhões gastos para nada no Coroado…

Coroado pela enésima vez embaixo d’água…

Coroado com todas as ruas destruídas…

R$ 50 milhões no Coroado por água abaixo…

A vida no Coroado: drenagem não funciona e manutenção pior ainda…

OS ALAGAMENTOS INCOMODAM A COMUNIDADE DO COROADO DE DIA E DE NOITE, levando desespero aos moradores, que sequer podem dormir em paz

Já se passaram nove anos desde a chegada dos recursos e os alagamentos no Coroado continuam ano após ano; e poderiam ser resolvidos com a simples de apenas uma casa na área que impede o escoamento das águas.  (Entenda aqui)

Mas a comunidade já desistiu de ter os serviços de drenagem nesta gestão; espera, agora, ao menos, que possa passar o Natal e o Reveillon com as ruas asfaltadas.

Uma das principais, a Dr. Carlos Macieira – que liga a Avenida dos Africanos à avenida São Marçal – está sem asfalto há mais de oito anos.

ESTA ÁREA FOI ALAGADA EM 2009, 2010, 2011, 2012, 2013, 2014, 2015, 2016, 2017, 2018 3 2019, sem nenhuma ação da prefeitura para resolver o problema

Com as cobranças, os agentes da prefeitura dizem que pra asfaltar a via, é preciso fazer a drenagem. e como a Secretaria de Obras não faz a drenagem, a via continua sem asfalto.

E assim segue ano após ano, a calamidade na comunidade do Coroado.

E mais um período chuvoso já se aproxima…

0

Com articulação de Pedro Lucas, Coroado ganha nova Praça Mururu…

Obra será entregue na tarde desta quinta-feira, com espaço para a prática de esportes, lazer e estar da população de um dos bairros mais tradicionais de São Luís

 

PRAÇA CONSERVOU ÀRVORES DO LOCAL E RECEBEU NOVOS BANCOS e aparelhos para a prática de ginástica

O bairro do Corado recebe na tarde desta quinta-feira, 26, a nova Praça do Mururu, que foi totalmente reformada e ganhou equipamentos para prática de esporte e lazer.

Construída ainda na década de 90, a Praça Mururu recebeu este nome por que construída onde antes era um alagado coberto por este tipo de planta.

O logradouro passou ano abandonados; e até o prédio onde o funcionava o Centro Comunitário foi invadido e chegou a dar lugar a um bar.

Para refazer a praça, que que começou na gestão do hoje deputado federal Pedro Lucas Fernandes (PTB) na Agência Metropolitana, o prédio foi demolido e deu lugar a bancos e equipamentos de ginástica.

Urbanização

A RUA DR. CARLOS MACIEIRA, QUE É PARALELA À PRAÇA MURURU, FICA NESTA SITUAÇÃO O ANO INTEIRO, há pelo menos oito anos

A nova Praça Mururu é uma obra importante para a urbanização do Coroado.

A comunidade agora precisa se mobilizar para conquistar também outras ações, como o saneamento, o asfaltamento e a segurança, tocas carentes na área.

A Rua Dr. Carlos Macieira, por exemplo – que liga a Avenida dos Africanos à Avenida São Marçal  – está sem asfalto há quase oito anos.

Espera-se ações ainda neste 2019…

0

No Coroado também se vive em São Luís…

Abandonado há anos, bairro que fica bem pertinho do Centro da capital maranhense, clama por atenção de programas como o “São Luís em Obras”, da Prefeitura Municipal, e o “Nosso Centro”, do Governo do Estado

 

A RUA DR. CARLOS MACIEIRA FICA NESTA SITUAÇÃO O ANO INTEIRO, CHOVA OU FAÇA SOL, há pelo menos oito anos

A rua acima é uma das inúmeras vias do bairro do Coroado abandonadas pelo poder público.

Prestes a completar 50 anos, o bairro –  que fica praticamente no Centro de São Luís – sofre com o descaso e a falta de infraestrutura.

Há anos convive com os alagamentos no inverno e a poeira durante o verão, em ruas sem a menor condição de trafegabilidade durante praticamente todo o ano.

Agora, as lideranças, empresários e populares que, apesar do abandono, movimentam a vida socio-cultural da comunidade, clamam para que sejam beneficiados com os programas “São Luís em Obras”, da Prefeitura, ou o “Nosso Centro”, do Governo do Estado.

IMAGENS COMO ESTA, DO PREFEITO COM SEUS AUXILIARES, TAMBÉM FICARIA BONITA NO COROADO, que espera pelo programa “São Luís em obras”

A Rua Dr. Carlos Macieira, por exemplo, importante via que liga a avenida dos Africanos à avenida São Marçal, no João Paulo, está há exatamente oito anos sem ver asfalto. (Saiba mais aqui)

Além de sofrer com infiltrações causadas por falta de drenagem e instalações de água e esgotos danificadas, a via é toda esburacada do início ao fim, tornando impossível o tráfego, que desafogaria a Africanos.

