8

Brandão abriga em secretaria pastora bolsomínion intolerante religiosa…

Ao emitir Nota de Solidariedade em favor de um pastor-agressor amigo, titular da Secretaria de Relações Institucionais, pastora Sílvia Carla Ferreira, agride a Casa Fanti-Ashanti, vítima de ataques de grupos evangélicos igualmente intolerantes

 

A nota da pastora, com chancela da pasta e do governo Brandão

Ligado historicamente aos valores da extrema-direita reacionária, o governador-tampão Carlos Brandão (PSB) acabou por abrigar em seu govenro uma secretária bolsomínion abertamente intolerante religiosa e sectária.

Trata-se de Sílvia Carla Ferreira, titular da Secretaria de Relações Institucionais.

Em sua primeira chamada pública a um posicionamento, a secretária, que é pastora evangélica, acabou por reforçar a intolerância religiosa cometida por evangélicos contra a Casa Fanti-Ashanti, tradicional espaço de candomblé no Maranhão.

No dia 24 de abril, membros da Igreja Ministério Gideões Casa de Oração, liderados pelo pastor Charles Douglas Santos, foram para a frente da Casa Fanti-Ashanti promover um culto  com provocações e agressões aos membros da religião africana.

E o que fez a secretária-pastora Sílvia Carla Ferreira? emitiu nota em nome de sua secretaria no governo Brandão para defender, não o terreiro atacado, mas o pastor agressor.

A pastora-secretária e o marido com o pastor José Coutinho: intolerância religiosa com carimbo oficial do governo Brandão

A nota repercutiu negativamente em todo o Maranhão, o que levou Sílvia Carla a apagá-la.

A pastora-secretária herdou do marido o posto no governo, o também pastor Enos Ferreira.

Depois da nota intolerante, ela se calou sobre o assunto… 

0

Vida e morte de Bita do Barão…

Principal babalorixá do Brasil deve voltar para casa com a família após ter sua recuperação descartada pelos médicos; e seus últimos momentos, no caso dele, podem durar bem mais do que o padrão

 

BITA DO BARÃO MARCOU A ESPIRITUALIDADE BRASILEIRA POR MAIS DE UM SÉCULO, e se tornou um ícone da religião no país

Desde a tarde de ontem, quando o blog do Marco Silva informou a decisão da família de retirá-lo da UTI de um hospital em Teresina (PI), explodiram boatos e fake news sobre a morte do pai de santo Bita do Barão, de Codó.

Mas há apenas duas verdades no que já foi noticiado: os médicos consideraram irreversível a situação do líder espiritual e a família decidiu levá-lo para casa. 

Principal representante das religiões de matriz afro no Brasil, Wilson Nonato de Souza, que adotou o nome de Bita do Barão de Guaré, ganhou fama a partir das histórias de visita de líderes políticos em busca de suas intervenções espirituais no jogo de poder.

A história do pai de santo é cercada de mistérios e histórias fantásticas, o que torna difícil até mesmo saber sua idade, que alguns definem em torno dos 108 anos.

Quis o destino que toda esta movimentação em torno de Bita em seus últimos momentos ocorressem, coincidentemente (?), em plena época de comemoração da semana santa.

As histórias fantásticas perpassam sua vida e morte, e fazem com que até mesmo os últimos momentos de sua passagem na terra sejam motivo de atenção do Brasil.

E para quem conhece Bita do Barão, esses últimos momentos ainda podem durar bastante.

Sempre de forma intensa…