DOS R$ 100 MILHÕES QUE RUBEM JÚNIOR GANHOU PARA “INJETAR” EM SUA CAMPANHA, pelo menos R$ 5 milhões resolveriam todos os problemas do Coroado

No Coroado há uma coleção de obras inacabadas.

O Centro Comunitário foi posto abaixo, a Praça do Mururu foi isolada e o Centro Esportivo e Cultural está parado desde 2015.

Tanto a Prefeitura de São Luís quanto o Governo do Estado anunciaram ampliação de programas de obras, asfaltamento e melhorias urbanas em toda São Luís. (Leia aqui e aqui)

Mas é bom não esquecer que o Coroado também faz parte da capital maranhense…

0

Vereador pede reforma de obra inacabada no Coroado…

Por intermédio de indicação, Osvaldo Muller pediu ao Governo do Estado que dê atenção a uma das várias obras paralisadas no bairro, comunidade que sofre com falta de infraestrutura e abandono ano após ano

 

ASSIM FICARIA O CENTRO ESPORTIVO E CULTURAL DO COROADO se as obras fossem levadas a cabo há quase 10 anos…

O vereador Osvaldo Muller (PT) apresentou à Câmara Municipal a indicação 239/19, que pede ao Governo do Estado a recuperação do Centro Cultural e Esportivo do Coroado.

As obras é uma das várias abandonadas pelo poder público no bairro – algumas paralisadas há anos.

A tal obra é de 2011, ainda na gestão João Castelo; e teve anúncio de inauguração ainda em 2013, na própria página da prefeitura. (Veja aqui)

Além do centro esportivo cultural, estão largadas à própria sorte a construção da Praça do Centro Comunitário, o sistema de drenagem e esgotamento, o asfaltamento de todas as ruas, e a obra de drenagem e urbanização do canal do Coroado.

Todas obras cujos orçamentos foram feitos na casa dos milhões. (Reveja aqui, aqui e aqui)

…MAS, ATÉ HOJE, A REALIDADE DO BAIRRO É ESTA, com alagamentos crônicos a cada período de chuvas, sem que nenhuma autoridade resolva o problema

As indicações, como as apresentadas por Osvaldo Muller, não tem poder algum de obrigar o poder público – governo e prefeitura – a realizar a obra.

Mais do que isso, é preciso mobilização da própria comunidade.

Até porque o mandato do vereador é temporário…

Leia também:

Empreiteira da Caema destrói rua no Coroado e se recusa a recuperar…

Milhões e milhões gastos para nada no bairro do Coroado..

Canal do bairro do Coroado: uma obra interminável…

Coroado pela enésima vez embaixo d’água…

0

“Tenho compromisso de lutar pelo Coroado”, diz Oswaldo Muller…

Em discurso na Câmara Municipal, vereador afirma que irá lutar pelas melhorias do bairro, onde a falta de infraestrutura faz os moradores perderem até o direito de ir e vir; ele também defendeu a causa dos comerciários

 

OSWALDO MULLER É O PRIMEIRO REPRESENTANTE EFETIVAMENTE NASCIDO E CRIADO NO COROADO desde a inauguração do bairro, no início dos anos 1970

Em sua primeira semana de trabalhos efetivos no plenário da Câmara Municipal, o vereador Oswaldo Muller (PT) reafirmou compromisso com a comunidade do Coroado.

Ao lembrar que falta à comunidade os conceitos mais básicos de infraestrutura e saneamento, Muller cobrou do poder público ações que possa garantir o direito de ir e vir dos moradores.

– Tenho a certeza que a Prefeitura de São Luís irá poder realizar as intervenções necessárias, a partir da trégua do tempo de chuva, e atender aos pleitos dessa comunidade que clamava por um representante nesse honrado parlamento – disse.

Oswaldo Muller é o único representante do Coroado no Parlamento de São Luís; e assumiu compromisso direto com a comunidade.

– Tenho um compromisso de lutar junto com os moradores do Coroado por melhorias para a nossa comunidade. Precisamos de um olhar mais sensível do poder público, nos falta saneamento básico,creches e escolas para as nossas crianças e jovens, ruas asfaltadas e que permitam o nosso ir e vir – pregou.

Comerciários

Ligado ao Sindicato dos Comerciários, categoria que liderou ao longo de sua carreira profissional, o vereador do PT também reafirmou o compromisso com os colegas de profissão.

– Estivemos semana passada na Rua Grande conversando com os comerciários, categoria que represento há mais de uma década e também com os ambulantes que se mostraram preocupados diante da nova organização do centro comercial de São Luís – destacou.

Oswaldo Muller foi aparteado pelos colegas Fátima Araujo (PCdoB), Joãozinho Freitas (PTB) e Sá Marques (PHS).